Organizações que aprendem

7,279 views

Published on

  • Be the first to comment

Organizações que aprendem

  1. 1. Organizações Aprendentes Célia Carvalho [email_address]
  2. 2. Organizações Aprendentes <ul><li>EM UM NOVO AMBIENTE EMPRESARIAL, </li></ul><ul><li>AS ORGANIZAÇÕES PRECISAM BUSCAR O APRENDIZADO COMO UM MODO DE SER </li></ul><ul><li>Organizações aprendem estratégias, novos objetivos. </li></ul><ul><li>Organizações baseadas na aprendizagem como um processo contínuo de renovação e de transformação </li></ul>
  3. 3. Temas <ul><li>Tendências Contemporâneas de Gestão Organizacional </li></ul><ul><li>Sistemas de Informação </li></ul><ul><li>Gestão do Conhecimento </li></ul><ul><li>Aprendizagem e Processos Criativos </li></ul><ul><li>Empreendedorismo </li></ul><ul><li>Fundamentos Antropológicos da Cultura Brasileira </li></ul><ul><li>Cultura e Identidade nas Organizações </li></ul><ul><li>Ética e Responsabilidade Social nas Organizações </li></ul>
  4. 4. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Tendências Contemporâneas de </li></ul><ul><li>Gestão Organizacional </li></ul><ul><li>No passado... </li></ul><ul><li>Taylor e Fayol:dominação dos empregados por parte da empresa </li></ul><ul><li>Mayo:nas relações humanas dentro das organizações o fator psicológico deve ser </li></ul><ul><li>levado em consideração no trabalho em equipe e foco deve ser nas pessoas e não </li></ul><ul><li>nas tarefas. </li></ul><ul><li>A abordagem sistêmica:o processo de aprendizagem; a mediação. </li></ul><ul><li>Teoria da contingência: mudanças ambientais tanto do ambiente externo quanto </li></ul><ul><li>do ambiente interno para a evolução da organização. </li></ul><ul><li>Atualmente... </li></ul><ul><li>Cultura Organizacional </li></ul><ul><li>Gestão do Conhecimento </li></ul>
  5. 5. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Sistemas de Informação </li></ul><ul><li>“ Combinação de pessoas, facilidades, tecnologias, mídias procedimentos e controles, com as quais se pretende manter canais de comunicações relevantes, processar transações rotineiras, chamar a atenção do gerente e outras pessoas para eventos internos e externos significativos e assegurar as bases para tomadas de decisão inteligentes”. (Nash e Roberts ) </li></ul>Dados : são códigos que isoladamente não podem trazer nenhuma mensagem. Informação : é o resultado do agrupamento dos dados que formam um significado. Conhecimento: é a informação aplicada, ou seja, a informação se transformou em conhecimento quando ela foi experimentada, praticada. (Valdemar Setzer )
  6. 6. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Gestão do Conhecimento </li></ul><ul><li>Para GOMIDE (2011), a importância da gestão do conhecimento é que ela “abrange várias áreas temáticas que se inter-relacionam, como a gestão por competências, a educação corporativa e a aprendizagem organizacional, as quais contribuem para o desenvolvimento do capital intelectual da empresa, maximizando a sua inteligência competitiva.” </li></ul><ul><li>Alguns instrumentos facilitadores para a gestão do conhecimento são: </li></ul><ul><li>o clima favorável, </li></ul><ul><li>a comunicação eficaz, </li></ul><ul><li>a cooperação entre vos níveis hierárquicos, </li></ul><ul><li>o incentivo ao empreendorismo e a criatividade, </li></ul><ul><li>o compartilhamento do conhecimento e </li></ul><ul><li>a cultura de estímulo ao aprendizado. </li></ul>
  7. 7. QUESTÕES <ul><li>Como lidar com mudanças permanentes? </li></ul><ul><li>Quais as habilidades necessárias para o sucesso de todos? </li></ul><ul><li>Como os indivíduos trabalharão juntos? </li></ul><ul><li>Como promover a criatividade no trabalho? </li></ul>
  8. 8. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Aprendizagem e Processos Criativos </li></ul><ul><li>Processo de apreender algo sobre o objeto observado. </li></ul><ul><li>Afinal, o que é aprendizagem? </li></ul><ul><li>Processo; atividade; reação; situação; mudanças. Não explicadas por: </li></ul><ul><li>Tendências inatas de respostas, </li></ul><ul><li>Maturação ou estados temporários do organismo. </li></ul><ul><li>O que aprendemos? </li></ul><ul><li>Habilidades </li></ul><ul><li>Conceitos </li></ul><ul><li>Preconceitos </li></ul><ul><li>Conhecimentos </li></ul><ul><li>Comportamento </li></ul><ul><li>Preferências </li></ul><ul><li>Manias </li></ul>
  9. 9. Aprendizagem e Processos Criativos (Wardman)
  10. 10. APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL <ul><li>Uma forma das empresas se tornarem competitivas e se adaptarem às mudanças </li></ul><ul><li>Forma de organizar conhecimentos e rotinas em torno de suas atividades, cultura; </li></ul><ul><li>Forma de melhorar e desenvolver as aptidões e habilidades de indivíduos e grupos. </li></ul><ul><li>(STANO) </li></ul>
  11. 11. ORGANIZAÇÃO DE APRENDIZAGEM <ul><li>Habilitada para criar, adquirir e transferir conhecimentos; </li></ul><ul><li>Apta a modificar comportamentos face às necessidades de mudanças </li></ul><ul><li>Cria espaço para a expansão de idéias(pessoas aprendem juntas) </li></ul><ul><li>Onde as aspirações coletivas são libertadas </li></ul><ul><li>(STANO) </li></ul>
  12. 12. O aprendizado pode ser <ul><li>Aprendizado autodirigido </li></ul><ul><li>Aprendizado criativo </li></ul><ul><li>Aprendizado expressivo </li></ul><ul><li>Aprendizado de sentimentos </li></ul><ul><li>Aprendizado no fazer </li></ul><ul><li>Aprendizado contínuo </li></ul><ul><li>Aprendizado reflexivo </li></ul>
  13. 13. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Empreendedorismo: </li></ul><ul><li>o empreendedorismo é o processo de criar algo diferente e com valor, dedicando o tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as conseqüentes recompensas da satisfação econômica e pessoal (Robert Hisrich ) . </li></ul><ul><li>O empreendedorismo social é coletivo, produz bens e serviços para a comunidade, tem foco na busca de soluções para os problemas sociais e visa resgatar pessoas da situação de risco social e promovê-las. Sua medida de desempenho é o impacto social. </li></ul><ul><li>O processo de empreender </li></ul><ul><li>a) identificação e avaliação da oportunidade; </li></ul><ul><li>b) desenvolvimento do plano de negócio; </li></ul><ul><li>c) determinação dos recursos necessários; </li></ul><ul><li>d) administração da empresa. </li></ul>
  14. 14. Empreendedorismo: <ul><li>Peter Drucker: “o empreendedor maximiza oportunidades”. </li></ul><ul><li>Para ser um empreendedor é fundamental possuir três grupos de habilidades: </li></ul><ul><li>habilidades técnicas; </li></ul><ul><li>habilidades gerenciais; </li></ul><ul><li>habilidades empreendedoras. </li></ul><ul><li>Qual a sua visão? </li></ul><ul><li>Quais Seus Objetivos? </li></ul><ul><li>Quais as Suas Metas? </li></ul>
  15. 15. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Fundamentos Antropológicos da Cultura Brasileira </li></ul><ul><li>Na concepção de Tylor (1871) cultura é todo comportamento </li></ul><ul><li>aprendido, tudo que não depende de transmissão genética. </li></ul><ul><li>A partir desta primeira definição, muitas outras surgiram com base em </li></ul><ul><li>estudos e argumentos, com base em investigações históricas para se </li></ul><ul><li>concluir que “tudo o que o homem faz, aprendeu com os seus </li></ul><ul><li>Semelhantes.” </li></ul><ul><li>Através da Antropologia - que estuda o homem e a humanidade em </li></ul><ul><li>todas as suas dimensões, tenta-se explicar o conceito de cultura. </li></ul><ul><li>A tarefa de explicar a cultura, quanto a tarefa de compreender a cultura, </li></ul><ul><li>podem ser bem mais complexas porque a natureza humana ainda não foi </li></ul><ul><li>totalmente desvendada. </li></ul>
  16. 16. Fundamentos Antropológicos da Cultura Brasileira <ul><li>Segundo Ianni, a idéia de um Brasil Moderno não terminou naquelas épocas passadas e nem tampouco termina aqui no presente. O Brasil continuará a ser pensado no futuro e neste futuro será necessário repensar o passado. No pensamento brasileiro podem ser encontradas muito mais imaginações do que realidades, mas, a história seria irreconhecível sem o imaginário que acontece na mente do seu povo. </li></ul><ul><li>Falar de cultura brasileira em relação às demais culturas faz com que a pensemos como única? </li></ul><ul><li>Aspectos diversificados permeiam a identidade do Brasil. A diversidade cultural é muito grande neste país e as desigualdades sociais existentes têm a ver com as culturas dentro dele manifestadas. </li></ul>
  17. 17. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Cultura e Identidade nas Organizações </li></ul><ul><li>No senso comum: dá a idéia de inteligência, </li></ul><ul><li>sabedoria, ou seja, uma capacidade intelectual. </li></ul><ul><li>No senso científico: cultura refere – se à maneira de </li></ul><ul><li>viver de um grupo, sociedade, país ou pessoa e </li></ul><ul><li>fornece normas para os modos de comportamentos </li></ul><ul><li>na vida social. (Roberto Da Matta) </li></ul><ul><li>“ Um conjunto de valores, compartilhado entre seus membros, e que a distingue das demais organizações”. </li></ul><ul><li>Robbins </li></ul>
  18. 18. Cultura e Identidade nas Organizações <ul><li>Nas organizações, por exemplo, a cultura é elemento fundamental que descreve as normas, valores, comportamentos e práticas que são compartilhados pelas pessoas que ali estão inseridas. O ambiente organizacional precisa ser permeado pela cultura da organização para que as estratégias de negócios sejam efetivas. </li></ul>
  19. 19. Cultura e Identidade nas Organizações <ul><li>Significado de Ideologia: </li></ul><ul><li>Um conjunto de idéias, valores e normas de conduta que indicam o que os membros da sociedade devem pensar e como devem pensar, o que devem valorizar e como devem valorizar, o que devem sentir e como devem sentir, o que devem fazer e como devem fazer. </li></ul><ul><li>Sua função: Dar aos membros de uma sociedade uma explicação racional para as diferenças sociais, políticas e culturais, nega as desigualdades sociais, as diferenças, como as de classe, e de fornecer aos membros da sociedade o sentimento da identidade social. </li></ul><ul><li>A ideologia surge a partir das idéias de um grupo dominante que tem poder para transmitir estas idéias para toda a sociedade moldando a consciência de todas as classes sociais. </li></ul><ul><li>Marilena Chauí </li></ul>
  20. 20. Conceitos e principais teorias para mudança de postura nas gestões organizacionais <ul><li>Ética e Responsabilidade Social nas Organizações </li></ul><ul><li>“ Enquanto a responsabilidade social faz parte do planejamento estratégico, trata diretamente dos negócios da empresa e de como ela os conduz e é instrumento de gestão, a filantropia é apenas relação social da organização para com a comunidade.” (Instituto Ethos, 2002). </li></ul><ul><li>Com ações de RS, as organizações estão se projetando dentro do mercado cada vez mais competitivo de hoje, ganhando força e reconhecimento e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país. </li></ul>
  21. 21. Ética e Responsabilidade Social nas Organizações <ul><li>Ética: </li></ul><ul><li>Liberdade; </li></ul><ul><li>Dignidade/Responsabilidade; </li></ul><ul><li>Igualdade de Oportunidades; </li></ul><ul><li>Direitos Humanos. </li></ul><ul><li>Não há como ter responsabilidade social sem o princípio da ética. Sendo a ética um conjunto de valores que uma empresa possui e estes valores, como já dito antes, estão enraizados na cultura desta empresa de forma a serem expressos no comportamento organizacional, nas metas e estratégias de negócios, nos produtos oferecidos no mercado, nas relações internas e externas, é possível afirmar que esta organização atua com responsabilidade social, pois preza pelo bem estar coletivo. </li></ul>

×