Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Educação Inclusiva  um caminho para a sustentabilidadePavilhão do Conhecimento  2 de Outubro de 2010
O QUE É A EDUCAÇÃO INCLUSIVA?A escola regular entendida como o meio mais eficaz deaprendizagem para todas as crianças incl...
A Inclusão é um remar contra a maré      Nos países do Sul como nos país do      Norte a tendência dominante é ainda      ...
CRIANÇAS SEM ACESSO À ESCOLA PRIMÁRIA            (EM MILHÕES)               DADOS GLOBAIS  1999       2004            2007...
Duas perspectivas sobre a educação inclusiva e               a sustentabilidade                       I         Favorece a...
Favorece a educação para todos porque:        Utiliza a rede de serviços existente        Constitui uma resposta de proxim...
Promove a sustentabilidade educativa ao longo davida porque:Possibilita a sua visibilidade na comunidade e facilita a exis...
Inclusão e Qualidade de Vida          A solidão é a maior deficiência“ O meu filho já saíu da escola mas não tem amigos. N...
Painel5 - A educação inclusiva como caminho para a educação sustentável para todos – Ana Maria Bénard da Costa (investigad...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Painel5 - A educação inclusiva como caminho para a educação sustentável para todos – Ana Maria Bénard da Costa (investigadora)

435 views

Published on

1ª Conferência CIDAADS

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Painel5 - A educação inclusiva como caminho para a educação sustentável para todos – Ana Maria Bénard da Costa (investigadora)

  1. 1. Educação Inclusiva um caminho para a sustentabilidadePavilhão do Conhecimento 2 de Outubro de 2010
  2. 2. O QUE É A EDUCAÇÃO INCLUSIVA?A escola regular entendida como o meio mais eficaz deaprendizagem para todas as crianças incluindo as que seconfrontam com barreiras na sua aprendizagem. (Declaração deSalamanca, 1994)Entre outras barreiras, deparam-se com:a pobreza, a falta de afecto e de cuidados, a pertença a minoriasculturais ou linguísticas, a deficiência, o género , a existência deconflitos na região/país que habitam.Centra-se no paradigma do “sistema educativo como problema” enão no paradigma do “aluno como problema”Constitui o passo inicial da inclusão ao longo da vida
  3. 3. A Inclusão é um remar contra a maré Nos países do Sul como nos país do Norte a tendência dominante é ainda a exclusão: Por um lado: a rejeição da escola e da comunidade Por outro: a opção pelas estruturas especiais
  4. 4. CRIANÇAS SEM ACESSO À ESCOLA PRIMÁRIA (EM MILHÕES) DADOS GLOBAIS 1999 2004 2007 2015 105 80 72 56 POR REGIÕES / ANOS ANOS ÁFRICA SUB- SUB- ÁSIA OCIDENTAL RESTO DO SAARIANA E DO SUL MUNDO 1999 45 39 21 2004 38 22 20 2007 30 20 22 2015 23 8 25
  5. 5. Duas perspectivas sobre a educação inclusiva e a sustentabilidade I Favorece a Educação para Todos II Promove a sustentabilidade educativa ao longo da vida
  6. 6. Favorece a educação para todos porque: Utiliza a rede de serviços existente Constitui uma resposta de proximidade Utiliza como recursos básicos os disponíveis em todas as escolas: Os alunos (através do trabalho cooperativo) Os professores (através do apoio mutuo) As famílias e as comunidades (através da interacção extra- extra-escolar)
  7. 7. Promove a sustentabilidade educativa ao longo davida porque:Possibilita a sua visibilidade na comunidade e facilita a existência deintervenções solidáriasAssegura a continuidade dos apoios dados por profissionais, quandoestes deixam de existir Permite que as interacções sociais tenham um papel relevante aolongo da vidaFavorece a existência de laços afectivosCria condições que possam dar alugar a uma participação emdiferentes ambientes e diferentes actividades
  8. 8. Inclusão e Qualidade de Vida A solidão é a maior deficiência“ O meu filho já saíu da escola mas não tem amigos. Não tem comquem falar ou com quem sair à noite”. (Um pai)“Dei-“Dei-lhe um telemóvel porque me disse que estava só. Agora disse- disse-me que já não o quer porque ninguém lhe telefona”.(Uma professora)Não serão os laços afectivos um dos maioresalicerces da sustentabilidade?

×