O debate em filosofia

4,848 views

Published on

regras do debate em filosofia

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,848
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O debate em filosofia

  1. 1. … na aula de Filosofia
  2. 2. <ul><li>O debate é uma situação tipicamente argumentativa em que alguém defende uma causa ou expõe as suas razões a favor duma tese sobre questões ou situações que envolvam um confronto de ideias. Um debate tem os seguintes momentos: </li></ul><ul><ul><li>Discussão da(s) tese(s); </li></ul></ul><ul><ul><li>Confronto de argumentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Assumpção de posições devidamente justificadas. </li></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>Saber ouvir e estar aberto aos argumentos dos outros; </li></ul><ul><li>Apresentar argumentos precisos e claros; </li></ul><ul><li>Justificar as posições com argumentos válidos, apoiados, sempre que possível, em provas factuais; </li></ul><ul><li>Intervir só se tiver algo a dizer, evitando argumentos já usados; </li></ul><ul><li>Aceitar como princípio que os outros podem ter razão, admitindo alterar a sua própria posição; </li></ul><ul><li>Evitar a agressividade e o ataque pessoal, aceitando que é mais importante o esclarecimento que a discussão possibilita, do que a vitória no debate. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>As regras da gramática ; </li></ul><ul><li>As regras da lógica e / ou da retórica . </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Fazer afirmações ou negações (proposições) justificadas racionalmente; </li></ul><ul><li>Não usar contradições, isto é, não defender simultaneamente uma tese e a sua negação; </li></ul><ul><li>Fazer inferências válidas, isto é, usar argumentos cuja conclusão decorra de premissas verdadeiras; </li></ul><ul><li>Usar argumentos consistentes, isto é, cuja conclusão decorra de premissas verdadeiras; </li></ul><ul><li>Respeitar as regras de construção de argumentos válidos. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Fazer afirmações credíveis ou sustentáveis; </li></ul><ul><li>Recorrer a argumentos defendidos por autoridades reconhecidas; </li></ul><ul><li>Usar uma linguagem apelativa e recorrer a figuras de estilo (metáforas, alegorias, analogias, etc.). </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Origem e Utilidade do Estado </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Qual a origem do estado? </li></ul><ul><li>Qual a função do estado? </li></ul><ul><li>O que deve o estado fazer para garantir os nossos direitos? </li></ul><ul><li>Com que legitimidade o estado impõe deveres? </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Divisão da turma em 3 grupos (os grupos são constituídos pelos alunos – de acordo com as suas preferências perantes as perspectivas a debater); </li></ul><ul><li>Cada grupo terá de ter um relator / porta voz (aquele que irá fazer uma introdução ao tema – inicialmente – e que irá relatar, em termos de síntese, o que o grupo argumentou ou demonstrou); </li></ul><ul><li>Cada grupo deverá preparar argumentos de defesa da sua teoria, procurando justificar-se perante possíveis ataques (deverá conhecer as virtualidades e as fraquezas do seu tema). </li></ul>
  10. 10. <ul><li>A sala estará em O e à frente estarão sentados a moderadora (a professora) e os relatores; </li></ul><ul><li>Deverão ser seguidas as regras que estão na página anterior; </li></ul><ul><li>Sempre que a moderadora pedir a alguém para intervir (relatores ou participantes) deverá existir imediato acordo por parte do aluno chamado. </li></ul>

×