Braztoa 25 anos - palestra fevereiro de 2014

601 views

Published on

Revolução digital, turismo

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
601
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Braztoa 25 anos - palestra fevereiro de 2014

  1. 1. O setor de turismo e revolução digital: onde estamos para onde vamos? Carlos Nepomuceno Fevereiro 2014
  2. 2. Revolução digital – o que é e para onde vai? Revolução digital no Brasil? Revolução digital no Turismo? Riscos e oportunidades
  3. 3. Revolução digital – o que é e para onde vai?
  4. 4. Revolução digital – o que é? Massificação em larga escala de uma nova tecnologia cognitiva reintermediadora
  5. 5. Isto já aconteceu na história? É um fenômeno raro, mas marcou profundamente a história da espécie humana!
  6. 6. Quando aconteceu na história? • Grunhidos -> linguagem; • Linguagem -> Escrita desenhada; • Escrita desenhada -> Alfabeto manuscrito; • Alfabeto manuscrito -> Escrita impressa; • Escrita impressa -> Meios eletrônicos de comunicação; • Meios eletrônicos de comunicação -> Internet.
  7. 7. Expansão Expansão Expansão Expansão Contração Contração Contração
  8. 8. População mundial – Valores em milhões
  9. 9. Governança Comunicação Gestão TAMANHO DA POPULAÇÃO/ COMPLEXIDADE
  10. 10. Quanto mais habitantes tivermos, mais teremos que criar metodologias e tecnologias que promovam a reintermediação! (vide restaurante a quilo)
  11. 11. Para onde vai? • Não é uma mudança apenas nos negócios; • Não volta para trás; • Ainda está apenas na sua fase inicial! • Vai alterar a espécie humana e toda a sociedade tanto do ponto de vista social, político e econômico!
  12. 12. Tendências com a Revolução Digital Empoderamento de canais para o consumidor O consumidor se torna muito mais exigente Aumento da troca entre consumidores O consumidor está muito mais integrado Consumidor só tem acesso ao mercado local O consumidor passa a ter acesso ao mercado nacional e internacional O consumidor está muito mais independente Concorrência vem sempre dos especialistas do setor Concorrência se abre para empreendedores digitais A mudança de cenário da concorrência no mercado está muito mais imprevisível Há uma maior intermediação entre o produto/serviço e o consumidor Há uma reintermediação entre o produto/serviço e o consumidor O consumidor elimina algumas camadas de intermediação A taxa de inovação na sociedade é relativamente baixa A taxa de inovação na sociedade passa a ser alta O que obriga as organizações a lidar com um ambiente muito mais dinâmico A taxa de inovação radical tende a subir de forma consistente O que obriga as organizações a lidar com cenários completamente desconhecidos para os quais não estão preparadas Consumidor com poucos canais de expressão Baixa comunicação consumidorconsumidor A taxa de inovação radical praticamente inexiste
  13. 13. Há uma mudança no modelo da confiança/ governança! Antes Depois Produto/serviço Produto/serviço Intermediador Reintermediador Consumidor Consumidor
  14. 14. Revolução digital no Brasil? (podemos falar na AL)
  15. 15. O perigo de só apostar na bolha do passado! Mudanças tecnológicas (revolução digital) Mudanças sociais (forte inclusão social)
  16. 16. TOTALMENTE INCLUÍDOS PARCIALMENTE INCLUÍDOS EXCLUÍDOS
  17. 17. Problemas e vantagens com a Revolução Digital no Brasil Desvantagens País muito conservador Pouco investimento em inovação Cultura da continuidade e não da descontinuidade Ambiente inóspito para negócios, principalmente novos negócios Visão colonialista: espera-se as novidades de fora e não se cria de dentro A taxa de inovação na sociedade é relativamente baixa A taxa de inovação radical praticamente inexiste Vantagens País que já viveu muitas crises e empreendedores souberam superar todas elas População criativa Facilidade de interação Demograficamente jovem Mercados consumidor “virgens” País sem fortes tradições arraigadas, o que é ótimo para a inovação
  18. 18. Revolução digital no Turismo
  19. 19. Boas e más notícias para o setor Não há crise no turismo... mas um forte rearranjo em como as pessoas consomem turismo.
  20. 20. Revolução digital: riscos e oportunidades
  21. 21. Como migrar? Carteira de inovação Inovação incremental – 1 70% Inovação incremental – 2 Inovação radical 20% 10%
  22. 22. Como migrar? Novos projetos Carteira de inovação Inovação incremental – 1 70% Inovação incremental – 2 Inovação radical 20% 10%
  23. 23. Como migrar? Carteira de inovação Organização com Governança antiga Organização com Governança nova
  24. 24. Questões? E:mail: cnepomu@gmail.com +55 (21) 2246-1323 / 9608-6422 Blog: www.nepo.com.br Facebook: Carlos Nepomuceno Linkedin: Carlos Nepomuceno Twitter: @cnepomuceno Skype: cnepomuceno1 Youtube: youtube.com/cnepomuceno

×