Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Brasil mineração séc. XVIII

3,049 views

Published on

Brasil: Mineração séc. XVIII.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Brasil mineração séc. XVIII

  1. 1. BRASIL COLONIAL MINERAÇÃO (SÉC. XVIII)
  2. 2. 1 – Introdução:o Crise no açúcar.o Crise no Mercantilismo.o Capitalismo Industrial em expansão.o A mineração dinamizou a economia colonial.
  3. 3. 2. Ouro de Aluvião:o Encontrado no leito dos rios.o Baixo nível técnico.o Esgotamento rápido.Formas de exploração:Faiscaçãoo Garimpo no leito dos rios.
  4. 4. Lavras:o Barranco ou subsolo.o Alta tecnologia.o Mão – de – obra escrava.o Baixa produtividade.o Somente com concessão.o Monopólio real.
  5. 5. 3. Administração:A – ÓrgãosIntendência das Minaso Controle, arrecadação, fiscalização.Casas de Fundiçãoo Fundir, quintar, fiscalizar.
  6. 6. B – Impostos:Quintoo 1/5 do ouro era do Rei para a Cota de 100arrobas/ano.Fintao Cobrado por estimativa para a meta de 100 arrobas/ano.
  7. 7. Capitação:o Cobrava – se 17 gr/ escravo.Derrama:o Cobrança forçada dos quintos atrasados.o Os Fiscais do Rei invadiam as casas confiscando coisas de valor até atingir 100 arrobas.
  8. 8. 4. Consequências:o Surto demográfico.o Urbanização.o Dinamizou comércio interno.o Sociedade diversificada e flexível ( mobilidade social ).o Trabalho livre.
  9. 9. o Mudança da Capital para o Rio de Janeiro em 1763.o Barroco mineiro: Aleijadinho e Mestre Valentim.o Aumentou a intervenção do Estado na economia colonial.o O ouro se esgotou, deixando a região de Minas em crise.
  10. 10. Tratado de Methuen (1703)o Portugal se obrigava a vender azeite, vinho e pescado da Inglaterra e a comprar seus tecidos, bem mais caros.o O ouro brasileiro cobria os “déficits” comerciais apoiando a Revolução Industrial inglesa.

×