Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Trabalho doen+ºas sexualmente transmiss+¡veis

1,660 views

Published on

Published in: Education, Health & Medicine
  • Be the first to comment

Trabalho doen+ºas sexualmente transmiss+¡veis

  1. 1. Agrupamento Vertical de Escolas Prof. José Buisel<br />Doenças/infecções sexualmente transmissíveis <br />Trabalho realizado por:<br />Mariana Pereira n.º16<br />Patrícia Dutra n.º19<br />Rute Maximino n.º22<br />9.ºC<br />
  2. 2. o que são doenças/infecções sexualmente transmissíveis?<br />Doenças sexualmente transmissíveis (DST) ou Infecção sexualmente transmissível (IST) é a designação pela qual é conhecida uma categoria de patologias antigamente conhecidas como doenças venéreas. <br />São doenças infecciosas que se transmitem essencialmente pelo contacto sexual. O uso de preservativo tem sido considerado como a medida mais eficiente para prevenir a contaminação e impedir a sua disseminação.<br />
  3. 3. As várias doenças são:<br />
  4. 4. GONORREIA:<br /> Aparece em média duas semanas após o contágio; <br />Provoca comichão, ardor na uretra e em seguida uma secreção espessa em grande quantidade;<br />Se não tratada leva a sérias infecções internas e ao difícil tratamento;<br />70% das mulheres não demonstra sintomas. <br />
  5. 5. SÍFILIS:<br />Doença de evolução crónica, com surtos agudos;<br />Provoca feridas na pele do pénis, vagina e boca;<br />Pode cicatrizar espontaneamente e camuflar a doença que ainda está no sangue e evolui para uma sífilis secundária ou terciária com graves complicações.<br />
  6. 6. CANCRO MOLE<br />Pouco conhecida embora muito comum;<br />Provoca uma ferida dolorosa na região genital que aparece normalmente duas semanas após a relação.<br />
  7. 7. HERPES GENITAL:<br />Causado por um vírus e provoca pequenas lesões que se transformam em pequenas feridas;<br />O cuidado maior neste caso é a higiene local.<br />
  8. 8. URETRITES:<br /> São corrimentos pelo canal da uretra;<br />A contaminação muitas vezes vem de corrimento vaginal que a mulher não trata, achando normal, passando para o parceiro sexual. <br />
  9. 9. Infecção provocada pelo HPV:<br />Tem um período de aparecimento variável, desde semanas a anos;<br />É transmitida pelas relações sexuais e indirectamente pelas mãos, toalhas ou sabonetes;<br />Deve-se sempre tratar o parceira por estar ligado ao cancro do colo do útero.<br />
  10. 10. SIDA:<br />Transmitida por um vírus e sem cura até o momento;<br />É transmitida por qualquer secreção do parceiro.<br />
  11. 11. Como tratar?<br />Algumas DST são de fácil tratamento e de rápida resolução quando tratadas correctamente. Outras são de difícil tratamento ou permanecem latentes, apesar da falsa sensação de melhora.<br />As mulheres representam um grupo que deve receber especial atenção, uma vez que em diferentes casos os sintomas levam algum tempo para se tornarem perceptíveis ou confundem-se com as reacções comuns de seu organismo. Isso exige da mulher, em especial aquelas com vida sexual activa, independentemente da idade, consultas periódicas ao serviço de saúde.<br />
  12. 12. curiosidades<br />Existem pesquisas que afirmam que a contaminação de pessoas monogâmicas e não fiéis portadoras de DST tem aumentado, em resultado da contaminação ocasional do companheiro(a), que pode contrair a doença em relações extra-conjugais. Todavia, as campanhas pelo uso do preservativo nem sempre conseguem reduzir a incidência de doenças sexualmente transmissíveis. <br />
  13. 13. Conclusão:<br />Com este trabalho concluímos que existem várias doenças sexualmente transmissíveis e que todas são diferentes. <br />Concluímos também que o uso do preservativo é indispensável.<br />Gostamos muito de fazer este trabalho, pois adquirimos vários conhecimentos sobre todas as doenças em questão.<br />

×