Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Economia pib - brasil

817 views

Published on

  • Be the first to comment

Economia pib - brasil

  1. 1. ECONOMIAECONOMIA PIBPIB BRASILBRASIL
  2. 2.  2008 – IBGE2008 – IBGE  PIB – representa o total de riquezasPIB – representa o total de riquezas produzidas pelo país, o resultado doproduzidas pelo país, o resultado do trabalho da população durante o anotrabalho da população durante o ano  Referência para medir o tamanho de umaReferência para medir o tamanho de uma economiaeconomia  Agricultura, indústria e serviços, além deAgricultura, indústria e serviços, além de contabilizar os gastos do governo, dascontabilizar os gastos do governo, das empresas e das famílias, como valores deempresas e das famílias, como valores de exportação e importaçãoexportação e importação
  3. 3.  A retração da economia brasileiraA retração da economia brasileira chegou a ser a maior entre os paiseschegou a ser a maior entre os paises do BRICdo BRIC  Principal responsávelPrincipal responsável  Indústria – 2008 (-7,4%)Indústria – 2008 (-7,4%)  Agropecuária (-0,5%)Agropecuária (-0,5%)  Consumo das famílias (-1,2%)Consumo das famílias (-1,2%)
  4. 4.  20092009  Retração de 0,8%Retração de 0,8%  PIB per capitaPIB per capita  É o resultado da divisão doÉ o resultado da divisão do PProdutoroduto IInternonterno BBruto pela população do paísruto pela população do país
  5. 5. Balança ComercialBalança Comercial  Crise atinge exportações brasileirasCrise atinge exportações brasileiras  Superávit do comércio exterior diminuiuSuperávit do comércio exterior diminuiu em 2008, e neste ano as vendasem 2008, e neste ano as vendas externas do Brasil caem para todos osexternas do Brasil caem para todos os destinos, salvo a Ásiadestinos, salvo a Ásia  Desaceleração da economia globalDesaceleração da economia global  Medidas de estímulo às exportaçõesMedidas de estímulo às exportações  Estabilidade ou alta do preço dasEstabilidade ou alta do preço das commodities.commodities.
  6. 6. Mudanças de MercadoMudanças de Mercado  OMC – 2008OMC – 2008  Brasil na 22ª posiçãoBrasil na 22ª posição  Necessidade de mudança do perfilNecessidade de mudança do perfil das exportações brasileirasdas exportações brasileiras
  7. 7. A Produção da IndústriaA Produção da Indústria EncolheEncolhe  Após anos de desenvolvimentoApós anos de desenvolvimento constante, a produção industrial temconstante, a produção industrial tem retração de 13,9% nos primeiros 5retração de 13,9% nos primeiros 5 meses de 2009meses de 2009  Produção de bens de consumoProdução de bens de consumo duráveis, bens de capital e bensduráveis, bens de capital e bens intermediários.intermediários.  Menos empregoMenos emprego
  8. 8. Rumo ao InteriorRumo ao Interior  Os números mostram que o perfil doOs números mostram que o perfil do setor industrial brasileiro, nos últimossetor industrial brasileiro, nos últimos anos, tem se caracterizado pelaanos, tem se caracterizado pela desconcentração e pela distribuição dodesconcentração e pela distribuição do parque fabril nas várias regiões do país eparque fabril nas várias regiões do país e para fora das metrópoles.para fora das metrópoles.
  9. 9. FatoresFatores  Modernização das estradas, dosModernização das estradas, dos transportes e dos meios de comunicaçãotransportes e dos meios de comunicação  Crescimento da oferta de mão-de-obraCrescimento da oferta de mão-de-obra com qualificação adequada fora dascom qualificação adequada fora das capitais e da Região Sudeste, em geralcapitais e da Região Sudeste, em geral mais barato.mais barato.  Incentivos fiscaisIncentivos fiscais  Fuga de organização sindicalFuga de organização sindical
  10. 10.  Estrangulamento estrutural de algumasEstrangulamento estrutural de algumas metrópoles brasileiras, onde empresasmetrópoles brasileiras, onde empresas migram para cidades menores perto de boasmigram para cidades menores perto de boas rodoviasrodovias  Deslocamento de empresas para perto deDeslocamento de empresas para perto de fornecedores e dos mercados consumidoresfornecedores e dos mercados consumidores  Estímulos do Governo Central paraEstímulos do Governo Central para instalação de pólos de desenvolvimento,instalação de pólos de desenvolvimento, como a Zona Franca de Manauscomo a Zona Franca de Manaus
  11. 11. Mais Trens e Barcos, MenosMais Trens e Barcos, Menos CaminhõesCaminhões  A articulação e a racionalização dosA articulação e a racionalização dos meios de transporte reduzem o preçomeios de transporte reduzem o preço dos produtos no mercado interno edos produtos no mercado interno e aumentam sua competitividade noaumentam sua competitividade no mercado internacionalmercado internacional
  12. 12. Matriz de TransporteMatriz de Transporte  Transporte terrestre, composto deTransporte terrestre, composto de rodovias e ferroviasrodovias e ferrovias  Transporte hidroviário, incluindo os rios,Transporte hidroviário, incluindo os rios, navegação de cabotagem enavegação de cabotagem e transatlânticatransatlântica  Transporte por dutos ou tubulaçõesTransporte por dutos ou tubulações  Transporte aéreoTransporte aéreo
  13. 13. Equilíbrio da MatrizEquilíbrio da Matriz  As rodovias são o meio mais indicadoAs rodovias são o meio mais indicado para interligar pontos próximospara interligar pontos próximos  As ferrovias são adequadas a trajetosAs ferrovias são adequadas a trajetos médios ou longos em que hajamédios ou longos em que haja necessidade de locomoção eficiente denecessidade de locomoção eficiente de grandes volumesgrandes volumes  Nas hidrovias, gasta-se menos paraNas hidrovias, gasta-se menos para transportar milhares de toneladas detransportar milhares de toneladas de produtosprodutos
  14. 14.  Quando existe a garantia de um fluxoQuando existe a garantia de um fluxo contínuo de gás ou petróleo, dutos sãocontínuo de gás ou petróleo, dutos são um ótimo meioum ótimo meio  Os transportes aéreos são muito carosOs transportes aéreos são muito caros
  15. 15. Matriz em DesequilíbrioMatriz em Desequilíbrio  58% - rodovias58% - rodovias  ¼ - ferrovias¼ - ferrovias  13% - hidrovias13% - hidrovias  3,6% - duto-viário3,6% - duto-viário  0,4% - transporte aéreo0,4% - transporte aéreo

×