Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação tendinopatia calcarea

509 views

Published on

Tendinopatia Calcaria

Published in: Health & Medicine
  • Login to see the comments

Apresentação tendinopatia calcarea

  1. 1. Tendinopatia Calcária Dra.Cinthia Salto Laino -ft
  2. 2. Etiologia A quase totalidade das tendinopatias ocorre no manguito rotador, um conjunto de quatro músculos e tendões: 1.Supraespinal, 2.infraespinal, 3.redondo menor e 4.Subescapular Todos responsáveis pela movimentação e estabilidade da articulação glenoumeral. 90% das lesões do manguito rotador afetam o tendão supraespinal (devido a sua localização, é mais sujeito a pinçamentos e impactos, além de estar em área menos vascularizada).
  3. 3. Fatores Predisponentes Fatores mecânicos, como alterações nas estruturas musculoesqueléticas, que correspondem à articulação do cíngulo do membro superior (ombro), causadas pela presença de esporões, •forma do acrômio (curvo ou ganchoso) e •espessamento (engrossamento) do ligamento acromiclavicular; Ambientais, • envelhecimento, •uso excessivo do ombro, •tabagismo, • obesidade e •distúrbios metabólicos, como a diabetes;
  4. 4. Fatores Predisponentes  Biológicos ou intrínsecos, que incluem • áreas de hipoperfusão (baixa irrigação sanguínea) dos tendões, • processos inflamatórios e • alterações celulares dos tendões, como a desorganização da arquitetura do colágeno;  Traumáticos, • como fraturas e luxações do ombro, que podem criar lesões ou piorar as pré-existentes;  Fatores genéticos também podem levar a uma maior ou menor probabilidade de um indivíduo apresentar lesões do manguito rotador.
  5. 5. Anatomia
  6. 6. Ruptura do supraespinhoso
  7. 7. Bursite subacromial
  8. 8. Sintomas • A dor quase sempre é vaga, podendo irradiar para o braço e pescoço, e aumenta com a repetição de movimentos. Outra importante característica é a dor noturna, que fica mais intensa com a pessoa deitada, independentemente da posição.
  9. 9. Estágios de evolução • Estágio I, acomete jovens pela prática de atividade esportiva, • Estágio II , Dos 40 aos 50 anos, resultantes de fibroses de processos anteriores, • Estágio III à partir dos 50 anos de idade, cresce a incidência de rupturas parciais e totais de um ou mais tendões. Sendo o tratamento fisioterápico e medicamentoso com antiinflamatórios o mais indicado para os estágios II e III. v
  10. 10. Tratamento • O tratamento conservador é em geral aplicado quando há tendinopatia ou lesão parcial do manguito e inclui a prescrição de anti-inflamatórios, reabilitação, alongamento, fortalecimento dos estabilizadores e rotadores do ombro e correção postural. • O tratamento cirúrgico é indicado na falha do tratamento conservador dos pacientes com ruptura do manguito rotador e costuma ser realizado por meio da técnica de artroscopia, um procedimento menos invasivo e bastante eficiente. A técnica de reparo aberto (mini open) também pode ser utilizada para a correção cirúrgica da lesão”,

×