Clodoaldo Pacheco - Microsemeiotica profissional (Portugal)

1,853 views

Published on

www.clodoaldopacheco.com.br

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,853
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
192
Actions
Shares
0
Downloads
69
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Clodoaldo Pacheco - Microsemeiotica profissional (Portugal)

  1. 1. . MICROSEMEIOTICA OFTÁLMICA PROFISSIONALTERAPIA FLOR DE ÍRIS INTEGRADA® TERAPIA FLOR DE ÍRIS®
  2. 2. A doença Celíaca, manifesta se por alergia ao glúten do trigo, não porque o pão de trigoseja mau alimento, mas porque o intestino dessa pessoa está muito intoxicado. Istosucede com qualquer alergia. Todas as doenças de causa alérgica são provocadas pelaintoxicação alimentar. Esta doença pode vir já da gestação e continuar ou desaparecer,conforme o tipo de alimentação seguida . Os lacticínios são os melhores continuadoresda doença. Oxigen Plus age diretamente no intestino delgado removendo toda atoxidade alimenar e promovendo assim a qualidade da corrente sanguinea. PINTO DE ALMEIDA
  3. 3. Depois de muito bem trabalhado pelo sucogástrico contido no estômago, o bolo alimentar segue o seu caminho rumo ao duodeno, a primeira das três partes do intestino delgado.Mas antes deverá passar por um anel muscularque regula a saída dos alimentos do estômago e, à medida que vão entrando no duodeno, os pedaços de alimentos provocam uma gradual inibição da secreção gástrica, para que o estômago pare de trabalhar. No duodeno, o bolo alimentar também encontra o ambiente preparado. PINTO DE ALMEIDA
  4. 4. PINTO DE ALMEIDA
  5. 5. O nosso estômago está para o nosso corpo como o carburador está para o automóvel. É o chefe da orquestra: se funciona bem, tudo bem; se funciona mal, tudo estámal. Todas as doenças do estômago tém a mesma causa - aintoxicação alimentar e o pH demasiado ácido. É impossivel ter qualquer doença no estômago com pH neutro. O excesso de ácido provoca uma erosão nas paredes do estômago, deixando-o frágil e indefeso. Se deseja ter sempre um estômago forte, beba antes de cada refeição um copo de água com 10 gotas de Oxigen-Plus. Nunca sofrerá de cancer ou outra qualquer doença no estômago. Mas, se já existir patologias cronicas no estomago e no intestino, faça o Uso do Oxigen Plus acrescentando Enzinatus e Solução Regeneradora FA e a OPI correta. PINTO DE ALMEIDA
  6. 6. Fenómenos assustadores como o aumento dos casosde alergias e diabetes, são os males que mais matamno mundo. O cancro e as doenças coronárias tambémpodem ser explicados como perturbações na dinâmicadas enzimas, hormonas, e neurotransmissores queactuam no sistema gastrointestinal. No caso de cancrointestinal eu utilizo e acrescento com grande sucesso aSeiva do Amazonas com Íris Germanica L.É por esta razão, inclusivé, que a absorção dosalimentos vem sendo considerada um novo paradigmapara a saúde. Essa fantástica função, quando exercida de forma insatisfatória, pode desencadear uma série de distúrbios que lentamente vão provocar reacções em cascata pelo organismo. PINTO DE ALMEIDA
  7. 7. O que se verifica é que a digestão e a absorção dos alimentos estão sendo alvos de uma enorme curiosidade científica, o que é muito positivo. Parece que estamos apenas no início de uma longa viagem exploratória por estas funções tão especiais e, ao mesmo tempo, tão negligenciadas pela cultura ocidental nos últimos tempos.Acredito que toda a medicina em geral precisa conhecer o que vem sendo descoberto arespeito do sistema gastrointestinal, pois em qualquer área de actuação dentro da medicinaesse conhecimento será de grande valor. PINTO DE ALMEIDA
  8. 8. Curiosamente, na nossa cultura, apenas osbebés têm os intestinos cuidados com carinho e atenção, certamente por serem as fezes o primeiro canal de contacto das mães, com a saúde dos seus filhos. PINTO DE ALMEIDA
  9. 9. É controlando a côr, frequência ou consistência das fezes dos bebés que as mulheres criam os primeiros parâmetros de alimentação e saúde para os pequenos seres de que deverão cuidar.Mas esse cuidado não dura muito tempo. Para grandeparte das crianças, o fim da primeira infância é o fim da era dourada do intestino. Depois, o órgão sai da ribalta e outras funções orgânicas, bem mais cativantes, tomam o centro das atenções maternas. PINTO DE ALMEIDA
  10. 10. É comum, para todos que vivem no Ocidente,entrar na adolescência e depois na vida adulta com pouca ou nenhuma preocupação com este assunto. Há tanto que fazer hoje em dia que pouco tempo resta para maiores atenções com aalimentação, tão pouco com as conexões entre stress e aparelho digestivo.Desta forma chegámos ao novo milénio com altos índices de queixasgastrointestinais nos consultórios. PINTO DE ALMEIDA
  11. 11. A verdade é que quase ninguém se interessapelo que acontece com os alimentos que ingere depois que se levanta da mesa.Mas esse é um equívoco muito grande na nossa cultura, pois apenas o facto de entender oprocessamento deles no organismo já seria útilpara que tivéssemos um controle maior sobre a saúde. Além disso, é fantástico perceber como são perfeitos os mecanismos que garantem adigestão e a absorção de tudo o que comemos. PINTO DE ALMEIDA
  12. 12. Ainda antes da primeira garfada, o cheiro e o aspecto agradável da comida enviam ao cérebromensagens através dos neurotransmissores, quesão as substâncias responsáveis pela transmissão dos nossos estímulos nervosos. Do cérebro, esses neurotransmissores são reencaminhados para o resto do organismo, despertando-o para a digestão. A boca então enche-se de saliva, e o estômago começa atrabalhar, preparando o ambiente para a chegada do alimento. PINTO DE ALMEIDA
  13. 13. Depois de muito bem trabalhado pelo sucogástrico contido no estômago, o bolo alimentar segue o seu caminho rumo ao duodeno, a primeira das três partes do intestino delgado.Mas antes deverá passar por um anel muscularque regula a saída dos alimentos do estômago e, à medida que vão entrando no duodeno, os pedaços de alimentos provocam uma gradual inibição da secreção gástrica, para que o estômago pare de trabalhar. No duodeno, o bolo alimentar também encontra o ambiente preparado. PINTO DE ALMEIDA
  14. 14. Oxigen-PlusA fórmula avançada do Oxigen Plus permite corrigir as alterações dos iões de H (H = Hidrogenio) no corpo bem como preparar o organismo a reagir adequadamente à desintoxicação de metais pesados, substâncias químicas e, simultaneamente, regular o pH digestivo, tecidual e celular para alcançar a homeostase.Qual a acção do Enzinatus e Oxigen-plus no organismo:• Regula o Ph orgânico e o equilíbrio ácido/base• Desintoxicante de metais pesados e xenobióticos• Distúrbios digestivos (gastrites, úlceras, colites e obstipação)• Antioxidante, antitumoral• Cálculos renais e biliares• Alergias e constipações• Tonificante (fadiga, cãibras, dores musculares)• Stress• Obesidade• Pele (acne, eczemas)• Alcoolismo PINTO DE ALMEIDA
  15. 15. SISTEMA GASTROINTESTINAL PINTO DE ALMEIDA
  16. 16. Para ter um estômago saudável não se esqueça de darum intervalo de pelo menos 3 h. entre cada refeição. A digestão correcta necessita de 3/4 horas para completar-se, e mais 1 h para o estômago se lavar epoder receber a nova alimentação limpa. Se não o fizer, sujeita-se a ter um estômago dilatado, sempre com restos de comida azeda, além de todas, as consequéncias como mau hálito, dores, amargos, úlceras, cancro, etc.O Oxigen Plus elimina todo o fenol do intestino alem de eliminar o mau hálito. PINTO DE ALMEIDA
  17. 17. Minutos antes, a sua passagem pelo estômagoo Oxigen Plus acciona a libertação de hormonas activadoras do pâncreas e da vesícula biliar, cujas secreções serão jorradas dentro destaparte inicial do intestino para ajudá-lo a exercera sua principal função, que é finalizar a digestão dos alimentos. É no jejuno e no íleo, as partes finais dointestino, que acontece finalmente a absorção dos nutrientes, que após passarem pelo"controle de qualidade" executado pelo fígado seguirão pela corrente sanguínea para todo o corpo. PINTO DE ALMEIDA
  18. 18. As gastrites, úlceras, ardores e algumas doenças degenerativas são facilmente eliminadas, quando utilizamos o Oxigen Plus, a OPI correcta e a Enzimax desde que não se continuem a alimentar incorrectamente e em paralelo com uma forte desintoxicação. Produtos como extracto de pau de arco, seléniooligoelemento e vanadio, antioxidantes, (composição do Oxigen-Plus) Enzinatus e alguns calmantes naturais, com a cebola crua em uso externo, usadosde acordo com a condição fisica do doente resolvem quase tudo. PINTO DE ALMEIDA
  19. 19. Como se percebe, é enorme a responsabilidade do intestino sobre a nutrição do organismo, pois é a ele que cabe promover as inúmeras trocas eprocessos químicos da absorção, facilitando a entrada dos nutrientes valiosos, bloqueando a passagem dos elementos nocivos e mediando a entrada e saída de substâncias de “trânsito livre", como a água. PINTO DE ALMEIDA
  20. 20. É claro que tantas e tamanhas atribuições nãopoderiam ser exercidas por um tecido qualquere por isso a mucosa intestinal é especialíssima. Ela é, na verdade, um entremeado devilosidades, dobras minúsculas, semelhantes a pequeníssimos dedos.As vilosidades maiores podem ser vistas a olhonú mas, quando observadas num microscópio comum, revelam novas vilosidades, que num microscópio electrónico percebe-se serem compostas de dobras ainda menores. PINTO DE ALMEIDA
  21. 21. O intestino é um simples tubo. Mas, por dentro, ele forma muitas dobras, chamadas vilosidades.Microscopicamente,ele forma ainda maisdobras, chamadasmicrovilosidades. PINTO DE ALMEIDA
  22. 22. O intestino humano mede cerca de sete metros,o que já é surpreendente, mas, se fosse possível estendê-lo completamente, a sua área poderia cobrir um campo de ténis. Isso deve-se, é claro, às inúmeras e microscópicas dobras que a mucosa intestinal possui para executar o fantástico processo de absorção. PINTO DE ALMEIDA
  23. 23. O intestino é composto por duas partes: o intestino delgado e intestino grosso. O primeiro enrola-se à volta de si próprio na moldura formada pelo segundo.O intestino delgado começa no piloro e termina no intestino grosso ou cólon. PINTO DE ALMEIDA
  24. 24. No intestino delgado distinguem-se duas partes:O duodeno, que forma uma argola em forma de C, enrolada à volta da cabeça do pâncreas, mede à volta de 25 cm e recebe as secreções digestivas do fígado e do pâncreas;O jejuno-íleo mede 5 metros de comprimento edescreve 15 a 16 curvas - ansas - com tamanhos bastante variáveis, de grande mobilidade, que podem rolar umas sobre as outras. PINTO DE ALMEIDA
  25. 25. O intestino delgado comporta as glândulas intestinais cuja secreção rica em mucos constitui o suco intestinal. O intestino grosso ou cólon está separado do intestino delgado por uma válvula íleo-cecalque impede o conteúdo do cólon de retroceder (fenómeno que pode acontecer). PINTO DE ALMEIDA
  26. 26. - O ceco, pequeno saco de 6cm de comprimento e 8cm delargura, situa-se na junção do intestino e do cólon prolongando- se por um pequeno tubo, o apêndice, com um diâmetro de 1 cm, parece ter uma função imunitária.- O cólon ascendente, que sobe pelo flanco direito do abdómen até ao fígado onde inicia uma viragem de 90°. - O cólon transverso curva-se ligeiramente, passa por baixo do umbigo e vai dar ao flanco esquerdo onde dá inicio à segunda curva de 90°. - O cólon descendente segue o flanco esquerdo até à crista ilíaca onde se dobra em direcção ao centro. - O cólon sigmoide finaliza no recto situado na concavidade do saco e evacua para o exterior através do ânus. PINTO DE ALMEIDA
  27. 27. Tudo, bom ou mau, que nos possa suceder depende do nosso pensamento e da limpezado Colon. Para termos saúde e felicidade basta-nos manter a cabeça fresca, pésquentes, urina suja, intestinos limpos e frios. PINTO DE ALMEIDA
  28. 28. MAPA IRIDOLÓGICO COM A LOCALIZAÇÃO DO INTESTINO COLON TRANSVERSO COLONASCENDENTE COLON DESCENDENTE PINTO DE ALMEIDA
  29. 29. Há cerca de 20 anos, quando o intestino foiobjecto de um "revolucionário” método deemagrecimento, esse método, consistia em cortar parte dele. Esse raciocínio correspondia ao limitadoconhecimento que se tinha sobre o papel do intestino naquela época: Se era ele o órgão responsável pela absorção, a cirurgia fariadiminuir a quantidade de nutrientes a serem recebidos pelo organismo. O emagrecimento seria então certo. PINTO DE ALMEIDA
  30. 30. É claro que essas cirurgias foram um completo desastre.Muitas pessoas que na época se submeteram a elas morreram algum tempo depois de causas desconhecidas. Mas esses pacientes, involuntàriamente, forneceram aos cientistas pistas valiosas,alertando-os de que o intestino era ainda muito mais que um órgão de absorção.É um orgão que tem ligação com outros orgãos. PINTO DE ALMEIDA
  31. 31. Os dados conhecidos hoje sobre o sistema gastrointestinal são impressionantes. Nada menos que 80% do nosso potencial deimunidade concentra-se na mucosa do intestino, que é ainda um grande produtor de hormonas de crescimento, o maior trunfo moderno no combate aos sintomas do envelhecimento. A acetilcolina, neurotransmissor presente no cérebro e de grande importância na memória eno pensamento, também é segregada em grande quantidade nos nervos que cobrem o intestino. PINTO DE ALMEIDA
  32. 32. Quanto à serotonina, acetilcolina e noradrenalina, as pesquisas recentesdemonstram que estes neurotransmissores está íntimamente relacionado com a digestão e a absorção. Isso porque a sua secreção depende fundamentalmente da boa absorção pelo intestino de alguns minerais, especialmente ozinco, que vão garantir a síntese das substâncias precursoras da serotonina, acetilcolina e noradrenalina. PINTO DE ALMEIDA
  33. 33. Enquanto os tratamentos clássicos da depressão procuram fazer, por meios artificiais, que a serotonina, acetilcolina e noradrenalina actue por mais tempo no cérebro dos deprimidos, terapias modernas preferem outro caminho: garantir que o organismo recupere a sua capacidade de fabricar a serotonina, noradrenalina e acetilcolina conduzindo novamente o indivíduo ao bem-estar e à felicidade. Este caminho passa certamente, pela integridade do sistema gastrointestinal. PINTO DE ALMEIDA
  34. 34. Acredita-se hoje que a depressão é uma bola de neve de deficiências nutricionais, que vão impedindo a fabricação de serotonina,noradrenalina, acetilcolina, dopamina e demaisneurotransmissores que são responsáveis pelo nosso bom humor.É possível que muitas pessoas que hoje vivem àbase de antidepressivos necessitem na verdade de uma profunda investigação sobre as suas condições de digestão e absorção. PINTO DE ALMEIDA
  35. 35. Fala-se muito em depressão, pois os casos sãocada vez mais frequentes, especialmente entre as mulheres.Já foi comprovado que elas têm três vezes maischances de sofrer da doença do que os homens.E já é sabido que a depressão na vida adulta é um facilitador para doenças neurodegenerativas, tal como o mal de Alzheimer, cujos números também são crescentes. PINTO DE ALMEIDA
  36. 36. Entretanto, precisamos de serotonina, noradrenalina e acetilcolina não apenas para evitar a depressão, mas também para encontrar soluções para os nossosproblemas, selecionar as melhores amizades, manter umtrabalho prazeroso e encontrar na vida os seus aspectos mais positivos. Isso é a inteligência emocional, que é na realidade o maior factor preventivo da depressão. Todas essas novidades que nos têm chegado a respeitoda função gastrointestinal são muito animadoras, mas há outras ainda mais interessantes. PINTO DE ALMEIDA
  37. 37. Nos maiores centros de pesquisa médica do mundo, os cientistas estão actualmenteenvolvidos em estudos sobre um sem número de substâncias que compõem o que chamaram de eixo cérebro-intestinal, um imenso e promissor campo de pesquisa para a ciência médica que certamente elucidará muitas dúvidas sobre a saúde humana.O que move esses cientistas é descobrir a razão pela qual hormonas que antes seacreditava serem segregadas apenas no cérebro, foram identificadas no intestino e, damesma forma, algumas hormonas gastrintestinais estão sendo surpreendentementeencontradas no cérebro.E um dos órgão mais utilizados por esses médicos é o tecido irideo, profissão domicrosemotista oftálmico. PINTO DE ALMEIDA
  38. 38. Essas pesquisas, que avançam numa velocidade muito grande, já envolvem distúrbios como obesidade, alterações de humor, anorexia, enxaqueca, psicoses, problemas de imunidade, doenças de auto-agressão e muitas outras. Por isso o intestino cresceu em importância na ciência e já é considerado a maior glândula endócrina que temos, seja pela quantidade dehormonas que segrega ou pela importância delas.Ao contrário de antigamente, quando se pensava que a actuação das hormonassegregadas pelo intestino se restringia apenas aos órgãos auxiliares da digestão,sabe-se agora que todo o organismo é vulnerável a elas. PINTO DE ALMEIDA
  39. 39. É interessante notar também que o próprio desenvolvimento científico, com a sua ênfase nos processos curativos em detrimento daspráticas preventivas, fez com que certas doenças acabassem dissociadas do seu órgão gerador, principalmente quando este era o intestino. O remédio, pronto na farmácia, acabou por tomar o lugar de práticas mais simples de cura, como por exemplo, mudar a dieta alimentar e repor os minerais e a desitoxicação que é correcto na cura humans. PINTO DE ALMEIDA
  40. 40. Hoje, em todas as classes sociais, não é difícil encontrar pessoas que praticamente não comem frutas, legumes ou verduras.É grande o sacrifício que essa nova lógica alimentar impõe para a função gastrointestinal. A adaptação ao modelo industrializado, pobre emnutrientes e rico em substâncias artificiais, pode ter rompido em muitas pessoas mecanismos importantes da digestão e da absorção. A doença é o resultado desse rompimento. PINTO DE ALMEIDA
  41. 41. São muito variadas as doenças do intestino grosso, masa que mais nos mata é o atraso na defecção. Este atrasoprovoca a putrefacção e a intoxicação geral do corpo,pelo facto de o nosso intestino grosso funcionar comoum aspirador e pulverizador, absórvendo tudo, seja bomou mau, que tenhamos dentro dele. Espalha tudo portodo o corpo, através do sangue. PINTO DE ALMEIDA
  42. 42. Felizmente, não estamos num beco sem saída. Como num ciclo, tudo o que a ciência vem revelando sobre o sistema gastrointestinal,acabará por nos levar de volta aos bons hábitosdo passado, em que as pessoas mantinham uma relação mais íntima com os seus intestinos, reservando a ele mais tempo das suas vidas.Enfim, respeitavam as necessidades do próprio corpo. PINTO DE ALMEIDA
  43. 43. Acredito que em breve a nossa medicina se veráobrigada a repensar muitos dos seus conceitos, aproximando-se finalmente da sabedoriaoriental, que sempre afirmou estar no intestino a origem de todas as doenças. Somos o que comemos, e a nossa própria aparência reflete o tipo de dieta que adoptamos, sendo a aparência da nossa pele um bom termómetro.É a obesidade, porém, o sinal mais claro de que há algo de errado na forma como lidamos com as questões gastrointestinais. PINTO DE ALMEIDA
  44. 44. Poderia nomear mais de uma dúzia de doenças dointestino grosso, desde as simples colites até ao mais violento cancro, mas tém todas a mesma causa, o combustível errado que introduzimos na nossamáquina. É curioso notar que a maioria dos médicos, mesmo os especialistas, não ligam ou não lhes interessa ligar à putrefacção intestinal. Porem, hoje em Portugal e boa parte da Europa o tratamento que utilizamos para solucionar todos esses problemas é a terapia FLOR DE ÍRIS INTEGRATIVA PINTO DE ALMEIDA
  45. 45. O tratamento correto para os males gastro intestinal utilizados pelosmicroseometistas oftálmicos portugueses e no Brasil pelo meu amigoe professor Dr. Clodoaldo Pacheco do centro de estudos Centro Havidé o seguinte:Oxigen Plus = indispensável para a limpeza e desintoxicação do colone do estomago, solução regeneradora FA para a reconstrução dostecidos, OPI para a correção do pH sanguíneos e reposição de todosos oligominerais necessários ao organismo de acordo com a OrlaPupilar correta, Seiva do Amazonas para infecções e inflamações,enzinatus para repor as enzimas e se evitar a ametalose, também oOxigem Plus possui a função de evitar a apoptose celular, junto comas essências Portal e Proteção se fornece ao paciente a acetilcolina ea noradrenalina.Assim dessa forma temos um tratamento completo e eficiente. PINTO DE ALMEIDA
  46. 46. IRIDOLOGIA E INTESTINOA ÁREA INTESTINAL -A terceira grande área circular é considerada a zona intestinal, ficasituada fora do anel do estômago, é a primeira ao interno do colareto (borda da coroa –linha do SNA (Sistema Nervoso Autónomo), em direcção a área pupilar. PINTO DE ALMEIDA
  47. 47. Uma das grandes dificuldades do microseometista oftálmico é separar a região do estômago do intestino, entenda que o estômago ocupa uma área de 1/3levando-se em consideração da direcção da pupila para a linha do SNA, e é a Borda da Coroa que fornece a sustentação muscular e psíquica da coordenação, peristaltismo e defesa do cólon. PINTO DE ALMEIDA
  48. 48. ESTOMAGOINTESTINO PINTO DE ALMEIDA
  49. 49. A ÁREA INTESTINAL• A força física e mental do homem vem do sistema digestivo mediante a acção do sangue que transporta os nutrientes. O que se observa pela memória FILOGENÉTICA da espécie. Sendo assim são quatro os pontos de observação fundamentais: - Coloração da área intestinal; - Presença ou ausência da Banda do Sistema Nervoso Autônomo (Ângulo de Fuchs = altura da Borda da Coroa) -Uniformidade da Banda do Sistema Nervoso Autônomo (antigamente chamada de Borda da Coroa, para se conhecer a capacidade imunológica - Sinais presentes. PINTO DE ALMEIDA
  50. 50. ACUMULAÇÃO DE FEZES COM PONTOS QUECONFIRMAM VERMINOSE.Íris de constituição hematogena, coloração vermelho ferrugem o queleva a sintomas do sistema endocrinológico. Nestes casos é indispensavela prescrição do Oxigen Plus. PINTO DE ALMEIDA
  51. 51. Várias criptas que formam lacunas em escada no colon transverso.E que de acordo com o aprofundamento, se não for feito uma dieta radical a base defibras e sumos (sucos) desintoxicantes o paciente desenvolve cancro intestinal eestomacal, alem disto esta localização como sintoma apresenta dores de cabeça laterale uma grande falta de vitalidade. Novamente recordo a vocês: é indispensavelprescrever o Oxigen Plus, OPI correta, neste caso OPI II, Floral Proteção e Equilibrio(baixo angulo de Fuches) e enzinatus. PINTO DE ALMEIDA
  52. 52. CONSTITUIÇÃO PSÓRICA, COLORAÇÃO MARRON.O que indica a psora é que o fígado e vesicula são os primeiros órgãos queapresentam os sintomas pelos quais o paciente procura o microseometista oftálmico.Lembre-se as psoras sobre a banda do sistema nervoso autonomo nos indica trauma,na região dos órgãos compressão do tecido mesenquimal, só conseguimos liberar otecido mesenquimal com oxigen plus e flor de íris mster. PINTO DE ALMEIDA

×