TOP DE MARKETING ADVB 2009




   SPORT CLUB INTERNACIONAL
O MOVIMENTO ESTRATÉGICO DE 2007 A 2009 DE UM
         CLUBE CAM...
2




1. APRESENTAÇÃO GERAL DA EMPRESA




         O Sport Club Internacional é um clube de futebol fundado no dia 4 de a...
3



década foi coroado com mais uma grande vitória. Em 1979 o Sport Club Internacional
conquistou o Tri Campeonato Brasil...
4




       O ano de 2008, em sua pré-temporada, o clube disputou a Dubai Cup, junto a grandes
clubes europeus, como o Aj...
5




2. CENÁRIO COMPETITIVO



       O esporte mundial tem sido encarado como uma indústria crescente que movimenta
cerc...
6



       Os torcedores são o mercado consumidor que têm relação comercial via bilheteria ou
merchandising diretamente c...
7



       CENÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO


       O esporte como indústria nem sempre apresenta números confiáveis, porém...
8



de interação com o ambiente competitivo, são desenvolvidas em torno das oportunidades e
sem uma orientação definida, ...
9



ocasionou a saída parcial da empresa da gestão do clube, e com isso as grandes estrelas. Mais
uma vez a empresa saiu ...
10




           Média de Público Anual nos Estádios Brasileiros

  25.000


  20.000


  15.000


  10.000


   5.000


...
11



gerada pelas cotas de televisionamento para cada time é muito diferente e importante para os
investimentos por parte...
12



equilíbrio de contas e atletas nas categorias de base. Os passos dados perante o cenário
apresentado foram essenciai...
13



       Com ações práticas de administração, o Clube providenciou medidas de ajustes de
contas, contratos e o regate ...
14



              Aumentar receita de locações em 200%
              Conquistar prêmios em gestão e/ou ações e campanh...
15



1% da população gaúcha, de cada cidade do interior e Grande Porto alegre, se tornasse
associada ao quadro social do ...
16



       Mas os grandes resultados que eram esperados para 2009, ano do centenário do Clube,
chegaram antes: Campeão d...
17




3. ANÁLISE PFOA (SWOT)




       O planejamento estratégico do Clube foi realizado com a visão de alcançar, no ano...
18




MATRIZ SWOT ANO 2007 – CLUBE CAMPEÃO DO MUNDO
           POTENCIALIDADES                                 FRAGILIDAD...
19




4. OBJETIVOS DE MARKETING




       Os objetivos aqui destacados foram formatados em 2007, com um Inter diferente,...
20



 Projeto Fidelização de Sócios
   Revista do Inter e Jornal do Jogo
   Dia da Troca
   Rede Colorada de Desconto
...
21




5. ESTRATÉGIAS DE MARKETING




       Avaliando como prioridade o crescimento, em um cenário pós-título mundial, o...
22




       Posicionamento Estratégico de Branding




       Com os projetos e serviços inovadores, com foco em aumenta...
23



       Regra de 3 – Estratégia de Branding para a Comercialização de Produtos do
Sport Club Internacional




      ...
24



       Mote do Centenário Colorado




       Diversas ações foram estabelecidas para proporcionar o entendimento do...
25




6. PLANO DE AÇÃO




       Conforme abordado no planejamento realizado a partir de 2007, para as ações a serem
rea...
26



       Com estas conquistas, o Sport Club Internacional, através de sua área de Marketing,
reformulou as suas metas,...
27



       A Festa Colorada no Gigantinho




       PROJETO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA MARCA


       Através do projeto...
28



       Outra ação em destaque deste projeto é o Projeto Gigante para Sempre!, que
estabeleceu um novo patamar para o...
29




       Estas e outras ações fazem com que o Sport Club Internacional fortaleça uma posição
estratégica de branding,...
30



envolvem crianças de 7 a 12 anos proporcionam a possibilidade de os alunos conhecerem as
dependências do clube. Hoje...
31



         PROJETO DE NOVOS PRODUTOS E SERVIÇOS INOVADORES


         Após a conquista do mundial, o Sport Club Intern...
32




          A partir daí se implantou a linha Inter Red, uma linha para atingir o público jovem. O
Sport Club Interna...
33



       Com a conquista de grandes títulos, foi necessário entregar aos torcedores a lembrança
valiosa destes momento...
34




       Rede de distribuição:


       Realizado um mapeamento do mercado, considerando lojas em operação
regulament...
35




       PROJETOS DE FIDELIZAÇÃO:


       Além de conquistar novos sócios a cada dia, o Sport Club Internacional, re...
36



       A Rede Colorada de Descontos ganhou um enorme destaque em virtude do atual
número de sócios do Clube, proporc...
37




VISÃO DE AÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CENTENÁRIO


       Através da ação de internacionalização da Marca, o Clube ab...
38



       Uma nova modalidade de sócios foi lançada, o Sócio Campeão do Mundo, onde o
valor da mensalidade era de R$ 20...
39




       No mês de junho deste ano, o Sport Club Internacional, chegou à marca de 100 mil
sócios e se consolidou como...
40




       Bem, as comemorações não pararam por aqui e conforme estabelecido na estratégia,
foi desenvolvido um calendá...
41



                         Cerimônias e jantares oficiais em mais de 100 consulados colorados
                        ...
42




       A Marcha dos 100 anos, um dos grandes destaques do calendário, contou com a
participação de milhares de torc...
43




        Esta atividade levou diversas pessoas ao Gigante da Beira-Rio, onde lá foi realizado
um show com a banda At...
44




      A Casa da Moeda do Brasil homenageou os 100 anos do Internacional com o
lançamento das Medalhas em ouro, prat...
45




          Reprodução da parte frontal medalha em homenagem ao Centenário do Inter




                             ...
46




       O Portal do Centenário, local inovador, onde os Colorados de todo o mundo poderam
postar a sua comemoração e...
47



camiseta comemorativa (terceiro uniforme) ao centenário em dourado e a caixa com produtos
para colecionadores.
48




7. RESULTADOS OBTIDOS




       O aproveitamento da estratégia com a utilização de ferramentas de marketing,
alinh...
49



       Com uma campanha alinhada a estratégia de gestão, o crescente número de sócios,
proporciona uma receita de 22...
50



           Acompanhando o crescimento do faturamento com produtos levam a marca do Sport
Club Internacional, também ...
51




       A estratégia e a visão de gerenciamento, também proporcionam ações. Uma das visões
está no aproveitamento de...
52




   EVOLUÇÃO DA RECEITA COM TELEVISIONAMENTO EM R$/MIL
  35.000.000
                                                ...
53




8. VALIDAÇÃO PELA EMPRESA




       O Sport Club Internacional merece ser agraciado com a premiação do Top de
Mark...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Inter Cópia

4,131 views

Published on

Published in: Sports, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,131
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
106
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Inter Cópia

  1. 1. TOP DE MARKETING ADVB 2009 SPORT CLUB INTERNACIONAL O MOVIMENTO ESTRATÉGICO DE 2007 A 2009 DE UM CLUBE CAMPEÃO DE TUDO! Um Clube Gigante: O Centenário de Todo Mundo Vitorio Piffero, Jorge Avancini, Lucas Butier e Rafael Saling PORTO ALEGRE OUTUBRO DE 2009
  2. 2. 2 1. APRESENTAÇÃO GERAL DA EMPRESA O Sport Club Internacional é um clube de futebol fundado no dia 4 de abril de 1909 pelos jovens irmãos Henrique, José e Luis Poppe. O Clube, desde o alvorecer de sua história, ficou identificado com o “Clube do Povo”, em virtude de aceitar aqueles que queriam ver e jogar o bom futebol. O primeiro grande destaque foi a década de quarenta com um time apelidado de “Rolo Compressor” onde pôde conquistar diversos títulos estaduais. Os anos cinquenta marcaram o início do crescimento para o Internacional. O Estádio dos Eucaliptos, antigo estádio do Clube, foi restaurado para receber os jogos da Copa do Mundo que foi realizada no Brasil. Ainda nos anos cinqüenta, nos Jogos Pan-Americanos do México, o Brasil conquistou o título com uma equipe formada basicamente por jogadores do Internacional. Nos anos 60, o Estádio dos Eucaliptos ficou pequeno para a torcida colorada e era necessária a construção de um novo estádio. Os torcedores foram os grandes responsáveis pela construção do novo estádio, doando tijolos, cimentos e barras de ferro. No dia nove de abril de 1969 era inaugurado o Gigante da Beira-Rio, que foi palco das maiores conquistas do clube. Os anos 70 foram inesquecíveis para a história do Sport Club Internacional. No ano de 1975, após vencer o Cruzeiro, o Inter se tornava Campeão Brasileiro pela primeira vez. Em 1976, o clube manteve seus jogadores e conquistou pela segunda vez o Campeonato Brasileiro, com uma campanha fantástica: 19 vitórias, um empate e 3 derrotas. O final da
  3. 3. 3 década foi coroado com mais uma grande vitória. Em 1979 o Sport Club Internacional conquistou o Tri Campeonato Brasileiro de forma invicta, feito nunca igualado neste país. Após conquistar o Brasil, os anos oitenta foram responsáveis pelo crescimento do clube em nível mundial. No ano de 1982, em Barcelona, o Internacional conquistou o Torneio Joan Gamper, após derrotar o time da casa, que contava com Maradona. O ano de 1984 foi marcante na história colorada, pois após a conquista da Copa Kirin, no Japão, foram convocados todos os jogadores do Inter para representar a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Los Angeles. A Sele ⁄ Inter conquistou a inédita medalha de Prata. No final da década de oitenta, os gaúchos foram brindados com um Gre-Nal na fase Semifinal do Campeonato Brasileiro, naquele que ficou conhecido como o Gre-Nal do Século, vencido pelo time do Beira-Rio. Os anos noventa começaram bem para o Inter, que conquistou em 1992 a sua quarta estrela, ao vencer a Copa do Brasil. Nesta década foi marcada por uma política de contenção de gastos que foi importante para a reestruturação do clube. Na entrada do novo milênio o Clube conquistou por quatro vezes consecutivas o Campeonato Estadual e apontou que bons momentos estavam por vir. A modernização de todos os departamentos foi essencial para tornar o ano de 2006 inesquecível, como em 1979. Em agosto de 2006, ao derrotar o São Paulo na decisão, o Sport Club Internacional se tornava o melhor time da América do Sul ao conquistar a Copa Libertadores. Essa conquista era apenas o começo de um sonho, pois o Inter poderia conquistar o Mundo, e esse era o objetivo. No dia 17 de dezembro de 2006, o Sport Club Internacional venceu o Barcelona, em Yokohama, Japão. Esta vitória tornava o Internacional campeão mundial de clubes reconhecido pela FIFA. Neste dia, o clube entrava em um seleto grupo de campeões mundiais. O ano de 2007 iniciou da melhor forma possível para o Inter, que conquistou seu terceiro título internacional consecutivo. Ao vencer o Pachuca no Estádio Beira-Rio, o clube conquistou a Recopa Sul-Americana e foi lhe concedido o direito de utilizar uma coroa sobre seu escudo representando as três principais conquistas que um clube pode ter no período de um ano.
  4. 4. 4 O ano de 2008, em sua pré-temporada, o clube disputou a Dubai Cup, junto a grandes clubes europeus, como o Ajax de Amsterdam (Holanda), Stuttgart (Alemanha) e Internazionale de Milão (Itália) e sagrou-se campeão vencendo os dois jogos nos Emirados Árabes. Neste ano, o Internacional conquistou o Campeonato Gaúcho e a Copa Sul- Americana, sobre o Estudiantes de La Plata (Argentina), de forma invicta. Com a conquista da Copa Sul-Americana, o clube se tornou o primeiro clube brasileiro a ser “Campeão de Tudo”. Em 2009, o Sport Club Internacional comemorou seu Centenário, o quadro social ultrapassou a barreira dos 100.000 sócios, um dos grandes objetivos do Clube que conquistou o Campeonato Gaúcho de forma invicta e o quinto título internacional em série, a Copa Suruga Bank (Japão). O clube ainda disputou a Copa do Brasil onde foi Vice-campeão, a Recopa Sul-Americana e a Sul-Americana onde foi eliminado na primeira fase e está disputando o Campeonato Brasileiro.
  5. 5. 5 2. CENÁRIO COMPETITIVO O esporte mundial tem sido encarado como uma indústria crescente que movimenta cerca de US$ 1 trilhão por ano. Nessa indústria, o futebol gira aproximadamente US$ 250 bilhões anuais sendo o Brasil responsável por cerca de 1% desse valor. CENÁRIO DO FUTEBOL MUNDIAL: Para compreender a indústria do futebol é necessário entender a figura abaixo que divide a estrutura do futebol da seguinte maneira: 1. Mercado Produtor 2. Mercado Consumidor 3. Mercado Intermediário (Revenda e Industrial) Dinâmica do Mercado Fonte: Aidar (2000)
  6. 6. 6 Os torcedores são o mercado consumidor que têm relação comercial via bilheteria ou merchandising diretamente com o Mercado Produtor, representado pelos clubes de futebol. Esse mercado consumidor também consome do Mercado Intermediário de Revenda (tv e empresas licenciadas) e do Mercado Intermediador Industrial (Empresas de Marketing Esportivo). Por fim, o Mercado Intermediário de Revenda e o Mercado Intermediador Industrial interagem com o Mercado Produtor, via operações de venda de direitos de transmissão e operações de serviços de marketing, respectivamente. A organização do mercado produtor respeita uma hierarquia mundial na qual a FIFA (Fédération Internationale de Football Association, ou Federação Internacional das Associações de Futebol) é a entidade máxima do esporte. Abaixo dela existem as confederações responsáveis pelo futebol nos seus continentes, como é o caso da CONMEBOL (Confederacion Sudamericana de Futbol, ou Confederação Sul-Americana de Futebol) e da UEFA (Union of European Federal Associantions ou União das Associações Européias de Futebol). Na continuação desta hierarquia existem as federações ou confederações nacionais, como a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), as ligas esportivas e federações estaduais, como é o caso da FGF (Federação Gaúcha Futebol) e por fim os clubes. Fonte: Leocini (2001) – Adaptado por Rafael Saling
  7. 7. 7 CENÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO O esporte como indústria nem sempre apresenta números confiáveis, porém estima-se que essa indústria no Brasil gire em torno de R$ 31 bilhões por ano, o que seria equivalente a 3,3% do PIB brasileiro. Já o futebol no Brasil movimenta responsáveis US$ 2,5 bilhões anuais (estimativa pela Top Sports, 2008). No ano de 1998 entrou em vigor em nosso país a Lei nº 9.615, popularmente chamada de Lei Pelé, com o intuito de dar condições legais para os clubes se transformarem em empresas. Para esta proposta, este seria o caminho mais rápido para a profissionalização do futebol no Brasil. De acordo com o relatório final do Plano de Modernização do Futebol Brasileiro (2000) da Fundação Getúlio Vargas, que inclui os agentes diretos, como clubes e federações, e indiretos, como indústrias de equipamentos esportivos e a mídia, o futebol no Brasil tem efeito multiplicador maior que vários setores tradicionais. Os números são da ordem de trezentos (300) mil empregos diretos; trinta (30) milhões de praticantes (formais e não formais); quinhentos e oitenta (580) mil participantes em treze (13) mil times que participam de jogos organizados (esporte formal); quinhentos e oitenta (580) estádios com capacidade para abrigar mais de cinco e meio (5,5) milhões de torcedores; cerca de quinhentos (500) clubes profissionais disputando uma média de noventa (90) partidas por ano; e em termos de fornecimento anual de materiais e equipamentos esportivos, nove (9) milhões de chuteiras para futebol e futsal, seis (6) milhões de bolas e trinta e dois (32) milhões de camisas. Mesmo com todos esses números o Brasil ainda estava longe de aproveitar todo seu potencial. Além dos problemas estruturais da nossa economia e das diferenças de renda per capita entre o Brasil e os principais países europeus que investem no futebol como atividade econômica, ainda faltam instrumentos de gestão profissional e planejamento para as entidades esportivas. Embora não seja consenso que a definição de estratégia determine o sucesso das organizações (medido em forma de lucros), constata-se que uma das peculiaridades do setor esportivo é a de ter baixo índice de formalização do processo estratégico. Em geral, as ações
  8. 8. 8 de interação com o ambiente competitivo, são desenvolvidas em torno das oportunidades e sem uma orientação definida, isto muitas vezes ocorre em virtude de os clubes serem organizações extremamente políticas e normalmente fechadas, dando atenção a estratégias que visem campanhas e/ou projetos que mantenham pessoas em evidência em seus cargos ou postos de trabalho, retratando algo desorganizado sem uma estrutura definida e capaz de realizar tais planos. A chegada de investidores estrangeiros que colocaram milhões de dólares nos clubes causou um grande alarde, mas não obtiveram o retorno esperado, segundo Aidar (2002). No primeiro momento, o grupo americano National Bank investiu no Vasco da Gama, o grupo também americano Hicks Muse investiu no Corinthians e no Cruzeiro, a Suíça ISL investiu no Flamengo e o grupo brasileiro Opportunity comprou 70% do Bahia. Em um segundo momento, a suíça ISL investiu no Grêmio, o grupo argentino Exxel comprou 51% do Vitória- BA. O dinheiro que essas empresas investiram nos clubes, em primeiro momento serviu para cobrir as dívidas que os clubes possuíam em curto prazo e na contratação de jogadores que estavam atuando no exterior. As parcerias acreditavam que profissionalização dos clubes no esporte mais popular do Brasil poderia gerar lucro para elas. O resultado foi a saída da Hicks Muse e National Bank deste mercado, devido aos prejuízos que tiveram, e a falência da ISL, que resultou em grandes dívidas para o Grêmio e Flamengo. Enquanto alguns clubes andaram na contramão da profissionalização, outros como São Paulo, Internacional e Atlético-PR começaram a enxergar na profissionalização da gestão o caminho para vencer. Não tendo política de parceiros estrangeiros, o Internacional e o São Paulo, segundo Aidar (2002), a partir do ano 2000, demonstraram esforços imensos para adequar seus custos às receitas. Estes dois clubes estabeleceram um teto salarial que resultou na diminuição em 20% destas despesas. Mais recentemente, no ano de 2004, a Media Sports Investments (MSI) foi a última empresa estrangeira a investir no Brasil, no Corinthians. A MSI investiu mais de R$ 100 milhões no clube apenas no primeiro ano da parceria, contratando grandes estrelas do futebol sul americano como Carlos Tevez e Javier Mascherano. O resultado da parceria foi a conquista de forma duvidosa (caso Zveiter) do título do Campeonato Brasileiro de 2005. No ano de 2006, uma briga entre o presidente do clube e o presidente da MSI no Brasil,
  9. 9. 9 ocasionou a saída parcial da empresa da gestão do clube, e com isso as grandes estrelas. Mais uma vez a empresa saiu do negócio e o time se viu com dívidas deixadas pela parceira, que não cumpriu as obrigações firmadas nas negociações de jogadores com outras equipes, no ano de 2007 a equipe “caiu” para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. No cenário pós- lei Pelé, os clubes perderam a sustentabilidade de sua principal fonte geradora de caixa, a venda de jogadores. Na Europa, antes do ocorrido em 1996, os clubes já apresentavam um histórico de profissionalização da gestão e da busca de outras fontes de receita baseadas na aproximação entre cliente e clube como: a bilheteria, contrato com mídia e área comercial. Assim, o impacto da extinção do passe nas fontes de receita dos clubes europeus foi menor, visto que os clubes haviam desenvolvido alternativas como a venda de pacotes de viagens para os jogos, carnês antecipados, lojas, museus e até canais próprios de TV com programação diária sobre os clubes. No Brasil, uma das conseqüências desse novo cenário está no número de transações de jogadores para o exterior, que é cada vez maior. Sem gestão profissional no futebol, os clubes brasileiros não conseguem competir com os salários oferecidos pelos de outros países, defasagem entre o Real, Dólar e Euro e como resultado, desde os anos 90, o número de jogadores deixando o país subiu de 130 para 850 por ano. Não só os jogadores brilhantes, mas também os de menor expressão saem do país para destinos menos óbvios como Indonésia, Armênia, Islândia e Índia. Outro fator relevante é que o futebol brasileiro era o detentor da tríplice coroa mundial até 2005 (Copa do Mundo; Mundial sub-23 anos e Mundial sub-17 anos). A Lei nº 10.671, chamada Estatuto do Torcedor, de 15 de maio de 2003, é considerada a grande responsável pela credibilidade do futebol brasileiro, pois desde a criação do estatuto do torcedor, o esporte mais popular do país vem-se moralizando. A constante mudança de regulamento dos campeonatos, as fraudes, entre outras práticas obscuras que ocorriam, viraram passado desde a aprovação desta lei. Entretanto, suas conseqüências ainda não são relevantes para que o público volte aos estádios. A média de público do campeonato brasileiro tem diminuído e é menor que nos anos 70.
  10. 10. 10 Média de Público Anual nos Estádios Brasileiros 25.000 20.000 15.000 10.000 5.000 0 1971 1973 1975 1977 1979 1981 1983 1985 1987 1989 1991 1993 1995 1997 1999 2001 2003 2005 2007 Fonte: CBF Observa-se no gráfico acima que, após a implantação do estatuto do torcedor em 2004, a média de público para o ano de 2005 aumentou significativamente. Prova disto está na confiança que o torcedor começa a possuir em ir ao estádio com segurança. Isto proporcionou também o aumento da participação das famílias e também do público feminino. Cabe aqui ressaltar que hoje em dia com a disponibilidade de tecnologia da internet em tempo real para a transmissão de jogos e também com pacotes de pay-per-view (GLOBOSAT). A partir desta formulação e em conjunto com a mudança do futebol brasileiro, cabe aqui destacar que, no ano de 2000, o campeonato brasileiro foi televisionado somente pela Rede Globo de Televisão e o nome da competição foi Copa João Havelange, em virtude de a CBF – Confederação Brasileira de Futebol ser impossibilitada de organizar a competição pela justiça, passando a mesma para a responsabilidade do Clube dos 13, entidade formada para defender os interesses políticos e comerciais dos clubes brasileiros de futebol. O valor financeiro referente a exploração de televisionamento foi de US$ 50 milhões/ano. O Clube dos 13 define quatro divisões de cotas de transmissão. Grupo 1: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Vasco; Grupo 2: Santos; Grupo 3: Fluminense, Botafogo, Atlético Mineiro, Cruzeiro, Internacional e Grêmio; Grupo 4: Bahia, Goias, Sport, Portuguesa, Coritiba, Atlético Paranaense, Vitória e Bahia. O que em comparação a receita
  11. 11. 11 gerada pelas cotas de televisionamento para cada time é muito diferente e importante para os investimentos por parte dos clubes. Em 2003, a competição teve a sua reformulação e se transformou novamente em Campeonato Brasileiro, o Brasileirão. A Rede Globo renova o seu contrato de televisionamento e ajusta o seu valor para US$ 130 milhões/ano. O que proporciona um crescimento de 160% nas receita e aumenta a participação financeira de todos os Clubes. A Lei nº 11.345, de 14 de setembro de 2006, criou a Timemania. A Timemania é uma loteria, que foi autorizada pelo Ministério da Fazenda e desde outubro é executada pela Caixa Econômica Federal, que tem como objetivo saldar os débitos dos clubes, vencidos até 30 de setembro de 2005, com a Secretaria da Receita Previdenciária, com o Instituto Nacional do Seguro Social, Secretaria da Receita Federal, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviços. O pagamento destas dívidas, através da cessão do direito de uso do emblema, hino e marca, irá aliviar os clubes de suas despesas com a União. O bom momento dos clubes brasileiros é o exemplo do São Paulo, que no ano de 2005 conquistou a Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes, e do Internacional, que nos anos de 2006 e 2007 conquistou a Tríplice Coroa Sul-Americana, ao vencer a Copa Libertadores da América, o Mundial de Clubes e a Recopa Sul-Americana. Somados a este bom momento do futebol no gramado, a credibilidade que o futebol brasileiro está conquistando fora do campo através da boa gestão da CBF e do Clube dos 13, e reforçam as questões anteriores criam uma grande oportunidade para que o marketing esportivo se torne a ferramenta importante na modernização da gestão do futebol no Brasil. Este patamar de credibilidade conquistado pelos clubes de futebol brasileiro, com raras exceções, pode criar um ambiente favorável para novamente receber investimentos de parceiros estrangeiros. O CENÁRIO DO SPORT CLUB INTERNACIONAL Apesar de ter realizado uma política de contenção de gastos para a reestruturação do Clube na década de 90, o Sport Club Internacional, no início dos anos 2000, se deparava com um cenário bastante complexo, tanto em termos de competições como em termos de
  12. 12. 12 equilíbrio de contas e atletas nas categorias de base. Os passos dados perante o cenário apresentado foram essenciais para o desempenho do Clube nesta década. O ano era 2003. O Sport Club Internacional, na época com 94 anos de história, já amargava mais de 10 anos sem um título nacional – foi campeão da Copa do Brasil em 1992 – e tinha passado os últimos anos vendo seu arqui-rival Grêmio conquistando títulos como Libertadores e polarizando na hegemonia do futebol brasileiro com o Palmeiras da era Parmalat, assim o Clube perdia novos torcedores e não pontuava de forma evolutiva nas pesquisas de Top-of-Mind (Revista Amanhã). Mesmo com o título gaúcho conquistado no ano anterior, o ano de 2002 tinha acabado de forma frustrante, pois o Inter quase tinha sido rebaixado e foi salvo na última rodada com uma vitória sobre o Paysandu em Belém por 2x0 e com a derrota do Palmeiras para o Vitória. Era o 1º ano da gestão do Presidente Fernando Carvalho e iniciou-se ali uma transformação no modelo de gestão do Clube, com a contratação de uma consultoria especializada em planejamento estratégico. A partir de um modelo baseado no Planejamento Estratégico, conduzido naquele ano, com uma visão para os próximo sete anos, o Inter mudou. Visão de Planejamento Estratégico do Sport Club Internacional A Estratégia em ação do Sport Club Internacional. Fonte: Philip Kother e Michael Porter – Adaptado por Rafael Saling
  13. 13. 13 Com ações práticas de administração, o Clube providenciou medidas de ajustes de contas, contratos e o regate das Categorias de Base. Com a necessidade de vender um “grande” jogador por ano e a formatação de contratos com jogadores com um prazo mais elástico. Foi à forma mais rápida de se capitalizar frente à necessidade de mercado e proteger da Lei Pelé. Transformando os acontecimentos do mercado e os transformado em oportunidades, com é o caso da Lei Pelé, em que pode dar condições de o Clube realizar contratos mais elásticos com os seus jogadores (principalmente com seus jogadores mais jovens), impulsionando novamente o Clube como um grande formador e regatando de sua história o “seleiro de ases”. Também com a medida do Estatuto do Torcedor, em que o Clube, se preparou rapidamente para atender as exigências e dar conforto aos torcedores, com a visão de fazer com que os torcedores não assistam tão somente a uma partida de futebol, mas sim um espetáculo. Ousado e com um planejamento de bases fortes, permitiu a profissionalização da gestão, principalmente no sentido de ter em cada área estratégica, as Vice-presidências do Clube, um profissional de mercado qualificado para exercer tal função. Também, com a estabilidade da economia brasileira, através de uma melhor distribuição de renda e emprego, proporcionou ao Inter, com a profissionalização, projetar ações para aproveitar as propensões de consumo e oferecer produtos e serviços aos seus sócios e simpatizantes. Com base neste posicionamento, foi estabelecidos os objetivos/projetos estratégicos visando o ano de 2009 (ano do centenário do Clube), o ano base de criação destes objetivos e projetos foi o ano de 2003. Segue abaixo os objetivos estabelecidos no primeiro planejamento estratégico do Clube:  Diminuir o déficit financeiro  Aumentar a receita ordinária em 30%  Aumentar a receita de marketing em 100%
  14. 14. 14  Aumentar receita de locações em 200%  Conquistar prêmios em gestão e/ou ações e campanhas  Alcançar equilíbrio financeiro  Alcançar a auto-sustentação financeira  Regatar a auto-estima dos colorados (Alma Colorada)  Aumentar o quadro social para 100.000 sócios  Implantar ações sociais  Implantar o projeto Rio Grande Vermelho  Conquistar a Libertadores da América e o Mundial no ano do Centenário do Clube Entre os projetos nesse período podemos destacar entre inúmeras ações a implantação do sistema para monitorar as informações financeiras do clube, que permitiu uma melhor visão da real situação financeira. No sentido de buscar a auto-estima dos colorados, o Sport Club Internacional lançou o projeto Alma Colorada em 2004 com diversas ações tais como: lançamento da Revista do Clube, com o nome de Alma Colorada, atualmente Revista do Inter, que hoje conta com uma tiragem de 80 mil exemplares, destinada a todos os sócios, torpedos de SMS para sócios (mobilização), cartão sócio presente e reuniões com a diretoria e também, assistir aos jogos nos camarotes do Clube. O Projeto Rio Grande Vermelho visou estabelecer uma competição entre consulados de todas as cidades do Rio Grande do Sul. Com esse projeto a meta do Inter era fazer com que
  15. 15. 15 1% da população gaúcha, de cada cidade do interior e Grande Porto alegre, se tornasse associada ao quadro social do Sport Club Internacional. Prêmios acerca de ações de gestão e responsabilidade forma conquistados como o Certificado de Responsabilidade Social da Assembléia Legislativa – 2004/2005 e Prêmio Responsabilidade Social - Destaque-RS 2006 e também o Certificação ao Instituto Ethos/base em 2005; A FECI, a mais antiga das fundações ligadas a clubes de futebol do mundo, construiu seu patrimônio com a ajuda dos diversos segmentos do Clube do Povo. A FECI mantém a Biblioteca através de doações e disponibiliza seu acervo ao público em geral, obtendo um número superior a 53.000 consultas anuais, o que lhes permite enorme satisfação, pois sua prioridade é a cultura e a educação. Está, também, habilitada a desenvolver atividades de esporte amador e de lazer, com a finalidade de ampliar a sua área de atuação e os benefícios que poderá disponibilizar a comunidade em geral. Dentro dos projetos da FECI, como o Saci Colorado, parcerias são desenvolvidas, e entre elas, com Sesi e Senai, dão para adolescentes a chance de aprender uma profissão. Os alunos têm aulas de matemática, conhecimentos gerais, desenho, e aprendem a gerir um negócio.
  16. 16. 16 Mas os grandes resultados que eram esperados para 2009, ano do centenário do Clube, chegaram antes: Campeão da Libertadores, Campeão Mundial, Campeão da Recopa e Campeão da Sul-Americana, um clube renovado e com o seu retorno à vitrine internacional. Com as conquistas dos títulos mais importantes para um Clube de futebol, no cenário atual, e com a melhoria nas condições sócio-econômicas, o crescimento do Sport Club Internacional foi expressivo.
  17. 17. 17 3. ANÁLISE PFOA (SWOT) O planejamento estratégico do Clube foi realizado com a visão de alcançar, no ano de 2009 (centenário do Inter) as conquistas da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes FIFA. Em virtude destes acontecimentos terem sido realizados no ano de 2006 e das revisões anuais de planejamento do clube (para promover o alinhamento da estratégia), apresentaremos duas Matriz SWOT. Uma confeccionada em 2003 e a outra após as grande conquistas do clube, confeccionada em 2007. MATRIZ SWOT ANO 2003 – INICIALIZANDO A ESTRATÉGIA POTENCIALIDADES FRAGILIDADES:  A marca  Planejamento de ações  As submarcas: Inter Sport, Colorado,  Profissionalização da gestão SACI e Parque Gigante  Estrutura administrativa  Torcida  Pequeno quadro social  Processo inicial de planejamento  Processos burocráticos  Complexo Beira-Rio  Processo eleitoral  Posição territorial  Saúde financeira  Categoria de base  Centralização e pouca autonomia de  Patrimônio do Clube cargos em nível gerencial  Informatização OPORTUNIDADES: AMEAÇAS:  Estabilidade da economia (inflação);  Crise econômica mundial e nacional  Aumento das cotas de TV  Corrupção no futebol  Tamanho da torcida  Alterações nas regras das competições  Demanda reprimida dos torcedores  Falta de apoio do governo para o  Lei Pelé saneamento de dívidas  Centenário do Clube  Consulados  Novas tecnologias  Novos Produtos
  18. 18. 18 MATRIZ SWOT ANO 2007 – CLUBE CAMPEÃO DO MUNDO POTENCIALIDADES FRAGILIDADES:  A marca Sport Club Internacional  Gestão da qualidade do atendimento em  As submarcas do Sport Club dia de jogos Internacional: Campeão do Mundo, Inter  Gestão de crise Sport, SACI, Parque Gigante, Campeão  Processo eleitoral de Tudo e Colorado  O Clube não comercializa produtos  Número de sócios (diretamente);  Torcida (auto-estima)  Gestão de pessoas  Fidelidade   Categoria de Base  Informatização  Profissionalização da gestão  Estrutura administrativa OPORTUNIDADES: AMEAÇAS:  Aumento do poder aquisitivo da  Crise econômica mundial e nacional população  Corrupção no futebol  Novas marcas ligas ao Clube  Perda do poder aquisitivo da população  TimeMania  Copa do Mundo 2014  Estacionamento  Estabilidade econômica  Aumento da credibilidade do futebol brasileiro  Estatuto do Torcedor  Centenário do Clube
  19. 19. 19 4. OBJETIVOS DE MARKETING Os objetivos aqui destacados foram formatados em 2007, com um Inter diferente, um Clube Campeão Mundial. Assim, como demonstrado na matriz SWOT, há dois momentos na história do planejamento estratégico do Clube. Um quando foi idealizado e outro após a conquista do título mundial, que proporcionou a mudança estratégica do Clube em todas as suas dimensões. Logo adiante, em 2009, estava por vir o centenário do clube. O Sport Club Internacional se preparou com os seguintes objetivos estratégicos para o período de 2007 a 2009, estabelecidos através de projetos e ações: VISÃO DE CRESCIMENTO (PROJETOS ESTRATÉGICOS) Projetos de Internacionalização da Marca  Gestão modelo  Copa Dubai + Suruga Bank  Projeto Gigante para Sempre  Fortalecer a posição de segundo clube no coração do brasileiro  Modernizar a marca Projetos Institucionais e de Gestão  Interagir  Criança Colorada  Espaço da Mulher Colorada  Genoma Colorado  Escola Rubra  Certificação ISO 9001  Plano de Metas  Sistemas de Informática Projetos de Novos Produtos e Serviços Inovadores  Licenciamento da marca e combate à pirataria  Distribuição de produtos  Visita colorada  Patrocínios  Locações e Eventos
  20. 20. 20 Projeto Fidelização de Sócios  Revista do Inter e Jornal do Jogo  Dia da Troca  Rede Colorada de Desconto  Ações no telão  Brindes encartados na revista VISÃO DE AÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CENTENÁRIO  Lançar campanha para a promoção do centenário  Criar selo comemorativo  Buscar título do Carnaval de Porto Alegre  Criar um calendário com o cronograma de ações do centenário  Participar do Donna Fashion Iguatemi  Alcançar a marca dos 100 mil sócios  Realizar o centenário com a participação de todos os colorados
  21. 21. 21 5. ESTRATÉGIAS DE MARKETING Avaliando como prioridade o crescimento, em um cenário pós-título mundial, o Sport Club Internacional abraçou o desafio e realizou um planejamento para promover, acima de tudo, a marca do Clube. Foram contratados profissionais do mercado, como Josué Tissot – Administrador de Empresas (ex-RBS TV) para a Gerencia Comercial e após Rui Galvão – Administrador de Empresas (ex-Vonpar, Pepsi, Parmalat), Rafael Saling - Economista (ex-Unimed Porto Alegre e Claro) para a Gerencia de Licenciamento e Franquias e Leandro Koehn – Jornalista e Especialista em Marketing para a Gerencia de Eventos (Ex-Assessor Empresarial). Sob a liderança de Jorge Avancini – Administrador de Empresas, Vice-presidênte de Marketing (Ex-Correios e Telégrafos, Souza Cruz, Pepsi, Vonpar/Coca-Cola, Unimed Porto Alegre, Di Solle, Henrique Stefani e Fátima Saúde) se estabeleceu o time de marketing, ligado a um Comitê Executivo de Marketing, formado por Diretores Membros do Conselho e especialistas no mercado com a participação de: Dannie Dubin, João Machado, Cláudio Dávila, Gildo Sibemberg, Maximiliano Carlomagno, Alessandro Souza, Marcelo Lubisco, Alexandre Godoy, Luis Cesar Souto de Moura e Otávio Rojas. Para realizar os objetivos estratégico, em primeiro lugar, foram definidas os projetos para proporcionar o crescimento do Clube. Estes possuíam o intuito de promover e valorizar a marca nacionalmente e internacionalmente, além de promover ações institucionais.
  22. 22. 22 Posicionamento Estratégico de Branding Com os projetos e serviços inovadores, com foco em aumentar a oferta de produtos, em virtude da demanda de mercado com o desenvolvimento e gerenciamento de submarcas e também da necessidade de crescimento de receitas. O combate à pirataria também precisava ser executado e para isso, a estratégia de crescimento no segmento de produtos com a marca, foi realizada com base na Regra de 3 (Sheth e Sisodia, 2002), determinando que a ampliação de produtos ficaria por conta de uma estratégia generalista, com a retração de produtos piratas no mercado e o patrocinador oficial focado no mercado, de “quatro linhas” - material oficial de jogo. Então, a regra de mercado para a comercialização e ampliação do mix de produtos do Sport Club Internacional ficou como a figura abaixo:
  23. 23. 23 Regra de 3 – Estratégia de Branding para a Comercialização de Produtos do Sport Club Internacional Fonte: Rossi e Slongo, apud Sheth e Sisodia, 2002 – Adaptado por Rafael Saling O outro grande projeto na visão de crescimento está na fidelização de sócios, com o intuito de manter e crescer o número de sócios, além de satisfazê-los dentro de fora de campo. Com o foco no marketing, foram estabelecidas diversas ações para fidelizar e aumentar a participação de cada sócio dentro da própria carteira (share-of-wallet). Na visão para a realização do Centenário, uma ampla discussão com as ações que envolveriam este tão sonhado evento foram realizadas. Para realizar estas ações de tal magnitude, foi criado o Comitê do Centenário formado por Artur Dallegrave, Jorge Avancini, Gelson Pires e Remi Susin. O produto final deste comitê estava com a base no slogan: S. C. Internacional – O Centenário de Todo Mundo.
  24. 24. 24 Mote do Centenário Colorado Diversas ações foram estabelecidas para proporcionar o entendimento do centenário de todo mundo. Entre elas um grande objetivo foi traçado, chegar a marca de 100 mil sócios e se tornar o maior clube de futebol da América Latina em número de sócios. Para isso, diversas ações foram traçadas e montado um Calendário do Centenário Colorado.
  25. 25. 25 6. PLANO DE AÇÃO Conforme abordado no planejamento realizado a partir de 2007, para as ações a serem realizada até o centenário colorado, os ponto fundamentais foram: Conquista da Copa Libertadores da América em 2006 Conquista do Mundial de Clubes FIFA em 2006
  26. 26. 26 Com estas conquistas, o Sport Club Internacional, através de sua área de Marketing, reformulou as suas metas, para isso, contou com a ferramenta de BSC – Balanced Scorecard, para a mensuração de resultados e metas da área de marketing. Fonte: Departamento de Marketing – Sport Club Internacional Após um ano da grande conquista, os colorados também queriam comemorar e, para isso, foi criado o evento Eu Vou, comemorativo a Conquista de um ano do Mundial FIFA. Selo preparativo para a festa de um ano de Mundial FIFA
  27. 27. 27 A Festa Colorada no Gigantinho PROJETO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA MARCA Através do projeto de internacionalização da marca, uma das ações era modernizar a marca do Clube, no sentido de colocar o nome e a data de fundação no escudo. Também, por já ter conquistados todos os títulos disponíveis para um clube de futebol, uma das providências era retirar o conceito de estrela e também de tríplice coroa (conquistada em 2007), deixando o escudo do clube “limpo”, a pedido de muitos torcedores através do canal de ouvidoria do Clube.
  28. 28. 28 Outra ação em destaque deste projeto é o Projeto Gigante para Sempre!, que estabeleceu um novo patamar para o Estádio Beira-Rio, tendo o mesmo conquistado além da visibilidade internacional, a Sede Oficial da Copa do Mundo 2014. Este projeto também proporcionou uma ação do Sport Club Internacional para promover o anúncio das cidades sedes, através do slogan: A Copa do Mundo é Nossa. A gestão administrativa que o Clube vem desenvolvendo, despertou diversos clubes nacionais e internacionais, tendo o Sport Club Internacional, recebido diversas visitas de benchmark, para transmitir conhecimento. Recentemente o Inter iniciou a parceria com o Tottenham da Inglaterra. O objetivo desta parceria é o transmitir e receber conhecimentos de gestão e preparação de atletas deste importante e tradicional clube europeu. A Copa Dubai (Dubai Cup) também é um destaque deste projeto de internacionalização da marca, em virtude de estar em uma competição com grande clubes como: Ajax (Holanda), Milan (Itália) e Studgart (Alemanha), onde se sagrou campeão do torneio. Esta competição, rendeu além do título, US$ 600 mil para o Clube.
  29. 29. 29 Estas e outras ações fazem com que o Sport Club Internacional fortaleça uma posição estratégica de branding, que é ser o segundo clube no coração do brasileiro, aumentando, assim o seu carisma e conseqüentemente a valorização de sua marca. PROJETOS INSTITUCIONAIS Além de promover um plano de metas por área de atuação, que visem a correta administração de suas receitas e despesas, o Sport Club Internacional, também desenvolve uma gama de projetos institucionais, com o intuito de fortalecer a marca perante a comunidade, através do Inter Social. Dentre as ações que são promovidas está o Inter Social, que contempla três grandes projetos (FECI, Espaço da Mulher Colorado e o Interagir). Com destaque está o Interagir, projeto dentro do Inter Social, que iniciou sua operação e, em apenas 3 meses, o projeto já atendia mais de 90 crianças. O Interagir atinge crianças de escolas municipais da SMED e das casas de Acolhimento e Passagem da FASC, que são levadas ao Parque Gigante, para uma série de atividades. Uma equipe de 20 profissionais, a maioria deles voluntários, proporciona animados jogos de futebol, basquete, tênis e outras atividades recreativas. As atividades que
  30. 30. 30 envolvem crianças de 7 a 12 anos proporcionam a possibilidade de os alunos conhecerem as dependências do clube. Hoje o Interagir cresceu e atende a mais de 600 crianças. O Projeto Criança Colorada, projeto que visa promover a participação de crianças de diversas escolas, com o objetivo de mostrar a importância do Sport Club Internacional no cenário futebolístico brasileiro. Também, ainda se tratando de crianças, temos o Projeto Genoma Colorado, que é a formação de núcleos para ensinar a cultura futebolísticas à crianças de todo o Brasil. Hoje, o Projeto Genoma Colorado, contém 200 núcleos espalhados por todo o Brasil e possui cerca de 50 mil participantes. Com o objetivo de promover melhorias e bem-estar, dois projetos vem a se destacar: o de modernização das instalações do estádio Beira-Rio, com a implantação de modernas suítes e a construção do museu, além do Centro de Eventos, que é hoje uma das maiores locais para a realização de eventos de Porto Alegre. O Sport Club Internacional, também implantou a sua Política de Gestão da Qualidade e ganhou a certificação ISO 9001, com a excelência no atendimento ao torcedor em dias de jogos.
  31. 31. 31 PROJETO DE NOVOS PRODUTOS E SERVIÇOS INOVADORES Após a conquista do mundial, o Sport Club Internacional, pode perceber uma demanda freqüente por produtos com a marca do Clube, e para isso, foi necessário realizar um plano de ação, com o foco na diversificação e segmentação de produtos e marcas. Esta segmentação, foi realizada com base no estudo da pirâmide de consumo dos torcedores, visualizando o ticket médio de consumo para cada classe de renda. Este estudo proporcionou a formatação de novos produtos, com o intuito do aumento de royalties para o Clube. Segmentação de mercado Fonte: IBGE – Consumo das Famílias 2008 – Adaptado por Rafael Saling Segmentação de produtos:
  32. 32. 32 A partir daí se implantou a linha Inter Red, uma linha para atingir o público jovem. O Sport Club Internacional começa a debutar no segmento de moda (fashion) para aumentar a sua participação no segmento de confecção. Para isso, D´Alessandro é o garoto propaganda da griffe. Também foram criados produtos inovadores, tendo o Sport Club Internacional, o primeiro Clube brasileiro a lançar bonecos dos seus craque do elenco atual.
  33. 33. 33 Com a conquista de grandes títulos, foi necessário entregar aos torcedores a lembrança valiosa destes momentos. Uma série de DVD´s com os momentos mais marcantes da atual história do Clube, foram disponibilizados e tornaram-se sucesso de vendas. Também com o intuito de penetração em novos mercados, produtos diferenciados foram lançados para aumentar a participação em segmentos nunca antes explorados.
  34. 34. 34 Rede de distribuição: Realizado um mapeamento do mercado, considerando lojas em operação regulamentadas pelo Sport Club Internacional e lojas que utilizavam a marca do Clube para impulsionar a venda de produtos. Com base nesse mapeamento foi alterada a política comercial e definido um plano para atacar os pontos irregulares (piratas) e também os pontos em prospecção. O resultado desta ação foi em menos de um ano o Sport Club Internacional, saltou de 18 lojas ativas para 54 operações. Foi também utilizada a teoria do jogos, com o intuito de fazer o melhor para o mercado e para o Clube, oferecendo inclusive um modelo de operação juntamente ao rival, Grêmio, através de sua marca Grêmio Mania. Este posicionamento se deu em virtude da realização de pesquisas nos pontos de vendas, onde 60% das compras realizadas nas Inter Sport eram com finalidade de dar presentes para amigos e familiares. Com a operação com os dois clubes juntas, reduz os custos para os lojistas e também impulsionam as vendas de ambos os clubes.
  35. 35. 35 PROJETOS DE FIDELIZAÇÃO: Além de conquistar novos sócios a cada dia, o Sport Club Internacional, realiza ações para manter sua carteira ativa. Outra alternativa é promover o crescimento do faturamento dentro da própria carteira de sócios. Entre as ações válidas para a promoção de benefícios dos sócios, estão a Revista do Inter, com uma tiragem de 80 mil exemplares mensalmente e o Jornal do Jogo, distribuído em grandes jogos do Inter, dentro do Complexo Beira-Rio. Outra ação pioneira é o Dia da Troca, que movimenta diversos sócios. Uma vez por ano, é realizada a ação de troca por uma camiseta oficial atual por uma antiga, através de uma dinâmica para promover ação social juntamente com a contribuição de alimentos não perecíveis.
  36. 36. 36 A Rede Colorada de Descontos ganhou um enorme destaque em virtude do atual número de sócios do Clube, proporcionando o aumento da rede de produtos e serviços onde os sócios do Clube, recebem descontos exclusivos. Ação do Dia da Troca 2009 A inovação da interatividade com o público, principalmente os sócios, está no Sorteio do Placar. Todos os jogos, através do telão (placar eletrônico digital), os sócios participam de sorteios interativos de produtos licenciados, além de concorrer à camiseta do melhor jogador do Inter em campo. Ainda, alinhado a inovação, uma ação de distribuição da revista (80 mil exemplares) este ano, o Clube encartou um CD da banda Ataque Colorado (Banda Oficial do Sport Club Internacional), na revista. Esta ação e outras a serem realizadas ainda este ano, foram idealizadas através de um estudo de viabilidade, em virtude dos valores de mensalidades pagos pelos sócios.
  37. 37. 37 VISÃO DE AÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CENTENÁRIO Através da ação de internacionalização da Marca, o Clube abriu sua campanha do centenário, com o slogan: S. C. Internacional 1909 – O Centenário de Todo Mundo, em conjunto com a preparação da reformulação da marca, limpando o escudo (coroa e estrelas) e introduzindo em seu slogan, o nome do clube e a data de fundação, e também alinhado com a campanha de 100 mil sócios. Para conquistar os 100 mil sócios, a campanha foi ancorada com o mote: 100 anos, 100 mil sócios, onde diversas ações foram promovidas para atingir tal objetivo. Cabe aqui salientar que o prazo desse objetivo era até o dia 03/04/2010, um dia antes de o Clube completar 101 anos.
  38. 38. 38 Uma nova modalidade de sócios foi lançada, o Sócio Campeão do Mundo, onde o valor da mensalidade era de R$ 20,00 em 2008. Esta modalidade permite que o sócio contribua com o Clube e ao comprar o ingresso, ganha 50% de desconto, além de ter direito a diversos benéficos, que contempla em outras modalidades, como a Revista do Inter, a qual é enviada para o endereço de correspondência dos sócios. Uma das ações para promover esta modalidade foi a campanha em que todos os jogadores se tornassem sócios. No sentido de alicerçar a campanha, promover e atingir o objetivo de chegar a marca de 100 mil sócios, foi estabelecida uma campanha no período próximo e durante o mês em que o Inter completou seus 100 anos de história. Porém, com um novo mote: Nada Vai Nos Separar. O Clube inovou ao entrar na mídia eletrônica, através da TV aberta e Rádio e também em mídia imprensa (jornais e revistas), em mídia de internet (páginas, blogs, comunidades e mail mkt) e mídia externa, em outdoor.
  39. 39. 39 No mês de junho deste ano, o Sport Club Internacional, chegou à marca de 100 mil sócios e se consolidou como o sexto maior clube de futebol mundial em número de sócios. Também, com o intuito de promover a comemoração do centenário e ter uma marca (selo do centenário) para a aplicação em produtos, em nível mundial, como os selos utilizados em mega competições como a Copa do Mundo, UEFA Champions League e Olimpíadas. O Departamento de Marketing do Clube, buscou o artista Goza Rodrigues, Argentino, para a confecção de tal marca. Como as pretenções estratégicas do Clube era de ser um clube visualizado por toda a sociedade como Um Clube Gigante!, o Sport Club Internacional se sagrou campeão da Copa Sul-Americana no mês de dezembro de 2008 e foi alterado o mote do selo para Campeão de Tudo!, expressando como o único clube brasileiro a conquistar todas as competições possíveis (atuais). O selo expressa o patrimônio do Sport Club Internacional de forma alusiva, com os símbolos Gigante da Beira-Rio, o Gigantinho e também o Saci, mascote oficial do Clube de forma estilizada.
  40. 40. 40 Bem, as comemorações não pararam por aqui e conforme estabelecido na estratégia, foi desenvolvido um calendário de ações: DATA ATIVIDADE Jogo da Seleção Brasileira no Beira-Rio. Homenagem da CBF ao 1/abr Internacional. Grande Prêmio de Hipismo do Centenário do Internacional no Hipódromo do Cristal, às 20h30. 2/abr Desfile da coleção do Inter no Donna Fashion no Iguatemi, 18h. Missa do Centenário na Catedral Metropolitana, às 19h30, com queima 3/abr de fogos na praça da Matriz após a cerimônia religiosa. Virada do Centenário no Beira-Rio, às 23h30. A meia-noite houve queima de fogos. Caminhada do Centenário a partir da praça S.C. Internacional (local 4/abr onde era o primeiro campo utilizado pelo time Colorado). A concentração. Show de bandas no Beira-Rio, a partir das 13h. Lançamento do Selo dos Correios em homenagem ao Centenário do Clube, às 13h, durante os shows no Beira-Rio. Lançamento da medalha da Casa da Moeda em homenagem ao Centenário, às 13h, durante os shows no Beira-Rio. Jantar Oficial para 3 mil sócios no Complexo Beira-Rio a partir das 20h. Cenografias especiais, presenças de personalidades importantes na história do clube. Jantar Oficial para 1.500 pessoas no Lindóia Tênis Clube e mais 250 consulados.
  41. 41. 41 Cerimônias e jantares oficiais em mais de 100 consulados colorados pelo mundo a fora. Jantar para todos os funcionários e acompanhantes com a diretoria do 9/abr Clube no Centro de Eventos. Corrida do Centenário. Prova nas modalidades de 5 Km e 10 Km com partida e chegada no Beira-Rio e percurso na Av. Beira-Rio. Triathlon do Centenário. Provas de corrida e natação realizadas no 18/abr Complexo Beira-Rio, Parque Gigante e Av. Beira-Rio. Desfile da Milka no Gigantinho. Tradicional desfile de moda da cidade. Este ano no calendário oficial do Centenário. Às 20h, no Gigantinho. 26/abr 17/dez Show do Centenário no Beira-Rio para sócios. Esse é o calendário do centenário, com ações para promover “O Centenário de Todo Mundo”, que ainda não terminaram. A busca contínua por títulos fora de campo, fez o Sport Club Internacional, identificar a escola de samba Imperadores (vermelha e branca), tradicional de Porto Alegre com 50 anos de história de carnaval, também completados no ano do centenário do Inter. O enredo ficou por conta desta união com o nome 150 Anos de Paixão Vermelha e Branca. Para o lançamento da coleção do patrocinador oficial de material esportivo, a Reebok, o Sport Club Internacional inovou novamente com a participação inédita de um clube brasileiro e um desfile de moda, o Donna Fashion Iguatemi.
  42. 42. 42 A Marcha dos 100 anos, um dos grandes destaques do calendário, contou com a participação de milhares de torcedores do Clube, nas ruas de Porto Alegre.
  43. 43. 43 Esta atividade levou diversas pessoas ao Gigante da Beira-Rio, onde lá foi realizado um show com a banda Ataque Colorado e anunciado pelo Presidente do Clube, Vitório Piffero, o show do Centenário Colorado para o dia 17 de dezembro de 2009, onde o sócio, não paga. O Jantar do Centenário, com a participação de mais de 3 mil sócios, torcedores, ex- atletas, personalidades do mundo esportivo e também dirigentes do Clube, foi uma verdadeira festa cheia de surpresas. A elaboração deste mega evento contou com participação da empresa Marprom, que organizou as questões operacionais.
  44. 44. 44 A Casa da Moeda do Brasil homenageou os 100 anos do Internacional com o lançamento das Medalhas em ouro, prata e bronze comemorativas ao centenário.
  45. 45. 45 Reprodução da parte frontal medalha em homenagem ao Centenário do Inter Verso da medalha A utilização de personalidades para promover a marca e também o centenário do Clube.
  46. 46. 46 O Portal do Centenário, local inovador, onde os Colorados de todo o mundo poderam postar a sua comemoração e participar ativamente das comemorações do centenário, além de relembrar grandes momentos da história do Clube. O portal possui ainda, uma contagem regressiva para o Centenário além da contagem progressiva de sócios, para chegar à marca de 100 mil. Também, para o centenário, foi necessário montar um mix de produtos personalizados e inovadores, tendo como destaque o relógio suíço Tissot, numerado, jóias, champagnes e
  47. 47. 47 camiseta comemorativa (terceiro uniforme) ao centenário em dourado e a caixa com produtos para colecionadores.
  48. 48. 48 7. RESULTADOS OBTIDOS O aproveitamento da estratégia com a utilização de ferramentas de marketing, alinhado a uma gestão eficiente na administração do futebol, vem possibilitando, desde 2002, o excelente incremento de receitas, proporcionando um crescimento relativo de 580% no período entre 2002 a 2009 (projetado). EVOLUÇÃO DA RECEITA OPERACIONAL EM R$/MIL 150.005.998 160.000.000 140.000.000 122.649.899 120.000.000 118.867.764 100.000.000 89.740.575 80.000.000 67.408.391 60.000.000 46.370.655 40.000.000 29.242.491 20.000.000 22.802.171 - Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional
  49. 49. 49 Com uma campanha alinhada a estratégia de gestão, o crescente número de sócios, proporciona uma receita de 22% do receita operacional, representando R$ 33 milhões. EVOLUÇÃO DA RECEITA DE SÓCIOS EM R$/MIL 40.000.000 33.342.227 35.000.000 30.000.000 23.557.707 25.000.000 20.000.000 15.000.000 17.534.521 10.000.000 10.868.842 3.188.076 3.818.691 5.000.000 5.246.384 - 2.976.316 Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional Outra adaptação da estratégia com o desenvolvimento de novos produtos, vem demonstrando a tendência de aceitação por partes dos torcedores em consumir os produtos com a marca do Sport Club Internacional. Ao analisar o gráfico abaixo, observamos que de 2006 a 2009, o crescimento do faturamento de produtos licenciados foi de 773%. EVOLUÇÃO DA RECEITA COM LICENCIAMENTO DA MARCA EM R$/MIL 5.000.000 4.303.401 4.000.000 3.000.000 1.946.533 2.000.000 1.724.200 1.000.000 493.671 450.629 245.330 176.608 100.458 - Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional
  50. 50. 50 Acompanhando o crescimento do faturamento com produtos levam a marca do Sport Club Internacional, também temos o significativo crescimento com as lojas Inter Sport (lojas oficiais do torcedor colorado). Hoje já são mais de 50 lojas ativas e o faturamento cresceu de 2008 para 2009 em 235%, com a implantação da nova política comercial. EVOLUÇÃO DA RECEITA COM LOJAS (INTER SPORT) EM R$/MIL 350.000 309.375 300.000 250.000 200.000 150.000 92.600 100.000 69.739 50.000 60.350 0 1.046 129 464 - Previsto -50.000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional Com a performance de campo alinhada a um correto plano de ação para a conquista da marca histórica de 100 mil sócios, o Sport Club Internacional, pode alcançar esta marca no mês de junho de 2009 e hoje já conta com mais de 101 mil sócios. EVOLUÇÃO DO QUADRO SOCIAL 120.000 101.214 100.000 78.424 80.000 60.000 40.000 31.442 13.460 40.505 20.000 7.823 9.389 9.554 0 SET 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
  51. 51. 51 A estratégia e a visão de gerenciamento, também proporcionam ações. Uma das visões está no aproveitamento de patrocínios, observa-se no gráfico abaixo, que evolução da receita com patrocínio é menos freqüente se comparada com outros indicadores. Isto se dá, pela razão de contratos de longo prazo com patrocinadores. EVOLUÇÃO DA RECEITA COM PATROCÍNIOS EM R$/MIL 10.000.000 7.480.608 7.898.865 8.000.000 6.564.390 5.394.560 6.000.000 4.596.762 4.821.964 4.914.047 6.479.816 4.000.000 2.000.000 - Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional A retomada do crescimento e da credibilidade do futebol brasileiro também passa por aqui. Observa-se no gráfico abaixo a evolução da receita com o direito de imagem de televisionamento.
  52. 52. 52 EVOLUÇÃO DA RECEITA COM TELEVISIONAMENTO EM R$/MIL 35.000.000 29.692.946 30.000.000 28.181.304 25.000.000 21.687.925 20.000.000 14.911.001 15.000.000 11.583.775 9.083.679 10.058.811 15.886.261 10.000.000 5.000.000 - Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional Com o projeto de modernização do estádio, além de investir em infra-estrutura, o Sport Club Internacional, possui o seu retorno com a locação destas propriedades, que contribuem significativamente para a receita operacional. EVOLUÇÃO DA RECEITA COM SUÍTES E CAMAROTES EM R$/MIL 3.000.000 2.849.987 2.500.000 2.274.625 2.000.000 2.164.573 1.500.000 1.000.000 631.255 808.999 363.700 442.506 500.000 293.463 - Previsto 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Fonte: Departamento Financeiro/Contábil – Sport Club Internacional Não podendo ser diferente, os resultados do Sport Club Internacional, vem alcançando o reconhecimento cada vez maior de sua marca. No ano de 2006, o Clube foi agraciado com o prêmio Top de Marketing ADVB na categoria esportes, um passo inovador de uma marca que vem tendo conquistas dentro e fora de campo.
  53. 53. 53 8. VALIDAÇÃO PELA EMPRESA O Sport Club Internacional merece ser agraciado com a premiação do Top de Marketing ADVB 2009, na categoria esporte, devido ao seu excelente trabalho de recuperação de auto-estima de seus torcedores, da conquista de títulos relevantes no cenário mundial e, a estrutura construída para a realização de seu Centenário, que servirá de benchmark para os demais clubes.

×