A Escola na Era do PetaByte

1,007 views

Published on

Analisa que o novo papel da Escola frente ao avanço das novas tecnologias e as mudanças na sociedade.

Published in: Education, Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,007
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Escola na Era do PetaByte

  1. 1. Outubro de Eventos 2009 Novas Tecnologias Educacionais A Escola na Era do PetaByte Márcio F. Campos
  2. 2. Sintomas <ul><li>Segundo o vídeo Shift Happens: </li></ul><ul><ul><li>Mais vídeo foi subido para o YouTube nos últimos dois meses do que tudo que foi produzido pelas redes ABC, NBC e CBS desde 1948. </li></ul></ul><ul><ul><li>O telefono móvel será a principal ferramenta de conexão à internet em 2020. </li></ul></ul><ul><ul><li>YouTube ,Facebook, MySpace, juntas, receberam 250 milhões de visitantes únicos por mês, considerando que nenhum deles existiam a há seis anos. </li></ul></ul>
  3. 3. Objetivos <ul><li>Contextualizar o processo de transformação que vivemos com o uso e as potencialidades da TI e o seu impacto na Escola: </li></ul><ul><ul><li>Gestão, pessoas/espaços e pedagógico/sala de aula. </li></ul></ul><ul><li>Detalhar como a TI, hoje, potencializa as tendências já em curso em sala de aula. </li></ul><ul><li>Projetar o futuro das escolas que permanecem vinculadas ao modelo de escola do Séc. XVIII. </li></ul>
  4. 4. Quais são as percepções em curso? <ul><li>Empresa: </li></ul><ul><ul><li>Já não é mais o único local de trabalho. </li></ul></ul><ul><li>Bancos: </li></ul><ul><ul><li>Já não são mais os únicos locais para movimentar contas. </li></ul></ul><ul><li>Shopping Centers </li></ul><ul><ul><li>Já não são mais os únicos locais para se fazer compras </li></ul></ul><ul><li>E ... </li></ul>
  5. 5. Quais são as percepções em curso? <ul><li>Escola: </li></ul><ul><ul><li>Não é mais o único local de aprendizado. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Como explicar isto? Quais as causas? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Para onde vamos? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>O que fazer? </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Novos Paradigmas <ul><li>Redefinição do conceito de tempo e de espaço . </li></ul><ul><ul><li>O mundo é plano. </li></ul></ul><ul><li>Mudança na estrutura de poder na sociedade. </li></ul><ul><ul><li>Mais poder na mão dos indivíduos. </li></ul></ul><ul><li>Novo modelo de pensar o mundo: pensamento complexo . </li></ul><ul><ul><li>Não mais linear e de uma via, complexo e incerto; trabalho coletivo, fontes diversificadas de conhecimento, interatividade. </li></ul></ul><ul><li>Virtualidade (mundo dos bits) e Concreto (mundo dos átomos). </li></ul><ul><ul><li>Mundos dos bits e mundo dos átomos . </li></ul></ul>
  7. 7. Nova geração <ul><li>Baby Boomers </li></ul><ul><ul><li>Nascidos em 50. </li></ul></ul><ul><ul><li>Sem acesso ou cultura digital. </li></ul></ul><ul><li>Geração X </li></ul><ul><ul><li>Nascidos nos anos 70. </li></ul></ul><ul><ul><li>Migrantes digitais. </li></ul></ul><ul><li>Geração Y </li></ul><ul><ul><li>Nascidos nos anos 90. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nascidos na era da internet. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nativos digitais </li></ul></ul>
  8. 8. O que é um PetaByte 1 Byte = 8 bits 1024 Bytes = 1 Kilobyte (KB)‏ 1024 Kilobytes = 1 Megabyte (MB)‏ 1024 Megabytes = 1 Gigabyte (GB)‏ 1024 Gigabytes = 1 Terabyte (TB)‏ 1024 Terabytes = 1 Petabyte (PB)‏ 1024 Petabytes = 1 Exabyte (EB)‏ 1024 Exabytes = 1 Zetabyte (ZB)‏ 1024 Zetabytes = 1 Yottabyte (YB)
  9. 9. O que isto significa? <ul><li>Tema da pauta da revista Wired de 23 de junho de 2008. </li></ul><ul><ul><li>O equivalente ao processamento dos servidores Google a cada 72 minutos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Metade dos vídeos atualmente gravados no YouTube. </li></ul></ul>
  10. 10. O que isto significa? <ul><li>Projeção para os próximos 15 anos: </li></ul><ul><ul><li>Massiva capacidade de armazenamento em computadores portáteis, servidores, câmeras digitais, IPod, Palms, PenDrive. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vários livros, vídeos, artigos, fotos, músicas sendo transportadas de um lado para o outro. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Massiva capacidade de processamento. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Uso popular dos NetBooks e redes de transmissão de dados sem fio. </li></ul></ul></ul><ul><li>Logo: portabilidade e disponibilização do conhecimento ao extremo. </li></ul>
  11. 11. Impactos na Escola <ul><li>Tempo e espaço escolar: horário de funcionamento, horário da disciplinas, a escola como local único do conhecimento, repositório de conhecimento. </li></ul><ul><li>Estrutura de poder: o conhecimento está na Rede e não mais na escola. </li></ul><ul><li>Pedagogia: fracasso do processos pedagógicos em atender as novas demandas do pensamento contemporâneo. </li></ul><ul><li>Virtualidade: escola vinculada fortemente ao mundo dos átomos (livros, sala, pauta). </li></ul>
  12. 12. O que mudar na escola? <ul><li>Processo gerencial, formas de gestão. </li></ul><ul><ul><li>Redefinição da missão: local de conhecimento para espaço de aprendizado individual e coletivo. </li></ul></ul><ul><li>Espaços da sala de aula, processos pedagógico e qualificação do professores. </li></ul><ul><li>Uso de tecnologia. </li></ul>
  13. 13. Tecnologia Educacional Como a TI pode apoiar a concepção do pensamento complexo, o rompimento do tempo e do espaço - tanto na comunicação pessoal quanto nas ações na escola - e a nova concepção de conhecimento distribuído pela Rede ? Apropriando-se: 1. das novas formas de comunicação tanto individual e quanto em equipe 2. das novas formas de manipulação e de construção do saber constituídas de fontes de conhecimento diversificadas 3. em ambos os casos, utilização da TI, já existente, em uma nova dinâmica pedagógica no espaço escolar.
  14. 14. Comunicação individual <ul><li>E-mail: </li></ul><ul><ul><li>Possibilidade de comunicação assíncrona; não necessariamente ao mesmo tempo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Possibilidade de envio de textos, fotos, livros, provas em meio digital. </li></ul></ul><ul><ul><li>Equivalente ao correio tradicional do século XX. </li></ul></ul><ul><ul><li>Remetente e destinatário podem estar próximos ou bem distantes (espaço). </li></ul></ul><ul><ul><li>Existência de vários serviços disponíveis gratuitamente tal como gmail, yahoo ou hotmail. </li></ul></ul>
  15. 15. Comunicação coletiva/turmas/comunidades/equipe <ul><li>Grupos. </li></ul><ul><ul><li>Forma mais sofisticada de interconexão entre vários usuários que possuem e-mail. </li></ul></ul><ul><ul><li>E termos educacionais pode representar uma disciplina com a participação do professor e de seus alunos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode ser entendida como a antiga pasta do professor: podem sem adicionados livros, apostilas, testes, provas, vídeos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode funcionar como grupos de discussão (muitos para muitos) ou como assinatura (um para muitos). </li></ul></ul><ul><ul><li>Existência de vários serviços disponíveis gratuitamente tal como gmail, yahoo ou hotmail. </li></ul></ul><ul><ul><li>Permitem que a turma se manifeste a qualquer momento (tempo) e a partir de qualquer lugar (espaço). </li></ul></ul>
  16. 16. Trabalho cooperativo/equipe <ul><li>Google Docs (apresentações, planilhas e documentos). </li></ul><ul><ul><li>Permitir a elaboração de documentos, através da internet, de forma colaborativa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite ao professor a orientação do trabalho escrito à distância(espaço), sem, necessariamente, a presença pessoal do alunos(tempo). </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite acompanhar a evolução do trabalho, as suas diversas versões. </li></ul></ul>
  17. 17. Fontes de Conhecimento Ilustração através de imagens e mapas <ul><li>Imagens http://images.google.com.br/ </li></ul><ul><ul><li>Possibilidade de se acessar, compartilhar e editar volume inimaginável de imagens. </li></ul></ul><ul><ul><li>Em computação: mostrar a história dos computadores, a diferença em um válvula e um transistor, personagens marcantes. </li></ul></ul><ul><li>Mapas: http://maps.google.com.br </li></ul><ul><ul><li>Possibilidade de localização e de edição dos próprios mapa. </li></ul></ul>
  18. 18. Fontes de Conhecimento Ilustração através de vídeos <ul><li>YouTube </li></ul><ul><ul><li>Pode-se elaborar aulas inteiras ou parte das aulas com vídeos disponibilizados no YouTube, como por exemplo a história da internet. </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar canais específicos para a produção de vídeos. </li></ul></ul>
  19. 19. Fontes de Conhecimento Apresentações e artigos científicos <ul><li>Apresentações: </li></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/ </li></ul></ul><ul><li>Artigos científicos: </li></ul><ul><ul><li>Google schoar: http://scholar.google.com.br/ </li></ul></ul><ul><ul><li>citeseer, </li></ul></ul><ul><ul><li>Scielo: http://www.scielo.org, </li></ul></ul><ul><ul><li>bireme. </li></ul></ul>
  20. 20. Fontes de Conhecimento Livros e jornais <ul><li>Livros. </li></ul><ul><ul><li>Google books: http:www.book.google.com </li></ul></ul><ul><ul><li>Domínio público: http://www.dominiopublico.gov.br/ </li></ul></ul><ul><li>Jornais e revistas. </li></ul><ul><ul><li>Portal da capes: http://acessolivre.capes.gov.br/portugues/index.jsp </li></ul></ul>
  21. 21. Fontes de Conhecimento objetos de aprendizagem <ul><li>O que são: </li></ul><ul><ul><li>Objeto de aprendizagem (OA) é uma unidade de instrução/ensino que é reutilizável. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>A principal características dos objetos de aprendizagem é sua reusabilidade, que é posta em prática através de repositórios, que armazenam os objetos logicamente, permitindo serem localizados a partir da busca por temas, por nível de dificuldade, por autor ou por relação com outros objetos </li></ul></ul></ul><ul><li>USP </li></ul><ul><ul><li>http://www.labvirt.fe.usp.br/indice.asp </li></ul></ul>
  22. 22. Ambientes de aprendizado <ul><li>Moodle. </li></ul><ul><ul><li>Pode ser utilizado como processo integrador de fóruns, grupos, compartilhamento de textos, sons, vídeos, consultas a fontes de conhecimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode ser adotado para apoiar fortemente o ensino presencial. </li></ul></ul><ul><li>Ambiente da FIJ </li></ul>
  23. 23. Fontes de Conhecimento Cursos Prontos <ul><li>MIT </li></ul><ul><ul><li>http://ocw.mit.edu/OcwWeb/web/home/home/index.htm </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.universia.com.br/mit/index.jsp . </li></ul></ul>
  24. 24. Cenário da Era do PetaByte próximos 15 anos <ul><li>Massiva disseminação do conhecimento na Rede em seus amsi diversos sabores: vídeo, sons, imagens, documentários, cursos completos. </li></ul><ul><li>Massiva disseminação de redes sem fio permitindo o acesso instantâneo (tempo) e em qualquer (espaço). </li></ul><ul><li>Massivo uso do NetBooks. </li></ul><ul><li>Geração Y em sua plenitude e desdobramento. </li></ul>
  25. 25. Cenário da Era do PetaByte escolas alinhadas <ul><li>Preparação dos Professores e Gestores para lidar com essa nova era. </li></ul><ul><li>Investimento no acesso às informações via rede. </li></ul><ul><ul><li>Conectadas com bases de dados de artigos, revistas e periódicos. </li></ul></ul><ul><li>Redefinido o seu espaço escolar. </li></ul><ul><ul><li>Integrar a TI ao ensino presencial </li></ul></ul><ul><li>Redefinir sua missão. </li></ul><ul><ul><li>se apropriar rapidamente dos novos processos tecnológicos e de suas oportunidades. </li></ul></ul>
  26. 26. Cenário da Era do PetaByte escolas não alinhadas <ul><li>Formato de escola do Século XVIII. </li></ul><ul><li>Atendimento a alunos excluídos do processo mental e intelectual da era do peta byte. </li></ul><ul><li>Descompasso dos mecanismos de aprendizado e de percepção da geração Y. </li></ul><ul><li>Escolas excluídas. </li></ul>
  27. 27. Realidade <ul><li>“ Atualmente temos que preparar estudantes: </li></ul><ul><li>para empregos que ainda não existem... </li></ul><ul><li>para usar tecnologias que ainda não foram inventadas... </li></ul><ul><li>para solucionar problemas que ainda nem sabemos que são problemas...” </li></ul><ul><li>Richard Riley (2001) - ( Secretário de Educação – Governo Clinton ) </li></ul>
  28. 28. Por fim... <ul><li>Tenha em mente que tudo que você aprende na escola é trabalho de muitas gerações. Receba essa herança, honre-a, acrescente a ela e, um dia, fielmente, deposite-a nas mãos de seus filhos. </li></ul><ul><li>Albert Einstein </li></ul><ul><li>Nossa missão, como professores desta geração, é transformar a escola tradicional em uma escola na era do PetaByte e entregá-la para as próximas gerações </li></ul>
  29. 29. Para Ler sobre a Geração Y <ul><li>http://domino.watson.ibm.com/comm/www_innovate.nsf/pages/world.gio.html </li></ul><ul><li>http://www.economist.com/business/displaystory.cfm?story_id=12863573 </li></ul><ul><li>http://www.economist.com/books/displaystory.cfm?story_id=12591038 </li></ul>
  30. 30. Outubro de Eventos 2009 Novas Tecnologias Educacionais A Escola na Era do PetaByte Márcio F. Campos [email_address] Perguntas?

×