Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula -A construção inicial da pesquisa (Metodologia e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais)

Aula -A construção inicial da pesquisa (Metodologia e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais)

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Aula -A construção inicial da pesquisa (Metodologia e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais)

  1. 1. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli UNIDADE II A CONSTRUÇÃO INICIAL DA PESQUISA: Aula - – Problema; pergunta de partida; a questão das hipóteses; conceitos 1
  2. 2. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  PROBLEMA   “problema é qualquer questão não solvida e que é objeto de discussão, em qualquer domínio do conhecimento” (GIL, 1999, p.49).     Para Kerlinger (1980, p.35), problema “é uma questão que mostra uma situação necessitada de discussão, investigação, decisão ou solução”. 2
  3. 3. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli O problema é a mola propulsora de todo o trabalho de pesquisa. Depois de definido o tema, levanta-se uma questão para ser respondida que também pode ser respondida previamente através de uma hipótese, portanto será confirmada ou negada através do trabalho de pesquisa. O Problema é criado pel@ pesquisador(a) e relacionado ao tema escolhido. @ pesquisador (a) criará um questionamento para definir a abrangência de sua pesquisa. O Problema gera a motivação do trabalho! 3
  4. 4. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  Identificação do Problema Definição do Problema = Identificação + Enunciado Identificação:  O que está errado? (Efeitos adversos)  Por que está errado? (Causas)  O que, Onde e Quando deseja-se realizar? (Tarefa)  Para que deseja-se realizar tal tarefa? (Propósito) 4
  5. 5. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli Enunciado do Problema:  Problema = Tarefa, A fim de Propósito Não há regras para se criar um Problema, mas alguns autores sugerem que ele seja expresso em forma de pergunta, outros preferem que ele seja descrito como uma afirmação. 5
  6. 6. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  PERGUNTA DE PARTIDA QUIVY e CAMPENHOUDT (1992) Os autores tratam da elaboração da pergunta de partida como a primeira etapa (de sete) do procedimento científico. Três exigências básicas: clareza, exequibilidade e pertinência 6
  7. 7. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  Pergunta de partida (cont.) •A pergunta de trabalho deve ser clara: Clareza e precisão são fundamentais na elaboração da pergunta. Ela deve evitar confusões no entendimento e termos e recortes que possuam significados diversos ou amplos demais; •A pergunta de partida deve ser realista: Considera-se aqui os recursos pessoais, materiais, técnicos e de tempo para a realização da pesquisa. Deve considerar, assim, a exequibilidade da pesquisa. •A pergunta de partida não deve ser julgadora: Estabelece-se aqui a diferença existente entre análise e juízo de valor sobre o tema. •A pergunta de partida deve ser uma pergunta aberta: Trata-se aqui dos casos de parcialidade e tendências de resposta já implícitas em algumas perguntas de partida. Assim, ela deve estar aberta às diversas possibilidades e leituras do fenômeno estudado, não direcionando o andamento da pesquisa a ser realizada. •A pergunta de partida não deve estudar o que ainda não existe: Trata-se aqui da perspectiva de estudo do futuro e previsões de determinados fenômenos sociais estudados. Esclarece-se a natureza imprevisível das dinâmicas sociais, cabendo aos pesquisadores da área partir de possibilidades e constrangimentos já observados em estudos da área abordada. •A pergunta de partida visará o melhor conhecimento dos fenômenos estudados, e não apenas a sua descrição: Deve-se evitar a simples descrição como finalidade da investigação social. Busca-se assim, analisar os diversos aspectos conceituais inerentes a área estudada, contribuindo de maneira mais efetiva na compreensão e evolução do saber. 7
  8. 8. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  HIPÓTESE Hipótese é sinônimo de suposição. Neste sentido, Hipótese é uma afirmação categórica (uma suposição), que tente responder ao Problema levantado no tema escolhido para pesquisa. É uma pré-solução para o Problema levantado 8
  9. 9. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  Entre os critérios de uma boa hipótese que vêm à mente imediatamente: uma boa hipótese é aquela cujas variáveis estão presentes na situação em estudo, ou, se for isto o que se busca, variam o suficiente para que a influencia dos valores diferentes que elas podem assumir seja suficiente para demonstrar um efeito. Uma boa hipótese, mais uma vez, é aquela que parece organizar muitos dados, aquela à qual podemos vincular outras sub hipóteses que fazem uso de outras parcelas dos nossos dados, deste modo aglutinando as várias hipóteses que alimentamos em um todo mais amplo. Uma boa hipótese é aquela que não entra em choque com quaisquer dos fatos que temos à nossa disposição. (BECKER, 1993, p. 45-6). BECKER, Howard S. Métodos de Pesquisa em Ciências Sociais. Tradução de Marco Estevão e Renato Aguiar. São Paulo: Editora Hucitec, 1993. 9
  10. 10. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  JUSTIFICATIVA  A Justificativa exalta a importância do tema a ser estudado, ou justifica a necessidade de se levar a efeito tal empreendimento. É o convencimento de que o trabalho de pesquisa é fundamental de ser efetivado. O tema escolhido pelo pesquisador e a Hipótese levantada são de suma importância de ser comprovada. 10
  11. 11. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli  OBJETiVOS A definição dos Objetivos determina o que o pesquisador quer atingir com a realização do trabalho de pesquisa. É sinônimo de meta, fim. Deverá ser delimitado! Alguns autores separam os Objetivos em Objetivo Geral e Objetivos Específicos. 11
  12. 12. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli para se definir os Objetivos - colocar com o verbo no infinitivo Exemplos:  Esclarecer;  Definir;  Procurar;  Permitir  Demonstrar;  Quantificar;  Realizar; 12
  13. 13. UNEB- DEDC I Colegiado de Ciências Sociais Metodologia e Técnicas de Pesquisa Profa. Dra. Cleide Magáli REFERENCIAS GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999. KERLINGER, Fred Nichols. Metodologia da Pesquisa em Ciências Sociais: um tratamento conceitual / Fred N. Kerlinger; [tradução Helena Mendes Rotundo; revisão técnica José Roberto Malufe]. São Paulo: EPU: EDUSP – Editora da Universidade de São Paulo, 1980. QUIVY, Raymond; CAMPENHOUDT, Luc Van. Manual de investigação em ciências sociais. Lisboa: Gradiva, 1998. (Trajetos, 17). p. 29-46. 13

×