Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Bd racismo

4,739 views

Published on

bd racismo

Published in: Education
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • If you want to download or read this book, copy link or url below in the New tab ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Bd racismo

  1. 1. Comic_PT 02.10.2001 19:10 Uhr Seite 36 «RACiSTA , EU! » Comissão
  2. 2. Comic_PT 02.10.2001 19:09 Uhr Seite 33 Esta banda desenhada é publicada nas seguintes línguas oficiais da União Europeia: espanhol, dinamarquês, alemão, grego, inglês, francês, italiano, neerlandês, português, finlandês e sueco. Comissão Europeia Direcção-Geral «Informação, Comunicação, Cultura e Audiovisual» Unidade «Publicações», rue de la Loi 200, B-1049 Bruxelles Para mais informações sobre a política social da UE: http://europa.eu.int/pol/socio/pt/socio.htm Especificamente sobre educação: http://europa.eu.int/comm/campus Para mais informações sobre a União Europeia, ver no fim da brochura Manuscrito concluído em Junho de 1998 Editor: Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias, Luxemburgo, 1998 Conceito e realização: Concerto Brussels, e-mail: rudi@concerto.be Desenhos: Sérgio Salma Cores: Mauricet Encontram-se disponíveis numerosas outras informações sobre a União Europeia na rede Internet, via servidor Europa (http://europa.eu.int) Uma ficha bibliográfica figura no fim desta publicação ISBN 92-828-4023-9 © Comunidades Europeias, 1998 Printed in Germany IMPRESSO EM PAPEL BRANQUEADO SEM CLORO
  3. 3. Comic_PT 02.10.2001 19:09 Uhr Seite 37 «RACiSTA , EU! » !"#$!%!&(&()#"(*( )#"(+"(%,&-+","#.(,%/$+" !%(,%0%(%1%23&. %%445(,%/(0%065("(,&0& !272%(&(8"94&(0%:+2-(9#+4": ;2-<=(>"#(+28"(#0($&-4&5???@ A União Europeia considera que deve combater as discriminações em razão do sexo, raça, origem étnica, religião e crença, deficiência, idade ou orientação sexual. Esta brochura, dirigida aos professores e jovens, reúne um conjunto de documentos úteis para incentivar a reflexão e o debate sobre o racismo.
  4. 4. Comic_PT 02.10.2001 18:54 Uhr Seite 3 UM MUNDO DE DIFERENÇAS A+&#(B%:+&5(A+6&($"0C:"(%(<&7%: C&2$(*5("("#(%,4&()#"(DE(,4"<%()#"($"(:2%0 ,&02<&(C&:($":(1%23&5 !"(020(C&:($":(<&:!&5 -4%05 DE(+28"()#" :%,2$0&(2!2&+%(" "-+6&("("#.5(DE(,4"<%(!"(!2$,:202-%FG"$ ,4"<#"5 %:,%2,&5??? "$+HC2!%$(C&:("#($":(C:"+&5 2$+&(*(0%$(* :%,2$0&55 19#:C5 C")#"-&(<&:!&("(-"<:&5???(1&9%$5(& !2%I%I!2%(-6&(!"8"($":(BE,295 )#"(2-B":-&5??? CB#%&##555
  5. 5. Comic_PT 02.10.2001 18:54 Uhr Seite 4 QUE ASPECTO! "45(&94"0(C%:% &(%$C",+&(!"$+" 1%,%-&5 +"0(+#!&=(&(1&-*(%($K"%+I *(9L<2,&()#"($"D%(0H$2,&? &$(+2C&$(-%$,"0( %45(%45(%45("$+" % % $42:+(&$(+*-2$???("(%2-!%(C&: +&!%(%(<"-+"($%1"()#"(>"9"$@ ,&0(&(:2+0&=(:"<<%" 82#(0#2+&$(B290"$ ,20%(*(0H$2,&5??? +J0(2$$&(-&($%-<#"? 19#"$(:%C??? %0":2,%-&$5 %( %(: :%(: +%( ,9%, %45(%45(%45( % % ,%01%!%( A+6&(CE. A+E$(,&0(%: $6&(%$(2-B9#J-,2%$( !"(201",2$5??? +#!&(:&9%. !"$%+2-%!& !&$(%-+"C%$$%!&$("$I !"#$!%!&5(A+E$ ,:%8&$5???("(*(<:%F%$( ,4%+"%!&. %&$(1:%-,&$5 C&2$(*5 C&2$(*5 "45(&94%(C%:%(& 2-,:/8"95??? %2-!%(%<&:%(0"(%,&-+","#(#0%(,"-% %$C",+&(!"$+"(1%,%-&5 *(!" 1":%5("("#()#"(C"-$%8%()#"("$+" 0%2$5 +2C&(!"(:"%,FG"$(DE(-6&("32$+2%05 "-+6&(-6&(*()#"???
  6. 6. Comic_PT 02.10.2001 18:55 Uhr Seite 5 APARÊNCIAS "$+"(+2C&(-&8& "$)#","(DH92%??? %4-5("(,&0&(*()#"(+"-$ *(0#2+&(<2:&5??? -6&(*(&(+"#(+2C&5 +%-+%(,":+"7%(!"#$!%!&. *(,%$%!&(&#()#J. -6&(-6&(*(2$$&5 "9"(*(0%2$(4&0"-$ "$+E$(%(8":???(* 4&0&$$"3#%95??? "#(-6&(0"(:%9&(-%!%(,&0(%(,"-%5(,%!%(#0 +"0(!"("$+%:($"0C:"( *(928:"(!"(B%7":(&()#"()#":?(0%$(C%:%("9" %(9"8%:(,&0(&$(&94%I !"8"($":(#0(!"$%+2-&(+&!&$(&$(!2%$?(+":(!" :"$((!&$(&#+:&$5(4E !2$B%:F%:(B2-<2:5??? #-$(,%+#::%$()#" !27"0= >1":;5("$+"(* 0%:2,%$5???@( &#+:&$(86&(<&7%:("(8J"0 %9<#-$(86&("$C%94%: -"9"(#0%(!&2!%=(>2#4#5 %(-&+/,2%(,&0&($" )#":2!%(+"-$(&$(&94&$ 2$$&(B&$$"(#0% 1&::%+%!&$5@ !&"-F%(8"-*:"%??? >"$+"(+2C&(*(4&0&$I $"3#%9(0%$(+2:%-!& 2$$&???(C%:","()#"??? !2$$":%0I0"()#"???@ 0%$(C&:)#J(+%-+&(L!2&.("#(%,4&()#"("9"(!"8"(B%7": &;5(&;5(DE("$+&#(4%12+#%!&5 -6&5(D#:&()#"($L("$+%8%??? &()#"()#2$":(!&(,&:C&(!"9"5(%92E$()#":&(!27":(!& 0"-+",%C+&5 ,&:C&(!"9%5???(425(425(2#4#5??? 4"+":&$I $"3#%9 -&D"-+&5
  7. 7. Comic_PT 02.10.2001 18:55 Uhr Seite 6 RACISMO EM CADEIA +$$$(+$$$5((+%-+&$(!"$"0C:"<%!&$ 1&0(!2%("$,%:#01%5??("-+6& ???(+"-$(!"(%-!%: C2%-2-4&($"-6& $"0(B%7":(-%!%5???($"(%-!%$$"0 INSTITUTO DO ,&0&(*()#"(8%2(2$$&.(%<&:%??? 0"$0&(M(C:&,#:%(!"("0C:"<&(!" EMPREGO %2-!%(*$("3C#9$&??? ,":+"7%()#"(&("-,&-+:%8%055 %45(%45 -&D"-+&5 : <:: INSTITUTO DO "45(0%-,%(%)#"9% EMPREGO $#C":<%:2-%5 &94"0(C%:%(2$+&5(% "$+"$(!&2$(-6&(94"$ B%9+%(9%+%5??? )#":"$(82:(+&0%: #0(,&C&(1&-",%. DE(82$+"("$+%.(1"0()#" C&!2%(B%7":(#0("$B&:F& &94%(%)#"9"($"-4&:(+6&(<&:!&5 C%:%($"(2-+"<:%:5 !"82%(B%7":(!2"+%?(-6&(%,4%$ 0%06. 9E(2$$&(* 8":!%!"5
  8. 8. Comic_PT 02.10.2001 18:56 Uhr Seite 7 VELHOS “CLICHÉS” DE(9"$+"(&(C:&<:%0%(C&9/+2,&(!"$+"(+2C&.(>$"(%$ ,&0&(*()#"($"(C&!"0(C:&B":2:(%$-"2:%$(!"$$%$. 0#94":"$(B2,%$$"0("0(,%$%(4%8":2%(0"-&$ "(&(0%2$(2-,:/8"9(*()#"(4E(C"$$&%$()#"(0292+%0(" !"$"0C:"<&@?(>$"("3C#9$%:0&$(&$("$+:%-<"2:&$ 8&+%0(-"$$"(C%:+2!&55 ,:2%:"0&$(0%2$(C&$+&$(!"(+:%1%94&5@ *(-","$$E:2&(%,%1%:(!"(#0%(8"7(C&:(+&!%$(,&0("$$"$ -#-,%(+2:%0&$(92FG"$(!%(42$+L:2%5???(+%-+%$(9#+%$ 8"94&$(>,92,4*$@5???(!"8"0&$(%,&:!%:(%$(,&-$,2J-,2%$ +%-+&$(,&01%+"$(C%:%(-&(B20(8&9+%:0&$(%("$+%$ 0#!%:(%$(0"-+%92!%!"$5 8#9<%:2!%!"$(2!2&+%$5 -6&(*(#0%(+:2$+"7%.???( %2-!% B%9+% 0#2+&5 )#J.5(*(#0% "-+6&("(DE(82$+"(%(-&$$%(-&8%(,4"B"(!"($":82F&. C%:","()#"(*($#C":($20CE+2,%??? 0#94":.5.
  9. 9. Comic_PT 02.10.2001 18:56 Uhr Seite 8 A PUBLICIDADE LAVA MAIS BRANCO &(0"#(,4%0CN(*(+:#-B%((O("0(P -6&()#":&(,2+%:(&(L182&(0%$(B:%-,%0"-+"(!"(8"7("0 "#(9%8&(&(0"#(,46&(,&0(T U D A S S E A D O )#%-!&(&(C"$$&%9(!%(C#192,2!%!"("3%<":% &(0"# (<%+&( <%+2$,% ,&0" $Q ????? #### 02%# DE(82$+"("$+"(0#-!&(%:+2B2,2%9(&-!"(-6&(4E(-"0(B"2&$ D&<%0(0"$0&(,&0(&$(2-$+2-+&$(C:20E:2&$(!&(2-!28/!#&5 -"0(<&:!&$(-"0(-"<:&$(-"0(E:%1"$.5($&9("(B"92,2I !2$B%:F%!&(,&0(4#0&:(1&01%:!"2%0I-&$(!"(>,92,4*$@ !%!"(2$$&(9"8%(%()#J.(!"0%$2%!%$(20%<"-$($20C92$+%$ "(+"-4&(%(,":+"7%()#"(!"C&2$(+"0&$(0%2$(!2B2,#9!%!"$ "($&1:"+#!&(,4"2%$(!"("$+":"L+2C&$()#"(%,%1%0(C&: C%:%("-,%:%:(%(:"%92!%!"5???(-%(82!%(:"%9(4E(,4#8%(4E 2-B9#"-,2%:(&$(+"9"$C",+%!&:"$5???(2-,&-$,2"-+"0"-+" E:%1"$(<&:!&$(0%#$5(-6&(%,4%$. )#":&(!27":??? (,&0 9%8%!& 3( ( 0% -,4% )#" C&2$5 . -%/ 94&: ,&:"$.(&; 0 " ,9%:&5 2,+: 2, (&( "(+: 94": $&# B#0 # C": %(%(0 5 C%: ,42, 555 ,%:9%($,42B":2$+%5(4#05 # *(+6&(1&-2+%5 #% *(+6&(9&#:%55??? BO, E EU BE A-CALA ,C OL GLUGLU CHUA C
  10. 10. Comic_PT 02.10.2001 18:56 Uhr Seite 9 «EU TIVE UM SONHO» "$+%(8"0("$+:%<%:(&(0"#(0"2&5(%(%C%:J-,2% !"9%(2-,&0&!%I0"5(%(,&:(!%(C"9"( -<5 2-,&0&!%I0"5(-6&(C":,"1&(%(9/-<#%( 1% !"9%5??? : <:: 0%$5.(&()#"($"(C%$$%.(+"-4&(%(20C:"$$6&()#"(!" %,%1&#I$"5(1&0(!2%($:?(0&4%0"!5(,&0&(,&::"(& :"C"-+"(8"D&(+#!&(0%2$(,9%:&5(C&:()#"(*()#"("#($&# -"<L,2&.("(&$(B294&$("$+6&(1"0.(%45()#"(B"92,2!%!" :%,2$+%(%("$+"(C&-+&.(*???(*(C&:)#"(+"-4&(0"!&55 828":("0(4%:0&-2%(,&0(+&!%(%(<"-+"5()#"(%9"<:2%(%& +"-4&($2!&(2!2&+%5 :"$C2:%:(%&(C%$$"%:($"0(+":(0"!&(!&(&#+:&(!& "$+:%-<"2:&5??? !"#$!%!&(&()#"(*( "-B20(-6&(4E(-%!%(0%2$ )#"(+"(%,&-+","#.(,%/$+" 1&-2+&()#"(%$(02$+#:%$(!" !%(,%0%(%1%23&. :%F%$("(0"$+2F%<"-$? %%445(,%/(0%065("(,&0& !272%(&(8"94&(0%:+2-(9#+4": ;2-<=(>"#(+28"(#0($&-4&5???@
  11. 11. Comic_PT 02.10.2001 18:57 Uhr Seite 10 OBSERVAÇÕES IRRESPONSÁVEIS $6&(+6&()#":2!&$5??? -"$+%(2!%!"(!E 8&-+%!"(!"(&$ %1:%F%:??? )#"0(!":% )#"(-6& ,:"$,"$$"05???
  12. 12. Comic_PT 02.10.2001 18:57 Uhr Seite 11 O NAMORADO 0%06()#":2%(%C:"$"-+%:I+"(& C:"+&.5(-6&(0"(!2<%$()#" - 0 ! ) 0"#(-%0&:%!&(0%$(C:"82-&I+" )#"("9"(*??? &(+"#(-%0&:%!&(*(-"<:&55??? + - * - "2-.5(B:%-,"$,%5.??? B -6&(0%$???(&()#"()#":"$ "-+6&(*(E:%1"5. "9%(B&2(8/+20%(!"(:%,2$0& &()#J("-+6&... ) " !27":(,&0(2$$&. )#"(02$*:2%5???("9" )#%-!&("02<:&#("(%<&:% *(!"B2,2"-+". "#()#":2%(!27":()#"??? *(E:%1"55. *("9%()#"??? !"$"0C:"<%!&. *(2$$&.5(* !"B2,2"-+" !"$"0C:"<%!&(" E:%1"55. ,%9%I+"(9E("(!"23%I0"(B%9%:5??? ???8"<"+%:2%-&5 "#($L()#":2%(!27":()#"("9"(*??? 02-4% $"-4&:%??? 0"#(!"#$5 )#"(:"92<26& $":E("$$%.5
  13. 13. Comic_PT 02.10.2001 18:57 Uhr Seite 12 DIETA! -6&("$+%:E$(#0 1&,%!2-4&(<&:!&(+#.5 %9<#-$(0"$"$(0%2$(+%:!"(,&0(0"-&$(#-$()#29&$??? -6&(+":E$($2!%(+#.
  14. 14. Comic_PT 02.10.2001 18:57 Uhr Seite 13 IGUAL AOS OUTROS! %C:"$"-+&I8&$(&(0"#(C:20&(%-+L-2&?(-6&(+"-4%0(0"!& "9"(*(#0(C&#,&???(%4-???(!2B":"-+"(0%$(*(20C",E8"95 &9E(%-+L-2&5 "#($&#(&(!"#$!%!&5?? &9E5("# ,4%0&I0" &9E5 B:%-,"$,%5 C&!"0&$("$+%: %&(,2-"0%.(*(9&#,&5 -6&(+"-4&(%(,":+"I -"$+"$(,%$&$ 7%(!"()#"(2$$& C:"C%:%!&$(0%$ &(C:20&(-6&(8%2 $&1:"+#!&(-6& %<:%!"(%&(%-+L-2&5 B2,%0&$($"0C:" C"-$"2()#" C":,"1":(-%!%5 0&$+:%:(&(-&$$& %+:%C%94%!&$ 5 C&!/%0&$(2: +"-4&(%)#2(& 0%9I"$+%:5??? $&1:"+#!&(4E()#" %&(,2-"0%5 "(-6&. C:&<:%0%? %<2:(-%+#:%90"-+" C&:)# $20 1&% %? 2!"2%5 ,2-"0 "($"(BN$$"0&$(8":(#0(1&0(B290"( &(B:"!(*(9&#,&5 #0(B290"($"0 !"(%,F6&(%0":2,%-&. C:",2$%0&$(!"(#0(B290" !2E9&<&$(C%:%()#" -6&(0#2+&(,&0C92,%!& &(%-+L-2&(C&$$% C&!/%0&$(2:(8":(#0 C":,"1":(,&2+%!&5??? 4E(&(!"$+:#2!&:(28 $"-6&(&(&#+:&(C%$$%I$"5 B290"7",&("0(2-<9J$???( #0%(,"-%($20C9"$()#"( C&:("3"0C9&? B%9"(!&()#&+2!2%-&( !%(82!%??? 1&0(*(C:",2$&(!",2!2:5(C&:)#"(-6&(#0(8"94&(B290" $&0"(92;"(2+(4&+5(&$(4&0"-$(C:"B":"0 %(C:"+&("(1:%-,&.("("0(8":$6&(&:2<2-%95???("$+E(-& %$(9&#:%$5(1299R(K29!":(PSTU? ,2-"0%(%)#"9"(B%0&$&(B290"(,&0(&(+&-R(,#:+2$("(% 0%:29R-(0&-:&"5(,&0&(*()#"($"(,4%0%.
  15. 15. Comic_PT 02.10.2001 18:57 Uhr Seite 14 PRECONCEITOS "#45(DE(B&2 A!2%($2-4&:%5(* %9#<%!&5(DE(B&2 C&:(,%#$%(!& %9#<%!&5 )#%:+&??? ARRENDA-SE QUARTO -6&(+"-4&(-%!%(,&-+:%(&$(-"<:&$(V%92E$ %+*(<&$+&(!&("!!2"(0#:C4RW(0%$(+":(#0 !"1%23&(!&(0"#(+",+&( -6&(&1:2<%!&5??? -6&(* +%:",&.5 02%#. C&:(B20(#0(C&#I 1&0(!2%(02-4%($"-4&:%5(820&$( ,&(0%2$(+%:!"??? C:&-+&???(& <:%F%$(%(!"#$5(-%!% +"-???(+"-4&(0#2+% &(%-H-,2&?("$+"(*(&(0"#(C%2( ,&-+:%+&("$+E ,&0&(&$(-&$$&$5("# C"-%(0%$(DE(B&2 "(%(02-4%(2:0672+%(%02-%??? %$$2-%!&? -6&($&#(:%,2$+%(0%$ %9#<%!&5( -%(02-4%(2!%!"($%1"??? 1X!2%($2-4N:%???( 0"#(!"#$ E:%1"$5 !2<%I0"(-6&($"(20C&:+% ,9%:&()#"(-6&5(8&,J )#"(&$(0"#$(,&9"<%$(0" :","1"(%$(C"$$&%$()#" 8"-4%0(82$2+%:(C&2$(-6&. )#2$":(D&8"05 $20CE+2,& %$$"%!&(" 1"0("!#,%!&5 B27(#0%(1&% "$,&94%?
  16. 16. Comic_PT 02.10.2001 18:58 Uhr Seite 15 NÓMADAS &#8"("$+%(,%-F6&(B:%-,"$,%5()#"(-&$+%9<2%5 -&(B#-!&(&$(-L0%!%$($6&(&$(H-2,&$(8":!%!"2:&$ )#"(C&"$2%5("(%&(0"$0&(+"0C&(+"0(:2+0&("(* 82%D%-+"$5(*(%(82%<"0()#"(*(20C&:+%-+"("(-6&(& ,4"2%(!"("-":<2%5("#(%!NNN:&(%(0H$2,%(,2<%-%5 &1D",+28&(!%(82%<"05(9%+,4&(!:&0(,&0&("9"$ !27"05??? +"-$($&:+"???(DE()#"(<&$+%$(+%-+&(!"(,%-+&$(,2<%-&$ 8%2$(C&!":(8JI9&$(%&(828&?("9"$(2-$+%9%:%0I$"(V&-!" &$(%,"2+%:%0W(-&(+"::"-&(1%9!2&(C":+&(!&($#C":I 0":,%!&(%)#2(%(TYY(0"+:&$(!%(+#%(,%$%5??? &()#"(*()#"("$+E8%0&$ %(!27":.
  17. 17. Comic_PT 02.10.2001 18:58 Uhr Seite 16 O INVERSO DA SITUAÇÃO $"0C:"()#"(&($"-4&:(3"-L(C%$$"2%(C"9%$(:#%$(!&($"#(1%2::&(2::2+%I$"("(:"$0#-<%(,&0(+&!&$(%)#"9"$ )#"($"<#-!&("9"(8J0("$+:%<%:I94"(%(C%2$%<"0?($"-+"I$"(,#:2&$%0"-+"(%<:"!2!&("(2$$&("-":8%I&??? &#8"0(%(0H$2,%( $6&(1%:#94"-+&$ *(2-,:/8"95(DE( !"9"$("0(%9+&$ "(!"$&:!"-%!&$5??? -6&("$+%0&$(-% 1"::&$(+J0(9&D%$(" 0%$(&-!"(*()#" -&$$%(,%$%5(&94"0 8"$+"0I$"(!%(0"$0% 8%0&$(C%:%:. $L(C%:%("$+% 0%-"2:%()#"(-&( !"$&:!"05 C%/$(!"9"$? ???"()#%-!&(&($"-4&:(3"-L(B%7(+#:2$0&(8J(+#!&(!"(#0%(0%-"2:%(,&0C9"+%0"-+"(!2B":"-+"? "$+E(,%90&(:"9%3%!&???(!"(:"C"-+"(+#!&(&()#"(&(2-,&0&!%(-&($"#(!2%I%I!2%(<%-4%(#0% C:&C&:F6&(!"("3&+2$0&(!"(0#!%-F%?(&($"-4&:(3"-L("$+E(!"(B*:2%$? +&!&$("$+"$ %45("$+%(0H$2,% &("-,%-+& ,&$+#0"$("$+%$ +:%!2,2&-%95()#" !"$+%$(:#%$ ,&:"$("$+"$(&!&:"$ 2-+"-$2!%!"5()#" %-+2<%$??? *("01:2%<%-+"5 0"9&!2%5
  18. 18. Comic_PT 02.10.2001 18:58 Uhr Seite 17 ESTE/OESTE AD UED DE Q O O "$+" MUR IM L BER &"$+" GOS EMPRE
  19. 19. Comic_PT 02.10.2001 18:58 Uhr Seite 18 UMA PEQUENA DELICADEZA
  20. 20. Comic_PT 02.10.2001 18:59 Uhr Seite 19 IMAGINÁRIO POPULAR &$(8"94&$(>,92,4*$@(C&C#9%:"$(!"0&:%0(%(0&::":5 +&!&$("$+"$(!2$C%:%+"$()#"($"(,&-+2-#%0(%(#+2927%:= !27I$"()#"(&$(2+%92%-&$($6&(C:"<#2F&$&$("("-<%+%+G"$ +&!&$(&$(%9"06"$(1"1"0(,":8"D%("0(,%9FG"$(!"(,%1"!%9 &$("$,&,"$"$($&82-%$(&$(-"<:&$($6&(,:2%-F%$(<:%-!"$??? &$(<:"<&$(%-!%0(!"(02-2I$%2%(&$(E:%1"$($6&(8%!2&$??? %+"-F6&(2$$&(-6&(*(#0(>,92,4*@5 "0(:"9%F6&(%&$(E:%1"$(*(8":!%!"5( -6&(* %90&#:&.( +%, 8&,J$(82:%0("$+".???(&()#"(":%("9".(#0(+#:,&.(#0 E:%1".(#0(0%::&)#2-&.(,&-B#-!"0I$"(+&!&$5??? "#(,E(%,4&()#"("9"$(!"82%0(B%7":(#0("$B&:F&(C%:%($" "("#()#"($&#(B294&(!"$$"(E:%1"( 2-+"<:%:"0(-6&(,&-,&:!%.("0(+&!&(&(,%$&(0"#(,%:& !"8&(!27":I94"()#"(+&!&$(!"8"0(B%7": $"-4&:(#0%(,&2$%(*(,":+%=("$+%(<"-+"(-6&(*(,&0&(-L$5??? "$B&:F&$(0"#(,%:&($"-4&:55 +&0%5
  21. 21. Comic_PT 02.10.2001 18:59 Uhr Seite 20 O HÁBITO NÃO FAZ O MONGE "-+6&(D&8"0(%-!E0&$(&#+:% "9"<%-+"("(1%:%+&5 %45(%45(+&C"0I0"("$+" % 8"7(C"9&$(,%23&+"$(!&(923&(C%:% "(,&0(#0(<&$+& $%9&2&?(0%2$(#0()#"($"(8"$+" -&$(8"$+2:0&$. :")#2-+%!&5??? ,&0&(#0("$C%-+%94&5??? +$$$5()#"0(*()#" :",&-4","I$"(1"0()#"(4E(%)#2( ,%01%!%(!" ! B%9%8%(!%(C#:"7%(!% %90%(!%$(,:2%-F%$. &(!"!&(!"(#0(<:%-!"(,&$+#:"2:&? C:"+"-$2&$&$5 )#"("$+29&5()#"("9"<Z-,2%5 <::B &5 &5 4&$ 15 2&5 946 C2&9 $-& $%9& C&:,% &$(!"$I $&5 +:&F&$(!% &$5 $2& +"- C#192,2I 1201 %2(5 C:" !%!"5 $5 2,& (: 8&$ -& $5 9&2& $% 1&0(DE(,4"<%5(8&,J$("$+6&(% 1&0?(%(,#9C%(*(!"9"5???(C&:)#"("9"(*???("#4??? !2B":"-+"5("$+"(%)#25??? C&:+%:I$"(8":!%!"2:%0"-+"(,&0&??? ,&0&(%!#9+&$55(,4"<%5( "3C92)#"0I$"("0(8"7(!"( %-!%:"0(M(C%-,%!%5
  22. 22. Comic_PT 02.10.2001 18:59 Uhr Seite 21 O PATINHO FEIO *(#0%(C%:8&"2:%5("(C"-$%:()#"(#0(C")#"-&("$B&:F& $"(%$(C"$$&%$(,&0C:""-!"$$"0()#"(#0%(,2!%!"(*(#0 ,4"<%:2%(C%:%()#"(%(82!%("0($&,2"!%!"($"(+&:-%$$" ,:#7%0"-+&(&-!"($"(02$+#:%0("+-2%$(:"92<2G"$(" 0#2+&(0%2$(%<:%!E8"9? ,%0%!%$($&,2%2$(-6&($"(%,#$%:2%0(#0%$(M$(&#+:%$ C"9&(0%2$(C")#"-&(C:&19"0%5??? %()#"0(&(!27"$??? *(8":!%!"5 "3,9#"0I$"(&$("$+:%-<"2:&$(&$(!"B2,2"-+"$(&$(8"94&$ %&(0%:<2-%927%:"0(%9<#-$(2-!28/!#&$(,:2%0I$"(<#"I &$(!"$"0C:"<%!&$(&$(:#28&$(&$(<&:!&$(&$(!&"-+"$ +&$()#"(&:2<2-%0(+"-$G"$("(C:&8&,%0(2-B%928"90"-+" &$(,2<%-&$("+,?($L(C&:)#"($6&(!2B":"-+"$?(-&(B#-!& ,4%+2,"$5(($"0($":0&$(!"0%$2%!&(2!"%92$+%$("$C"I &($":(4#0%-&(*(8":!%!"2:%0"-+"("$+HC2!&??? :"0&$()#"(#0(!2%($"(%,%1"(,&0(%$("3,9#$G"$(!"( +&!&(&(+2C&5??? C&2$5 -6&($6&($L(&$(4#0%-&$()#"(C:%+2,%0(%("3,9#$6&(&$ $-2B $-2B %-20%2$(+%01*0?(8&,J$(-6&(82:%0(&(C%+2-4&(B"2&.(* #0(!"$"-4&(%-20%!&()#"(,&-+%(%(42$+L:2%(!"(#0 C")#"-&(C%+&(:"D"2+%!&(C"9&$($"#$5???(%45(%45("-B20 +%98"7(&(0"94&:($"D%(:2:(!%($2+#%F6&(-6&.
  23. 23. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 22 O FUTURO DO MUNDO :%,2$+%.(,":+%0"-+"()#"(+&!&$($&0&$(#0(C&#,&5??? -6&5(-6&5(M$(C&:+%$(!&($*,#9&(332(*(#0%(%1"::%F6& %+*(%)#"9"$()#"(-6&(&(%!02+"05(-&("-+%-+&(* #0%(,&-+:%!2F6&???(&(0#-!&(*(#0%(02$+#:%5 2-H+29(+%C%:(%(,%:%5???( :%,2$+%.(2$$&(-6&()#":(!27":(-%!%("()#":(!27":(+#!&? B2,%:E($"0C:"(%9<#0%(,&2$%(C&:(!27":("0(:"9%F6&(%& C&:)#"(*()#"(-&$(%-H-,2&$(*($"0C:"(%(9&#:%()#" C%C"9(!&$(0"2&$(!"(,&0#-2,%F6&(-%(C:&C%<%F6&(!%$ "$,&94"(&$(1&-$(C:&!#+&$.(%4-. 2!"2%$(B%9$%$?(C&:)#"(*()#"(-%$(-&+/,2%$($L($"(B%9% !&$("$+:%-<"2:&$()#%-!&(4E(C:&19"0%$.(B&:F&$%0"-I +"(B%7I$"(%(%$$&,2%F6&=("$+:%-<"2:&([(C:&19"0%? "-)#%-+&(%9<#-$(B%7"0("$B&:F&$(&#+:&$(!"2+%0 "$,&94%$(C&9/+2,%$(C:"B":J-,2%$($"3#%2$(:"92<2G"$ %,4%$(C%:%(%(B&<#"2:%?("$C%94%0(&(L!2&(+&!&$(&$ 0&!&$(!"(82!%???(1%$+%("3%9+%:(%$(921":!%!"$(2-!282!#%2$ +2C&$(!"(:%,2$0&("$)#","-!&(%$(92FG"$(!%(42$+L:2%55 "(&(928:"(%:1/+:2&5(-L$(D&8"-$(-L$(!"8"0&$(0#!%:( &(0#-!&5 8%0&$(+":(0#2+& )#"(B%7":5???
  24. 24. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 23 LUTAR CONTRA O RACISMO egundo um inquérito efectuado na União inquérito revelaram a complexidade do fenómeno S Europeia na Primavera de 1997, o racismo e a racista. Os sentimentos racistas coexistem com xenofobia atingem um nível inquietante nos Esta- fortes convicções favoráveis ao sistema democráti- dos-Membros: cerca de 33% dos inquiridos co e ao respeito pelos direitos e pelas liberdades descrevem-se abertamente como «bastante racis- fundamentais. A maioria dos inquiridos considera tas» ou «muito racistas». que a sociedade deve ser integradora e conceder igualdade de direitos a todos os cidadãos, incluin- Estas pessoas que se declaram racistas estão mais do os imigrantes e os pertencentes a grupos mino- descontentes com as suas condições de vida do ritários. que a restante população. Receiam o desemprego, sentem-se inseguras quanto ao futuro e têm pouca As opiniões dividem-se mais quando se pergunta confiança no trabalho desenvolvido pelas autorida- se todos os membros das minorias devem benefi- des públicas e pela classe política nos respectivos ciar destes direitos em todas as circunstâncias. países; além disso, há entre estas pessoas maior Muitos inquiridos estão de acordo em limitar os aceitação de esteriótipos negativos para qualificar direitos dos membros de minorias considerados os imigrantes e as minorias. parte integrante de grupos «causadores de proble- Um grande número de pessoas que afirmam ser mas», isto é, os imigrantes em situação ilegal na racistas são, na verdade, xenófobas: as «minorias» União Europeia, os autores de delitos e os desem- que são objecto de sentimentos racistas em cada pregados. país variam em função da história colonial e Os inquiridos consideram que as instituições euro- migratória do país em questão e da chegada mais peias deveriam ter um papel mais importante na ou menos recente de refugiados. Os resultados do luta contra o racismo. Grau de racismo expresso (REPARTIÇÃO POR PAÍS) EM PERCENTAGEM (NÃO RESPOSTAS EXCLUÍDAS) 100 % Pergunta: «Algumas pessoas têm a impres- são de que não são de todo racistas. Outras sentem que são muito racistas. Poderia olhar para este quadro e dizer o número em 90 % que classifica os seus próprios sentimen- tos relativamente a este assunto. Se achar que não é de todo racista, escolha 1. Se 80 % achar que é muito racista, escolha 10. As pontuações compreendidas entre 1 e 10 permitem ver em que medida se aproxima 70 % de uma ou de outra das opções». Para obter este gráfico, a categoria «nada racista» equivale ao n.° 1 na escala e as 60 % restantes categorias agrupam-se da seguinte forma: «um pouco racista» (2 e 3) 50 % «bastante racista» (4 a 6) «racista» (7 a 10) 40 % Eurobarómetro 47.1, Primavera de 1997 30 % % Muito racista (7-10 na escala) 20 % % Bastante racista (4-6) % Um pouco racista (2-3) 10 % % Nada racista (1 na escala) 0% B DK D EL E F IRL I L NL A P FIN S UK EU-15
  25. 25. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 24 A ACÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA 1977 1992 Declaração Conjunta dos Direitos Fundamentais O Comité Económico e Social aprova uma reso- assinada pelo Parlamento Europeu, Conselho e lução sobre o racismo, a xenofobia e a intolerância Comissão. religiosa. O Conselho Europeu aprova, na Cimeira de Edim- 1986 burgo, uma terceira resolução contra o racismo, O Parlamento Europeu aprova o primeiro relatório solicitando que, por toda a Europa, se tomem da sua Comissão de Inquérito sobre o Aumento do «medidas enérgicas e eficazes, tanto no domínio Fascismo e Racismo na Europa. da educação como no domínio legislativo, para combater este fenómeno». O Conselho, o Parlamento Europeu e a Comissão aprovam uma declaração conjunta contra o racis- 1993 mo e a xenofobia. O Parlamento Europeu aprova várias resoluções sobre o racismo, a xenofobia e os perigos da violência da extrema direita. 1989 A Carta Comunitária dos Direitos Sociais Funda- O Conselho Europeu aprova uma quarta decla- mentais dos Trabalhadores menciona a importân- ração, na Cimeira de Copenhaga, condenando o cia da luta contra todas as formas de discriminação racismo e a xenofobia, na qual declara ter «decidido com base no sexo, na cor, na raça, nas opiniões e intensificar os esforços para identificar e erradicar nos credos. as causas do racismo», assumindo o compromisso de «fazer o seu melhor para proteger os imigrantes, refugiados e outros das expressões e manifes- tações de racismo e intolerância». 1990 O Conselho Europeu aprova, na Cimeira de Dublim, uma resolução relativa à luta contra o 1994 racismo e a xenofobia. Por iniciativa franco-alemã, na Cimeira de Corfu, o Conselho Europeu decide constituir uma Comissão O Parlamento Europeu aprova o segundo relatório Consultiva sobre Racismo e Xenofobia, encarre- da sua comissão de inquérito apelando ao reforço gada de fazer recomendações práticas no sentido da acção à escala europeia. de promover a tolerância e a compreensão, e aceita desenvolver uma estratégia global à escala da União para combater o racismo. Também em 1991 1994, na Cimeira de Essen, o Conselho Europeu O Conselho Europeu aprova uma resolução, na solicita à Comissão «o aprofundamento dos traba- Cimeira de Maastricht, comprometendo-se a agir lhos em curso» nos diferentes domínios do ensino «com clareza e sem ambiguidade» para contrariar e da formação, da informação e dos media e no o aumento do racismo e da xenofobia. domínio da polícia e da justiça.
  26. 26. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 25 No livro branco sobre Política Social, a Comissão A Cimeira do Diálogo Social entre Representantes anuncia a sua intenção de «insistir para que sejam dos Empregadores e dos Sindicatos adopta uma incluídos no Tratado poderes específicos no domí- declaração comum que visa prevenir a discrimi- nio da luta contra a discriminação racial». nação racial e a xenofobia e promover a igualdade de tratamento no local de trabalho. Uma comunicação da Comissão Europeia sobre as políticas de imigração e de asilo dedica o último capítulo à luta contra a discriminação racial e ao 1996 modo de fazer face ao problema do racismo e da O Parlamento Europeu, o Comité Económico e xenofobia. Social e o Comité das Regiões apoiam a proposta de instituir o Ano Europeu contra o Racismo em A resolução do Parlamento Europeu relativa ao 1997. racismo e à xenofobia apela a uma directiva euro- peia destinada a reforçar as disposições existentes A comissão consultiva termina o seu estudo de na legislação dos Estados-Membros. viabilidade. O Conselho Europeu solicita a esta comissão a continuação do trabalho até que o Observatório Europeu do Racismo e da Xenofobia 1995 seja criado e dá, igualmente, luz verde para o Ano A comissão consultiva apresenta ao Conselho Europeu. Europeu, reunido em Cannes, o seu relatório final, que contém um grande número de recomendações para a acção. O Conselho Europeu solicita à 1997 comissão consultiva que prossiga os seus traba- Os Estados-Membros e o Parlamento Europeu lhos e analise, em estreita colaboração com o Con- concordam em estabelecer o Observatório Euro- selho da Europa, a viabilidade de um Observatório peu em Viena. O Observatório terá o duplo papel Europeu dos Fenómenos Racistas e Xenófobos. de catalogar e avaliar os fenómenos racistas e xenófobos e de analisar os motivos subjacentes, Duas resoluções do Parlamento Europeu sobre o elaborando propostas concretas e práticas para os racismo, a xenofobia e o anti-semitismo insistem combater. para que sejam tomadas medidas a fim de proteger a igualdade de oportunidades de emprego, inde- Os chefes de Estado e de Governo integram a pendentemente da idade, da raça, do sexo, da exi- defesa dos direitos do Homem e das liberdades stência de deficiências ou das crenças. fundamentais no novo Tratado da União Europeia concluído na Cimeira de Amsterdão. O Conselho dos Assuntos Sociais e o Conselho da Educação adoptam resoluções para combater o racismo no trabalho e nos sistemas educativos. 1998 A Comissão Europeia apresenta um plano de A Comissão Europeia submete uma proposta ao acção global de luta contra o racismo. Conselho para designar 1997 o Ano Europeu con- tra o Racismo. A Comissão salienta o papel especí- fico que este ano poderia representar como com- plemento às acções nacionais. Os principais 8%0&$(+":(0#2+& domínios identificados são: a promoção da inte- )#"(B%7":5??? gração e a abertura de vias para a integração, a promoção da igualdade de oportunidades e a redução da discriminação, a sensibilização da opi- nião pública e o combate aos preconceitos, a pre- venção de quaisquer comportamentos racistas e da violência, a vigilância e a sanção de crimes raciais, a cooperação internacional, o reforço das disposições jurídicas anti-racismo, incluindo a nível europeu.
  27. 27. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 26 O TRATADO DE AMSTERDÃO E AS CONVENÇÕES INTERNACIONAIS O Tratado de Amsterdão consulta ao Parlamento Europeu, pode tomar as medidas necessárias para combater «qualquer Título I discriminação em razão do sexo, raça, origem étni- Princípios gerais subjacentes à União ca, religião e crença, deficiência, idade ou orien- «A União funda-se nos princípios da liberdade, da tação sexual». democracia, do respeito pelos direitos do Homem e Convenção Europeia de Salvaguarda dos Direi- pelas liberdades fundamentais, bem como do Esta- tos do Homem e das Liberdades Fundamentais, do de direito», comuns a todos os Estados-Mem- 1950, artigo 14.° bros. Os direitos e liberdades consagrados nesta con- A União respeitará os direitos fundamentais garan- venção são garantidos sem discriminação em tidos pela Convenção Europeia de Salvaguarda razão do sexo, raça, cor, língua, origem, religião, dos Direitos do Homem e das Liberdades Funda- opiniões políticas ou outras, origem nacional ou mentais, assinada em Roma, em 4 de Novembro social, pertença a uma minoria étnica, propriedade, de 1950, que resultam das tradições constitucio- nascimento ou outros estatutos. nais comuns aos Estados-Membros, enquanto princípios gerais do direito comunitário. Convenção Internacional das Nações Unidas A União respeitará a identidade nacional dos Esta- relativa à eliminação de todas as formas de dos-Membros. discriminação racial, 1965, artigo 1.° A União dotar-se-á dos meios necessários para Nesta convenção, a expressão «discriminação atingir os seus objectivos e realizar com êxito as racial» refere, sem qualquer distinção, a exclusão, suas políticas. restrição ou preferência em razão da raça, cor, des- cendência, origem nacional ou étnica, que visam Não discriminação, artigo 6.°-A diminuir ou anular o reconhecimento, o benefício Sem prejuízo das demais disposições do Tratado e ou o exercício, em pé de igualdade, dos direitos do dentro dos limites das competências que este con- Homem e das liberdades fundamentais, nos domí- fere à Comunidade, o Conselho, deliberando por nios político, económico, social e cultural ou em unanimidade, sob proposta da Comissão e após qualquer outro domínio da vida pública. PORQUÊ AGIR A NÍVEL EUROPEU? Identidade europeia dentemente da pertença étnica, religiosa, nacional A luta contra o racismo não se pode separar da ou cultural. Esta condição é essencial para o identidade europeia. A necessidade de criar os fun- desenvolvimento democrático e a legitimidade dos damentos de um espírito de comunidade entre governos e instituições existentes. povos há muito separados por conflitos violentos é Nenhum Estado-Membro é poupado e nenhum parte integrante dos ideais que inspiraram os fun- grupo social e cultural tem a garantia de não se tor- dadores da Comunidade. nar um dia uma vítima do racismo (1). Democracia Respeito pelos direitos do Homem A União Europeia deve ser construída com base O respeito pelos direitos do Homem e pelas liber- numa sociedade que valorize a diferença, repre- dades fundamentais inscritos no Tratado, assim sentando as necessidades de todos os cidadãos e (1) Comunicação da Comissão Europeia sobre o racismo, xeno- reflectindo os seus interesses e valores, indepen- fobia e anti-semitismo [COM(95) 653 final].
  28. 28. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 27 como o direito à igualdade de tratamento e à au- susceptíveis de serem vitimas de actos racistas de sência de discriminação são os princípios de base se estabelecerem nos Estados-Membros da União de qualquer política comunitária. Europeia onde a protecção é insuficiente (2). Uma participação de todos os cidadãos na vida Desenvolvimento e direitos económicos e sociais social, económica e política faz parte do desenvol- O racismo e a xenofobia representam uma séria vimento europeu. No entanto, o racismo exclui e ao ameaça, não só para a estabilidade da sociedade mesmo tempo tira partido da exclusão. Quando as europeia, mas também para o bom funcionamento pessoas se sentem rejeitadas ou ameaçadas são da economia (1). mais propensas a rejeitar as outras. As economias europeias não utilizam ao máximo a A luta contra o racismo está estreitamente relacio- sua força de trabalho (1). nada com a melhoria das condições de emprego e A discriminação interfere na livre circulação de pes- as políticas de imigração e de integração relativas, soas e serviços, impedindo que as pessoas sujei- por exemplo, ao acesso ao emprego e à educação (1). tas a discriminações arranjem emprego, alojamento ou até que usem os serviços de que têm necessi- (1) Declaração Comum dos Parceiros Sociais relativa à Pre- dade (2). venção, Discriminação Racial, à Xenofobia e à Promoção da Igualdade de Tratamento no Local de Trabalho. As diferenças entre as políticas nacionais de pro- (2) Relatório da Conferência de Abertura do Ano Europeu contra o tecção contra o racismo desencorajam as pessoas Racismo, 1997. A EUROPA CONTRA O RACISMO Considerando que o racismo, a xenofobia e o Nós, abaixo assinados, comprometemo-nos: anti-semitismo se opõem aos direitos fundamentais – a reforçar a nossa acção com vista a combater o que são mencionados no direito comunitário e racismo, a xenofobia e o anti-semitismo em todos reconhecidos nas declarações e instrumentos os sectores da vida, utilizando todos os meios e internacionais e que resultam das tradições consti- recursos disponíveis; tucionais; – a cooperar para este efeito com todos os par- ceiros em questão; Considerando a presença permanente do racismo, – a introduzir, estimular e promover a divulgação da xenofobia, e do anti-semitismo em toda a Euro- das boas práticas e experiências; pa, que lança um desafio importante às nossas – a promover as medidas adequadas, incluindo sociedades e que solicita a mobilização de todos os códigos de conduta europeus e nacionais. seus parceiros para combater estes fenómenos; Nós, abaixo assinados, temos a intenção: Considerando que o Conselho e os Estados-Mem- – de participar activamente no Ano Europeu contra bros reconheceram este desafio quando proclama- o Racismo; ram 1997 o Ano Europeu contra o Racismo, – de participar activamente na mobilização euro- peia iniciada pelo Ano Europeu contra o Racismo. Nós, abaixo assinados, afirmamos: – o direito fundamental de todo o indivíduo de viver Instamos as instituições europeias, as autoridades sem assédio ou discriminação em razão da raça, públicas, as organizações privadas e os cidadãos, cor, religião, ou origem nacional ou étnica; à escala europeia, nacional e local, a contribuírem – a necessidade de construir parcerias a fim de cri- para a luta contra o racismo, a xenofobia e o ar uma união na luta contra o racismo, a xenofo- anti-semitismo, na vida quotidiana, na escola, no bia e o anti-semitismo. local de trabalho e nos meios de comunicação. Wim Kok José María Gil-Robles Gil-Delgado Jacques Santer Primeiro-Ministro dos Países Baixos Presidente do Parlamento Presidente da Comissão Presidente do Conselho em exercício Europeu Europeia
  29. 29. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 28 LANÇAR PONTES ENTRE AS CULTURAS Presentemente, um dos maiores desafios que as moldam a cultura de um grupo, que são apreendi- sociedades europeias devem enfrentar é de se das desde a mais tenra idade e que operam a nível desenvolverem integrando a multiplicidade cres- consciente e inconsciente. Assumem as formas de cente de grupos culturais. As diversas políticas estruturas de poder, de instituições e de práticas têm-se desenvolvido em torno de conceitos, valo- sociais. São estes processos que diferenciam um res e modelos considerados como norma pela cul- grupo e o tornam específico, pois dão aos indivídu- tura dominante. Resultado: ao insistir nas seme- os um sentido de pertença e proporcionam-lhes um lhanças e na homogeneidade, contribui-se para ponto de referência. reforçar o sentimento de exclusão daqueles que não estão incluídos nesta definição. As pessoas que são similares devido ao grupo a que pertencem inspiram mais facilmente confiança. O termo «cultura» é aqui utilizado no seu sentido Quanto maior é a diferença maior é a desconfiança mais lato: ultrapassa as definições étnicas ou e mais difícil a procura de um plano de entendi- nacionais, para incluir factores como o género, a mento. Isto acontece tanto na vida privada como na educação, a origem social e a religião. vida profissional. Segundo Hofstede (1), a cultura pode ser definida Lutar contra o racismo exige uma reflexão pessoal. como «a programação colectiva do espírito que Presentemente, o racismo passou de actos distingue os membros de um grupo social de manifestos a manifestações mais subtis e dissimu- outro». ladas baseadas na rejeição da diferença e implica um sistema dissimulado de exclusão que separa os Esta programação começa à nascença e pro- que fazem e os que não fazem parte do grupo. longa-se até à idade adulta. Tem lugar na família, na escola e no trabalho. Consiste numa série de (1) Hofstede, G., Cultures Consequence, 1980, Sage Publicati- valores comuns, de crenças e de atitudes que ons, Londres. &94%(%)#"9"($"-4&:(+6&(<&:!&5 !"82%(B%7":(!2"+%?(-6&(%,4%$ 0%06. 9E(2$$&(* 8":!%!"5
  30. 30. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 29 ETAPAS DA COMUNICAÇÃO INTERCULTURAL Etapa 1 Estado que consiste em ignorar as diferenças, representado por atitudes do tipo «à nossa maneira é melhor». Etapa 2 Estado de consciência da diferença atingido graças ao contacto intercultural, à comuni- cação e à observação: «os outros têm maneiras diferentes de fazer as coisas». Etapa 3 Estado de tolerância que respeita o «eles são diferentes» sem nenhum juízo de valor. Etapa 4 Estado que consiste em aceitar, valorizar e utilizar positivamente a diferença: «deixem-nos trabalhar juntos de maneira comum e enriquecedora». UMA VISTA DE OLHOS POR CERTAS DEFINIÇÕES E CONCEITOS «A Europa é uma sociedade multicultural e mul- Diferença entre racismo e preconceito: o pre- tinacional que se enriquece com esta variedade. conceito pode significar o desprezo por alguém No entanto, a constante presença do racismo na antes mesmo de saber o que quer que seja sobre nossa sociedade não pode ser ignorada. O racismo ele, mas sem ter, necessariamente, o poder de toca toda a gente. Degrada as nossas comunida- influenciar a sua vida negativamente. Quanto ao des e gera insegurança e medo.» racismo, está relacionado com o funcionamento de Pádraig Flynn, Comissário Europeu toda uma sociedade e inclui o poder de pôr os pre- conceitos racistas em acção. A maioria tem poder «A criatividade só pode ter origem na diferença.» sobre a minoria e pode, intencionalmente ou não, Yehudi Menuhin, violinista praticar actos racistas. Assim, o racismo implica ter e defensor dos direitos do Homem o poder para discriminar e prejudicar as pessoas «O racismo começa quando a diferença, real ou sob pretexto de serem diferentes.» imaginária, é usada para justificar uma agressão. Conselho da Juventude Britânico Uma agressão que assenta na incapacidade para «O racismo consiste em crer que certas pessoas compreender o outro, para aceitar as diferenças e são superiores a outras devido a pertencerem a para se empenhar no diálogo.» uma raça específica. Os racistas definem uma raça Mário Soares, antigo Presidente de Portugal como sendo um grupo de pessoas que têm a mes- ma ascendência. Diferenciam as raças com base «Preconceito: opinião desfavorável relativamente em características físicas como a cor da pele e o a uma pessoa ou um grupo formada sem conheci- aspecto do cabelo. Investigações recentes provam mento, razão ou causa. que a ‘raça’ é um conceito inventado. A noção de Poder: capacidade para fazer mover as coisas, as ‘raça’ não possui qualquer fundamento biológico. possuir e as controlar. A palavra ‘racismo’ é igualmente usada para descre-
  31. 31. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 30 ver um comportamento abusivo ou agressivo para CATEGORIZAÇÃO: fazer generalidades e dividir com os membros de uma ‘raça inferior’. O racismo as nossas experiências em categorias de modo a reveste-se de várias formas nos diversos países, facilitar a nossa maneira de gerir o mundo à nossa consoante a sua história, cultura e outros factores volta. Dividem-se e rotulam-se as pessoas e os sociais. Uma forma relativamente recente de racis- grupos. mo, por vezes denominada ‘diferenciação étnica ou ESTERIOTIPAR: quando se rotulam as pessoas, é cultural’, defende que todas as raças e culturas são tentador fazer-se uso de esteriótipos. Os esterióti- iguais, mas não se deviam misturar, de maneira a pos são juízos de valor com base em informação conservar a sua originalidade. Não existe insuficiente. Há esteriótipos positivos e negativos, nenhuma prova científica da existência de raças mas acreditar num esteriótipo negativo e exacer- diferentes. A biologia só identificou uma raça: a bá-lo pode tornar-se perigoso e pode conduzir ao... raça humana. PRECONCEITO: composto por ideias criadas num A intolerância é uma falta de respeito pelas práti- leque de emoções e, de factos insuficientes. Um cas e convicções do outro. Aparece quando alguém preconceito é frequentemente constituído sem recusa deixar outras pessoas agirem de maneira qualquer fundamento e, no entanto, é aceite sem diferente e terem opiniões diferentes. A intolerância ser posto em causa. Há por vezes contrastes entre pode conduzir ao tratamento injusto de certas pes- nós e eles. Os preconceitos podem levar a compor- soas em razão das suas convicções religiosas, tamentos hostis em presença do grupo em ques- sexualidade ou mesmo da sua maneira de vestir ou tão. As reacções seguintes derivam do preconceito: de pentear. A intolerância não aceita a diferença. EVITAR: evitar o grupo, não lhe falar, não o querer Está na base do racismo, do anti-semitismo, da encontrar. xenofobia e da discriminação em geral. Frequente- ABUSO VERBAL: falar negativamente do grupo e mente, a intolerância pode conduzir à violência. ao grupo. A igualdade é a característica do que é igual. O DISCRIMINAÇÃO: enquanto o preconceito é uma que significa que nenhuma pessoa é mais impor- atitude, a discriminação é um comportamento que tante que outra, quaisquer que sejam os seus pais despreza o grupo, o trata mal, o recompensa e a sua condição social. Naturalmente, as pessoas menos que os outros, o boicota, e até mesmo o não têm os mesmos interesses e as mesmas capa- exclui. cidades, nem estilos de vida idênticos. Consequen- ABUSO VIOLENTO: gozando, importunando, temente, a igualdade entre as pessoas significa ameaçando, assediando ou prejudicando o que todos têm os mesmos direitos e as mesmas património do grupo. oportunidades. No domínio da educação e do tra- ELIMINAÇÃO: isolando, banindo, matando, lin- balho, devem dispor de oportunidades iguais, chando, procedendo ao genocídio ou à purificação apenas dependentes dos seus esforços. A igualda- étnica.» de só se tornará uma realidade quando todos tive- CSV Media (UK) rem, em termos idênticos, acesso ao alojamento, à A caminho da igualdade, segurança social, aos direitos cívicos e à cidadania. manual para grupos de jovens O interculturalismo consiste em pensar que nós que trabalham em iniciativas antidiscriminatórias nos enriquecemos através do conhecimento de nos meios de comunicação social outras culturas e dos contactos que temos com «A imigração é um fenómeno constante ao longo elas e que desenvolvemos a nossa personalidade da história da Humanidade, que cria e enriquece as ao encontrá-las. As pessoas diferentes deveriam culturas, em vez de as ameaçar.» poder viver juntas apesar de terem culturas diferen- Russell King, Universidade de Sussex, 1991 tes. O interculturalismo é a aceitação e o respeito «Nós encontramo-nos hoje numa importante pelas diferenças. Crer no interculturalismo é crer encruzilhada, face àquilo que talvez seja a mais que se pode aprender e enriquecer através do dura batalha alguma vez travada. As crenças fun- encontro com outras culturas.» damentalistas de todo o tipo invadiram o mundo... UNIDOS para uma acção intercultural O racismo é uma invenção humana, relativamente «Existe um certo número de etapas que conduzem moderna e que, julgo eu, não é inevitável.» à discriminação activa, à violência e mesmo à puri- Professora Patricia Williams, ficação étnica e ao genocídio. conferencista, 1997
  32. 32. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 31 BIBLIOGRAFIA Uma colectânea publicada pela Comissão Europeia oferece um texto integral da maior par- te destas medidas. Intitulada As Instituições Europeias na Luta contra o Racismo: Textos Escolhidos, esta colectânea encontra-se disponível gratuitamente nas representações da Comissão Europeia em cada Estado-Membro ou na Comissão Europeia, Direcção-Geral V, Emprego, Relações Laborais e Assuntos Sociais – Documentação. Fax: (32 2) 296 23 93 Número de catálogo: CE-01-96-438-EN/FR/DE-C. ISBN 92-827-9845-3. Declaração do Conselho da União Europeia e dos representantes dos Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, de 16 de Dezembro de 1997, sobre o respeito pelas diversidades e o combate ao racismo e à xenofobia. Jornal Oficial C 1 de 3.1.1998 Declaração do Conselho da União Europeia e dos representantes dos Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, de 24 de Novembro de 1997, relativa ao combate ao racismo, à xenofobia e ao anti-semitismo no domínio da juventude. Jornal Oficial C 368 de 5.12.1997 Vers de nouvelles perspectives interculturelles Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias ISBN 92-828-1339-8 «Racismo e Xenofobia na Europa» Eurobarómetro 47.1, Primavera de 1997, Direcção-Geral V Compendium européen de bonne pratique en matière de prévention du racisme sur le lieu de travail Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias ISBN 92-828-1961-2 Plano de Acção contra o Racismo COM(1998) 183 final, de 25 de Março de 1998 "$,&94%$(C&9/+2,%$(C:"B":J-,2%$($"3#%2$ :"92<2G"$(0&!&$(!"(82!%???(1%$+%("3%9+%:(%$ 921":!%!"$(2-!282!#%2$("(&(928:"(%:1/+:2&5(-L$ D&8"-$(-L$(!"8"0&$(0#!%:(&(0#-!&5
  33. 33. Comic_PT 02.10.2001 19:00 Uhr Seite 32 Comissão Europeia «RACISTA, EU ?!» Luxemburgo: Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias 1998 — 31 p. — 21 x 29,7 cm ISBN 92-828-4023-9 A União Europeia considera que deve combater as discriminações em razão do sexo, raça, origem étnica, religião e crença, deficiência, idade ou orientação sexual. Esta brochura, dirigida aos professores e jovens, reúne um conjunto de documentos úteis para incentivar a reflexão e o debate sobre o racismo.
  34. 34. Comic_PT 02.10.2001 19:09 Uhr Seite 34 Mais informações sobre a União Europeia Na Internet, através do servidor Europa (http://europa.eu.int), há informações em todas as línguas oficiais da União Europeia. Para obter informações e publicações em língua portuguesa sobre a União Europeia, pode contactar: GABINETE DA COMISSÃO EUROPEIA GABINETE DO PARLAMENTO EUROPEU Gabinete em Portugal Gabinete em Portugal Centro Europeu Jean Monnet Centro Europeu Jean Monnet Largo Jean Monnet, 1-10.°, Largo Jean Monnet, 1-6.°, P-1200 Lisboa P-1200 Lisboa Tel. (01) 350 98 00 Tel. (01) 357 80 31-357 82 98 Existem representações ou gabinetes da Comissão Europeia e do Parlamento Europeu em todos os Estados-Membros da União Europeia. Noutros países do mundo existem delegações da Comissão Europeia. É também possível obter mais informações nas escolas, nas câmaras municipais e nas bibliotecas.
  35. 35. Comic_PT 02.10.2001 19:10 Uhr Seite 35 1 C")#"-&(<&:!&("(-"<:&5???(1&9%$5 &(!2%I%I!2%(-6&(!"8"($":(BE,295 5 )#"(2-B":-&5??? CB#%&##555 CM-11-97-576-PT-C A União Europeia considera que deve combater as discriminações em razão do sexo, raça, origem étnica, religião e crença, deficiência, idade ou orientação sexual. Esta brochura, dirigida aos professores e jovens, reúne um conjunto de documentos úteis para incentivar a reflexão e o debate sobre o racismo. PT SERVIÇO DAS PUBLICAÇÕES OFICIAIS DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

×