Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5

714 views

Published on

Aula 5 - Laboratório
Estudo de Caso: Claro Curtas
Desenhando Empreendimentos

  • Be the first to comment

GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5

  1. 1. Curso: Formação em gestão doempreendimento cultural e criativoAula 5: LaboratórioEstudo de caso: Claro CurtasDesenhando empreendimentosMinom Pinho
  2. 2. Laboratório de Design deEmpreendimentosCulturais e CriativosSustentáveis
  3. 3. Proposta do Laboratório – CONEXÃO TEORIA X PRÁTICA- gestão de empreendimentos culturais e criativos.- arranjos criativos locais;- agendas e políticas públicas nacionais, intergovernamentais eintersetoriais;- diversidade, diálogo e convivência;- redes colaborativas e co-empreendedorismo;- linguagens, instrumentos e conteúdos como meio de inovação;- gestão de patrimônio cultural e criativo;
  4. 4. Proposta do Laboratório - metodologia aplicada- 4 elementos: sentido, propósito, método, aprendizado- 7 contextos colaborativos- Desenhando empreendimentos culturais e criativos- Abordagem interdisciplinar e multidimensional:social, político, econômico e ambiental- Estudos de casos, exercícios práticos, pesquisa- Da idéia ao projeto
  5. 5. estudo de casoPLATAFORMA CLARO CURTAS- O EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO- SENTIDOS, PROPÓSITOS, MÉTODOS, APRENDIZADOS- DESENHO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO- CONTEXTOS COLABORATIVOS
  6. 6. estudo de caso: claro curtas
  7. 7. CLARO CURTAS:Sentidos, propósitos, métodos e aprendizados
  8. 8. Lan çad o e m m arço d e 2009P r e m i s s a : As novas te cnologias faze m p arte d a vid a d as p e s s oas .M i s s ã o : D e s e nvolve r e d is s e m inar iniciativas qu e u tilizam te cnologias p ara trans form ar re alid ad e s s ociais , p or m e io d e p roj tos e e d u cacionais , cu ltu rais e am b ie ntais .
  9. 9. D ir e t r iz e s :• U s o d e novas te cnologias e s olu çõe s e m m ob ilid ad e• E s tím u lo ao e m p re e nd e d oris m o• Id e ntificação d e tale ntos• R e conh e cim e nto d e id e ias e p roj tos inovad ore s e• E s tím u lo ao volu ntariad o• Açõe s d e F orm ação e Mob ilização d a S ocie d ad e
  10. 10. CLARO CURTAS - SENTIDO:Abrir espaço para que o audiovisual e as Tecnologias da Informaçãoe da Comunicação(TICs) sejam incorporados aos mais diversosambientes educativos formais e não formais, criando novaspossibilidades de aprendizado, expressão e participação social.
  11. 11. CLARO CURTAS - PROPÓSITOS:- Valorizar e difundir a criação/produção audiovisual a partir das novastecnologias em espaços de aprendizado formal e não formal;- Ampliar as possibilidades de criação/produção/experimentação audiovisual apartir das novas tecnologias, bem como estimular o aprendizado e aparticipação de jovens a partir destas novas linguagens.- Aprimorar e qualificar a expressão e a fruição audiovisual, a acessibilidade, ainclusão e a diversidade destes conteúdos no Brasil.- Fomentar a criação, produção e difusão audiovisual, de forma livre ecolaborativa, a partir da apropriação da linguagem audiovisual e das novastecnologias da comunicação e da informação pela sociedade.
  12. 12. CLARO CURTAS - PROPÓSITOS:- Explorar novas potencialidades sociais, políticas e educativas do audiovisual apartir da recente democratização do acesso aos meios de produção e difusão;-Estabelecer espaços de reflexão e troca de conhecimentos, valorizando edifundindo boas práticas e contribuindo com agendas públicas locais enacionais nas área se educação, comunicação e cultura.- Atuação em rede para dinamizar possibilidades de criação, produção, difusãoe aprendizado audiovisual em todo o Brasil.
  13. 13. CLARO CURTAS - MÉTODOS:- Proposição de Festival de vídeos de curta duração feitos a partir de celulares,cameras digitais, webcams e outros dispositivos.- Realização de atividades complementares focadas no aprendizado audiovisual:kits educativos, oficinas, seminários, palestras, exibições e difusão de conteúdos econhecimentos.- Categorias de participação e premiação voltadas a ambientes educativos formaise não formais como meio de estimular/valorizar experiências envolvendoaudiovisual/novas tecnologias em todo o país.- Mobilização de redes de parceiros para difusão dos conteúdos e propostas -abrangência nacional / parcerias regionais.
  14. 14. CLARO CURTAS - MÉTODOS:- Plataformas virtuais - site, download de materiais educativos, redes sociais ecanais de difusão.- Reconhecimento do empreendedorismo das instituições e de novos talentosaudiovisuais - Premiação, difusão e valorização dos melhores vídeos produzidos edas instituições vinculadas a eles.- Valorização da produção regional com publicação dos vídeos semifinalistas efinalistas estimulando o intercâmbio de conteúdos audiovisuais que representema diversidade cultural brasileira.- Mapeamento e ativação de redes regionais envolvendo educação, cultura enovas tecnologias.
  15. 15. CLARO CURTAS - MÉTODOS:- Oferta dos acervos temáticos e livres com os vídeos finalistas apresentando umpanorama da produção e a diversidade das expressões audiovisuais em ambienteseducativos formais e não formais.- Acessibilidade, inclusão e diversidade como premissa de todas açõesempreendidas pela plataforma CLARO CURTAS.- Envolvimento de todos os setores da sociedade.- Governança, transparência nos processos empreendidos.
  16. 16. CLARO CURTAS - APRENDIZADOS:- Comunicação dialógica e aprendizado colaborativo em rede envolvendogoverno, empresas, entidades civis e sociedade;- Governança nas tomadas de decisão - comissões internas e externas, consultorese parceiros;- Avaliação de processos e resultados para melhoria contínua das açõesempreendidas.- Sistematização e difusão dos conhecimentos e conteúdos produzidos.
  17. 17. sentidopropósito sentido propósito aprendizado método
  18. 18. C la r o C u r t a s 3 ªE d iç ã o S IT E
  19. 19. C L A R O C U R T A S : In s c r iç ã o L e i R oua ne tÁ r e a : A u d io v is u a lApresentação / Resumo / Sinopse (O que é?) O FESTIVAL NACIONAL DE CURTISSÍMA METRAGEM 4a Edição é uma iniciativa de valorização e incentivo da produção audiovisual em curtos formatos (curtas-metragens com duração entre 30 e 90 segundos). O projeto realizará festival com inscrições abertas via site para todo o Brasil e um seminário aberto ao público em São Paulo.
  20. 20. OBJETIVOS GERAIS (O que pretende)- Oferecer espaço e oportunidade para que mais pessoas explorem as possibilidades para criação de conteúdos audiovisuais;- Promover discussão e debate sobre audiovisual em ambientes educativos e culturais;- Promover debate sobre as novas tecnologias que possibilitam ações de democratização do audiovisual;- Ativar, por meio de oferta de espaços de difusão e valorização, redes audiovisuais atuantes no estado de São Paulo e demais estados brasileiros: ONGs, pontos de cultura, empreendedores independentes;- Permitir a democratização do acesso e o aperfeiçoamento técnico da criação e da produção audiovisual periférica e regional.
  21. 21. OBJETIVOS ESPECIFICOS (o que pretende)- Realização da 4a Edição do FESTIVAL NACIONAL DE CURTÍSSIMA METRAGEM, com premiação em equipamentos e barras de ouro para os vencedores da Comissão Julgadora e do Júri Popular para cada uma das quatro categorias do Festival: alunos de ensino médio, universitários, ongs e realizadores independentes.- Criação de PORTAL NA INTERNET para o recebimento das inscrições do festival, articulação de parceiros em rede e disponibilização gratuita deconteúdo audiovisual.- Realização de seminário de encerramento do projeto para 150 pessoas, dividido em 2 dias e aberto ao público, que pretende ser espaço de difusão de idéias e tendências das áreas do audiovisual e das mídias móveis.
  22. 22. ETAPASETAPA I – 2 MESES – Jan/ Fev 2012- Contratação de equipe;- Elaboração de termos e contratos;- Definição de jurados;- Pesquisa de mapeamento organizações sociais para estabelecer parceria (ongs, pontos de cultura, centros de formação, produtores culturais, associações, etc)- FESTIVAL – Definições: tema, criação de regulamento e metodologia;- FESTIVAL / PORTAL: Elaboração sistema digital de inscrição/seleção de curtas;- PORTAL – Desenho programação visual PORTAL - projeto do portal (produção de textos, produção de conteúdo, ilustrações, designer)- Elaboração de programação visual - logo, banners, selo, portal.- Alinhamento Assessoria de imprensa e lançamento do FESTIVAL
  23. 23. ETAPA II – 4 MESES - Março/Abril/Maio/Junho 2012- Abertura das inscrições- Acompanhamento de inscrições, atendimento via fale conosco do site, atendimentoao usuário.- Reforço da divulgação em REDES DE PARCEIROS EM AUDIOVISUAL - boletinsinformativos digitais, divulgação do portal/plataforma- Curadoria de Seminário (formato evento, convite de palestrantes, envio de convites)- Definição do local de Seminário e premiação SP FESTIVAL- Encerramento das Inscrições - Junho 2012
  24. 24. ETAPA III – 2 MESES - Julho/Agosto 2012SEMINÁRIO: - Produção seminário em São Paulo - translado de passagem e hospedagem jurados efinalistas, mestre de cerimônia, execução de mesas de debates/exibição de finalistas,cenografia, RP, Mailings, convites, equipamentos, receptivo do evento, etc.FESTIVAL:- Processo de Pré-Seleção- Divulgação dos semifinalistas- Finalização e tratamento vídeos finalistas inserção de acessibilidade (libras eaudiodescrição)- Processo de Seleção Final (vencedores por categoria)- Realização do evento final seminário / premiação
  25. 25. ETAPA IV – 2 MESES - Setembro/Outubro 2012Elaboração de relatório finalPrestação de contasEnvio ao MINC
  26. 26. EXERCICIO EXTRA-CLASSE 1 - PRAZO DE ENVIO 27/03DESENHANDO OS EMPREENDIMENTOS EM GRUPO• Quem faz? [proponentes/histórico]• O que é? [apresentação]• O que pretende? [objetivo geral / objetivos específicos]• Por que é importante? [justificativa• Para quem? [público direto e indireto]• O que apresenta? [programação]• Quem apresenta? [atores, artistas, gestores, parceiros, etc]• Como se estrutura? [formato]• Onde? [abrangência]• Etapas? [cronograma]• Parceiros? [mapeamento / plano de parceria]
  27. 27. DICASNÃO DUVIDEM, EXERCITEM....ENERGIA NISTO E BOA SORTE!!!MINOM

×