Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Matemática Financeira da Teoria à Prática

7,223 views

Published on

Published in: Travel, Education
  • Be the first to comment

Matemática Financeira da Teoria à Prática

  1. 1. UFFUNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br /> Novas Tecnologias no Ensino da Matemática<br />Informática Educativa II<br />Objeto de Aprendizagem<br />
  2. 2. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Matemática Financeira da Teoria à Prática<br />Tutora : Cleonice Weber<br />Aluna: Carmelita Freitas dos Santos Ribeiro<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  3. 3. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise<br />de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  4. 4. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />A Matemática Financeira busca quantificar as transações<br />que ocorrem no universo financeiro, levando em conta <br />a variável tempo, isto é, o valor do dinheiro no tempo.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  5. 5. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />A todo tempo a Matemática Financeira está presente no<br />cotidiano das pessoas, por exemplo: na compra ou<br />venda de imóveis, móveis, automóveis, movimentação <br />bancária, viagens, festas, etc...<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  6. 6. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Em especial na nossa festa ela está envolvia de maneira<br />particular, fazendo toda diferença ditando as regras pelas<br />quais planejaremos nossos gastos, através dos orçamentos,sempre verificando nossos saldos disponíveis, e principalmente atentos aos os descontos concedidos e aos juros obtidos em cada compra, tudo isso para não <br />ficarmos no vermelho.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  7. 7. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Então para que tudo dê certo temos que estudar: razão <br />centesimal, porcentagem (aumento e redução porcentuais)<br />juros (simples e compostos), regime de capitalização, etc.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  8. 8. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />JUROS SIMPLES: o juro de cada intervalo de tempo sempre é calculado sobre o capital inicial emprestado ou aplicado. <br />JUROS COMPOSTOS: o juro de cada intervalo de tempo é calculado a partir do saldo no início de correspondente intervalo. Ou seja: o juro de cada intervalo de tempo é incorporado ao capital inicial e passa a render juros também.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  9. 9. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Taxa de juros<br />    A taxa de juros indica qual remuneração será paga ao dinheiro “emprestado”, por um determinado período e vem na forma percentual, em seguida da especificação do período de tempo a que se refere:<br />6 % a.a. - (a.a. significa ao ano).12 % a.t. - (a.t. significa ao trimestre). <br />0,25 a.m. - (a.m. significa ao mês).0,10 a.q. - (a.q. significa ao quadrimestre) <br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  10. 10. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />JUROS SIMPLES<br />    O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidir apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não incidirão novos juros. Valor Principal ou simplesmente principal é o valor inicial emprestado ou aplicado, antes de somarmos os juros. Transformando em fórmula temos:<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  11. 11. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />J = P . i . N<br />Onde:<br />J = jurosP = principal (capital)i = taxa de jurosn = número de períodos<br />    <br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  12. 12. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Passando para o modo prático:<br />Supondo que a decoração da nossa festa seja de R$ 1000,00 que deve ser paga com juros de 8% a.m. pelo regime de juros simples e devemos pagá-la em 2 meses. Os juros que pagarei serão: <br />J = 1000 x 0.08 x 2 = 160<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  13. 13. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br /> <br />Agora, pensando em nossa capitalização de recursos financeiros:<br />Se fizermos uma aplicação de R$ 1000,00 a taxa de 10% ao mês,<br />durante 4 meses, qual seria o valor resgatado com o regime de juros simples?<br />E com o regime de juros compostos?<br />J= 1000 x 0,10 x 4 = 400<br />M =C+J = 1000+400 = 1400<br />R: R$ 1400,00 com juros simples.<br />Usando o regime de juros compostos, onde, J=M-P e M = P . (1 +  i)n<br />M= 1000 x (1+i)n = 1000 x (1+ 0,10)4 = 1464,10<br />J= 1464,10 – 1000,00 = 464,10<br />R: R$ 1464,10 com juros compostos.<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  14. 14. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br /> <br />Com isso concluímos que:<br />Devemos estar atentos para usar melhor forma de pagamento que é a vista.<br />Porém as vezes recorremos aos parcelamentos, por isso estejamos atentos aos juros que tais parcelamentos trazem embutidos.<br />Faça uma revisão do proposto e bons estudos!!<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />
  15. 15. Uma festa para jamais se esquecer da matemática financeira<br />Referências Bibliográficas:<br />http://www.somatematica.com.br/emedio/finan3.php<br />Matemática Financeira - aula01 Vol.:1 – Cederj<br />UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE<br />

×