Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A arte medieval

642 views

Published on

estudo

Published in: Education
  • Be the first to comment

A arte medieval

  1. 1. Arte Medieval
  2. 2. Estilo Românico  Este estilo surgiu no início do século XI e prolongou-se até ao século XIII em algumas regiões da Europa Ocidental. O seu nome está ligado à utilização de alguns elementos da arte romana.  Tem um caráter essencialmente religioso (igrejas e mosteiros), militar (castelos) mas também civil (Domus Municipalis de Bragança).  As igrejas serviam não só como a casa de Deus mas também como locais de convívio, abrigo e refúgio em caso de guerra.
  3. 3. Arquitetura – Principais características
  4. 4. Arquitetura – Principais características  Poucas e estreitas aberturas;  Paredes baixas e grossas;  Arco de volta perfeita;  Contrafortes exteriores;  Ideia de robustez e horizontalidade;Igreja de S. Pedro de Vilanova de Dozón, Espanha
  5. 5. Arquitetura – Principais características  Arco de volta perfeita;  Abóbada de berço; Igreja de Cedofeita, Porto
  6. 6. Arquitetura – Principais características  Arco de volta perfeita; Portal da Catedral de Saint Lazare, França  Arquivoltas;  Tímpano;  Capitel;  Fuste;  Base;
  7. 7. Escultura – Principais características  A escultura era um elemento decorativo da arquitetura encontrando-se nos capitéis, tímpanos e pórticos das entradas. Portal da Catedral de Saint Lazare, França.
  8. 8. Escultura – Principais características  É considerada uma “Bíblia de pedra” pois tem um papel educativo.  Ao contar a história bíblica em imagens esta era mais facilmente compreendida pelos fiéis analfabetos. "O Enforcamento de Judas“, capitel da Catedral de Autun, França, séc. XII.
  9. 9. Escultura – Principais características  Representação de figuras e cenas bíblicas. Um dos capitéis do claustro da Abadia de San Juan de la Peña, Espanha
  10. 10. Escultura – Principais características  Representação de monstros, demónios e motivos imaginários relativos a cenas como o Juízo Final. Estas cenas, dentro do espírito do conceito do Deus vingativo presente no Antigo Testamento, são povoadas não só por figuras bíblicas como também por uma série de criaturas monstruosas, que deverão ser vistas e não mais esquecidas, relembrando, assim, o medo do Inferno. Capitel do claustro da Catedral de Girona, Espanha. Igreja de Surgères, França.
  11. 11. Escultura – Principais características Nossa Senhora com o Menino, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa Nossa Senhora com o Menino, Museu Nacional Soares dos Reis, Porto  Revela pouca expressividade e humanização.
  12. 12. Pintura – Principais características  A pintura era, principalmente, a fresco e decorava as paredes e abóbadas das igrejas. Pintura a fresco da abobada da abside da Igreja de Santa María de Tahull, Espanha
  13. 13. Pintura – Principais características Frescos da Igreja de Saint-Savin, França  A pintura tinha, tal como a escultura, um papel educativo.  Também, tal como a escultura, era pouco expressiva.
  14. 14. Românico em Portugal Igreja de S. Tiago, Coimbra, séc. XII Arquitetura Religiosa Igreja de São Martinho de Mouros, Viseu
  15. 15. Românico em Portugal Igreja de S. Gens de Boelhe, Penafiel Igreja de S. Pedro de Rates, Póvoa de Varzim, Séc. XII
  16. 16. Românico em Portugal Igreja de São Martinho de Cedofeita, Porto, séc. XII
  17. 17. Românico em Portugal Igreja de São Pedro de Roriz, Santo Tirso, séc. XII Igreja de S. Salvador de Carrazeda de Ansiães, Trás-os-Montes, séc. XII
  18. 18. Românico em Portugal Castelo de Guimarães, séc. XI Arquitetura Militar Castelo de Pombal, Leiria, séc. XII
  19. 19. Românico em Portugal Castelo de Penedono ou do Magriço, Viseu, séc. X Torre de menagem do Castelo de Bragança, séc. XII
  20. 20. Românico em Portugal Domus Municipalis de Bragança, sécs. XII-XIII Arquitetura Civil
  21. 21.  Este estilo surgiu em França, na segunda metade do século XII. Rapidamente se espalhou por toda a Europa onde permaneceu, sensivelmente, até meados do século XV.  Relacionado com a descoberta de novas técnicas de construção, revela as rivalidades entre as cidades. Cada uma, orgulhosa da sua riqueza e do seu património, tentava construir monumentos mais importantes e ricos do que os das suas rivais.  Tem um caráter essencialmente religioso. O Estilo Gótico
  22. 22. Arquitetura – Principais características  O arco quebrado ou ogival substitui o arco de volta perfeita românico; Catedral de Reims, França, século XIII  Amplas janelas;  Ideia de verticalidade e leveza;  Paredes altas e finas;
  23. 23. Arquitetura – Principais características  Os arcobotantes, no exterior, estão unidos aos contrafortes e ajudam a suportar o peso da abóbada. Catedral de Notre Dame de Paris, França, século XIII
  24. 24. Arquitetura – Principais características Abóbada da Catedral de Reims, França  Abóbada sobre arcos cruzados em ogiva;  A abóbada descarrega o seu peso sobre pilares;  Mantém a planta de cruz latina; Pormenor da abóbada do Mosteiro de Alcobaça
  25. 25. Arquitetura – Principais características  As amplas janelas e a rosácea são cobertas de vitrais (pequenos pedaços de vidro colorido unidos entre si por juntas de chumbo);  Os vitrais, não só filtram a luminosidade exterior como dão colorido e alegria ao interior;  Os temas são religiosos mas também profanos (cenas agrícolas, vidas de reis, combates…); Catedral de Notre Dame de Paris, França, século XIII
  26. 26. Arquitetura – Principais características Catedral de Saint Chapelle, Paris, França, século XIII
  27. 27. Escultura – Principais características  A escultura gótica continua a ter uma função educativa. Tímpano da porta da Catedral de Burgos, Espanha, século XIII
  28. 28. Escultura – Principais características  A escultura ganha independência em relação à arquitetura, maior naturalismo, expressividade e humanização. Virgem com o Menino, Túmulos reais da Cartuja de Miraflores, Burgos, Espanha, século XV Virgem com o Menino, Museu Nacional de Arte Antiga, século XV
  29. 29. Pintura – Principais características  A iluminura desenvolveu-se passando a representar, também, cenas do quotidiano.
  30. 30. O Gótico em Portugal Sé Catedral de Évora
  31. 31. O Gótico em Portugal Mosteiro da Batalha, século XIV
  32. 32. O Gótico em Portugal Abóbada do convento de Jesus, Setúbal Igreja da Graça, Santarém
  33. 33. O Gótico em Portugal Sé da Guarda
  34. 34. O Gótico em Portugal Mosteiro de Alcobaça, finais do século XII
  35. 35. O Gótico em Portugal Túmulos góticos de D. Inês de Castro e de D. Pedro no mosteiro de Alcobaça, séc. XIV. Escultura tumular

×