Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Nepô: melhores frases dos artigos de setembro

289 views

Published on

Nepô: melhores frases dos artigos de setembro

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Nepô: melhores frases dos artigos de setembro

  1. 1. Receba meus artigos todos os dias, via Whatsapp! Bit.ly/zapnepo
  2. 2. Tecnologias são vistas como neutras, escravas da cultura, que estão ali apenas para decorar nossa
  3. 3. Mudanças, A PARTIR DO DIGITAL, demonstram que tecnologias exercem influência maior do que imaginávamos.
  4. 4. Vivemos fenômeno midiático, com forte impacto na sociedade, para o qual o pensamento vigente não tem a mínima noção do que se trata.
  5. 5. Estamos entrando nesse novo século com o GPS das ciências sociais defeituoso.
  6. 6. A literatura e teorias sobre o digital estão fadadas ao fracasso, se não iniciarem revisão pela frase-mãe de McLuhan: "mudou a mídia, mudou a sociedade".
  7. 7. O principal desafio neste novo século é promover revisão do papel das tecnologias, no geral, e das mídias, em particular.
  8. 8. Se não altera paradigmas filosóficos, mas só operacionais não é disrupção!
  9. 9. A disrupção é justamente isso: quebra a filosofia de plantão para ganhar os clientes do futuro.
  10. 10. Netflix é digitalização da Gestão e o Youtube - Curadoria na veia!
  11. 11. Tecnologias são vistas hoje, de forma equivocada, como neutras, "fantoches da cultura", que estão ali apenas para decorar nossa sala.
  12. 12. Existem leis midiáticas desconhecidas, que alteram TODAS instâncias da sociedade, que simplesmente não têm registro nos atuais livros das Ciências Sociais.
  13. 13. O estrategista é espécie de futurista, que ajuda organizações a lidar melhor com o futuro.
  14. 14. O estrategista tem como missão: orientar cliente para que possa se manter competitivo no futuro.
  15. 15. O estrategista de raiz é aquele que vai usar ferramentas de análise para perceber antes da maioria o que está por vir.
  16. 16. Temos hoje "palestrantes digitais" que ganham rios de dinheiro dizendo para o cliente o que quer ouvir e não o que de fato vai ocorrer no futuro.
  17. 17. Para o estrategista, quem tem razão é o futuro e não o cliente!
  18. 18. O estrategista é espécie de farol para que as pessoas possam navegar com segurança.
  19. 19. As organizações hoje navegam em mares desconhecidos, cercadas de icebergs por todos os lados, acreditando em falsos faróis.
  20. 20. Deixamos de ter estrategistas com boa formação e, por causa disso, vivemos profunda crise competitiva.
  21. 21. A digitalização levanta para a uberização cortar!
  22. 22. Não é, assim, o modelo administrativo que define o modelo de comunicação, mas justamente o contrário.
  23. 23. Gestão, anote aí, não é sinônimo de administração!
  24. 24. É MOMENTO BIMODAL e não SÉCULO BIMODAL.
  25. 25. O lugar mais difícil de se fazer ciência hoje é justamente dentro da academia analógica.
  26. 26. Ciência não é lugar, mas método.
  27. 27. A Ciência 3.0 será voltada para resolver problemas mais complexos das pessoas de carne e osso.
  28. 28. Hoje, todos nós precisam aumentar a taxa de visão estratégica.
  29. 29. Organizações foram feitas para se adaptar à mudanças conjunturais e não estrutural como agora.
  30. 30. O futuro passou de incremental para disruptivo e não temos utilizado novas ferramentas para poder lidar com essa guinada civilizacional.
  31. 31. O futuro tem pedido estratégia "chave de fenda" e insistimos a tentar utilizar a do "martelo"!
  32. 32. Um empreendedor num mercado aberto e distribuído é alguém que quer ser feliz, através do outro e não apesar do outro.
  33. 33. A empatia é uma das competências necessárias para quem vai empreender no novo século.
  34. 34. Podemos entender qualidade como a percepção do consumidor em ter o produto mais personalizado possível a baixo custo.
  35. 35. A Curadoria, novo modelo administrativo emergente, que vemos nos Ubers, é o exemplo vivo da possibilidade da qualidade escalável.
  36. 36. O que o consumidor quer neste novo século não é exponencialidade, mas a qualidade exponencial: mais personalização com menor custo.
  37. 37. Ficará muito difícil entender o novo século, se não colocarmos a explosão demográfica como fator principal das mudanças em curso.
  38. 38. Se a demografia é mutante, todo o resto também tem que ser: mídias, modelo organizacional, político, a econômico, educacional.
  39. 39. Momentos de crise são marcados pela despreocupação com conceitos.
  40. 40. O que interessa hoje não é falar algo que faz sentido com a vida, mas o que é mais fácil vender.
  41. 41. Organizações tradicionais perdidas e iludidas, têm comprado gato 3.0 por lebre 2.0.
  42. 42. O Uber é uma anomalia, que nenhum livro de administração consegue explicar.
  43. 43. Anomalia: como milhares de fornecedores do Uber podem operar em ambiente produtivo sem gerente?
  44. 44. Não é com "botox na testa" e "silicone nos seios“, que as organizações tradicionais vão ficar mais competitivas.
  45. 45. A precisão dos conceitos é a mãe da boa tomada de decisão.
  46. 46. Líderes que foram escolhidos e treinados para repetir agora tem que disruptir. Não conseguem.
  47. 47. Não se percebe, que, o cliente está se uberizando pouco a pouco e o que ele vai demandar mais e mais Youtubes do que TV Globos.
  48. 48. Muita gente fala em Transformação Digital e eu tenho dito que não é Transformação para o Digital, mas para o novo cliente que está no mundo digital.
  49. 49. É isso que importa neste novo século: não perder clientes para os Uber e criar Ubers para atrair os novos clientes.
  50. 50. Mais e mais o cidadão se empodera e exige organizações mais sofisticadas. Isso é a verdadeira Revolução Digital.
  51. 51. Qualquer projeto a sério de Transformação Digital deve ir em direção ao novo cliente digital, a partir do potencial que as novas tecnologias permitem.
  52. 52. O foco neste novo século é o novo cliente digital e não novas tecnologias digitais.
  53. 53. Organizações tradicionais precisam entender que o cliente que as está abandonando não é um traidor!
  54. 54. A história demonstra algo bastante claro: qualquer empresa pode tudo no mercado, menos brigar com seus clientes.
  55. 55. O que está mudando REALMENTE no novo século é o consumidor.
  56. 56. Um projeto de Transformação Digital Competitivo é aquele focado em um futuro cliente que ainda nem nasceu.
  57. 57. Não são as tecnologias que dão lucro mas os clientes!
  58. 58. O que temos que discutir é o futuro da educação e não da escola!
  59. 59. Apesar de toda grana investida, seminários, palestras, tecnologias desenvolvidas até hoje NENHUMA organização tradicional conseguiu se uberizar.
  60. 60. Crescemos demograficamente, pois somos tecno capazes e quanto mais crescemos, mais somos obrigados a inovar.
  61. 61. Não estamos querendo ser digitais!!! Estamos, através do digital, querendo viver melhor.
  62. 62. Novo cliente digital quer a maior HUMANIZAÇÃO possível num mundo de 7 bilhões de habitantes em expansão.
  63. 63. Receba meus artigos todos os dias, via Whatsapp! Bit.ly/zapnepo

×