Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O método sanduíche para feedback – reflexões e críticas

3,059 views

Published on

Conjuntos de slides para a apresentação do artigo científico "O método sanduíche para feedback – reflexões e críticas" para a banca do MBA de Gestão em Centro de Serviços Compartilhados do SENAI/SC em 01/04/2015 em Florianópolis/SC

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

O método sanduíche para feedback – reflexões e críticas

  1. 1. O Método Sanduíche para Feedback Reflexões e Alternativas Autor Roberto Cohen Orientadora Fernanda Dornelles Martins MBA em Centro de Serviços Compartilhados
  2. 2. PROBLEMA O Método Sanduíche é um mecanismo adequado para feedback comportamental?
  3. 3. INTRODUÇÃO DE CONCEITOS
  4. 4. Feedback
  5. 5. Feedback
  6. 6. Feedback
  7. 7. Feedback
  8. 8. Feedback – Janela de Johari
  9. 9. Feedback – Janela de Johari
  10. 10. Feedback – Janela de Johari 1955 JOseph Luft HArry Ingham
  11. 11. Método Sanduíche
  12. 12. Método Sanduíche Positivo
  13. 13. Método Sanduíche Positivo Negativo
  14. 14. Método Sanduíche Positivo Negativo Positivo
  15. 15. Método Sanduíche - Exemplo • Você é um de nossos melhores colaboradores.
  16. 16. Método Sanduíche - Exemplo • Você é um de nossos melhores colaboradores. • Mas quando vem trabalhar. Se não aumentar sua pontualidade nos próximos dois meses, terei que registrar em sua avaliação.
  17. 17. Método Sanduíche - Exemplo • Você é um de nossos melhores colaboradores. • Mas quando vem trabalhar. Se não aumentar sua pontualidade nos próximos dois meses, terei que registrar em sua avaliação. • Você tem mais talento do que a maioria das pessoas, por isso sei que não precisarei me preocupar mais com isso.
  18. 18. O MÉTODO É VÁLIDO?
  19. 19. Propostas do artigo 1. Discutir a validade do Método 2. Pesquisar referências 3. Identificar situações-problemas 4. Propor alternativas
  20. 20. Metodologia do artigo Pesquisa Bibliográfica
  21. 21. CONTEXTO E PROBLEMA
  22. 22. Há forte demanda por CSCs Compartilhar recursos
  23. 23. Há forte demanda por CSCs Fusões Economia de recursos Mais competitividade Reorganizações
  24. 24. Quem atesta a demanda? The Big Four:
  25. 25. Forte demanda exige mais mão de obra especializada
  26. 26. Forte demanda exige mais mão de obra especializada Cibernativos
  27. 27. Buscas na internet são confiáveis?
  28. 28. Buscas na internet são confiáveis?
  29. 29. Buscas na internet são confiáveis?
  30. 30. Buscas na internet são confiáveis? 80 Milhões de ocorrências
  31. 31. Buscas na internet são confiáveis?
  32. 32. DESENVOLVIMENTO
  33. 33. 1. Argumentos para uso do Método Colaborador aceitará de maneira mais fácil o feedback negativo caso venha com positivo
  34. 34. 2. Argumentos para uso do Método Oferece um feedback equilibrado
  35. 35. 3. Argumentos para uso do Método Diminui o desconforto e ansiedade
  36. 36. 1. Por que o método é ineficiente Segundo as referências pesquisadas Torna-se um processo vicioso
  37. 37. 2. Por que o método é ineficiente Colaborador já espera o “tapa na cara”
  38. 38. 3. Por que o método é ineficiente Colaborador pede para ir direto ao ponto
  39. 39. 4. Por que o método é ineficiente Técnica do bom e mau policial é difícil de ser executada por apenas uma pessoa
  40. 40. 5. Por que o método é ineficiente Colaborador esquece o feedback negativo e se fixa no último recebido
  41. 41. 6. Por que o método é ineficiente Impacto do feedback negativo acaba diluído
  42. 42. 7. Por que o método é ineficiente Qualidades tornam-se persistentes e repetitivas
  43. 43. 8. Por que o método é ineficiente Behaviorismo: ocorre mistura de reforço positivo com negativo
  44. 44. Líderes - Jack Welch Fortune 1999: Gerente do Século
  45. 45. Líderes - Jack Welch Financial Times: um dos 3 líderes mais admirados do mundo
  46. 46. Líderes - Jack Welch “Qual a última vez que você recebeu feedback honesto, direto nos olhos e compreenderam onde melhorar? “ (10% das pessoas nas palestras)
  47. 47. Líderes – Peter Drucker
  48. 48. Líderes – Peter Drucker “Quanto mais ruídos e dispersores de atenção, menor a comunicação.”
  49. 49. ALTERNATIVA
  50. 50. Planejar Separar aspectos Timing Foco no comporta mento Impacto ao negócio Estipular conse- quências Mudança desejada Disposição Confiança
  51. 51. 1. Planejar a discussão Evitar precipitação Pensar em exemplos Descrever e não julgar Ser específico e não genérico Pedir auxílio ao superior
  52. 52. 2. Separar aspectos positivos e negativos + + + + + - - - - -
  53. 53. 3. Controlar o timing
  54. 54. 4. Focar no comportamento Você foi relaxado no registro da requisição. Você colocou poucos detalhes no registro da requisição. X
  55. 55. 5. Relacionar ao impacto no negócio
  56. 56. 6. Estipular as consequências caso se repita 1. Advertência verbal 2. Advertência escrita 3. Suspensão 4. Demissão
  57. 57. 7. Identificar a mudança desejada
  58. 58. 8. Colocar-se à disposição
  59. 59. 9. Expressar confiança
  60. 60. CONCLUSÃO
  61. 61. Método Sanduíche
  62. 62. 1. Dilui e gera confusão
  63. 63. 2. Propicia interpretação inadequada ao misturar positivo e negativo + -
  64. 64. 3. Gera processo vicioso
  65. 65. 4. Ocasiona desgaste e perda de credibilidade do feedback positivo
  66. 66. 5. Mistura reforço positivo e negativo, esvaziando os reforços e seus impactos
  67. 67. Algum aspecto positivo? • Proporciona mais conforto ao gestor como um sujeito não severo ou crítico
  68. 68. O Método Sanduíche para Feedback Reflexões e Alternativas Autor Roberto Cohen Orientadora Fernanda Dornelles Martins 36 referências 21 páginas 5.800 palavras 19 versões

×