Produção gráfica - Foco em fechamento de arquivo

32,674 views

Published on

A criação de um arquivo para saída de impressão começa desde a sua estrutura, conversão de imagens para CMYK, a escolha do papel, de tintas, processo de impressão. Todos e algumas outras etapas fazem parte do conhecimento do produtor gráfico para sucesso no seu produto final.

A produção Gráfica abrange quatro grandes etapas:

- Criação/projetação gráfica
- Pré-impressão
- Impressão
- Acabamento Gráfico


@eduardosully
www.eduardosully.com

Published in: Design, Technology, Business

Produção gráfica - Foco em fechamento de arquivo

  1. 2. Produção Gráfica <ul><li>É o conjunto de processos e atividades auxiliares que visa reproduzir, em qualquer número e cópias, escritos e imagens a partir de uma matriz; </li></ul><ul><li>Acompanhamento do processo de uma peça desde sua criação; </li></ul><ul><li>Conhecimento técnico de matéria-prima; </li></ul><ul><li>Diferenciação de processos de impressão; </li></ul>
  2. 3. Produção Gráfica <ul><li>Abrange </li></ul>quatro grandes etapas <ul><li>Criação/projetação Gráfica </li></ul><ul><li>Pré-Impressão </li></ul><ul><li>Impressão </li></ul><ul><li>Acabamento Gráfico </li></ul>
  3. 4. A maioria das pessoas ao aprender apenas as ferramentas de computação gráfica têm problemas ao enviar seus arquivos para serem impressos. <ul><li>Tipo de papel </li></ul><ul><li>Formato </li></ul><ul><li>Cores (CMYK) </li></ul><ul><li>Acabamento </li></ul>
  4. 5. Tipo de papel
  5. 6. <ul><li>A escolha do papel no qual será impresso o seu material é fundamental para garantir o resultado planejado. </li></ul><ul><li>Conhecer os papéis e suas características é importante tanto quanto a criação/arte que será impressa para se ter um bom produto final. </li></ul>Tipo de papel
  6. 7. <ul><li>O custo </li></ul>Parâmetros fundamentais para o uso do papel quanto maior a tiragem, menor o custo relativo do papel exceto no caso de tipos de papel de uso mais freqüente (couchê e offset), o mercado de papéis é instável alguns processos não permitem o uso de determinados tipos de papel <ul><li>Disponibilidade no mercado </li></ul><ul><li>Restrições técnicas </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Peso/gramatura </li></ul>Classificação dos papéis normalmente, o peso varia de 50 a 350 gramas, quanto mais grossa é a folha maior opacidade, o que beneficia a leitura no caso da impressão frente-e-verso o formato bem definido resulta em aproveitamento de papel, o que pode proporcionar economia a cor do papel pode influenciar na composição criativa das cores que você usa na sua arte <ul><li>Formato </li></ul><ul><li>Cor </li></ul>A textura pode ser definida como o aspecto do papel (lisos, telados, etc.) ou quanto ao seu grau de rigidez <ul><li>Textura </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Couché </li></ul><ul><li>É um tipo de papel resistente, amassa facilmente dependendo da gramatura. Graças a textura lisa e delicada, possui uma ótima qualidade de impressão e é um dos mais utilizados. Basicamente nas gramaturas 90, 120, 150 e 250 gramas . </li></ul><ul><li>Cartão de Visita </li></ul><ul><li>Folders </li></ul><ul><li>Flyers </li></ul><ul><li>Panfletos </li></ul><ul><li>Tags </li></ul><ul><li>Encartes de supermercados </li></ul><ul><li>Cartazes e outros </li></ul>Aplicações
  9. 10. <ul><li>Duplex </li></ul><ul><li>Mais conhecido como papelão, composto por 2 camadas de papel, sendo a primeira de branco, acetinada e lisa e a segunda camada com uma pasta não branqueada. A gramatura do papel Duplex é 250 gramas e 300 gramas. </li></ul><ul><li>Calendário de parede </li></ul><ul><li>Sacolas </li></ul><ul><li>Caixas </li></ul><ul><li>Cartão de visita </li></ul><ul><li>Embalagens em geral </li></ul>Aplicações
  10. 11. <ul><li>Offset </li></ul><ul><li>É o Papel de superfície uniforme, encorpado e possui textura fosca e resiste o melhor possível a ação da umidade, o que é de extrema importância para a impressão pelo sistema off-set. Vantagem de baixo custo, possui alta qualidade, com grande nitidez, cores vivas e intensas das áreas impressas. A gramatura varia de 56 a 240 gramas. </li></ul><ul><li>Receituário </li></ul><ul><li>Papel Timbrado </li></ul><ul><li>Miolo de Livros </li></ul><ul><li>Miolos de Revistas </li></ul><ul><li>Folhetos </li></ul>Aplicações
  11. 12. <ul><li>Supremo </li></ul><ul><li>Possui bastante resistência e tem a superfície mais lisa do mercado, com altíssima qualidade. Possui um semi brilho, frente e verso do papel são branco. Aceita todos os recursos gráficos é utilizado acabamento gráfico especial (verniz UV ou verniz fosco), enriquecendo a peça gráfica. A gramatura deste papel é de 250 gramas e de 300 gramas. </li></ul><ul><li>Cartão de Visita </li></ul><ul><li>Imã </li></ul><ul><li>Folhinha </li></ul><ul><li>Calendário Bolso </li></ul><ul><li>Calendário Mesa </li></ul><ul><li>Marcador de livros </li></ul>Aplicações
  12. 13. Formato
  13. 14. <ul><li>Os formatos de papéis são bastante importantes para se ter um melhor aproveitamento de papel, o que pode gerar economia. </li></ul><ul><li>Existe 3 tipos de formatos de papel, o DIN, AA e BB. </li></ul><ul><li>Os formatos AA e BB não tem nada haver com a Série A e B do Formato Internacional DIN. </li></ul>
  14. 15. Tabela dos Formatos de Papéis <ul><li>Formato DIN </li></ul><ul><li>A0 – 841 x 1189 mm </li></ul><ul><li>A1 – 594 x 841 mm </li></ul><ul><li>A2 – 420 x 594 mm </li></ul><ul><li>A3 – 297 x 420 mm </li></ul><ul><li>A4 – 210 x 297 mm </li></ul><ul><li>A5 – 148 x 210 mm </li></ul><ul><li>A6 – 105 x 148 mm </li></ul><ul><li>A7 – 74 x 105 mm </li></ul><ul><li>A8 – 52 x 74 mm </li></ul><ul><li>A9 – 37 x 52 mm </li></ul><ul><li>A10 – 26 x 37 mm </li></ul><ul><li>A11 – 18 x 26 mm </li></ul><ul><li>A12 – 13 x 18 mm </li></ul>Formato AA AA – 76 x 112 cm A – 56 x 76 cm ½ A – 38 x 56 cm ¼ A – 28 x 38 cm 1/8 A – 19 x 28 cm 1/16 A – 14 x 19 cm 1/32 A – 9 x 14 cm Formato BB BB – 66 x 96 cm B – 48 x 66 cm ½ B – 33 x 48 cm ¼ B – 24 x 33 cm 1/8 B – 16 x 24 cm 1/16 B – 12 x 16 cm 1/32 B – 8 x 12 cm
  15. 16. Cor
  16. 17. <ul><li>É o processo de decomposição das cores de um layout, para produzir os fotolitos ou as matrizes para cada uma das tintas que serão usadas na impressão. No caso do Padrão CMYK, um quatro para Ciano, um quatro para Magenta, um quatro para Amarelo e um quatro para o Preto. </li></ul><ul><li>Na utilização de bitmaps(jpg, gif, png, etc), é de extrema importância a verificação se a imagem está em RGB. </li></ul>Separação de cores
  17. 18. Textura
  18. 19. <ul><li>Podemos considerar como textura, tanto o aspecto da superfície do papel (lisos, texturados, telados, calandrados, etc.), quanto ao seu grau de rigidez. Cada tipo de impresso, pode necessitar de uma textura diferente. A sua criatividade determinará o melhor tipo de papel. </li></ul><ul><li>A escolha do papel é de suma importância para a boa execução de trabalhos impressos, pelas propriedades de suas diferentes classes. </li></ul>Texturas
  19. 20. O que é arquivo fechado?
  20. 21. <ul><li>É o arquivo que não se altera após a criação pelo designer. O mesmo pode ser fechado em 3 formatos. </li></ul><ul><li>Existem quatro fases para sucesso na finalização de um arquivo para impressão: </li></ul><ul><li>Arquivos bem construídos </li></ul><ul><li>Utilização de imagens(bitmap) em padrão CMYK </li></ul><ul><li>Verificação de separação das cores </li></ul><ul><li>Converter o arquivo em pdf por PostScript </li></ul>JPG TIFF PDF
  21. 22. <ul><li>PostScript é uma linguagem de programação especializada para visualização de informações, ou uma linguagem de descrição de páginas, originalmente criada para impressão e posteriormente modificada para o uso com monitores ('display PostScript'). </li></ul><ul><li>Foi desenvolvida pela Adobe, tendo como inspiração uma linguagem desenvolvida na Xerox, a InterPress. </li></ul>O que é PostScript?
  22. 23. Por que fechar em PDF?
  23. 24. <ul><li>Os arquivos PDF independem do sistema operacional no qual foi gerado. O formato PDF tem aplicações diversas, para além do ambiente gráfico e possui recursos que no nosso caso podem gerar problemas ou mesmo inviabilizar o processo se utilizados. </li></ul><ul><li>Os padrões PDF/X são conjuntos de recomendações e restrições rígidas e específicas para utilizações segura do formato no fluxo de produção gráfica. </li></ul><ul><li>O padrão PDF/X-1a foi substituído pelo PDF/X-3 no qual permitia a utilização de imagens no padrão RGB, e não mais restritas ao CMYK como no PDF/X-1a. </li></ul>PDF/X-1a
  24. 25. <ul><li>Arquivos PDF pode ser gerado de 3 maneiras. Em ordem de segurança e de adequação à complexidade do projeto gráfico. </li></ul><ul><li>Por meio do comando IMPRIMIR </li></ul>Utiliza-se uma “impressora virtual”, que é instalada automaticamente pelo próprio programa de geração de arquivos PDF. <ul><li>Por meio dos comandos SALVAR COMO e EXPORTAR </li></ul>As versões mais recentes dos programas gráficos mais utilizados por designers permitem salvar o arquivo diretamente no formato PDF ou exportá-lo. <ul><li>Pela conversão de arquivo PostScript </li></ul>É necessário que o arquivo do programa gráfico seja convertido para arquivo fechado a partir de determinados parâmetros que garantem a integridade dos dados na posterior conversão para PDF. ABTG – www.abtg.org.br. Manual de como exportar arquivo fechado (PostScript) e pdf)
  25. 26. Softwares
  26. 28. muito obrigado [email_address] www.eduardosully.com @eduardosully

×