Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Desenvolvimento Motor eDesenvolvimento Motor e
AprendizagemAprendizagem
Das Habilidades MotorasDas Habilidades Motoras
 Muitos fatores influenciam oMuitos fatores influenciam o
crescimento e o desenvolvimentocrescimento e o desenvolvimento
...
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
 Está delimitado a estudos sobreEstá delimitado a estudos sobre
processos de...
 Desenvolvimento humano todas asDesenvolvimento humano todas as
mudanças que ocorrem no indivíduo aomudanças que ocorrem ...
Aspectos psicomotores
Aspectos cognitivos
Aspectos afetivos
Desenvolvimento
humano
maturação
Crescimento
Experiência
Adapt...
movimento Sensação
PercepçãoCognição
Exploração
do ambiente
Organização de
percepções
Integraçãode
sensações
Programação
e...
MovimentoMovimento
 Deslocamento do corpo e membrosDeslocamento do corpo e membros
produzido como uma conseqüência doprod...
PADRÃO DO MOVIMENTOPADRÃO DO MOVIMENTO
 Envolve os elementos básicos de umaEnvolve os elementos básicos de uma
certa habi...
CAPACIDADECAPACIDADE
 É um traço geral ou qualidade de umÉ um traço geral ou qualidade de um
indivíduo relacionada com o ...
HABILIDADEHABILIDADE
 Habilidade pode ser utilizado como sinônimo deHabilidade pode ser utilizado como sinônimo de
ato ou...
GALLAHUE, 2001GALLAHUE, 2001
HABILIDADESHABILIDADES
MOTORASMOTORAS
HABILIDADESHABILIDADES
LOCOMOTORASLOCOMOTORAS
Correr e ...
Quais os mecanismos estãoQuais os mecanismos estão
envolvidos na execução doenvolvidos na execução do
movimento ?movimento...
Órgãos dos
sentidos e
mecanismos de
percepção
Mecanismo
central de
processamento
Mecanismo
gerador de
resposta
FEEDBACK (R...
Órgãos dos sentidos e
mecanismos de percepção
 Quais dos estímulos disponíveis merecemQuais dos estímulos disponíveis mer...
 Princípio de seleção das informaçõesPrincípio de seleção das informações dodo
ambiente - processo determinante noambient...
SENSAÇÃO E PERCEPÇÃOSENSAÇÃO E PERCEPÇÃO
 Sensação pode ser definida como a atividadeSensação pode ser definida como a at...
Mecanismo central de
processamento
 A informação que osA informação que os órgãos dos sentidos e
mecanismos de percepção ...
Mecanismo gerador de resposta
 Após a decisão em relação a estratégiaApós a decisão em relação a estratégia
apropriada, o...
DESENVOLVIMENTO MOTORDESENVOLVIMENTO MOTOR
 Perspectiva maturacional Gesell, 1928 ePerspectiva maturacional Gesell, 1928 ...
DESENVOLVIMENTO
HUMANO
TEORIA
MATURACIONISTA
Gessel
TEORIA
COMPORTAMENTALISTA
Watson
CARACTERÍSTICAS
GENÉTICAS
EXPERIÊNCIA...
 O desenvolvimento motor, já como áreaO desenvolvimento motor, já como área
de estudo, tem procurado estudar asde estudo,...
INDIVIDU0
Hereditariedade
Biologia
Natureza
Fatores intrínsecos
AMBIENTE
Experiência
Aprendizado
Encorajamento
Fatores int...
Abordagem DesenvolvimentistaAbordagem Desenvolvimentista
 Um estudo de natureza biológica orientando asUm estudo de natur...
Seqüência do DesenvolvimentoSeqüência do Desenvolvimento
Motor (Tani,1987)Motor (Tani,1987)
 A seqüência é a mesma para t...
Taxionomia de Anita HaroowTaxionomia de Anita Haroow
(1983)(1983)
1- Movimentos reflexos1- Movimentos reflexos
2- Moviment...
MOVIMENTO
Natureza
Direção da
seqüência de
desenvolvimento
Taxionomia
Manifestação
ao relação ao
grau de
escolaridade
Gene...
Fase motora reflexivaFase motora reflexiva
 Estágio de codificação de informaçõesEstágio de codificação de informações
É ...
Fase dos movimentos rudimentaresFase dos movimentos rudimentares
 As primeiras formas de movimentos voluntários sãoAs pri...
Fase de movimentos fundamentaisFase de movimentos fundamentais
 As crianças que estão desenvolvendo padrõesAs crianças qu...
 inicialinicial – 2 a 3 anos – movimentos restritos, uso– 2 a 3 anos – movimentos restritos, uso
exagerado do corpo e coo...
Fase dos movimentos dosFase dos movimentos dos
especializadosespecializados
 É resultado da fase dos movimentos fundament...
TransitórioTransitório- 7 a 10 anos – começa a combinar e aplicar- 7 a 10 anos – começa a combinar e aplicar
habilidades m...
APRENDIZAGEM MOTORAAPRENDIZAGEM MOTORA
 Aprendizagem pode ser definida comoAprendizagem pode ser definida como
uma mudanç...
Etapas do processo de aprendizagemEtapas do processo de aprendizagem
motoramotora
Estágio cognitivo
Estágio associativo
Es...
Estágio CognitivoEstágio Cognitivo
 Se caracteriza por um elevada quantidadeSe caracteriza por um elevada quantidade
de e...
Estágio AssociativoEstágio Associativo
 Muitos dos elementos ou mecanismos básicosMuitos dos elementos ou mecanismos bási...
Estágio AutônomoEstágio Autônomo
 Após muita prática, a habilidade torna-se quaseApós muita prática, a habilidade torna-s...
Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a
precisão do movimentoprecisão do movimento
 HM globais ou grossasH...
Habilidades de acordo com a forma deHabilidades de acordo com a forma de
execuçãoexecução
 Habilidades motoras discretasH...
Habilidades de acordo com oHabilidades de acordo com o
ambiente onde são executadasambiente onde são executadas
 Habilida...
Habilidades de acordo com a utilizaçãoHabilidades de acordo com a utilização
de informaçãode informação
 HM de circuito f...
Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a
complexidade da tarefacomplexidade da tarefa
 Refere-se ao número ...
Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a
organização da tarefaorganização da tarefa
 Se refere ao modo como...
Habilidades de acordo com o grau deHabilidades de acordo com o grau de
estruturação do corpo de execução daestruturação do...
DESENVOIVIMENTODESENVOIVIMENTO
HUMANOHUMANO
COMPORTAMENTOCOMPORTAMENTO
HUMANOHUMANO
Desenvolvimento FísicoDesenvolvimento ...
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007

Comportamento motor

  • Login to see the comments

Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007

  1. 1. Desenvolvimento Motor eDesenvolvimento Motor e AprendizagemAprendizagem Das Habilidades MotorasDas Habilidades Motoras
  2. 2.  Muitos fatores influenciam oMuitos fatores influenciam o crescimento e o desenvolvimentocrescimento e o desenvolvimento humano. Temos elementos que sãohumano. Temos elementos que são partes integrantes das váriaspartes integrantes das várias subculturas a que todas as criançassubculturas a que todas as crianças pertencem: como a situação sócio-pertencem: como a situação sócio- econômica de sua família, seuseconômica de sua família, seus antecedentes étnicos, sua raça, seuantecedentes étnicos, sua raça, seu sexo… Negar estes fatos a respeito desexo… Negar estes fatos a respeito de uma criança deixa grandes lacunas emuma criança deixa grandes lacunas em nosso entendimento a seu respeito enosso entendimento a seu respeito e limita nossos meios de auxiliá-la.limita nossos meios de auxiliá-la. (Alonso, 2000)(Alonso, 2000)
  3. 3. Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano  Está delimitado a estudos sobreEstá delimitado a estudos sobre processos de mudanças, desde aprocessos de mudanças, desde a concepção até o final de sua existênciaconcepção até o final de sua existência (KREBS, 1996)(KREBS, 1996)  Concepção desenvolvente da pessoa noConcepção desenvolvente da pessoa no meio ambiente ecológico, e sua relaçãomeio ambiente ecológico, e sua relação com ele, e também com a crescentecom ele, e também com a crescente capacidade da pessoa de descobrir,capacidade da pessoa de descobrir, sustentar ou alterar suas propriedadessustentar ou alterar suas propriedades (BRONFENBRENNER, 2004)(BRONFENBRENNER, 2004)
  4. 4.  Desenvolvimento humano todas asDesenvolvimento humano todas as mudanças que ocorrem no indivíduo aomudanças que ocorrem no indivíduo ao longo dos anos. Não podemos dividir olongo dos anos. Não podemos dividir o ser humano em pessoa física (motora),ser humano em pessoa física (motora), pessoa intelectual e ser emocional. Apessoa intelectual e ser emocional. A combinação do seu ser, motor, intelectivocombinação do seu ser, motor, intelectivo e emocional, interagido com o meioe emocional, interagido com o meio ambiente, tem fortes efeitos sobre o seuambiente, tem fortes efeitos sobre o seu desenvolvimentodesenvolvimento (ALONSO, 2000)(ALONSO, 2000)
  5. 5. Aspectos psicomotores Aspectos cognitivos Aspectos afetivos Desenvolvimento humano maturação Crescimento Experiência Adaptação Os componentes inter-relacionados do desenvolvimento humano
  6. 6. movimento Sensação PercepçãoCognição Exploração do ambiente Organização de percepções Integraçãode sensações Programação econtrolede açõesmotoras Inter-relacionamento entre movimento e cognição (TANI,1987)
  7. 7. MovimentoMovimento  Deslocamento do corpo e membrosDeslocamento do corpo e membros produzido como uma conseqüência doproduzido como uma conseqüência do padrão espacial e temporal da contraçãopadrão espacial e temporal da contração muscular. Pelo fato de o movimento semuscular. Pelo fato de o movimento se caracterizar por um deslocamento docaracterizar por um deslocamento do corpo num determinado padrão espacial ecorpo num determinado padrão espacial e temporal, ele é um comportamentotemporal, ele é um comportamento observável e mensurávelobservável e mensurável. (NEWELL, apud. (NEWELL, apud GO TANI, 1988)GO TANI, 1988)
  8. 8. PADRÃO DO MOVIMENTOPADRÃO DO MOVIMENTO  Envolve os elementos básicos de umaEnvolve os elementos básicos de uma certa habilidade motora.certa habilidade motora.  Gallahue e outros afirmam que osGallahue e outros afirmam que os movimentos de locomoção na corrida ,movimentos de locomoção na corrida , nos saltos, ou os movimentos denos saltos, ou os movimentos de manipulação, de arremessar, pegar emanipulação, de arremessar, pegar e chutar, são todos exemplos de padrão dechutar, são todos exemplos de padrão de movimentomovimento (MAGILL, 1984)(MAGILL, 1984)
  9. 9. CAPACIDADECAPACIDADE  É um traço geral ou qualidade de umÉ um traço geral ou qualidade de um indivíduo relacionada com o desempenhoindivíduo relacionada com o desempenho de uma variedade de habilidades motoras,de uma variedade de habilidades motoras, sendo um componente da estruturasendo um componente da estrutura dessas habilidades.dessas habilidades. MAGILL, 1984MAGILL, 1984
  10. 10. HABILIDADEHABILIDADE  Habilidade pode ser utilizado como sinônimo deHabilidade pode ser utilizado como sinônimo de ato ou tarefaato ou tarefa  Também pode ser utilizado para expressar umaTambém pode ser utilizado para expressar uma qualidade de desempenho (qualidade de desempenho (MAGILL,1984)MAGILL,1984)  Habilidade básicaHabilidade básica é uma atividade motoraé uma atividade motora comum com uma meta geral , sendo ela a basecomum com uma meta geral , sendo ela a base para atividades motoras mais avançadas epara atividades motoras mais avançadas e altamente especificas (Wickstrom apud Tani,altamente especificas (Wickstrom apud Tani, 19881988
  11. 11. GALLAHUE, 2001GALLAHUE, 2001 HABILIDADESHABILIDADES MOTORASMOTORAS HABILIDADESHABILIDADES LOCOMOTORASLOCOMOTORAS Correr e pularCorrer e pular HABILIDADESHABILIDADES MANIPULATIVASMANIPULATIVAS Arremessar eArremessar e apanharapanhar HABILIDADESHABILIDADES ESTABILIZADORASESTABILIZADORAS Andar com firmezaAndar com firmeza Equilíbrio sobre um péEquilíbrio sobre um pé
  12. 12. Quais os mecanismos estãoQuais os mecanismos estão envolvidos na execução doenvolvidos na execução do movimento ?movimento ?  Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos  Mecanismo perceptivoMecanismo perceptivo  Mecanismo da decisãoMecanismo da decisão  Mecanismo EfetorMecanismo Efetor  Sistema muscularSistema muscular ((Modelo de performance humana com base no processamento humano deModelo de performance humana com base no processamento humano de informação YANI, 1987, p.8)informação YANI, 1987, p.8)
  13. 13. Órgãos dos sentidos e mecanismos de percepção Mecanismo central de processamento Mecanismo gerador de resposta FEEDBACK (Retroalimentação) MAGILL,1984
  14. 14. Órgãos dos sentidos e mecanismos de percepção  Quais dos estímulos disponíveis merecemQuais dos estímulos disponíveis merecem mais atenção?mais atenção?  O aprendiz deverá decidir sobre o queO aprendiz deverá decidir sobre o que deve observar, escutar ou sentir.deve observar, escutar ou sentir.  Deve aprenderDeve aprender a sentir e perceber ;a sentir e perceber ; prestar atenção e ter atenção seletivaprestar atenção e ter atenção seletiva
  15. 15.  Princípio de seleção das informaçõesPrincípio de seleção das informações dodo ambiente - processo determinante noambiente - processo determinante no desenvolvimento humano, a partir dodesenvolvimento humano, a partir do momento em que o sistema nervosomomento em que o sistema nervoso possibilita a escolha e a eleição de um oupossibilita a escolha e a eleição de um ou mais estímulos, apresentadosmais estímulos, apresentados simultaneamente entre muitos outros,simultaneamente entre muitos outros, ampliando assim substancialmente nossaampliando assim substancialmente nossa capacidade de aprendizagem e decapacidade de aprendizagem e de integração com o meio ( DE MARCO, 1998integração com o meio ( DE MARCO, 1998))
  16. 16. SENSAÇÃO E PERCEPÇÃOSENSAÇÃO E PERCEPÇÃO  Sensação pode ser definida como a atividadeSensação pode ser definida como a atividade dos receptores sensoriais e a resultantedos receptores sensoriais e a resultante transmissão aferente do SNC. Ela se ocupa detransmissão aferente do SNC. Ela se ocupa de como vários sistemas sensoriais funcionam.como vários sistemas sensoriais funcionam.  Percepção envolve a integração da recepçãoPercepção envolve a integração da recepção sensorial presente com a entrada de dados dosensorial presente com a entrada de dados do passado. Ou seja, percepção é a interpretaçãopassado. Ou seja, percepção é a interpretação da informação sensorial. (SAGE, 1977 apudda informação sensorial. (SAGE, 1977 apud MAGILL, 1984)MAGILL, 1984)
  17. 17. Mecanismo central de processamento  A informação que osA informação que os órgãos dos sentidos e mecanismos de percepção determinaram comodeterminaram como relevante é levada ao mecanismo central derelevante é levada ao mecanismo central de processamento.processamento.  Nesta fase o aluno toma esta informação eNesta fase o aluno toma esta informação e determina o plano de ataque ou estratégia paradetermina o plano de ataque ou estratégia para a resposta.a resposta.  O componente importante neste momento é aO componente importante neste momento é a memóriamemória
  18. 18. Mecanismo gerador de resposta  Após a decisão em relação a estratégiaApós a decisão em relação a estratégia apropriada, o aluno tem que organizar osapropriada, o aluno tem que organizar os componentes da resposta e envia-las aoscomponentes da resposta e envia-las aos músculos, para que ocorra respostamúsculos, para que ocorra resposta adequada.adequada.
  19. 19. DESENVOLVIMENTO MOTORDESENVOLVIMENTO MOTOR  Perspectiva maturacional Gesell, 1928 ePerspectiva maturacional Gesell, 1928 e Mcgraw,1935Mcgraw,1935 É função dos processos biológicos inatosÉ função dos processos biológicos inatos que resultam, em seqüência universal, naque resultam, em seqüência universal, na aquisição da habilidade motora infantilaquisição da habilidade motora infantil  Centrado na descrição das capacidadesCentrado na descrição das capacidades de desempenho motor de criançasde desempenho motor de crianças
  20. 20. DESENVOLVIMENTO HUMANO TEORIA MATURACIONISTA Gessel TEORIA COMPORTAMENTALISTA Watson CARACTERÍSTICAS GENÉTICAS EXPERIÊNCIA DA CRIANÇA
  21. 21.  O desenvolvimento motor, já como áreaO desenvolvimento motor, já como área de estudo, tem procurado estudar asde estudo, tem procurado estudar as mudanças que ocorrem nomudanças que ocorrem no comportamento motor de um indivíduo,comportamento motor de um indivíduo, desde a concepção até a morte,desde a concepção até a morte, relacionando-as com o fator tempo (TANI,relacionando-as com o fator tempo (TANI, p.65, 1987)p.65, 1987)
  22. 22. INDIVIDU0 Hereditariedade Biologia Natureza Fatores intrínsecos AMBIENTE Experiência Aprendizado Encorajamento Fatores intrínsecos TAREFA Fatores físicos e mecânicos GALLAHUE 2001GALLAHUE 2001 Análise operacional da causaAnálise operacional da causa do desenvolvimento motordo desenvolvimento motor
  23. 23. Abordagem DesenvolvimentistaAbordagem Desenvolvimentista  Um estudo de natureza biológica orientando asUm estudo de natureza biológica orientando as crianças de acordo com uma seqüência noscrianças de acordo com uma seqüência nos processos de crescimento, de desenvolvimentoprocessos de crescimento, de desenvolvimento e de aprendizagem motora para que possame de aprendizagem motora para que possam alcançar suas reais necessidades ealcançar suas reais necessidades e expectativas.expectativas.  Propiciar à criança a aquisição de habilidadesPropiciar à criança a aquisição de habilidades motoras básicas para facilitar o aprendizadomotoras básicas para facilitar o aprendizado posterior das habilidades consideradas maisposterior das habilidades consideradas mais complexas. (TANI, 1987)complexas. (TANI, 1987)
  24. 24. Seqüência do DesenvolvimentoSeqüência do Desenvolvimento Motor (Tani,1987)Motor (Tani,1987)  A seqüência é a mesma para todosA seqüência é a mesma para todos crianças, apenas a velocidade decrianças, apenas a velocidade de progressão varia;progressão varia;  Existe uma interdependência entre o queExiste uma interdependência entre o que está se desenvolvendo e as mudançasestá se desenvolvendo e as mudanças futuras. Habilidades básicas constituemfuturas. Habilidades básicas constituem pré-requisito fundamental para o futuropré-requisito fundamental para o futuro  Tem ênfase no controle do movimento,Tem ênfase no controle do movimento, que está ligado com à evolução doque está ligado com à evolução do sistema nervoso do ser humanosistema nervoso do ser humano
  25. 25. Taxionomia de Anita HaroowTaxionomia de Anita Haroow (1983)(1983) 1- Movimentos reflexos1- Movimentos reflexos 2- Movimentos básicos fundamentais2- Movimentos básicos fundamentais 3- Capacidades perceptivas3- Capacidades perceptivas 4- Capacidades físicas4- Capacidades físicas 5- Destrezas motora-5- Destrezas motora- habilidadeshabilidades específicasespecíficas 6- Comunicação não-verbal6- Comunicação não-verbal
  26. 26. MOVIMENTO Natureza Direção da seqüência de desenvolvimento Taxionomia Manifestação ao relação ao grau de escolaridade Geneticamente determinados Aprendidos (culturalmente determinados) Mov Reflexos Hab Básicas Hab Específicas Comunicação não-verbal Pré-escolar 1 a 4 série ensino fund 5 a 8 série ensino médio
  27. 27. Fase motora reflexivaFase motora reflexiva  Estágio de codificação de informaçõesEstágio de codificação de informações É caracterizado por atividade motoraÉ caracterizado por atividade motora involuntária observável no período fetal atéinvoluntária observável no período fetal até aproximadamente o quarto mês do período pós-aproximadamente o quarto mês do período pós- natalnatal  Estágio de decodificação de informaçõesEstágio de decodificação de informações Há uma gradual inibição dos reflexos, e inicia-seHá uma gradual inibição dos reflexos, e inicia-se os movimentos de atividade motora voluntáriaos movimentos de atividade motora voluntária (Gallahue,2001, p.101)(Gallahue,2001, p.101)
  28. 28. Fase dos movimentos rudimentaresFase dos movimentos rudimentares  As primeiras formas de movimentos voluntários sãoAs primeiras formas de movimentos voluntários são os rudimentares, são observados desde o nascimentoos rudimentares, são observados desde o nascimento até aproximadamente 2 anosaté aproximadamente 2 anos  Estágio de inibição de reflexosEstágio de inibição de reflexos Os movimentos embora com objetivos parecem descontroladosOs movimentos embora com objetivos parecem descontrolados e grosseirose grosseiros  Estágio de pré-controleEstágio de pré-controle A partir de 1 ano de idade as crianças começam a ter precisãoA partir de 1 ano de idade as crianças começam a ter precisão e controle maiores sobre seus movimentos (p.102)e controle maiores sobre seus movimentos (p.102)
  29. 29. Fase de movimentos fundamentaisFase de movimentos fundamentais  As crianças que estão desenvolvendo padrõesAs crianças que estão desenvolvendo padrões fundamentais de movimento estão aprendendo afundamentais de movimento estão aprendendo a reagir com controle motor e competência motorareagir com controle motor e competência motora de vários estímulos. Descobrem comode vários estímulos. Descobrem como desempenhar uma variedade de movimentosdesempenhar uma variedade de movimentos estabilizadores, manipulativos e locomotores .estabilizadores, manipulativos e locomotores .  Os movimentos fundamentais tem três estágiosOs movimentos fundamentais tem três estágios inicialinicial elementarelementar maduromaduro
  30. 30.  inicialinicial – 2 a 3 anos – movimentos restritos, uso– 2 a 3 anos – movimentos restritos, uso exagerado do corpo e coordenação deficienteexagerado do corpo e coordenação deficiente  elementarelementar – 4 a 5 anos – envolve maior controle– 4 a 5 anos – envolve maior controle e melhor coordenação rítmicae melhor coordenação rítmica  maduro-maduro- 6 a 7anos –desempenhos6 a 7anos –desempenhos mecanicamente eficientes , coordenados emecanicamente eficientes , coordenados e controladoscontrolados
  31. 31. Fase dos movimentos dosFase dos movimentos dos especializadosespecializados  É resultado da fase dos movimentos fundamentais . OÉ resultado da fase dos movimentos fundamentais . O movimento tornar-se uma ferramenta que se aplica amovimento tornar-se uma ferramenta que se aplica a muitas atividades motoras complexas presentes na vidamuitas atividades motoras complexas presentes na vida diária, na recreação e nos objetivos esportivosdiária, na recreação e nos objetivos esportivos  Os movimentos especializados tem três estágiosOs movimentos especializados tem três estágios TransitórioTransitório AplicaçãoAplicação PermanentePermanente
  32. 32. TransitórioTransitório- 7 a 10 anos – começa a combinar e aplicar- 7 a 10 anos – começa a combinar e aplicar habilidades motoras fundamentais ao desempenho dehabilidades motoras fundamentais ao desempenho de habilidades especializadas no esporte e em ambienteshabilidades especializadas no esporte e em ambientes recreacionais. Ex. pular cordarecreacionais. Ex. pular corda AplicaçãoAplicação – 11 a 13 anos – começam a buscar ou a evitar a– 11 a 13 anos – começam a buscar ou a evitar a participação em atividades específicas. É a época paraparticipação em atividades específicas. É a época para refinar e usar habilidades mais complexas em jogosrefinar e usar habilidades mais complexas em jogos avançados, atividades de liderança e em esportesavançados, atividades de liderança e em esportes selecionadosselecionados Utilização permanenteUtilização permanente – 14 anos e acima –caracteriza-se– 14 anos e acima –caracteriza-se pelo uso de repertório de movimentos adquiridos pelopelo uso de repertório de movimentos adquiridos pelo indivíduo por toda vidaindivíduo por toda vida
  33. 33. APRENDIZAGEM MOTORAAPRENDIZAGEM MOTORA  Aprendizagem pode ser definida comoAprendizagem pode ser definida como uma mudança interna no indivíduo ,uma mudança interna no indivíduo , deduzida de uma melhoria relativamentededuzida de uma melhoria relativamente permanente em seu desempenho comopermanente em seu desempenho como resultado da prática (MAGILL,1984)resultado da prática (MAGILL,1984)
  34. 34. Etapas do processo de aprendizagemEtapas do processo de aprendizagem motoramotora Estágio cognitivo Estágio associativo Estágio autonomo (Fitss e Posner apud Magill, 1984)
  35. 35. Estágio CognitivoEstágio Cognitivo  Se caracteriza por um elevada quantidadeSe caracteriza por um elevada quantidade de erros no desempenho e a natureza dede erros no desempenho e a natureza de erros cometidos tende a ser grosseiraerros cometidos tende a ser grosseira..  Desempenho inconsistenteDesempenho inconsistente  Necessita informação específica, queNecessita informação específica, que assistirá para corrigir o que ele estáassistirá para corrigir o que ele está fazendo erradofazendo errado
  36. 36. Estágio AssociativoEstágio Associativo  Muitos dos elementos ou mecanismos básicosMuitos dos elementos ou mecanismos básicos da habilidade foram aprendidos até um certoda habilidade foram aprendidos até um certo pontoponto  Os erros são menos freqüentes e menosOs erros são menos freqüentes e menos grosseiros em sua naturezagrosseiros em sua natureza  O aprendiz está refinando a aprendizagemO aprendiz está refinando a aprendizagem  O aluno já é capaz de identificar alguns errosO aluno já é capaz de identificar alguns erros
  37. 37. Estágio AutônomoEstágio Autônomo  Após muita prática, a habilidade torna-se quaseApós muita prática, a habilidade torna-se quase automáticaautomática  Possibilidade de produzir resposta sem ter quePossibilidade de produzir resposta sem ter que se concentrar no movimento por inteirose concentrar no movimento por inteiro  O aluno desenvolve a capacidade não só deO aluno desenvolve a capacidade não só de detectar seus próprios erros, mas também quedetectar seus próprios erros, mas também que espécies de ajustes são necessários paraespécies de ajustes são necessários para corrigir os erroscorrigir os erros..
  38. 38. Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a precisão do movimentoprecisão do movimento  HM globais ou grossasHM globais ou grossas Envolvem o controle de grandes massasEnvolvem o controle de grandes massas musculares (saltar , correr)musculares (saltar , correr)  HM finasHM finas Requerem um controle dos músculosRequerem um controle dos músculos pequenos do corpo (escrever, pintarpequenos do corpo (escrever, pintar pegar objetospegar objetos
  39. 39. Habilidades de acordo com a forma deHabilidades de acordo com a forma de execuçãoexecução  Habilidades motoras discretasHabilidades motoras discretas HM que têm pontos de início diferentes de seus pontos deHM que têm pontos de início diferentes de seus pontos de término - arremessar uma bola, tocar uma teclar de pianotérmino - arremessar uma bola, tocar uma teclar de piano  Habilidades motoras seriadasHabilidades motoras seriadas HM que combinam uma série de habilidades motoras discretasHM que combinam uma série de habilidades motoras discretas para cumprir um objetivo ou tarefa – tocar piano. Deve obedecerpara cumprir um objetivo ou tarefa – tocar piano. Deve obedecer uma ordem e seqüência definidauma ordem e seqüência definida  Habilidades motoras contínuasHabilidades motoras contínuas HM que não apresentam um começo e um fim bemHM que não apresentam um começo e um fim bem definido. São acíclicas – caminhada, andar dedefinido. São acíclicas – caminhada, andar de bicicleta. São tarefas de longa duração, que sebicicleta. São tarefas de longa duração, que se utilizam da mesma habilidade para o cumprimento dautilizam da mesma habilidade para o cumprimento da tarefa.tarefa.
  40. 40. Habilidades de acordo com oHabilidades de acordo com o ambiente onde são executadasambiente onde são executadas  Habilidade motora fechadaHabilidade motora fechada São aquelas executadas dentro de um meioSão aquelas executadas dentro de um meio ambiente previsível e por iniciativa doambiente previsível e por iniciativa do executanteexecutante..  Habilidade motora abertaHabilidade motora aberta A execução está restrita ao tipo de estímulo queA execução está restrita ao tipo de estímulo que o ambiente está proporcionando, portanto oo ambiente está proporcionando, portanto o estímulo vem de fora e o executanteestímulo vem de fora e o executante deve reagirdeve reagir de acordo com os acontecimentos do ambientede acordo com os acontecimentos do ambiente..
  41. 41. Habilidades de acordo com a utilizaçãoHabilidades de acordo com a utilização de informaçãode informação  HM de circuito fechadoHM de circuito fechado é aquela que a informação pode ser utilizada paraé aquela que a informação pode ser utilizada para ajustar o movimento durante a execução daajustar o movimento durante a execução da habilidade antes dela terminar – alcançar e pegar umhabilidade antes dela terminar – alcançar e pegar um objetoobjeto..  HM de circuito abertoHM de circuito aberto não dá oportunidade de ajuste durante a suanão dá oportunidade de ajuste durante a sua execução. A informação a respeito do resultado daexecução. A informação a respeito do resultado da tarefa é utilizada para uma próxima execuçãotarefa é utilizada para uma próxima execução
  42. 42. Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a complexidade da tarefacomplexidade da tarefa  Refere-se ao número de partes ouRefere-se ao número de partes ou componentes que existem na tarefa e quecomponentes que existem na tarefa e que representam riscos para o executante.representam riscos para o executante.  Alta complexidadeAlta complexidade - ginástica de solo- ginástica de solo  Baixa complexidadeBaixa complexidade – corrida de– corrida de resistênciaresistência
  43. 43. Habilidades de acordo com aHabilidades de acordo com a organização da tarefaorganização da tarefa  Se refere ao modo como os componentesSe refere ao modo como os componentes de uma tarefa estão interligadosde uma tarefa estão interligados  Alta organização da tarefaAlta organização da tarefa - recebe- recebe objetos durante uma corridaobjetos durante uma corrida  Baixa organização da tarefa -Baixa organização da tarefa - são aquelassão aquelas que as partes são independentes entre sique as partes são independentes entre si - movimentos isolados de dança- movimentos isolados de dança
  44. 44. Habilidades de acordo com o grau deHabilidades de acordo com o grau de estruturação do corpo de execução daestruturação do corpo de execução da tarefatarefa  Altamente estruturadasAltamente estruturadas – Para obter a correta– Para obter a correta execução de um modelo preestabelecido deexecução de um modelo preestabelecido de movimento, o corpo deve transforma-se nummovimento, o corpo deve transforma-se num sistema mecânico de eixos de movimentos e desistema mecânico de eixos de movimentos e de alavancas - destrezas gímnicas, saltosalavancas - destrezas gímnicas, saltos ornamentaisornamentais  Pouco estruturadasPouco estruturadas – são executadas com– são executadas com técnicas mais rudimentares e não requeremtécnicas mais rudimentares e não requerem tanta precisão. Cada indivíduo executa detanta precisão. Cada indivíduo executa de acordo com a sua experiência e condiçõesacordo com a sua experiência e condições
  45. 45. DESENVOIVIMENTODESENVOIVIMENTO HUMANOHUMANO COMPORTAMENTOCOMPORTAMENTO HUMANOHUMANO Desenvolvimento FísicoDesenvolvimento Físico e Crescimentoe Crescimento Estatura, peso, diâmetros ósseos,Estatura, peso, diâmetros ósseos, dobras cutâneasdobras cutâneas DesenvolvimentoDesenvolvimento MotorMotor Padrão do movimento, coordenaçãoPadrão do movimento, coordenação DesenvolvimentoDesenvolvimento IntelectualIntelectual DesenvolvimentoDesenvolvimento Social ou AfetivoSocial ou Afetivo DesenvolvimentoDesenvolvimento SocialSocial Raciocínio lógico,Raciocínio lógico, solução de problemas......solução de problemas...... Valores, atitudes,Valores, atitudes, sentimentos......sentimentos...... Relações interpessoais,Relações interpessoais, cooperação , liderançacooperação , liderança

×