Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Os títulos dos jornais e a optimização da relevância
<ul><li>“ Um bom título é um pregão que desperta em nós o desejo de saber mais sobre o facto ou a ideia que a apregoa”. </...
Técnicas de titulação <ul><li>Isolar a mensagem essencial – a ideia central </li></ul><ul><li>Escolher os elementos que in...
<ul><li>Daniel Dor  –  a função comunicativa dos títulos dos jornais </li></ul><ul><li>(“ On newspaper headlines as releva...
<ul><li>Daniel Dor  considera que nem sempre os títulos são sumários: </li></ul><ul><li>Alguns títulos destacam um detalhe...
<ul><li>Sperber e Wilson –  TEORIA DA RELEVÂNCIA </li></ul><ul><li>Os processos cognitivos são gerados para atingirmos o m...
<ul><li>A quantificação do contexto e do esforço cognitivo remete para a noção de relevância </li></ul><ul><li>A relevânci...
<ul><li>Daniel Dor  –  considera que a maior dos leitores não lê para além dos títulos (apenas lê “as gordas”).   </li></u...
<ul><li>Apresentação de casos </li></ul><ul><li>1.   “John Kennedy Jr’s body found”  (título escolhido) </li></ul><ul><li>...
<ul><li>“ Caso Yasser Arafat” </li></ul><ul><li>Arafat “between life and death”  (The Jerusalem Post) </li></ul><ul><li>Ar...
<ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>ALVES, Dinis, (2003)  Foi você que pediu um bom título? , Coimbra, Quarteto.  </li>...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Os titulos dos jornais e a optimizacao da relevancia

8,498 views

Published on

Novembro de 2004

Published in: Technology, News & Politics
  • Be the first to comment

Os titulos dos jornais e a optimizacao da relevancia

  1. 1. Os títulos dos jornais e a optimização da relevância
  2. 2. <ul><li>“ Um bom título é um pregão que desperta em nós o desejo de saber mais sobre o facto ou a ideia que a apregoa”. </li></ul><ul><li>Daniel Ricardo </li></ul><ul><li>Mar de Fontcuberta – 3 objectivos dos títulos: </li></ul><ul><li>Anunciar e resumir a informação da notícia </li></ul><ul><li>Convencer do interesse daquilo que se conta </li></ul><ul><li>Serem inteligíveis por si próprios, de forma a que o leitor consiga imediatamente encontrar o facto </li></ul>
  3. 3. Técnicas de titulação <ul><li>Isolar a mensagem essencial – a ideia central </li></ul><ul><li>Escolher os elementos que incorporam o essencial da mensagem central </li></ul><ul><li>Ligar as palavras que simbolizam os elementos escolhidos ou palavras de referência </li></ul><ul><li>A questão da significação </li></ul><ul><li>Regra de ouro dos títulos – o presente </li></ul><ul><li>Diferenciação dos títulos consoante os géneros jornalísticos: entrevista, reportagem, notícias, géneros de opinião </li></ul><ul><li>MISSÃO DOS TÍTULOS interessar, atrair a atenção, impressionar, fazer pensar e falar. Em última análise, identificar a informação . </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Daniel Dor – a função comunicativa dos títulos dos jornais </li></ul><ul><li>(“ On newspaper headlines as relevance optimizers ”) </li></ul><ul><li>Speber e Wilson (1986) – definição funcional – “ os títulos de jornais são optimizadores de relevância: são desenhados para optimizar a importância das suas histórias junto dos seus leitores ” – os títulos no papel de negociador textual </li></ul><ul><li>A construção de um título bem sucedido implica um conhecimento dos leitores (crenças, expectativas…) e remete para as crenças/valores dos editores e dos jornalistas . </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Daniel Dor considera que nem sempre os títulos são sumários: </li></ul><ul><li>Alguns títulos destacam um detalhe/pormenor, outros são citações que não ilustram toda a peça </li></ul><ul><li>A noção tradicional de título (enquanto resumo) não contempla a função dos títulos nos tablóides ( Lindemann defende que estes raramente sumariam as peças, são curtos ou até mesmo informativos ) </li></ul><ul><li>Os títulos têm uma função adicional – a pragmática </li></ul><ul><li>Ianovici e Amel (1989) consideram que os títulos têm duas funções simultâneas : semântica (tendo em conta o referente – o texto) e a pragmática (tendo em conta o receptor). </li></ul><ul><li>A principal função do título é a de alertar o receptor para a natureza ou para o conteúdo do texto . </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Sperber e Wilson – TEORIA DA RELEVÂNCIA </li></ul><ul><li>Os processos cognitivos são gerados para atingirmos o máximo de cognição com o menor esforço possível. </li></ul><ul><li>A base desta teoria é a mente , que é construída com base em estereótipos, preconceitos, ideias pré-concebidas – “ ASSUMPTIONS ”. </li></ul><ul><li>Entidades proposicionais que assumimos como verdadeiras e que são baseadas na experiência perceptual de cada indivíduo. Quando surgem, são interpretadas num determinado contexto . Assim, quando surge uma nova “ assumption ”, esta é comparada ao conjunto das que compõem a memória individual. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>A quantificação do contexto e do esforço cognitivo remete para a noção de relevância </li></ul><ul><li>A relevância tem um papel muito importante no julgamento dos valores-notícia. A noticiabilidade pode mesmo ser pensada com base na noção de relevância – a função comunicativa dos títulos reside na optimização da relevância das suas estórias . </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Daniel Dor – considera que a maior dos leitores não lê para além dos títulos (apenas lê “as gordas”). </li></ul><ul><li>Logo, a maioria dos títulos falha na sua missão . De acordo com a teoria do autor, a leitura dos títulos já remete para a optimização da relevância da sua própria informação . </li></ul><ul><li>Assim, com a leitura do texto, o que se verifica é um processo gradual de redução da relevância da estória . </li></ul><ul><li>CONCLUSÃO </li></ul><ul><li>Os títulos funcionam como uma espécie de “ negociador ” entre as peças e os leitores – os títulos enquanto optimizadores de relevância e mecanismos de selecção de relevância . </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Apresentação de casos </li></ul><ul><li>1. “John Kennedy Jr’s body found” (título escolhido) </li></ul><ul><li>“ Caroline Kennedy’s body found” (alternativa) </li></ul><ul><li>“ Senator Edward Kennedy arrived at the crash site” (alternativa) </li></ul><ul><li>(jornal israelita Ma’ariv) </li></ul><ul><li>2. “Senna de saudade” </li></ul><ul><li>(Correio da Manhã – 06/05/1994) </li></ul><ul><li>3. “Judiciária procura irmão de Rangel” </li></ul><ul><li>(24 Horas – 28/11/1991) </li></ul>
  10. 10. <ul><li>“ Caso Yasser Arafat” </li></ul><ul><li>Arafat “between life and death” (The Jerusalem Post) </li></ul><ul><li>Arafat said connected to life suport (Haaretz) </li></ul><ul><li>French hospital denies reports of Arafat’s death (Palestine Chronicle) </li></ul><ul><li>Israel says no Jerusalem burial for “terrorist” Arafat (The Times) </li></ul><ul><li>Les Palestiniens tenten de s’organiser sans Arafat (Le Monde) </li></ul><ul><li>Arafat condition unchanged (Washington Post) </li></ul><ul><li>Los grupos palestinos crean una autoridad colegiada para suplir la ausencia de Arafat (El País) </li></ul><ul><li>Hospital: estado de saúde de Arafat “não se agravou” (Público) </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>ALVES, Dinis, (2003) Foi você que pediu um bom título? , Coimbra, Quarteto. </li></ul><ul><li>DOR, Daniel, (2003) On newspapers headlines as relevante optimizers , in Journal of Pragmatics 35, pp.695-721. </li></ul><ul><li>FONTCUBERTA, Mar de, (1999) A Notícia , Lisboa, Editorial Notícias. </li></ul><ul><li>RICARDO, Daniel, (2003) Ainda bem que me pergunta – Manual de Escrita Jornalística , Lisboa, Editorial de Notícias. </li></ul><ul><li>Inês Albuquerque Amaral 06.Novembro.04 </li></ul>

×