Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Pressupostos dos testes de hipóteses
           paramétricos




PROFª DOUTORA CÉLIA SALES
Conteúdos
                                      2


          Testes paramétricos
              Definição
             ...
Teste de hipóteses paramétrico
                                  3

 Teste que requer dados de uma das distribuições
   q...
Pressupostos dos testes paramétricos
                    (baseados na distribuição normal)
                               ...
PASSO 1:
         Verificação da Normalidade dos Dados
                                     5
Considerar, para cada grupo ...
Teste Kolmogorov-Smirnov (K-S)
                                             6




                    Fonte: http://www.ph...
Teste Kolmogorov-Smirnov (K-S)
                                    7


  H0: A idade tem uma distribuição normal no grupo
...
Coeficiente de assimetria
                                    8

 O Teste K-S é conservador, isto é, tende a rejeitar a
 ...
Verificação do pressuposto da normalidade no
                    SPSS
                                    9

Analyse – des...
Célia Sales - UAL   10
Output do teste K-S
                                                                               11

A idade não segue u...
Normal Q-Q plots
                           12




Célia Sales - UAL
Descriptives

          sex                                               St at ist ic   St d. Error
  age     Masculino  ...
Interpretação do coeficiente de assimetria
                                         14

 Valor estandardizado (Z-score)

...
Teorema do Limite Central
                                    15

1.       Quando as amostras são grandes (n > 30), a
    ...
Teorema do Limite Central e testes paramétricos
                                   16

 Se os grupos a comparar tiverem (...
Boxplot: Há outliers?
                              17




Célia Sales - UAL
Em suma: Passo 1 - Verificação da
          normalidade de cada grupo a comparar
                                     18

...
Pressupostos dos testes paramétricos
                    (baseados na distribuição normal)
                               ...
Homogeneidade da variância
                                20



   Em testes de comparação de grupos de participantes,
 ...
Teste Levene

 Testa a hipótese nula de que a variância entre
  os grupos é igual.
 Se:

    p<α           Variâncias sã...
Teste Levene no SPSS
                                   22



      Geralmente é calculado juntamente com os testes que o...
Existe igualdade de variância na idade dos homens e das mulheres, F(1,280)=3.566, p=0.060.

Célia Sales - UAL             ...
Pressupostos dos testes paramétricos
                    (baseados na distribuição normal)
                               ...
Nível de medição da variável
                                    25

 Em teoria, apenas os dados de natureza contínua (de...
Pressupostos dos testes paramétricos
                    (baseados na distribuição normal)
                               ...
Leituras de apoio
                            27

 Field (2010), cap. 5




Célia Sales - UAL
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Testes hipot parametricos_pressupostos

15,426 views

Published on

Pressupostos de testes de hipoteses parametricos

Published in: Education, Technology, Business

Testes hipot parametricos_pressupostos

  1. 1. Pressupostos dos testes de hipóteses paramétricos PROFª DOUTORA CÉLIA SALES
  2. 2. Conteúdos 2  Testes paramétricos  Definição  Análise de pressupostos mediante o SPSS Célia Sales - UAL
  3. 3. Teste de hipóteses paramétrico 3  Teste que requer dados de uma das distribuições que é descrita pelos estatísticos (distribuição de probabilidade)  Geralmente, o termo “TESTE PARAMÉTRICO” é usado para designar “TESTE PARAMÉTRICO BASEADO NA DISTRIBUIÇÃO NORMAL” Célia Sales - UAL
  4. 4. Pressupostos dos testes paramétricos (baseados na distribuição normal) 4 Um teste paramétrico requer quatro características: 1. Distribuição de amostragem segue uma distribuição normal (“normalidade dos dados”) 2. Homogeneidade da variância 3. Nível de medição da variável de intervalo ou razão 4. Independência Célia Sales - UAL
  5. 5. PASSO 1: Verificação da Normalidade dos Dados 5 Considerar, para cada grupo a comparar: 1. Representação gráfica: dá-nos uma ideia da distribuição dos dados (Q-Q plots) 2. Teste K-S de aderência à normalidade: testa se a diferença entre a nossa distribuição e a distribuição normal é SIGNIFICATIVA 3. Coeficiente de Assimetria 4. Dimensão dos grupos a comparar: Simplifica os passos anteriores, para amostras grandes (Teorema do Limite Central) Célia Sales - UAL
  6. 6. Teste Kolmogorov-Smirnov (K-S) 6 Fonte: http://www.physics.csbsju.edu/stats/KS-test.html Célia Sales - UAL
  7. 7. Teste Kolmogorov-Smirnov (K-S) 7 H0: A idade tem uma distribuição normal no grupo dos homens H1: A idade não tem uma distribuição normal no grupo dos homens  p<α Rejeita-se H0 A idade dos homens não segue uma distribuição normal  p≥α Verifica-se o pressuposto da normalidade A idade dos homens segue uma distribuição normal Célia Sales - UAL
  8. 8. Coeficiente de assimetria 8  O Teste K-S é conservador, isto é, tende a rejeitar a hipótese nula quando ela é verdadeira (i.e., indicar que os dados não seguem uma distribuição normal, quando na realidade seguem)  Se K-S rejeitar a hipótese nula, observar também o coeficiente de assimetria, em cada grupo  A partir do quadro do “Explore”, dividir a assimetria (skweness) pelo seu Erro Padrão de Medida (SE) Célia Sales - UAL
  9. 9. Verificação do pressuposto da normalidade no SPSS 9 Analyse – descriptive statistics – explore (normality plots with tests) Vai dar-nos, para os grupos a comparar: - Boxplots - Normal Q-Q plots - Teste K-S - Quadro de estatísticas descritivas Célia Sales - UAL
  10. 10. Célia Sales - UAL 10
  11. 11. Output do teste K-S 11 A idade não segue uma distribuição A idade não segue uma distribuição normal no grupo das mulheres normal no grupo dos homens T of Normality ests a Kolmogorov-Smirnov Shapiro-Wilk sex Statistic df Sig. Statistic df Sig. age M lino ascu ,136 196 ,000 ,903 196 ,000 Feminino ,180 326 ,000 ,762 326 ,000 a. Lilliefo SignificanceCorrectio rs n A idade nos homens, D(196)=0.136, p=0.000, e a idade nas mulheres, D(326)=0.180, p=0.000, são significativamente não-normais Célia Sales - UAL
  12. 12. Normal Q-Q plots 12 Célia Sales - UAL
  13. 13. Descriptives sex St at ist ic St d. Error age Masculino Mean 24,75 ,357 95% Conf idence Lower Bound 13 24,05 Interv al f or Mean Upper Bound 25,45 5% Trimmed Mean 24,34 Median 24,00 Variance Coeficiente de 24,968 St d. Dev iation 4,997 assimetria = Minimum 18 Maximum 47 Skewness / SE Range 29 Interquart ile Range 6 Skewness 1,316 ,174 Kurt osis 2,301 ,346 1,316 / 0,174 = 7,573 Feminino Mean 22,95 ,246 95% Conf idence Lower Bound 22,47 Interv al f or Mean Upper Bound 23,44 5% Trimmed Mean 22,43 Median 22,00 Variance 19,770 St d. Dev iation 4,446 Minimum 17 Maximum 48 Range 31 Interquart ile Range 4 Skewness 2,708 ,135 Kurt osis 10,715 ,269 Célia Sales - UAL
  14. 14. Interpretação do coeficiente de assimetria 14  Valor estandardizado (Z-score) < -2 ou >2 os dados não seguem uma distribuição normal Célia Sales - UAL
  15. 15. Teorema do Limite Central 15 1. Quando as amostras são grandes (n > 30), a distribuição de tende a seguir uma distribuição normal, independentemente da forma da população de onde a amostra é retirada  Importante para verificação do pressuposto de normalidade 2. O desvio padrão da distribuição de amostragem (i.e., o Erro Padrão, SE) é igual ao desvio padrão da amostra a dividir pela raíz quadrada da dimensão da amostra (N) Célia Sales - UAL
  16. 16. Teorema do Limite Central e testes paramétricos 16  Se os grupos a comparar tiverem (cada um) n>30, podemos assumir a normalidade dos dados  Não são necessários os passos anteriormente vistos (K-S, coeficiente de assimetria)  No entanto, é indispensável observar se há outliers; se sim, a média pode não ser a melhor medida para comparar os grupos Célia Sales - UAL
  17. 17. Boxplot: Há outliers? 17 Célia Sales - UAL
  18. 18. Em suma: Passo 1 - Verificação da normalidade de cada grupo a comparar 18  Gráfico Q-Q  se os pontos se situam na linha recta, é indicativo de distribuição normal  K-S de adesão à normal  Coeficiente de assimetria  se se situar entre -2 e 2, podemos assumir que a distribuição é normal  Teorema do Limite Central  Boxplot  Se houver outliers, a média não é um bom modelo da distribuição – o teste t poderá ser desaconselhado (no caso de comparação de médias) Célia Sales - UAL
  19. 19. Pressupostos dos testes paramétricos (baseados na distribuição normal) 19 Um teste paramétrico requer quatro características: 1. Distribuição de amostragem segue uma distribuição normal 2. Homogeneidade da variância 3. Nível de medição da variável de intervalo ou razão 4. Independência Célia Sales - UAL
  20. 20. Homogeneidade da variância 20  Em testes de comparação de grupos de participantes, significa que cada amostra provém de populações com a mesma variância  A homogeneidade da variância de grupos de participantes verifica-se com o teste Levene Célia Sales - UAL
  21. 21. Teste Levene  Testa a hipótese nula de que a variância entre os grupos é igual.  Se: p<α Variâncias são significativamente diferentes – NÃO HÁ homogeneidade p≥α Há homogeneidade Para reportar: F(df1, df2) = value, Sig 21
  22. 22. Teste Levene no SPSS 22  Geralmente é calculado juntamente com os testes que o exigem (por exemplo, t-student)  Podemos calculá-lo separadamente: ANALYSE – DESCRIPTIVE STATISTICS – EXPLORE Dependent List: variável cuja média pretendemos comparar Factor List: variável de definição dos grupos a comparar Plots:  Boxplots: Factor levels together  Spread vs. Plots with Levene Test: Untransformed Célia Sales - UAL
  23. 23. Existe igualdade de variância na idade dos homens e das mulheres, F(1,280)=3.566, p=0.060. Célia Sales - UAL 23
  24. 24. Pressupostos dos testes paramétricos (baseados na distribuição normal) 24 Um teste paramétrico requer quatro características: 1. Distribuição de amostragem segue uma distribuição normal 2. Homogeneidade da variância 3. Nível de medição da variável de intervalo ou razão 4. Independência Célia Sales - UAL
  25. 25. Nível de medição da variável 25  Em teoria, apenas os dados de natureza contínua (de intervalo ou de razão) poderão seguir uma distribuição normal  EXCEPÇÃO para os dados ORDINAIS (Labowitz, 1967; 1970)  Com muitas possibilidades de resposta (5 ou mais)  A distância entre os níveis de resposta é igual entre cada nível de resposta  Escalas de Likert com 5 ou mais níveis, podem ser tratados com testes de hipótese paramétricos (escalas de quasi- intervalo) Célia Sales - UAL
  26. 26. Pressupostos dos testes paramétricos (baseados na distribuição normal) 26 Um teste paramétrico requer quatro características: 1. Distribuição de amostragem segue uma distribuição normal 2. Homogeneidade da variância 3. Nível de medição da variável de intervalo ou razão 4. Independência Célia Sales - UAL
  27. 27. Leituras de apoio 27  Field (2010), cap. 5 Célia Sales - UAL

×