Palestra O twitter e o poder do usuário

792 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
792
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra O twitter e o poder do usuário

  1. 1. O Twitter e o poder dos usuários<br />Uma notícia só é importante se for retuitada?<br />Por Felipe Zmoginski - @felipezk3e Virgílio Sousa - @virgiliosousa<br />
  2. 2. Como as notícias são consideradas mais ou menos importantes? As transformações recentes até o surgimento da ´notíciasocial´<br />1 - Quando há decisão editorial:- Importância do evento – Número de pessoas afetadas - Consequências econômicas/sociais/políticas- Relevância das pessoas envolvidas no fato<br />CapadaFolhaem20 de agosto de 2010<br />
  3. 3. 2 - Nos meios digitais, surge nova hierarquia das informações baseada em métricas de analytics1990- Conteúdos organizados por regras de maior popularidade - acessos medidos por ferramentas que auferem métricas de audiência. (Certifica, Google Analytics, Ibope, etc.)Método considera o volume de exibições como principal critério de relevância. Nem sempre o mais popular, é o que é percebido pelo usuário como o mais relevante.<br />Sites de notíciaspolularesnosanos 90: UOL, Star Media, etc<br />
  4. 4. 3 - Indexadores de busca criam algoritmos que ponderam critérios mais complexos para organizar a hierarquia da informação.2001 - Por ocasião do 11 de setembro, o programador indiano KrishnaBharat propõe organizar as informações de acordo com critérios complexos, separando pesquisas de acordo com interesses dos usuários e algoritmos já usados no Page Rank do Google. Ele queria filtrar informações sobre os atentados.- Classificação da base de dados como site de notícias (atualmente é de 25 mil sites de notícias em 25 linguas)- Identificação dos conteúdos em “tags” de editorias (similar ao método tradicional das redações: esportes, cultura, tecnologia, etc.)- Número de exibições da página- Número de atualizações do site ao qual a página pertence- Número de links que apontam para aquela página<br />
  5. 5. 4 - Jornalismocolaborativo e blogs<br />A partir da estreia dos formulários de comentários, surge a organização das informações pelo critérios de mais comentadas e polêmica em todo da moderação x censura de comentários.Experiências de jornalismo colaborativo:- Caso CNN/Steve Jobs- Caso 11 de Setembro- Caso Você Repórter Terra/Acidente da Tam- Explosão dos blogs <br />
  6. 6. 5 - Fenômeno DiggEm 2004, o site criado por Kevin Rose e Owen Byrne nos Estados Unidos propõe agregar notícias de uma grande base de dados (a exemplo do Google News) porém adotar critérios humanos (e não de algoritmos) para hierarquizar as informações.- Decisão editorial de organização em tópicos (editorias)- Hierarquização por meio de diggs (votos dos usuários)<br />
  7. 7. 6- Fenômeno da “notícia social”: Twitter e redes sociais  - Sites passam a organizar informações também pelo critério de mais compartilhadas- Editores de conteúdo passam a usar as redes como forma de disseminar conteúdos e atrair novos públicos- Notícias mais importantes podem ser observadas também pelo critério compartilhamento de redes sociais.  <br />
  8. 8. A) - Usuários do Twitter como fonte de informaçãoB) - O Twitter passa a pautar a imprensa- Caso Patrick Swayze- Case anúncio do Extra- Caso Motorola Android- Cala a Boca Galvão - virou capa da Veja<br />
  9. 9. Obrigado!<br />

×