Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tecido e paisagem urbana

1,739 views

Published on

Trabalho realizado em Projeto Urbano e Paisagem, UNIP Alphaville

Tecido e Paisagem Urbana em Osasco - São Paulo - Brasil

Equipe: Hanna Mizoguchi, Barbara Barquilha, Maíra Serrano, Gabriela Malva e Carolina Suzuki

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Tecido e paisagem urbana

  1. 1. TECIDO E PAISAGEM URBANATECIDO E PAISAGEM URBANACIDADE DE OSASCOCIDADE DE OSASCODiagnóstico““Uma cidade é antes de mais nada uma ocorrência emocionante no meio ambiente”Uma cidade é antes de mais nada uma ocorrência emocionante no meio ambiente”Gordon CullenGordon Cullen
  2. 2. SUMÁRIO• Introdução à Osasco 2• Localização 3• Declividade e Tabela de Classes e Usos 4• Breve História de Osasco 5• Planta figura-a-fundo 6• Bairros de Estudo 7• Marcos de Osasco 8• Centro 10– Estação Ferroviária 10.1– Antigas áreas industriais 10.2– As principais vias do centro 10.4– Centralidade 10.5– Bonfim 10.6– Presidente Altino 10.7– Vila Osasco 10.8– Quitaúna e Km 18 10.9• Sul 11- Parque Continental 11.1- Vila Yara 11.2- Campesina 11.3- Cidade de Deus 11.4- Bela Vista 11.5- Jaguaribe 11.6- City Bussocaba 11.7- Santa Maria 11.8• Norte 12– Rochdale 12.1– IAPI 12.2– Piratininga 12.3– Munhóz Jr. 12.4– Mutinga 12.5– Baronesa 12.6– Helena Maria 12.7• Conclusão 13• Bibliografia 141
  3. 3. Introdução à Osasco1Monumento de Osasco na avenida Autonomistas, perto do Shopping Continental.Dados EstatísticosÁrea Total: 64,935 Km²População: 713.066 hab. Est IBGE/2008Densidade: 10.981,2 hab./km²IDH: 0,818 (SP: 72°) - elevado PNUD/2000PIB: R$ 18.310.452 mil (BR: 14º) - IBGE/2005PIB per capita: R$ 25.956,00 IBGE/2005Osasco faz parte do conjunto de municípios que formam a Grande São Paulo, distandoapenas 16km da Capital e abrangendo uma área de 65km² ao longo do rio Tietê. Possuiaproximadamente 70 bairros e tem a 5ª maior população do Estado de São Paulo e o23º PIB entre os municípios brasileiros. Osasco é uma das cidades com maior índice dedesenvolvimento do Estado. 2
  4. 4. Localização1Região Metropolitana de São PauloMapa viário de OsascoA cidade de Osasco localiza-se no Centro Expandido de São Paulo, ao lado de importantes eixos:estruturador (Rio Tietê), viário (Rodovia Castelo Branco, Rodoanel, Raposo Tavares, Anhanguera ) eferroviário (EMTU).3
  5. 5. 0102030405060ÁreaUrbanizadaAterroSanitárioCampoCapoeiraChácaraEquipamentoUrbanoEspelhodÁguaFavelaHortifrutigranjeiroIndústriaLoteamentoDesocupadoMataMineraçãoMovimentodeTerra/SoloExpostoOutroUsoReflorestamentoReservatóriodeRetençãoRodoviaVegetação-VárzeaClasse%14Declividade, Município de OsascoClasses de Uso e Ocupação do Solo, Município de Osasco
  6. 6. Breve História de OsascoAntes de 1880, o município de Osasco era apenas umaárea onde existiam fazendas, sítios e chácaras.O que atraiu Antonio Agú, fundador da cidade, foi afertilidade do solo, propôs fazer um centro agrícola eindustrial italiano com o intuito de despertar ali novasfontes de trabalho e produtividade.Osasco se emancipou de São Paulo em fins do séc. XIX nadécada de 60.A maioria dos bairros da cidade de Osasco derivaram-sede loteamentos e terrenos de antigas fazendas e chácarasda região. Foram atraídos no seu primórdio por causa daestratégica localização do Rio Tietê e a EstradaFerroviária de Sorocaba.25““A paisagem não é só um produto da história; ela reproduz a história, a concepção que o homem tem e teve do morar, doA paisagem não é só um produto da história; ela reproduz a história, a concepção que o homem tem e teve do morar, dohabitar, do trabalhar, do comer e do beber, enfim do viver. Ela reproduz num determinado momento, vários momentoshabitar, do trabalhar, do comer e do beber, enfim do viver. Ela reproduz num determinado momento, vários momentospassados que, na articulação com o novo, reproduz uma paisagem peculiar, onde a história tem um peso importante.”passados que, na articulação com o novo, reproduz uma paisagem peculiar, onde a história tem um peso importante.”
  7. 7. • Forte adensamento• Centralidade• Tipologia do tecido urbano– Malhas Ortogonais visíveis principalmente em bairros no eixo doTietê e da Malha Ferroviária, por conta da antiga industrializaçãonesses locais e também as vilas operárias.– Malhas Desordenadas contidas principalmente nos bairros detopografia acidentada e um forte adensamento principalmentenessas malhas das regiões extremas de Osasco (perto das grandesvias que o delimitam). Uma das características destes lotes são asquadras e ruas irregulares, e sem planejamento urbano.• Uma observação: os lotes são ocupados até o limite portodos os lados, com edificações às vezes invadindo oespaço púbico da rua, dificultando e mesmo impedindo oplantio de árvores, criando uma massa construída que, nosdias quentes funciona como pedras de lareira,conservando, difundindo e aumentando o calor ambiental,que fica durante muitos dias do ano quase insuportável.26Planta Figura-a-Fundo
  8. 8. 2• Laranja:Norte– Rochdale– IAPI– Piratininga– Munhóz Jr.– Mutinga– Baronesa– Helena Maria• Vermelho:Centro– Indutrial Centro, Bonfim– Presidente Altino– Vila Osasco– Quitaúna e Km18• Amarelo:Sul– Parque Continental– Vila Yara– Campesina– Cidade de Deus– Bela Vista– Jaguaribe– City Bussocaba– Santa Maria7Bairros de Estudo
  9. 9. Marcos de Osasco5Arco da Esperança – Avenida BussocabaViaduto Reinaldo de Oliveira – Av. AutonomistasPrédio Residencial8““Marcos são um tipo deMarcos são um tipo deponto de referênciaponto de referênciaonde o observador nãoonde o observador nãoentra neles, porque sãoentra neles, porque sãoexternos, ou sãoexternos, ou sãoconsiderados exterioresconsiderados exterioresao observador.”ao observador.”Kevin LynchKevin Lynch
  10. 10. Destaques em Osasco5Praça Osasco D’Itália, Vila Yara, Sul de OsascoCOPROMO – Vila Nova, Norte de OsascoArco da Esperança – IAPI, Noite de Osasco Fonte da Insinuação – Largo de Osasco, Centro de Osasco9
  11. 11. Centro10
  12. 12. • Principal encorajador da industrialização e história de Osasco• Centralidade linear ao longo da estação• Influência na paisagem urbana• Áreas abandonadas por conta dos trens• Antigas áreas industriais• Predomínio de serviços perto das estações e de habitações precárias em todo o trajeto do trem3Estação Ferroviária10.1
  13. 13. Antigas Áreas Industriais em torno da Estação610.2
  14. 14. Antigas Áreas Industriais em torno da Estação6Perto da Estação, ainda existem pequenas indústrias. A habitação é de classe baixa.Terrenos perigosos são usados para habitação. Dividem espaço com grandes avenidas.10.3Próximas aos conjuntos industriais e àsestações de trem surgiram as primeirasvilas e bairros operários que hoje estãotomados pelas casas humildes e pequenasindústrias, além dos lixos e pixações.
  15. 15. As Principais vias do Centro4Rua Dona Primitiva ViancoRua Antônio AgúAv. João BatistaPovoação de Osasco de 1900 a 1912.Observar os três eixos principais.10.4
  16. 16. Centralidade4“As centralidades do comércio e serviços tendem a ser auto-alimentantes,intensificando cada vez mais a sua diversidade urbana até o limite de saturação,quando as vias onde se instalam, dado o excesso de tráfego de veículos, passam arepelir clientela ao invés de atrair e os negócios aí instalados entram em decadênciae acabam sendo substituídos por outros de menor rentabilidade então os imóveis sãoabandonados.”Candido Malta Campos Filho• Comércio Diversificado• Serviço localizado nos pavimentos superiores e o comércio nas partes térreas• O comércio atrai a população das cidades vizinhas, tanto como consumidoresquanto funcionários dessa gama de serviços• Antigas construções ainda predominam no centro, sendo usadas para finscomerciais.Calçadão da Antônio Agú.Rua Primitiva ViancoLargo de Osasco10.5Avenida João Batista Avenida Antônio Agú
  17. 17. Bonfim?• Teve sua origem ligada às olarias instaladas em suas áreas, quelevava prosperidade para o bairro assim como sua localização ao ladoda linha férrea, sendo como uma vila operária.• Com a chegada dos trens elétricos e o aumento do tráfego dos trens,surgiu a necessidade de se fechar a linha de acesso dos trilhos e,assim, o bairro foi perdendo serviço.• Hoje o bairro do Bonfim é um local que precisa ser revitalizado ereintegrado à paisagem e ao desenvolvimento da cidade. Nele, aindapermanecem as vilas operárias, porém em precário estado deconservação.10.6
  18. 18. Presidente Altino7O Bairro mais antigo da CidadePresidente Altino era, no começoda cidade o segundo maispopuloso.O bairro que mais foi usado pelosprimeiros prefeitos para afirmara soberania municipal através damudança do nome as ruas.10.7
  19. 19. Vila Osasco7O bairro do Centro• A Vila Osasco tem 88,60 alqueires.É um bairro formado pelosloteamentos da Vila Osasco e VilaAlice.• Foi um dos primeiros bairros dacidade a ser considerado área urbana.10.8
  20. 20. Quitaúna e Km 18?• Bairro que cresceu devido as váriasindustrias que ali se instalaram, sendo aprimeira olaria às margens do Rio Tiête,seguido por fabricas de váriosseguimentos.10.9
  21. 21. Sul11
  22. 22. Parque Continental?11.1
  23. 23. Vila Yara?• O bairro foi formado por muitas vilas ehoje, devido ao seu desenvolvimento,tornou-se o bairro de maior movimentoe números de moradores da cidade. Aproximidade do comércio e redes quese instalaram no antigo bairro industrialAutonomistas continuam transformandoo perfil do bairro anteriormenteresidencial.11.2
  24. 24. Campesina?• O bairro da Vila Campesinaé um dos menores bairrosentre os 60 da cidade deOsasco. Boa parte dosprimeiros moradores eramfuncionários de empresasda região, assim comoainda hoje, servindo deresidência a funcionáriosdo Bradesco que prestavamserviço na sede do bancona vizinha Cidade de Deus.• Hoje o bairro se divideentre residencial ecomercial e sofre com ostranstornos ocasionadospelo adensamentocomercial da região.11.3
  25. 25. Cidade de Deus?• Após as reclamações dos moradores pela falta de infraestrutura e planejamento de Osasco, o governador do estadoinaugurou um núcleo residencial dos funcionários dasindústrias e a matriz central de serviços, que recebeu o nomede Cidade de Deus.• Essa cidade, chamada de cidade padrão foi criada por AmadorAguiar, Presidente do Banco Bradesco que, em 1956, criou afundação Bradesco.• Ao completar dez anos, em 10 de março de 1953, o Bradescoinaugura a Cidade de Deus em Osasco, Grande São Paulo. Éconcluída seis anos depois em 1959, com uma área de14.776m² é projetada para abrigar a nova sedeadministrativa, em 1957. Seu nome é dado pelo embaixadorAssis Chateaubriand,que se inspirou na obra Literária, Acidade de Deus de Santo Agostinho.11.4
  26. 26. Bela Vista?11.5• Tem área total de 98,90 alqueirese a partir da década de 30começou a receber seu novosmoradores, esses, eramtrabalhadores que não tinhamrenda para comprar um terreno econstruir sua casa.• Após a emancipação da cidade, obairro teve sua importância pois,tinha uma bela vista para campos eo Pico do Jaraguá.
  27. 27. Jaguaribe?• Quando Osasco se tornacidade em 1962, o bairrode Jaguaribe ainda eraárea rural do município.Foi na metade da décadade 80 que a região setransformou no bairromoderno e confortávelque é hoje.11.6
  28. 28. City Bussocaba?11.7• Foi uma das últimas áreas a serloteada em Osasco, em 1973tratava-se da antiga fazendados Lunardelli.• Havia uma sede da fazenda quefuncionava em uma mansãoconstruída a mais de 80 anos efoi doada para a prefeitura deOsasco e se encontra no ParqueChico Mendes.
  29. 29. Santa Maria?• O bairro de Santa Maria começou sua consolidaçãoapós a construção do Rodoanel.• A menos de cinco anos, os moradores não tinhaminfra-estrutura básica com água encanada, ruasasfaltadas ou transporte coletivo satisfatório. Amaioria de seus moradores adquiriu seus terrenossem saber que o loteamento não estavaregularizado.• Devido a sua proximidade ao complexo doRodoanel, foi exigida a regularização da região,fazendo com que o básico, como água encanda,luz nas principais avenidas, escola, posto de saúdee ônibus fossem implantadas na região.11.8
  30. 30. Norte12
  31. 31. Rochdale?• O bairro surgiu através de umacooperativa que tinha como finalidadelotear os terrenos de uma antiga chácarada região construída na ilha pluvial do rioTietê. Devido a dificuldades nasaprovação da planta do loteamento e asobras exigidas pela prefeitura de SãoPaulo levaram a empresa planejadora aoesgotamento financeiro.• As dificuldade naturais da localização daimplantação desse novo bairro tornaramquase que impossível a concretização deum bairro urbano eficiente, tendo assimproblemas como enchentes, freqüentesaté hoje.12.1
  32. 32. IAPI?12.2• IAPI = Instituto de Aposentadoria ePensão dos Industriários.• Este loteamento data da década de 50 ehoje é composto pelos prédios doINCCOP, pelas casas do antigoloteamento do IAPI e pelo loteamentosocial, chamado de jardim Canaã.• Foram ocupar este loteamento,moradores de várias favelas de váriascidades, como a favela do BuracoQuente, localizado no bairro HelenaMaria.
  33. 33. Piratininga• Malha Ortogonal derivada de vilaOperária.• Área da Quadra = 15.000m²• Gabarito baixo• Região de Várzea e cercada pelo RioTietê e Eixo Viário Rodovia PresidenteCastelo Branco.• O bairro do Piratininga foi rapidamenteocupado e foi um dos primeiros a recebermalha urbana na zona norte da cidade.• Localizado nas várzeas do rio Tiête, obairro conta com 3400 domicílios em suas30 ruas?12.3
  34. 34. Munhoz Jr.?• Bairro de maior número de residências nacidade, com o total de 9.350 moradias,sendo que abriga aproximadamente 37.400moradores, tornando-se o bairro de maiornúmero de habitantes da cidade.• Presença de inúmeras vielas, que exercemimportante função ao servirem de passagementre as ruas do bairro e o jardim HelenaMaria ou Bonança.12.4
  35. 35. Mutinga?12.5• É o maior dos bairros, e possui 180alqueires, derivados de uma antiga fazendachamada Limeira. Sua extensão vai do bairrodo Mutinga, em Osasco ao bairro do Mutingaem Barueri.
  36. 36. Baronesa?12.6• Área total do bairro 84,1 hectares. São terras próximas do Pico do Jaraguá no caminho queleva a Santa de Parnaíba. O loteamento do Jardim Baronesa surgiu quando a terra passou a ser deoperários que precisavam ocupar todo lote já que eram loteamentos de baixo custo.
  37. 37. Helena Maria?12.7
  38. 38. Conclusão13
  39. 39. Tecido e Paisagem UrbanaA paisagem urbana é a expressão da "ordem"e do "caos", manifestação formal do processo deprodução do espaço urbano, colocando-se no nível doaparente e do imediato. O que importa considerar écomo essa forma será compreendida e,conseqüentemente, analisada.CaosA maioria dos bairros de Osasco que sãopobres, mostram seus problemas no tecido urbano e emsua paisagem urbana, por conter organizaçõesprovisórias, condições precárias e forte adensamento.Estes bairros, tem como característica a auto-construção, ruas íngremes e mal cuidadas e pequenocomércio, muitas vezes dividindo espaço com a própriamoradia. Como exemplo, Munhóz Jr., Mutinga, SantaMaria, Baronesa e Helena Maria.OrdemExistem os bairros vindos da idéia de vilaoperária, como o Piratininga, Bonfim, Rochdale ePresidente Altino.Outros bairros são praticamente residenciaise com serviços locais, o gabarito variável entreresidências verticais e horizontais, e nestes, a umapredominância da ordem e do cuidado por serem bairrosde classe média ou alta.?13.1Caos – Vista do Bairro BaronesaOrdem – Vista do Bairro do Campesina““A paisagem urbana surge na maioria das vezes como uma sucessão deA paisagem urbana surge na maioria das vezes como uma sucessão desurpresas ou revelações súbitas.” – Gordom Cullensurpresas ou revelações súbitas.” – Gordom Cullen
  40. 40. Calçadão de Osasco : Predominância da Perspectiva feita pelos Coqueiros.Rua João Batista: Amostra de uma poluição visual, prevalecendo casas antigasusadas para comércio/serviço.Panorama inicial rapidamente assimilado. (Rua que se prolonga em linha reta).13.2
  41. 41. Presidente Altino: Gabarito baixo, predominantemente residencial.Rua Antônio Agú: Os bairroscentrais tornaram-seprogressivamente verticais,transformando os bairrospopulares a bairros de classemédia e reduzindo a populaçãomoradora, mas aumentandoexponencialmente os automóveisem circulação.13.3
  42. 42. Presidente Altino próximo aos trilhos de trem: Contraste entre apaisagem da Grande Indústria e a paisagem da Pequena Favelano córrego dividindo o espaço com grandes torres de energia.13.4
  43. 43. 413.5Avenida Maria Campos: Osasco tem muitos córregos provenientes do Rio Tietê, esse é um dos exemplos de córregoaberto com vias em ambos os lados, trazendo uma paisagem que pode ser considerada uma das imagens da cidade.
  44. 44. ““Relaciona-se a constituição da cidade: A sua cor, sua textura, escala, seu estilo, sua natureza,Relaciona-se a constituição da cidade: A sua cor, sua textura, escala, seu estilo, sua natureza,a personalidade e tudo que a individualiza.”a personalidade e tudo que a individualiza.”Gordon CullenGordon Cullen13.6
  45. 45. BibliografiaOliveira, Neyde Collino de. Negrelli, Ana Lúcia M. Rocha.Osasco e sua História. São Paulo:CG Editora, 1992.Carlos, Ana Fani Alessandri. A (Re)produção do EspaçoUrbano. São Paulo: Editora da Universidade de SãoPaulo, 1994.Cullen, Gordon. Paisagem Urbana. São Paulo: Edições 70,2008.Landim, Paula da Cruz. Desenho de paisagem urbana: ascidades do interior paulista. São Paulo: EditoraUNESP, 2004.Campos F, Candido Malta. Reinvente seu Bairro. SãoPaulo: Editora 34, 2003.http://www.sehdu.osasco.sp.gov.br/http://www.camaraosasco.sp.gov.br/http://www.visaooeste.com.br/http://www.flickr.comhttp://www.panoramio.comhttp://db5.skyscrapercity.com/?14

×