Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Brasil negros no sistema colonial

1,468 views

Published on

Brasil: Negros no sistema colonial.

Published in: Education

Brasil negros no sistema colonial

  1. 1. NEGRO NO BRASIL COLONIAL DOMINAÇÃO RESISTÊNCIA
  2. 2. “Que quadro de amarguras! É canto funeral! Que tétricas figuras! Que cena infame e vil! Tinir de ferros, estalar de açoites,Legiões de homens negros como a noite,Negras mulheres suspendendo as tetas, Magras crianças, cujas bocas pretas Regam o sangue das mães... Ontem simples, fortes, bravos, Hoje míseros escravos , Sem ar, sem luz, sem razão.” ( Navio Negreiro – Castro Alves )
  3. 3. 1. O escravismo colonialA – O tráfico:o Comercializados com mercadores muçulmanos.o Comprados de chefes tribais.o Escambo por açúcar, cachaça, armas, ouro ou bugigangas.
  4. 4. B – “Razões” do tráfico:o Altamente lucrativo na lógica mercantilista.o Índios resistiam à escravidão.o A visão de trabalho indígena era antimercantilista.o Os negros já trabalhavam com açúcar em colônias portuguesas.
  5. 5. C – Origem dos negroso Sudaneses foram para regiões de engenhos.o Da Nigéria vieram nagôs, eubás, daomenanos, fanti.Outras procedências:o Serra Leoa, Libéria, Costa do Marfim, Costa da Mina.
  6. 6. D – BantosÁreas agrícolaso Angola, Congo, Moçambique.E – Guineanos (Nigéria e Sudão)o Islamizados.o Dominavam a cultura árabe.o Ofereciam maior resistência.
  7. 7. F – Impactos iniciaiso Arrancados da África eram peças lucrativas enviadas à América.o Famílias eram desmembradas em solo africano.o Ainda na África o batismo cristão.o Perdiam suas raízes e identidade.o Tráfico – inferno em vida.
  8. 8. G – No Brasil Colonial:“Pés e mãos do senhor de engenho.”o Nos engenhos de Sol a Sol.o Serviços domésticos.o Favores sexuais.o Escravos de ganho (serviços).o Mineração e café (séc.XVIII-XIX).
  9. 9. “O homem negro não é melhor nem pior que o homem branco.A pele branca não é pior nem melhor que a vermelha ou amarela .É apenas a roupa que veste um homem, animal nascido do amor, Criado para pensar, sonhar E fazer outros homens com amor.” ( Milton Nascimento – F. Brant )
  10. 10. H - A morte em vida:o Pau, pano e pão.o Chicotes e açoites.o Urina, sal e limão nas feridas.o Gargalheira aos fugitivos.o Ferro em brasa na testa.o Máscara de Flandres.
  11. 11. I – Formas de resistência:o Suicídio.o Fugas.o Quilombos.o Banzo.o Capoeira.o Sincretismo religioso.
  12. 12. “ Quano io tava na minha tera Io chamava capitão, Chega na tera dim baranco, Io me chama Pai João... Baranco quano more, Jezucris que levou, E o pretinho quano more Foi cachaça que matô.” ( Quadrinhas populares )
  13. 13. J – Heranças culturais:Idiomao O português clássico foi alterado e “adocicado” pelos negros.Culináriao Acarajé, vatapá,feijoada, pimenta.Músicao Percussão e ritmos.
  14. 14. O português foi sendo transformado e enriquecido pelo universo cultural africano.Palavras como tetê, papá, xixi, cocô, Tonho, Chico eram ensinadas pelas amas de leite aos “sinhozinhos” brancos.O português do Brasil deve aos negros o seu jeito e características de existir.
  15. 15. Religião:Sincretismo (mistura)o Umbanda,candomblé,quimbanda.Miscigenaçãoo Negritude presente na raça.Cultura popularo Samba, Carnaval, Capoeira.o Orixás, Iemanjá, Senhor Bonfim.
  16. 16. 2. Sociedade Colonial:MiscigenaçãoÍndios – brancos – negroso Branco com negro = Mulato.o Branco com índio = Mameluco.o Negro com índio = Cafuzo. Raça Brasileira Mais tarde chegaram os italianos, alemães, suíços, árabes, japoneses, chineses, coreanos e outros fortalecendo a miscigenação do povo brasileiro

×