áFrica Aspectos FíSicos

59,196 views

Published on

AFRICA - ASPECTOS FISICOS

10 Comments
20 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
59,196
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,243
Actions
Shares
0
Downloads
1,391
Comments
10
Likes
20
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

áFrica Aspectos FíSicos

  1. 1. ÁFRICA ASPECTOS FÍSICOS
  2. 3. <ul><li>África, o terceiro maior continente da Terra, ocupa, com as ilhas adjacentes, uma superfície de cerca de 30.330.000 km 2 ou 22% do total da massa terrestre. </li></ul><ul><li>A África pode ser dividida em três regiões: o planalto setentrional, os planaltos central e meridional e as montanhas do leste. Em geral, a altitude do continente aumenta de noroeste para sudeste. </li></ul>
  3. 5. PLANALTO SETENTRIONAL O Deserto do Saara é o segundo maior deserto do mundo, com uma área total de 9 065 000 km2, sendo apenas um pouco menor que a Europa (10 400 000 km2). Vivem cerca de 2,5 milhões na área do Saara, distribuídas pela Mauritânia, Marrocos, Líbia, Egipto, Mali, Níger, Argélia, Tunísia, Sudão e Chade.     O Saara divide o continente africano em duas partes, a África do Norte e a Sub-Saariana . A fronteira saariana ao sul é marcada por uma faixa semi-árida de savana chamada Sahel, e ao sul de Sahel encontra-se o Sudão.
  4. 6. Oásis no Saara
  5. 7. PLANALTOS CENTRAL E MERIDIONAL <ul><li>Os planaltos central e meridional englobam várias depressões importantes, em especial a bacia do rio Congo e o deserto de Kalahari </li></ul>Filhotes de Suricata
  6. 8. A formação do deserto é devido, principalmente, a corrente marítima fria de Benguela, que atua na costa sudoeste da África,condensando o vapor de água que vai em direção ao continente, fazendo com que as massas de ar cheguem mais secas ao mesmo
  7. 10. PRINCIPAIS MASSSAS DE AR
  8. 11. AS MONTANHAS ORIENTAIS <ul><li>Constituem a parte mais alta do continente, se prolongam desde o mar Vermelho até o rio Zambeze. A região tem uma altitude média superior a 1.500 m, embora no planalto etíope aumente gradualmente até chegar aos 3.000 m. Ao sul do planalto etíope, erguem-se vários picos vulcânicos, como o monte Kilimanjaro, o Quênia e o Elgon. Um elemento topográfico característico é o Rift Valley. A oeste, fica a cordilheira Ruwenzori. </li></ul>
  9. 12. O “Rift Valley” ou Vale da Grande Fenda é uma depressão de 6.000 quilômetros de extensão que rasga o Quênia e boa parte da África... (Burundi, Etiópia, Malauí, Quênia, Uganda...)
  10. 13. O Rift Valley , assim como o Mar Vermelho, encontra-se em uma zona de contato entre placas tectônicas. Caso essa linha de falhas se alargue, futuramente, poderá se transformar em um braço de mar.
  11. 15. É o ponto mais alto de África, com uma altitude de 5.895 m no Pico Uhuru. Este antigo vulcão, com o topo coberto de neves eternas, ergue-se no meio de uma planície de savana, oferecendo um espectáculo único. O Monte e as florestas circundantes, com uma área de 75353 ha, possuem uma fauna rica, incluindo muitas espécies ameaçadas de extinção e constituem um parque nacional que foi inscrito pela UNESCO em 1987 na lista dos locais que são Património da Humanidade.
  12. 16. HIDROGRAFIA
  13. 17. <ul><li>A hidrografia africana é formada em geral por rios de planalto, apresenta marcante diversidade de situações. Importantes rios como o Zambeze e o Orange atravessam os altos platôs da África austral desembocando no índico ou Atlântico. </li></ul><ul><li>Na África Equatorial, o Rio Congo forma a imensa bacia que sustenta a floresta Pluvial. </li></ul><ul><li>O Nilo, o mais importante dos rios africanos nasce no Lago Vitória e percorre ecossistemas cada vez mais secos, até atravessar o Saara e desembocar no Mediterrâneo. </li></ul>
  14. 18. AS MAIORES BACIAS HIDROGRÁFICAS DO MUNDO <ul><li>Bacia Amazônica, Brasil, 7.050.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Congo, Zaire, 3.690.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Mississippi, EUA, 3.328.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Rio da Prata, Brasil, 3.140.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Obi, Federação Russa, 2.975.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Nilo, Egito, 2.867.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Ienissêi, Federação Russa, 2.580.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Níger, Nigéria, 2.092.000 </li></ul><ul><li>Bacia de Amur, Federação Russa, 1.855.000 </li></ul><ul><li>Bacia do Rio Amarelo, China, 1.807.199 </li></ul>
  15. 19. Principal rio da África do Sul, o Orange, atravessa um território extremamente árido,  apresenta ao longo de seu curso grandes regiões irrigadas, criadas por barragens e canalizações.
  16. 20. A bacia do Rio Congo é a segunda maior bacia hidrográfica do mundo, drena pouco mais de 3,5 milhões de quilômetros quadrados originalmente florestados.
  17. 21. O Nilo é tão importante para o Egito que grande parte da população, cerca de 90%, se encontra estabelecida em suas margens. A capital do Egito, Cairo, está situada às margens do Nilo, essa cidade abriga aproximadamente 9,5 milhões de pessoas.
  18. 23. CLIMAS
  19. 25. CLIMA EQUATORIAL <ul><li>Parte central do continente com temperaturas que variam entre 25ºC e 30ºC e índices pluviométricos que atingem até 3.000 mm ao ano. Devido às altas taxas de umidade relativa do ar e à abundância de chuvas praticamente não existe estiagem, isso leva à proliferação de florestas equatoriais. </li></ul>
  20. 26. Restam apenas cerca de 700 gorilas das montanhas vivos no mundo. Mais da metade deles vive na região montanhosa de Virunga, uma área vulcânica que fica na fronteira entre Congo, Ruanda e Uganda.
  21. 27. CLIMA TROPICAL <ul><li>Essa característica climática predominada ao redor das áreas equatoriais, as temperaturas médias presentes oscilam entre 22ºC e 25ºC com índices pluviométricos que atingem até 1.400 mm ao ano. Nas regiões onde esse clima abrange existem duas estações bem definidas, sendo uma seca e uma chuvosa, a cobertura vegetal encontrada nesses locais é a savana. </li></ul>
  22. 28. As savanas: um tipo de formação vegetal na qual árvores de pequeno e médio porte convivem com arbustos e vegetação rasteira. As savanas africanas são bastante parecidas com os cerrados do Brasil central; entretanto elas abrigam uma fauna bastante peculiar.
  23. 29. AS FLORESTAS TROPICAIS SÃO AS MAIS ATINGIDAS PELO DESMATAMENTO <ul><li>As florestas tropicais do mundo estão sendo dizimadas a uma velocidade impressionante. Todo ano, 4 a 5 milhões de hectares são completamente destruídos. </li></ul><ul><li>Isso acontece devido a necessidades do homem em obter matéria-prima, pensando apenas no benefício imediato que isso lhes trará. </li></ul><ul><li>  Com a tecnologia moderna, nunca foi tão fácil cortar as árvores das florestas. Máquinas pesadas, como tratores e guindastes, são capazes de devastar grandes porções de floresta com muito mais eficiência do que com os antigos machados. </li></ul>O Relatório da FAO afirmou que em 2005 o continente africano foi responsável por 50% das perdas de florestas do mundo.
  24. 30. O desmatamento, acelerado após a década de 1960, reduziu significativamente a área ocupada pelas formações florestais
  25. 31. CLIMA DESÉRTICO <ul><li>Predomina em um terço de todo território africano, no qual se encontram os desertos do Saara ao norte e Namíbia e Kalahari a sudoeste. </li></ul>
  26. 32. CLIMA SUBTROPICAL <ul><li>Como o território africano está situado também no hemisfério norte o continente sofre influência do clima temperado e apresenta temperaturas mais amenas. Essa característica climática predomina no extremo norte e sul, nessas áreas as temperaturas variam entre 15ºC e 20ºC. No extremo norte até mesmo os aspectos da vegetação são diferentes do restante do continente, assim, há a formação de </li></ul><ul><li>plantas com características </li></ul><ul><li>mediterrâneas. </li></ul>
  27. 33. Obrigada! Barra de Guaratiba - RJ Professora Virginia Ribeiro Geografia

×