Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Open Source em Portugal

6,463 views

Published on

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Open Source em Portugal

  1. 1. Open Source em Portugal Carlos J. Costa (carlos.costa@iscte.pt) 28 de Outubro de 2010
  2. 2. <ul><li>Carlos J. Costa </li></ul><ul><li>Prof. no IUL – ISCTE (ETA – DCTI) </li></ul><ul><li>Director da Lic. I.G.E. </li></ul><ul><li>Coordenador de </li></ul><ul><ul><li>Pós-Graduação D.S.I. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mestrado O.S.S. </li></ul></ul><ul><li>Chair do Eurosigdoc (chapter do ACM/SIGDOC) </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Enquadramento Jurídico do Open Source </li></ul><ul><li>Empresas e Projectos </li></ul><ul><li>Autarquias Locais </li></ul><ul><li>Ensino </li></ul>Síntese
  4. 4. Enquadramento Jurídico <ul><li>Propriedade Intelectual </li></ul><ul><ul><li>Propriedade Industrial </li></ul></ul><ul><ul><li>Direitos de Autor </li></ul></ul>
  5. 5. Enquadramento Jurídico <ul><li>Propriedade Industrial </li></ul><ul><ul><li>A Propriedade Industrial tem por objecto a protecção das: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>invenções, com aplicação industrial, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>criações estéticas (design), com aplicação industrial, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>sinais distintivos do comércio, para distinguir produtos e empresas. </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Enquadramento Jurídico <ul><li>Direitos de Autor </li></ul><ul><ul><li>O direito de autor estabelece um monopólio temporário do criador de uma obra para a exploração dessa obra </li></ul></ul>
  7. 7. Enquadramento Jurídico <ul><li>• Código de Propriedade Industrial (Decreto-Lei n.º36/2003, de 5 de Março) </li></ul><ul><li>– Invenções (Patentes...) (Cap. I), </li></ul><ul><li>– Topografias de produtos semicondutores (Cap. II) </li></ul><ul><li>– Desenhos ou modelos (Cap. III) </li></ul><ul><li>– Marcas (Cap. IV) </li></ul><ul><li>– Recompensas (Cap. V) </li></ul><ul><li>– Nomes e Insignias de Estabelecimentos (Cap. VI) </li></ul><ul><li>– Logotipos (Cap. VII) </li></ul><ul><li>– Denominações de origem e indicações geográficas (Cap. VIII) </li></ul>
  8. 8. Enquadramento Jurídico <ul><li>• Direitos de Autor </li></ul><ul><li>- Lei 50/2004 de 24 de Agosto </li></ul><ul><li>– Republicação do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos </li></ul><ul><li>– Republicação da Lei 62/98 de 1 de Setembro- </li></ul><ul><li>– Transposição da Directiva 2001/29/CE – Sociedade da Informação </li></ul><ul><li>• Directiva 2004/48/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 29.04.2004 </li></ul>
  9. 9. Enquadramento Jurídico <ul><li>• Direitos de Autor (direito de sequência) </li></ul><ul><li>– Gabinete de Direitos de Autor (GDA) </li></ul><ul><li>– Ministério da Cultura </li></ul><ul><li>– http://www.gda.pt/ </li></ul><ul><li>• Propriedade Industrial </li></ul><ul><li>– Instituto de Propriedade Industrial (INPI) </li></ul><ul><li>– Ministro da Economia e da Inovação </li></ul><ul><li>– http://www.inpi.pt </li></ul>
  10. 10. Enquadramento Jurídico Licenças: Licença de Software Disponível sem custos A distribuição é permitida Sem restrições à utilização Código-fonte disponível gratuitamente A Alteração do código fonte é permitida Os trabalhos derivados devem permanecer livres A ligação com o software proprietário é permitida Domínio Público X X X X X X Shareware (X) 1 X Freeware X X X GPL X X X X X X LGPL X X X X X X X MPL X X X X X X X BSD X X X X X X 1 Shareware é gratuito apenas durante um período de experimentação
  11. 11. Empresas e Projectos <ul><li>Duas Associações </li></ul>
  12. 12. Empresas e Projectos http://www.esop.pt/associados/associados/
  13. 13. Empresas e Projectos: Sistemas Operativos
  14. 14. Empresas e Projectos: Sistemas Operativos <ul><li>2000 - CM nasceu Outubro de 2000 com a atribuição do Prémio Milénio Expresso 2000 a 3 investigadores da ADETTI/ISCTE (Daniel Neves, José Guimarães e Paulo Trezentos). </li></ul><ul><li>2004 - Caixa Mágica Software&quot;. </li></ul><ul><li>Adetti/ISCTE – Investigação </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Estudo das Autarquias </li></ul><ul><ul><li>Estudo realizado no âmbito </li></ul></ul><ul><ul><li>de dissertação de mestrado </li></ul></ul><ul><ul><li>do Eng. Nuno Brás Fernandes </li></ul></ul>Autarquias Locais
  16. 16. Autarquias Locais <ul><li>Objectivo: </li></ul><ul><li>- Utilização de Open Source nas Autarquias locais </li></ul><ul><li>Recolha de Dados: </li></ul><ul><li>- Questionário </li></ul><ul><li>- Ferramenta de auditoria de redes (OSS Nmap) </li></ul>
  17. 17. Autarquias Locais Tecnologias Implementadas (nº)
  18. 18. Autarquias Locais Tecnologias Implementadas   Tipo de serviço crítico Frequência [1] Percentagem do total de autarquias na fase “Implementação” [2] Percentagem do total de autarquias participantes [3] Transporte de E-mail (Servidor SMTP) 26 38,24 20,63 Acesso E-mail (Servidor POP, IMAP, etc.) 23 33,82 18,25 Webmail 27 39,71 21,43 Servidor de Base de Dados 42 61,76 33,33 Servidor de Páginas de Internet (Webserver) 31 45,59 24,60 Directório de Utilizadores (Directory Services) 4 5,88 3,17 Firewall 28 41,18 22,22 Partilha de Ficheiros (File Sharing) 17 25,00 13,49 Servidor de Impressão (Print Server) 7 10,29 5,56 Sistema de Informação Geográfica 16 23,53 12,70 VOIP 3 4,41 2,38 Proxy Server 3 4,41 2,38 ERP 1 1,47 0,79
  19. 19. Autarquias Locais Servidores de páginas de Internet das autarquias nacionais, por tipo de tecnologia utilizada
  20. 20. Autarquias Locais Servidores Páginas Internet ( Webservers ) Tecnologia Frequência Percentagem Open Source 100 32 Proprietária 193 63 N/A 15 5 Total 308 100
  21. 21. Autarquias Locais Servidores de páginas de Internet das autarquias nacionais, por software detectado
  22. 22. Autarquias Locais Servidores Páginas Internet ( Webservers ) Software Frequência Percentagem IIS 177 58 Apache 99 32 Oracle 16 5 Zope 1 0 N/A 15 5 Total 308 100
  23. 23. Autarquias Locais servidores de transporte de e-mail das autarquias nacionais, por tipo de tecnologia detectada
  24. 24. Autarquias Locais Servidores de Transporte E-mail ( MTA ) Tecnologia Frequência Percentagem Open Source 106 34 Proprietária 94 31 N/A 108 35 Total 308 100
  25. 25. Autarquias Locais Servidores de transporte de e-mail das autarquias nacionais, por software detectado
  26. 26. Autarquias Locais Servidores de Transporte E-mail ( MTA ) Software Frequência Percentagem Microsoft ESMTP 57 19 Outro Proprietário 37 12 Postfix 48 16 Exim 28 9 Sendmail 9 3 QMail 14 5 Outro Open Source 7 2 N/A 108 34 Total 308 100
  27. 27. Autarquias Locais
  28. 28. Ensino <ul><li>Magalhães no ensino Básico e Caixa mágica no Ensino Básico e Secundário </li></ul><ul><ul><li>Dissertação em curso </li></ul></ul><ul><li>MOSS – Mestrado Open Source </li></ul>
  29. 29. Ensino: MOSS <ul><li>Proporcionar formação avançada quer com aplicações académicas quer com aplicações práticas no seguintes campos: </li></ul><ul><li>- Sistemas operativos open source </li></ul><ul><li>- Desenvolvimento open source (programação e Web) </li></ul><ul><li>- Economia do open source </li></ul><ul><li>- Gestão do open source </li></ul>
  30. 30. Ensino: MOSS <ul><li>Unidades Curriculares: </li></ul><ul><li>- Introdução ao Software de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Disseminação de Software de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Modelos de Negócio e Economia do Software de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Bases de Dados em ambientes de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Introdução ao Desenvolvimento de Software de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Desenvolvimento de Aplicações Web </li></ul><ul><li>- Segurança em Redes de Computadores </li></ul><ul><li>- Fundamentos de Sistemas Operativos de Código Aberto </li></ul><ul><li>- Seminário </li></ul><ul><li>- Dissertação </li></ul>
  31. 31. Ensino: MOSS <ul><li>- Equipas de docentes fortemente orientadas para open source e com provas dadas em várias áreas (sistemas operativos, desenvolvimento de aplicações, …) </li></ul><ul><li>- Ligação a outras universidades (Univ. Évora e UOC) </li></ul><ul><li>- Blended Learning </li></ul>
  32. 32. Iniciativas <ul><li>- Workshop &quot;Desafios Open Source para a próxima década&quot; promovida pelo Mestrado em OSS - </li></ul><ul><ul><ul><li>16 de Julho de 2010 </li></ul></ul></ul><ul><li>- Workshop Open Source and Design of Communication (OSDOC2010) </li></ul><ul><ul><ul><li>Lisbon, 8th November 2010 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>http://eurosigdoc.acm.org/osdoc2010/ </li></ul></ul></ul>Para o ano há mais!!!
  33. 33. Questões para Discussão <ul><li>Custos/Benefícios </li></ul><ul><li>- Perspectiva de Utilizadores (empresas, particulares) </li></ul><ul><li>- Perspectiva de Fornecedores Software </li></ul><ul><li>- Perspectiva dos Consultores </li></ul><ul><li>- Perspectiva do Estado </li></ul><ul><li>-... </li></ul>

×