Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Claraluz e o poeta trecho cap 6

770 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Claraluz e o poeta trecho cap 6

  1. 1. Claraluz: Às vezes sinto que meu quarto é o meu quartel-general. O meu refúgio, abolha protetora, é o oásis de liberdade no deserto das mil e uma satisfações que tenho quedar a todos. Claraluz: Mas eu te chamei também porque estou curiosa sobre sua vida. Gostaria deouvir de ti um pouco dela. Vc me conta? Mandel: Não tem nada melhor do que estar com vc, mesmo que seja para contarhistórias da carochinha... hehehe!!! Mandel: Mas vc terá de mim a mais absoluta verdade sobre minha vida. Sinto umaforça estranha que nos envolve, e que me diz que não precisarei usar um milímetro dedissimulação com vc. Claraluz: que bom ouvir isso! Espero que seja real, pois isso soa como um bálsamo aosmeus ouvidos. Mandel: Então vamos lá. O meu nome é Mandel Ferreira Guimarães. Meus paischamam-se Gabriel e Sara. O meu pai é advogado, e foi juiz de direito nos últimos 10 anosantes de se aposentar. Ele é natural de Cordisburgo, e é primo de segundo grau do famosoescritor João Guimarães Rosa, que também é de Cordisburgo, e acho que a minha vocaçãopara a poesia vem desta forte herança genética. O meu pai foi juiz de direito em váriascomarcas, mas eu só morei em duas cidades: BH e Sabará, onde moro atualmente, e queadoro, pois não tem aquele stress de cidade grande, como é BH, o Rio e São Paulo. A minhamãe, Sara, é professora, e foi diretora de uma escola de 1º e 2º graus de BH, cidade ondenascera. Os meus pais se aposentaram e hoje moram em um sítio no distrito de MorroVermelho, que fica na área rural de Caeté, uma cidade vizinha à Sabará. Tenho 35 anos, nuncame casei formalmente, mas já morei com outra pessoa, a Luciana, com quem tenho um filhode 9 anos, o Lucas, que mora com a mãe em Belo Horizonte. Sou graduado em Ciências Sociaispela Universidade Federal de Minas Gerais, possuo licenciatura plena, que me dá o direito delecionar em várias matérias – sou professor de uma escola pública na matéria Introdução àSociologia. Meu esporte preferido e único é andar de bicicleta, e faço sempre que posso,normalmente umas duas vezes por semana. Mandel: sou baixista de uma banda que se chama MPdoB, com um repertórioespecializado em música popular brasileira. Toco com meu primo, Matheus, que é baterista emúsico profissional, e que vive da música, estuda e é professor nesta área. Às vezes toco emoutra banda com outros amigos que tenho, de músicas compostas por nós, mais num estilo derock progressivo. (...)
  2. 2. Mandel: Mas quer uma sugestão? Venha para cá... venha ficar a um milímetro daminha boca... sentir o prazer que estarei tendo em sentir o cheiro da sua pele, e ter o prazerde sentir o cheiro da minha pele, ao mesmo tempo... venha experimentar a transformação deduas pessoas em uma só... sentir o meu beijo em você e o seus lábios roçando a minha boca,encostando, sentindo o sabor... sentindo os prazeres do tato... venha sentir meus dedosdeslizando por sua nuca... afagando seus cabelos... deslizando de leve, devagar, por suascostas, bem no meio, descendo, fazendo uma pressão devagar... massageando... Claraluz: Hummmm, como eu preciso de uma massagem... Mandel: E Deus me criou para fazer massagens em você... para trazer felicidade aalguém que tem tudo, menos a felicidade... Deus me colocou neste mundo para dizer palavrascarinhosas para você, para que o seu espírito de energia potencial de luz se transforme emenergia cinética de luz, e que esta energia cinética possa iluminar os caminhos do mundo... vctem a lâmpada, eu tenho a bateria... para que se faça a luz, depende de nós dois... Claraluz: Nossa!!! Este poeta é de uma versatilidade...!!! Viaja nos meandros da física,da eletricidade... Mandel: e o fio que conduz a minha inspiração poética é você... é vc a fonte da energiaque me preenche com esta carga elétrica, e que dá vida à poesia arrancada do meu cérebrocomo um bebê nascido de parto natural... Claraluz: Isso ta mexendo comigo, abalando minhas estruturas... Parece que estouexperimentando uma droga nova, e não consigo deixar de usá-la... Mandel: Nós já criamos uma dependência química, psicológica, emocional e afetivaentre nós... Não tem clínica de recuperação no mundo capaz de dar jeito nesta dependência.Precisamos um do outro como precisamos do ar para respirar... Claraluz: é muita viagem! Precisamos acordar. Lembrar que temos um mundo real nosesperando aí fora. Mandel: Só que vc é a Alice in Wonderland, que caiu na toca do coelho e quedescobriu outro mundo, povoado pelos lindos sonhos que outrora povoaram seu sono, e queagora começam a se materializar... Claraluz: Mas porque citou Alice no País das Maravilhas em inglês? Mandel: Só pra mostrar que sei um pouco de inglês...rsrsrs... mas imagino que vc sejapoliglota de primeira (que vergonha do meu inglês macarrônico)... Claraluz: Na verdade, por influência do meu pai, por causa da sua carreira comodiplomata, tive oportunidades muito grandes de estar em contato com outras línguas. Desdecriança estudo inglês e francês, que eu gosto muito, mas aprendi também o espanhol e o
  3. 3. alemão, além de ter algum conhecimento de árabe, por influência da família da minha avó,mãe do meu pai, que é de descendência árabe, de sobrenome Makluf. Aliás, o que tem nomeu sangue é uma verdadeira salada. Sangue português misturado com italiano, holandês,árabe... Claraluz: e como já havia falado, esta carreira de diplomata que meu pai abraçou emsua vida me deu muitas oportunidades de conhecer outros países. Conheci muitos países doOriente Médio. A Líbia, a Síria, o Líbano, Israel, a Jordânia. A área de atuação na diplomaciainternacional exercida pelo meu pai, como já sabe, se concentrou neste barril de pólvora, e porisso tenho milhões de fotos destas viagens e de outras que fiz. Quer ver? Mandel: Claro que quero ver. Manda pra eu baixar. Claraluz: Está bem, vou selecionar aqui. Um minutinho. Claraluz abre seus arquivos de fotos e começa a enviar a Mandel: Claraluz: Esta foto é da Duna do Funil, em Jericoacoara! – comentando sobre aprimeira foto enviada. Mandel: Mas cadê vc? Claraluz: rsrsrsrs!!! Estou mergulhada, só com a cabeça pra fora. Mas vou enviaroutras para vc me ver melhor! Claraluz: Esta é em Zurique, na Suíça! – comentando sobre a segunda foto enviada. Mandel: Hummmm, que legal!!! Esta já está dando para ver melhor, mas a sombraatrapalha um pouco a nitidez do seu rosto. Claraluz: Espere que tem mais – enviando a terceira foto. Claraluz: Esta já é bem mais perto da minha casa. Ao fundo, a Pedra da Gávea. Mandel: Esta sim, aparece vc de corpo e alma!!! E como vc é linda heim??? Que sorrisogostoso, que rosto singular... só não deu para ver seus olhos, pq vc está de óculos escuros. Claraluz: Tá bom! Vou mandar uma que irá satisfazer-te! – e envia uma foto ondeaparece o seu rosto nitidamente e uma parte do tronco. Mandel: Hummmmmmm!!!. Esta é a PERFEIÇÃO em pessoa!!! Vc foi moldada porDeus, naqueles dias que Ele estava especialmente inspirado... que linda!!!(...)

×