Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Comunicado novembro 2019 Paulo Matos PSD Gavião

158 views

Published on

Comunicado novembro 2019 Paulo Matos PSD Gavião

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Comunicado novembro 2019 Paulo Matos PSD Gavião

  1. 1. Comunicado Gavião, 17 de Novembro de 2019 Caros amigos, simpatizantes e militantes do Partido Social Democrata, Remeto esta missiva, em particular aos militantes do PSD, pela obrigação moral de vos alertar para a realização de Eleições Diretas (no PSD) previstas para o dia 11 de janeiro de 2020. Constata-se um distanciamento entre os partidos tradicionais, nomeadamente os membros eleitos, e os seus eleitores/militantes, a que o PSD não é exceção, sendo que eu, Paulo Matos, membro do núcleo do PSD Gavião, e simultaneamente eleito de um órgão autárquico (Assembleia municipal de Gavião), infelizmente não consigo me colocar fora dessa responsabilidade. Porém, esta minha responsabilidade de manter o diálogo aberto com a população, que infelizmente não tenho preconizado da forma mais efetiva possivel, tem razões que vão para lá da minha vida pessoal e profissional. Efetivamente o projeto do PSD nacional nos últimos 2 anos, na minha opinião, não foi mobilizador para a minha pessoa, nem o meu/nosso contributo ao longo dos anos para a causa social democrata no concelho de Gavião, foi valorizado a nível nacional. Ora esta falta de empatia foi-se propagando por toda hierarquia do Partido Social Democrata, com os devidos efeitos nos resultados da eleições legislativas de 2019, onde o Alentejo, nomeadamente os distritos de Portalegre, Évora e Beja perderam qualquer representação Social Democrata (e antes tinha 3 deputados).
  2. 2. Por oposição, o partido socialista, tem sabido capitalizar os ativos governamentais no sentido de manter um diálogo com as populações, e em particular com seus militantes, de forma prática e estruturada, que não podemos descorar, e como tal lhe devemos dar o seu valor. Afirmo com toda a convição que o candidato a primeiro ministro nas legislativas de 2019 do partido social democrata Rui Rio, era melhor que o partido socialista e o seu candidato António Costa, sim era, de longe. Se é o presidente do PSD que queremos ter, doravante, face aos resultados eleitorais nacionais? Tenho dúvidas. Não esqueço, nem posso esquecer, que nos fogos de 2017 em Pedrogão Grande, que dista do concelho de Gavião apenas 90 km, morreram 66 pessoas e houve 254 feridos, e o PSD não foi um partido ativo no apuramento de responsabilidades políticas governamentais. Sim, a minha opinião é que pedir responsabilidades políticas ao que corre mal, é política ativa, e não é populismo. Se ser populismo é estar com a população a defendê-la, então temos de fazer a esse trabalho de sapa. Temos de defender o serviço nacional de saúde, que nem no tempo da troika (que alias o partido socialista com o seu esbanjar de dinheiro nos atirou) estava em tão precárias condições. Temos de defender uma sociedade onde a peso dos impostos e contribuições sociais na economia portuguesa está 35,4% (o mais alto desde 1995), e como tal está asfixiar as empresas e os seus trabalhadores, e para que? Para financiar o maior governo que há memória em Portugal, desde 1976, que conta com 70 membros, incluindo o primeiro ministro. Para financiar almoços, jantares, festas, e mais outras frugalidades que não servem os interesses de um Portugal com futuro, “servindo apenas para encher a barriga de uns quantos”.
  3. 3. Para fazer esta luta, precisamos de um PSD forte, não com os fracos, mas com os fortes, contra este Partido Socialista que se apodera todos os dias do Estado Português, a começar nas autarquias chegando ao aparelho do estado central. Que se ri da justiça todos os dias ao cometer ilegalidades, as quais tardam a encontrar um resolução justa. Este é o momento dos militantes do PSD, decidirem o seu futuro. Este é o momento dos militantes que queiram votar pagar as suas quotas. Da minha parte, e que não representa oficialmente o núcleo do PSD Gavião, a escolha será entre Luís Montenegro ou Miguel Pinto Luz, mas cabe a cada um decidir se quer mais do mesmo ou um caminho diferente. https://www.facebook.com/luismontenegro2020/ https://www.facebook.com/miguelpintoluz/ Um forte bem haja, Paulo José Matos

×