Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tw Dwr 2007 Ap01

1,186 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Tw Dwr 2007 Ap01

  1. 1. Curso básico de DWR Christiano Milfont Frameworks Ajax Tipos de Frameworks Anatomia do Framework DWR Configuração Creators e Converters DWRUtils Aplicações com a teoria
  2. 2. Frameworks Ajax
  3. 3. <ul><li>Um Framework Ajax utiliza as tecnologias: CSS (camada de formatação da apresentação); XHTML (camada de estrutura da apresentação); XML (dados a serem manipulados) e JSON (outra especificação do formato dos dados); Javascript (camada de controle) por meio de DOM (modelo de árvore de objetos) e com o objeto XMLHttpRequest (que fornece conexões assíncronas). Extende essa tecnologias padrões com componentes de eventos, efeitos, Drag'n'Drop, entre outros. </li></ul><ul><li>O benefício de se usar um Framework Ajax é o encapsulamento da complexidade de manipulação das tecnologias necessárias, fornecendo um só mecanismo Cross Browser que permita a utilização do ajax com acessibilidade semelhante ao ambiente desktop, além de facilitar o tratamento dos dados nas as camadas físicas entre o lado cliente e o lado servidor. </li></ul>Frameworks Ajax
  4. 4. Tipos de Frameworks Ajax <ul><li>Javascript Multipurpose: frameworks que fornecessem componentes sobre o conjunto de todas as tecnologias web no lado cliente e mecanismos de acesso ao lado servidor, como o encapsulamento do tratamento dos dados. </li></ul><ul><li>Javascript Remote: frameworks que são especialistas no encapsulamento do mecanismo de troca de objetos entre as camadas físicas. </li></ul><ul><li>Javascript Specialized: frameworks que são especialistas em somente um determinado comportamento ou mecanismo do conjunto de tecnologias web, como por exemplo: especialistas em efeitos ou somente na extensão do javascript. </li></ul>
  5. 5. Javascript Multipurpose Frameworks... Javascript Remoting Frameworks... Javascript Specialised Frameworks... Tipos de Frameworks Ajax
  6. 6. Anatomia do DWR O DWR habilita a interação entre o Java no servidor e o Javascript no Browser, encapsulando a tradução dos objetos entre esses ambientes físicos diferentes. O DWR realiza a tradução dos objetos com base na especificação JSON (Javascript Object Notation). JSON é um formato leve de troca de dados baseado em um subconjunto da especificação Javascript mas independente de linguagens.
  7. 7. Anatomia do DWR JSON (Javascript Object Notation) http://www.json.org/
  8. 8. Anatomia do DWR JSON http://www.ecma-international.org/publications/files/ECMA-ST/Ecma-262.pdf &quot;An ECMAScript object is an unordered collection of properties each with zero or more attributes...&quot; Standard ECMA-262 - 3r d Edition - December 1999
  9. 9. Anatomia do DWR
  10. 10. Configuração <ul><li>Acrescenta biblioteca dwr.jar ao projeto </li></ul><ul><li>Mapeamento dos seus POJOS no dwr.xml </li></ul><ul><li>Mapeamento do servlet no web.xml </li></ul><ul><li>Importa o Engine e interfaces nas páginas </li></ul><ul><li>Faz as chamadas aos objetos mapeados </li></ul><ul><li>Manipulação dos POJOS </li></ul>
  11. 11. Acrescenta biblioteca dwr.jar ao projeto Configuração
  12. 12. Criar arquivo dwr.xml em WEB-INF e mapear as classes Configuração
  13. 13. Mapeamento do servlet no web.xml Configuração
  14. 14. Importar o Engine e interfaces nas páginas Configuração
  15. 15. Faz as chamadas aos objetos mapeados e manipula o resultado Configuração
  16. 16. Creators e Converters <allow> Seção no dwr.xml para a definição das classes criadas e convertidas <create creator=&quot;...&quot; javascript=&quot;...&quot;/> Definição para as classes que necessitam de execução de seus métodos. Geralmente usado para fachadas da camada de controle. <convert converter=&quot;...&quot; match=&quot;...&quot;/> Conversor que fará a tradução das camadas físicas entre o cliente e Servidor
  17. 17. Creators e Converters <create creator=&quot;...&quot; javascript=&quot;...&quot; scope=&quot;...&quot; /> “ creator”: Atributo obrigatório que representa o tipo de Creator, geralmente usamos o tipo “new” que usa o operador “new” do Java. “ javascript”: Atributo que representa o nome da classe no javascript. “ scope”: Atributo opcional que representa o scope definido na especificação de servlet, os valores possíveis são: “application”, “session”, “request” e “page”
  18. 18. Creators e Converters <create creator=&quot;...&quot; javascript=&quot;...&quot; scope=&quot;...&quot;> <param name=&quot;...&quot; value=&quot;...&quot;/> <auth method=&quot;...&quot; role=&quot;...&quot;/> <exclude method=&quot;...&quot;/> <include method=&quot;...&quot;/> </create> “ param”: Elemento usado para definir configurações do creator usado, no tipo “new” serve para definir a classe. “ auth”: Elemento que habilita o nível de controle de acesso do JEE. “ include e exclude”: Elementos que habilitam ou desabilitam respectivamente, métodos da classe usada no creator.
  19. 19. Creators e Converters <convert converter=&quot;...&quot; match=&quot;...&quot;/> “ converter”: Atributo que representa o tipo de conversor, o mais comum é o Bean que segue a especificação “Java Bean”. “ match”: Atributo que representa a classe que será convertida, algumas classes da API já são convertidas por padrão e não precisam ser anotadas.
  20. 20. Creators e Converters
  21. 21. DWRUtils Conjunto de funções javascript definidas no utils.js que ajudam na manipulação dos objetos com o DWR. Existem 4 funções básicas, getValue, getValues, setValue e setValues que são as funções usadas para popular os forms a partir dos beans e vice-versa. Funcionam com todos os elementos HTML com exceção de tabelas, listas e imagens. Para a edição de tabelas e listas existem outras funções como: addRows() e removeAllRows() para tabelas e addOptions e removeAllOptions() para listas.

×