Porque conhecemos?

1,124 views

Published on

Reflexões sobre o conhecimento humano

Published in: Science
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,124
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
617
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Porque conhecemos?

  1. 1. Sociedade Camadas de reflexão 1- Filosofia; 2- Teoria; 3 – Metodologia; 4 – Operacional. 1 2 3 4
  2. 2. Sociedade Camadas de reflexão 1- Filosofia; 2- Teoria; 3 – Metodologia; 4 – Operacional. 1 2 3 4 O que podemos? O que não podemos? O que queremos? Somos bons? Somos maus? Temos alma? Não temos alma? Somos justos? Somos injustos? Somos naturais? Somos tecnológicos?
  3. 3. Sociedade Camadas de reflexão 1- Filosofia; 2- Teoria; 3 – Metodologia; 4 – Operacional. 1 2 3 4 Por que quero conhecer? Quais são as forças? Como as forças se relacionam? Em que contextos? Por Curiosidade Por Curiosidade + Resolver um problema
  4. 4. Sociedade Camadas de reflexão 1- Filosofia; 2- Teoria; 3 – Metodologia; 4 – Operacional. 1 2 3 4 Qual é o produto ou serviço? Como alinhar as forças? Em que contextos? Quais Tecnologias? Com que Métodos? Com quais perfis?
  5. 5. Sociedade Camadas de reflexão 1- Filosofia; 2- Teoria; 3 – Metodologia; 4 – Operacional. 1 2 3 4 Qual metodologia seguir?
  6. 6. PROBLEMA SOFRIMENTO 0 10
  7. 7. PROBLEMA Método Indutivo Método Dedutivo PROBLEMA CONHECIDO PROBLEMA DESCONHECIDO
  8. 8. Método Indutivo Método Dedutivo Levantamento de dados Levantamento de DNA Trajetória para lidar com um problema desconhecido: PROBLEMA DESCONHECIDO
  9. 9. Objetivo Camadas Problemas Assuntos Duas ciências Filosofia Teoria Metodologia Operacional Filosofia Teoria Ciências dos Assuntos Ciências dos Problemas
  10. 10. Conhecimento Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Por que conhecemos?
  11. 11. Conhecimento Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Por que conhecemos? Problemas práticos Assuntos
  12. 12. Conhecimento Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Por que conhecemos? Ciências dos problemas Ciências dos assuntos
  13. 13. Conhecimento Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Por que conhecemos? Problemas Assuntos
  14. 14. Categorias Por que conhecemos? Repasse Métrica
  15. 15. Conhecimento Por que e como conhecemos? Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Problemas Assuntos Validação por resultados Validação por textos Não interfere na realidade Interfere na realidade Não há experimentação Há experimentação Estuda fenômenos Estuda problemas
  16. 16. Conhecimento Angústia do desconhecido Angústia da sobrevivência Por que conhecemos? Ciências dos problemas Ciência dos assuntos
  17. 17. Conhecimento Prática da Ciência dos Assuntos Ciências dos Assuntos Entrada Saída Coleta Dados Registros Prática Observação
  18. 18. Conhecimento Prática da Ciência dos Problemas Ciências dos Problemas Entrada Saída Coleta Dados Registros Prática Observação Experiências Serviços Produtos
  19. 19. Conhecimento Por que conhecemos? Ciências dos Problemas Ciências dos Assuntos Ciências dos Problemas Ciências dos Assuntos
  20. 20. Conhecimento Relação de Tipos de Ciência e Tipo de Rede Ciências dos Problemas Ciências dos Assuntos Rede de Conhecimento Rede de Ação
  21. 21. Ciências dos Assuntos - exemplos Ciências dos Assuntos Física teórica Química teórica Humanas teórica Biologia teórica Letras História Antropologia
  22. 22. Ciências dos Problemas Ciências dos Problemas Física aplicada Química aplicada Humanas aplicada Biologia aplicada Letras Comunicação Economia Ciência da Informação Sociologia
  23. 23. Problema Filosofia do problema Teoria do problema Metodologia do problema Operação do problema Produto e/ou Serviço e/ou Ciências dos Problemas Taxa de Sofrimento Depois Métrica Taxa de Sofrimento Antes Demanda Métrica
  24. 24. Fenômeno Filosofia do Fenômeno Teoria do Fenômeno Registro Explicativo Ciências dos Assuntos Métrica DemandaTaxa de desconhecimento Taxa de desconhecimento
  25. 25. Visão sobre fenômeno ou problema Saída Conhecimento Registro Ampliar visão Gerar ação Ciências dos Assuntos Ciências dos Problemas
  26. 26. Visão sobre fenômeno ou problema Novos Inputs Processamento Registro
  27. 27. Visão sobre fenômeno ou problema Novos Inputs Processamento Registro Capacidade de Qualidade/ Quantidade Capacidade de
  28. 28. Visão sobre fenômeno ou problema Novos Inputs Processamento Registro Capacidade de Qualidade/ Quantidade Capacidade de
  29. 29. Visão sobre fenômeno ou problema Novos Inputs Processamento Registro Capacidade de Qualidade/ Quantidade Capacidade de
  30. 30. Visão sobre fenômeno ou problema Saída Conhecimento Registro Ampliar visão Gerar ação
  31. 31. CS CC = CIÊNCIA SOBREVIVÊNCIA = CIÊNCIA Assuntos
  32. 32. Fenômeno Problema Escolha Própria (beta) Hipótese Confronto Com outros, dados, observações Revisão Da hipótese original 1 2 3 4 Pensando com a própria cabeça!
  33. 33. Especialistas da força “a” Especialistas da força “c” Especialistas da força “b” Forças agindo na sociedade
  34. 34. 3 forças 4 forças 5 forças
  35. 35. Etapas Filosofia Metodologia Etapas para ações humanas Teoria Operacional
  36. 36. Etapas Filosofia Metodologia Etapas para ações humanas Teoria Operacional DIAGNÓSTICO TRATAMENTO
  37. 37. Bancadas Filosofia Metodologia Conhecimento em cadeia Teoria Insumo Entrega Insumo Entrega Insumo Entrega Operacional Insumo Entrega
  38. 38. Bancadas Filosofia Metodologia A relação de entrega e insumo entre diferentes instâncias Teoria Insumo Entrega Insumo Entrega Insumo Entrega Operacional Insumo Entrega
  39. 39. Bancadas Filosofia Metodologia A relação invertida a partir de uma dada crise Teoria Entrega Crise Entrega Crise Entrega Crise Operacional Entrega Crise
  40. 40. Bancadas Filosofia Detalhamento das bancadas - Filosofia Insumo Entrega Forças Desconhecidas Conceitos Fundamentos Filosóficos Categorias Frases
  41. 41. Bancadas Teoria Detalhamento das bancadas - Teoria Insumo Entrega Narrativa Teórica Fórmulas Tendências Conceitos Categorias Conceitos Categorias Frases Fundamentos Filosóficos
  42. 42. Bancadas Metodologia Detalhamento das Bancadas: Metodologia Insumo Entrega Prescrições Metodológicas Tecnologias Profissionais Processos Medições Estratégias Narrativa Teórica Fórmulas Tendências Conceitos Categorias
  43. 43. Bancadas Operacional Detalhamento das bancadas - Operacional Entrega Serviços Produtos Prescrições Metodológicas Profissionais Processos Medições Estratégias Tecnologias Insumo
  44. 44. Filosofia Conduta Vida Problemas filosóficos Pensamento Assuntos Problemas Realidade Mudanças
  45. 45. Teorias Problemas Teóricos Natureza Humanos No planeta De fora do planetaEconômicos Sociais Animais Vegetais Minerais Sistêmicos Políticos Sistêmicos
  46. 46. Mudanças Novos Cérebros Novos problemas O que faz o conhecimento dar saltos? Novas Tecnologias
  47. 47. Vida Filosofia baseada na dor Variações filosóficas sobre a vida? Filosofia baseada no prazer/felicidade Epicuro Aristóteles
  48. 48. Forças Qual a função? Variações filosóficas sobre as forças – a partir de Aristóteles Por que muda? Como muda? Como se apresenta?
  49. 49. Conhecer Viver
  50. 50. Organização Filosófico Níveis organizacionais Estratégico Metodológico Operacional Por quê? Para onde? Como? Vamos fazer! Conselho Diretoria Gerencial Operacional
  51. 51. Teorias Forças Papel da teoria Identifica Classifica Relaciona Entrada Prescrições Tendências Conceitos Metodologia Saída
  52. 52. Genealogia do pensamento da Filosofia Tecno-Cognitiva e Antropologia Cognitiva “Não podemos saber tudo” Wittgenstein: “Os limites da linguagem são os limites do mundo” (...) McLuhan: “O Meio é a mensagem” Lévy “Tecnologias marcam Eras Cognitivas” “Eras Cognitivas se modificam para lidar com aumento da complexidade demográfica” Havelock: “Linguagem é tecnologia” Kant: Antropologia Cognitiva “Somos uma tecno-espécie” Filosofia tecno Cognitiva“o acesso ao mundo só se faz por meio do pensamento e da linguagem que o exprimem”.
  53. 53. Genealogia do pensamento da Sofrimentologia (Valores éticos do conhecimento) Peirce: “Ação é a base e o último critério da crença” James: “A verdade corresponde ao que é bom” “A verdade deve estar a serviço da redução do sofrimento humano” Bain: “Crenças são hábitos de ação” Sofrimentologia Problemologia
  54. 54. Genealogia do pensamento da Problemologia (Métodos obtenção e transmissão de conhecimento) Dewey: “ Ideias só importam quando servem para a resolução de problemas” Schopenhauer: “Seja autor de suas próprias ideias” Problemologia (conhecer) “A autoridade que me guia é a melhor solução de um o problema” Problemologia (transmitir) “Todos pela melhor resolução do problema escolhido”

×