Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estremoz poster 2018.2

182 views

Published on

New dinosaur tracksite from upper Jurassic praia do Salgado

Published in: Science
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Estremoz poster 2018.2

  1. 1. Jazida da praia do Salgado – pegadas de “galinhas com dentes”? Grupo de Paleontologia (GP) – 2018 Agrupamento Escolas Paço de Arcos (II) As aves são dinossáurios terópodes! O registo fóssil esquelético revela que a origem das aves se situa dentro da linhagem dos dinossáurios terópodes (assim as aves, do ponto de vista evolucionários, são dinossáurios), em grupos cada vez mais inclusivos: Coelurossauria, Maniraptora e Paraves. Muitas caraterísticas - penas, fúrcula, choco de ovos, talvez mesmo o voo – hoje observadas apenas nas aves – evoluíram nos antepassados terópodes das aves, nos finais do Jurássico. Crescimento rápido, esterno em forma de quilha, pigóstilo, bico, … - ausentes nas primeiras aves – surgiram durante o Cretácico. Durante esse intervalo de tempo e na evolução para os dinossáurios avianos, as dimensões diminuíram, os dígitos alongaram-se, as almofadas falangeais esbateram-se, o ângulo interdigital total (II – IV) aumentou, as garras dos dígitos II e IV alteraram a curvatura distal, e o dígito I (hallux) terá alterado a sua posição para se dirigir posteriormente – estas são caraterísticas que podem ficar preservadas nas pegadas. As primeiras pegadas a serem atribuídas a aves do Cretácico – Ignotornis, do Colorado Aquatilavipes, do Cretácico do Canadá e do Utah Investigações recentes sugerem que a atribuição de pegadas a aves Mesozóicas deve incluir todas as caraterísticas referidas e outras: . semelhanças com as pegadas de aves modernas . calcanhar mais simétrico . passo curto (relativamente ao comprimento da pegada) . elevada densidade de pegadas . marcas de alimentação (“bicadas”) Pegadas de aves associadas a marcas de bicadas – Cretácico, Canadá. Enorme densidade de pegadas de aves do Cretácico da Coreia do Sul – chegam a 600 pegadas por m2! As pegadas tridátilas da jazida da praia do Salgado apresentam algumas das caraterísticas que parecem sugerir uma origem aviana - grande divergência dos dígitos II - IV, não diferenciação das impressões de almofadas digitais, impressão com curvatura das garras terminais dos dígitos II e IV, impressões dos dígitos muito esguios, calcanhar simétrico. Mas várias caraterísticas permitem inferir que ainda estamos na presença de autores terópodes «tradicionais» - dimensões grandes, pequena densidade, não impressão do dígito I, velocidade elevada. Não sendo aves, quais são os mais prováveis produtores terópodes destas pistas? A amostra apresenta várias caraterísticas das pegadas incluídas no icnogénero Magnoavipes, originalmente, atribuído a uma grande ave Cretácica. Mais tarde, foi sugerido que estas pegadas foram produzidas por um terópode ornitomimossaurídeo, o grupo de terópodes semelhantes a avestruzes, as tais “galinhas com dentes”. Pegadas e pista Magnoavipes do Cretácico do Colorado e do Canadá. Os dois ornitomimossáurios que deixaram as pistas vermelha e azul – progressão lado a lado e a velocidade elevada. Inês Amaral, Manuel Cabrita, João Cazalta, Beatriz Lory

×