Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Análise de materialidade: definindo os temas relevantes                                             Cintia Takada         ...
O que é   materialidade?
Materialidade (Finanças/auditoria)... ... Informações que omitidas ou distorcidas,   podemafetar a decisão dos usuários   ...
Materialidade (sustentabilidade)...São aqueles temas que impactam diretamente ou    indiretamente a habilidade         da ...
Os temas materiais variam de acordo com sua relevância e            de acordo com o interesse do usuário.Diferentes usuári...
E o que a análise de materialidade tem a ver com       a estratégia do negócio?
Como nossa sociedade se organizou?
Empresas são os principaisatores   produtivos  em nossa sociedade moderna. . .
Valor : liberdade e mobilidade
Produzir valor implica emtransformações positivas...
que podem mudar quandoganham escala . . .
para transformações negativas...
Os danos da escala nos levam aquestionamentos?
Que mundo queremos conservar?
“O que nos distingue dos demais seresvivos é a nossa capacidade de refletir   e construir mundos através da             li...
„Na natureza não existe sustentabilidade    ou insustentabilidade‟. H. Maturana
Somos nós humanos que nosimportamos com o que ocorre.
Emerge um novo contexto institucional...
Propostas sobre umfazer diferente!
Qual a   proposta de valor da empresa         para as suas   partes interessadas?                                         ...
Qual a   proposta de valor da empresa         para as suas   partes interessadas?              GERAÇÕES FUTURAS           ...
+Relatórios financeiros      contábeis              Relatórios de sustentabilidade
Padrão internacional derelatório de sustentabilidade
Diretrizes do GRIPrincípios                               Conteúdo do Relatório   Conteúdo                                ...
Diretrizes do GRIPrincípios                    • Materialidade  Conteúdo                    • Inclusão dos Stakeholders   ...
Alguns exemplos de temas materiais      biodiversidade           energia     mudanças climáticas   saúde e segurança
Passo 1: Identificação de temasFonte interna      Riscos e oportunidades de curto prazo  Temas que impactam na capacidade ...
Passo 2: Priorização             Critérios   Critérios             internos    externos
Exemplo de critérios de priorizaçãoCritérios de priorização da BT Group❖ A BT tem alguma política sobre essa questão?❖ Qua...
Exemplo de tabela de priorização (teste de materialidade)                                Critérios internos      CRITÉRIOS...
Exemplo de tabela de priorização (teste de materialidade)                                Critérios externos      CRITÉRIOS...
MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes    interessadas                       Externo        Os temas no eixo externo ...
MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes    interessadas                       Externo          Os temas no eixo intern...
MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes                                                   A    interessadas           ...
Passo 3 : VALIDAÇÃO    Dica: Incorporação dos temas materiais nos processos da empresa               Aprovação dos temas p...
CASO: Matriz de materialidade Walmart / 2011
CASO: Matriz de materialidade Samarco / 2010
CASO: Matriz de materialidade Natura / 2010http://scf.natura.net/relatorios/2010/_PDF/PORT_PDF_NAVEGAVEL.pdf
CASO: Matriz de materialidade BASF/2012http://www.basf.com/group/corporate/en/sustainability/management-and-instruments/gl...
CASO: Matriz de materialidade MTR Hong Kong
http://www.mtr.com.hk/eng/sustainability/2011rpt/mant.phphttp://www.mtr.com.hk/eng/sustainability/2011rpt/mant-exce-mat.php
"Nos últimos anos tem havido uma crescente  demanda por mais informações sobre comopodemos escolher quais as questões a ab...
Matriz de materialidade Itaipu / 2011
Processo de análise da materialidadePASSO 1: IDENTIFICAÇÃO       TEMAS IDENTIFICADOS A           TEMAS EXTERNOS OU        ...
REFERENCIAS  1. The Materiality Report. Disponível em :  <http://www.accountability.org/images/content/0/8/088/The%20Mater...
CONTATO          Cintia Takada          cintia.takada@uol.com.br          Gustavo Andrade          gustavo@studiomobe.com
Materialidade sintese
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Materialidade sintese

3,722 views

Published on

Workshop Itaipu 2012 sobre matriz de materialidade, conforme recomendação da metodologia do GRI.

Published in: Business

Materialidade sintese

  1. 1. Análise de materialidade: definindo os temas relevantes Cintia Takada Itaipu Binacional 2012
  2. 2. O que é materialidade?
  3. 3. Materialidade (Finanças/auditoria)... ... Informações que omitidas ou distorcidas, podemafetar a decisão dos usuários dos relatórios financeiros
  4. 4. Materialidade (sustentabilidade)...São aqueles temas que impactam diretamente ou indiretamente a habilidade da organização de criar, preservar ou gerar valor econômico,ambiental e social para si, suas partes interessadas e a sociedade (GRI)
  5. 5. Os temas materiais variam de acordo com sua relevância e de acordo com o interesse do usuário.Diferentes usuários, diferentes necessidades e expectativas de informação
  6. 6. E o que a análise de materialidade tem a ver com a estratégia do negócio?
  7. 7. Como nossa sociedade se organizou?
  8. 8. Empresas são os principaisatores produtivos em nossa sociedade moderna. . .
  9. 9. Valor : liberdade e mobilidade
  10. 10. Produzir valor implica emtransformações positivas...
  11. 11. que podem mudar quandoganham escala . . .
  12. 12. para transformações negativas...
  13. 13. Os danos da escala nos levam aquestionamentos?
  14. 14. Que mundo queremos conservar?
  15. 15. “O que nos distingue dos demais seresvivos é a nossa capacidade de refletir e construir mundos através da linguagem”. Humberto Maturana
  16. 16. „Na natureza não existe sustentabilidade ou insustentabilidade‟. H. Maturana
  17. 17. Somos nós humanos que nosimportamos com o que ocorre.
  18. 18. Emerge um novo contexto institucional...
  19. 19. Propostas sobre umfazer diferente!
  20. 20. Qual a proposta de valor da empresa para as suas partes interessadas? CANAIS DE RECURSOS RELACIONAMENTO CHAVE PARCERIAS CLIENTES ESTRATÉGICAS PROPOSTA ATIVIDADES VALOR CLIENTE CHAVE CANAIS ENTREGA CUSTOS RECEITA PLANO DE NEGÓCIOS CANVAS
  21. 21. Qual a proposta de valor da empresa para as suas partes interessadas? GERAÇÕES FUTURAS SOCIEDADE CANAIS DE RECURSOS RELACIONAMENTO CHAVE PARCERIAS CLIENTES ESTRATÉGICAS PROPOSTA ATIVIDADES VALOR CLIENTE CHAVE CANAIS ENTREGA CUSTOS RECEITA PLANO DE NEGÓCIOS CANVAS filme
  22. 22. +Relatórios financeiros contábeis Relatórios de sustentabilidade
  23. 23. Padrão internacional derelatório de sustentabilidade
  24. 24. Diretrizes do GRIPrincípios Conteúdo do Relatório Conteúdo Formas de Gestão e Indicadores de Perfil Desempenho Qualidade Estratégia e Análise Econômico Limite Perfil Organizacional Ambiental Parâmetros Social Governança, compromissos e engajamento
  25. 25. Diretrizes do GRIPrincípios • Materialidade Conteúdo • Inclusão dos Stakeholders • Contexto da sustentabilidade • Abrangência (escopo, limite e tempo)
  26. 26. Alguns exemplos de temas materiais biodiversidade energia mudanças climáticas saúde e segurança
  27. 27. Passo 1: Identificação de temasFonte interna Riscos e oportunidades de curto prazo Temas que impactam na capacidade da empresa gerar VALOR Demandas e preocupações das partes interessadas Normas e Padrões associados a Melhores Práticas Normas sociais ou temas emergentes Fonte externa
  28. 28. Passo 2: Priorização Critérios Critérios internos externos
  29. 29. Exemplo de critérios de priorizaçãoCritérios de priorização da BT Group❖ A BT tem alguma política sobre essa questão?❖ Qual é o impacto financeiro dessa questão para a BT?❖ Há interessados ​nessa questão (stakeholders)?❖ Existe interesse da sociedade nessa questão?
  30. 30. Exemplo de tabela de priorização (teste de materialidade) Critérios internos CRITÉRIOS É relativo a leis, INTERNOS Tem implicações Implica em É uma regulamentos com TOTAL DE financeiras risco de oportunidade? relevância estratégica PONTOSTEMAS diretas? reputação? para o setor? Mudanças ClimáticasValor econômico distribuídoTrabalho infantil Proteção à BiodiversidadeEmpregos geradosSaúde e segurança no trabalho PONTO PARA RESPOSTAS SOMA SIM = 1 ALTO - 4 NÃO = 0 MÉDIO - 3 TALVEZ = 0 BAIXO – 2, 1 ou 0
  31. 31. Exemplo de tabela de priorização (teste de materialidade) Critérios externos CRITÉRIOS É considerado ponto EXTERNOS É um assunto É pelos O stakeholder crítico por TOTAL DE evidenciado na stakeholders? é estratégico? especialistas em PONTOSTEMAS mídia? sustentabilidade? Mudanças ClimáticasValor econômico distribuídoTrabalho infantil Proteção à BiodiversidadeEmpregos geradosSaúde e segurança no trabalho PONTO PARA RESPOSTAS SOMA SIM = 1 ALTO - 4 NÃO = 0 MÉDIO - 3 TALVEZ = 0 BAIXO – 2, 1 ou 0
  32. 32. MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes interessadas Externo Os temas no eixo externo são plotados a partir dos resultados de pesquisas realizadas com as partes interessadas e da avaliação com critérios externos. Interno
  33. 33. MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes interessadas Externo Os temas no eixo interno são plotados a partir dos resultados do teste de materialidade com critérios internos. Interno Impacto na capacidade de atingir objetivos estratégicos
  34. 34. MATRIZ DE MATERIALIDADEInteresse das partes A interessadas ALTO C Externo MÉDIO B BAIXO Interno Impacto na capacidade de atingir objetivos estratégicos
  35. 35. Passo 3 : VALIDAÇÃO Dica: Incorporação dos temas materiais nos processos da empresa Aprovação dos temas pela diretoria e conselho Inserção de temas no processo de planejamento / reuniões de diretoria e conselho Validação interna e externa Asseguração externa
  36. 36. CASO: Matriz de materialidade Walmart / 2011
  37. 37. CASO: Matriz de materialidade Samarco / 2010
  38. 38. CASO: Matriz de materialidade Natura / 2010http://scf.natura.net/relatorios/2010/_PDF/PORT_PDF_NAVEGAVEL.pdf
  39. 39. CASO: Matriz de materialidade BASF/2012http://www.basf.com/group/corporate/en/sustainability/management-and-instruments/global-materiality-matrix
  40. 40. CASO: Matriz de materialidade MTR Hong Kong
  41. 41. http://www.mtr.com.hk/eng/sustainability/2011rpt/mant.phphttp://www.mtr.com.hk/eng/sustainability/2011rpt/mant-exce-mat.php
  42. 42. "Nos últimos anos tem havido uma crescente demanda por mais informações sobre comopodemos escolher quais as questões a abordar em nosso relatório. Em resposta, desenvolvemos um processo de materialidade interna que se baseia nos processos da empresa em gestão de risco ecombina isso com uma avaliação rigorosa das preocupações externas. " Adriana Mazry, BP
  43. 43. Matriz de materialidade Itaipu / 2011
  44. 44. Processo de análise da materialidadePASSO 1: IDENTIFICAÇÃO TEMAS IDENTIFICADOS A TEMAS EXTERNOS OU TEMAS INCLUIDOS PELO PARTIR DE INFORMAÇÕES SUGERIDOS PELAS PARTES COORDENADOR INTERNAS INTERESSADAS LISTA DE TODOS OS TEMASPASSO 2: PRIORIZAÇÃO PRIORIZAÇÃO / TESTE DE MATERIALIDADEPASSO 3: REVISÃO LISTA DE TEMAS MATERIAIS / MATRIZ
  45. 45. REFERENCIAS 1. The Materiality Report. Disponível em : <http://www.accountability.org/images/content/0/8/088/The%20Materiali ty%20Report.pdf> 2. Global Reporting Initiative Guidelines. Disponível em : < https://www.globalreporting.org/Pages/default.aspx > 3. Business Model Generation. Disponível em: < http://www.businessmodelgeneration.com/ > 4. Fundação Brasileira para o desenvolvimento Sustentável < www.fbds.org.br>
  46. 46. CONTATO Cintia Takada cintia.takada@uol.com.br Gustavo Andrade gustavo@studiomobe.com

×