Uma aventura no oceano

1,574 views

Published on

"Escrita na Ponta de Um Lápis" - Turma 3 (2º ano) da EB1 de Oliveira de Azeméis, nº 4

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,574
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
481
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Uma aventura no oceano

  1. 1. Certo dia de verão, o Luís viajou com os seus pais até ao México, a caminho de umas férias inesquecíveis.
  2. 2. Divertiu-se imenso com os seus brinquedo e atéconseguiu fazer um castelo de areia com a ajuda dos seus pais.
  3. 3. Como o mar estava muito calmo o meninomergulhou imensas vezes. Estava deliciado com aquela água!
  4. 4. Vestiu o seu fato de mergulho e calçou as barbatanas para poder observaraquela paisagem aquática. Nadou, nadou até que avistou um golfinho que seaproximou dele. Divertiram-se juntos com grandes mergulhos e acrobaciasdentro e fora de água.A dada altura o golfinhoperguntou-lhe:-Queres vir conhecer aGolfilândia?-O menino arregalou osolhos e gaguejou:- Tu… tu… tu… fa… fa…falas?!-- Sim. Eu conheço alinguagem dos homens.O Luís estava encantado com o seu novo amigo.-Como é que a aprendeste?-- Aprendi na Golfilândia. Os golfinhos mais velhos foram treinados por humanos eagora ensinam-nos a nós. Queres vir conhecer a minha família?-- Claro que quero! Levas-me até lá?-- Segura-te a mim.-- Está bem, mas não vás muito rápido, quero apreciar toda a paisagem e além dissonão estou habituado à tua velocidade!
  5. 5. Chegaram a determinado sítio e o golfinho parou. O menino só via uma rochaenorme à sua frente. Foi então que o golfinho pôs a barbatana caudal encostadaà rocha e ela abriu. Assim surgiu uma maravilhosa “cidade” subterrânea cheiade cor.
  6. 6. -Quem é esta criatura? – perguntou o pai do golfinho.-- Este é o Luís. Um menino que conheci na praia e com quem me diverti muito –respondeu o golfinho – ele quis vir conhecer a nossa família.
  7. 7. O Luís apercebeu-se que estava um grupo de golfinhos a brincar com uma bolareluzente e questionou-os:-Que bola tão reluzente! Parece de ouro! Faz parte de algum tesouro? Um dos golfinhos respondeu:-- Estás a ver aquela sombra ali ao fundo? É um barco pirata! Ela foi lá encontrada!
  8. 8. Os golfinhos convidaram-no a entrar no jogo e ele aceitou mas anecessidade de ar do Luís cada vez aumentava mais e ele tinhaurgentemente de regressar à superfície.
  9. 9. O golfinho acompanhou-o nesta trajetória e quando regressaram omenino foi logo surpreendido com a bola na sua direção e foi assimque entrou logo no jogo. Enquanto brincavam juntos muitoconsolados viram uma sombra a deslocar-se na direção deles. Era umtubarão! Fugiram todos para trás das algas e deixaram a bola que foiengolida pelo feroz tubarão. Devia pensar que era comida!
  10. 10. Ao longe o professor polvo, que treinava os seus alunos, avistou o alvoroço naGolfilândia. Dirigiu-se logo para lá seguido das suas alforrecas aprendizes,imobilizou o tubarão com os seus tentáculos e a bola saiu. As alforrecastambém cercaram o tubarão que acabou por morrer com os choquesvenenosos.
  11. 11. Com esta agitação o Luís ficou muito assustado. Os golfinhos ao ver opânico na cara do menino resolveram levá-lo à superfície eofereceram-lhe a bola dourada.
  12. 12. Os pais viram o menino chegar e dirigiram-se logo para ele. Ao escutarem asua aventura os pais sussurraram um para o outro: “Ele tem cá umaimaginação!”…
  13. 13. • Turma 2 • 2ºano• EB1 de OAZ nº4

×