Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Manut Seg VôO2

1,270 views

Published on

Aeronautical accident due a incorrect maintenance.

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Manut Seg VôO2

  1. 1. Airbus A330-243, 24 Agosto 2001, Arquipélago dos Açores Vazamento de combustível, pouso com os motores parados
  2. 2. Manutenção e a segurança aeronáutica – n. 2 Flight Safety Foundation, Aviation Mechanics Bulletin, September-October 2005 00:52 DEP 46,9 Ton Combustível 05:03 Motor 1 Motor 2(dir) 110 º C 65 ºC Temp. óleo 80 PSI 150 PSI Pressão óleo 17 litros 14 litros Quantidade 05:33 Mensagem de desbalanceamento de combustível 05:59 1,0 Ton Tq.Dir. 3,2 Ton Tq.Esq. 06:13 FL390, 150 NM de Lajes, Açores, motor dir apagou 06:26 FL345, 65 NM de Lajes, Açores, motor esq apagou 06:45 Pouso a 200 kt 14 pax e 2 crew feridos leves 2 pax com ferimentos sérios na evacuação
  3. 4. -Instalação incorreta de uma linha hidráulica “ pre-modification ” e uma linha de combustível “ pos-modification ” resultou no contato das duas linhas e subseqüente fratura da linha de combustível e vazamento do combustível. -Embora a existência do SB.211-29-C625 da Rolls-Royce fosse conhecido, o mesmo não foi revisto e analisado durante ou depois da instalação da bomba hidráulica quebrando um dos elos de prevenção para o acidente. -Embora a folga entre as duas linhas fosse garantida na montagem, quando sobre pressão, a linha hidráulica que tinha uma parte flexível, voltou à posição original eliminando a folga necessária. -A tripulação não detectou o problema existente até ser emitida uma mensagem no ECAM (“ Electronic Centralized Aircraft Monitoring System ”) sobre desbalanceamento de combustível. -A tripulação não reconheceu a situação de vazamento e executou o procedimento para desbalanceamento de combustível, de memória, não lendo o mesmo. Transferiu o combustível dos tanques da asa esquerda para a asa direita, diretamente para o vazamento.
  4. 5. -A operadora ao receber o motor para ser montado não reconheceu a sua condição de não ter passado pela aplicação do SB (logo “pre-mod”). -Tanto o técnico líder como o técnico do MCC (“ Maintenance Control Center ”) tentaram acessar o SB e não conseguiram por problemas na rede. -A preocupação inicial na dificuldade em acessar o SB se reverteu para o tempo para terminar o trabalho. Havia um vôo programado e a necessidade de liberar o hangar para outro evento. -Tanto o procedimento de recebimento do motor como o procedimento de troca não identificavam as diferenças de configurações permitindo riscos para o processo. -Apesar de linhas para fluidos com partes rígidas e outras flexíveis serem bastantes usadas em aeronaves, nenhum procedimento para instalação e manuais de treinamento para a manutenção foram providenciados (principalmente em montagens de linhas flexíveis junto a linhas rígidas). -Falha da manutenção em não remover pino de travamento no gerador de O2. -A queda de energia desligou os gravadores na parte mais crítica do vôo.

×