Design Como Arte

1,533 views

Published on

Apresentação de design como arte na semana de tecnologia em cerâmica - STEC 2008, por Camila Contato Lamberti a convite de Reinaldo, Senai Mário Amato.

O desenvolvimento se inicia com a identificação da necessidade do mercado e das tendências, seguido da escolha de uma boa gráfica conciliada com a realidade e condições que ela será produzida.
Apresentação da nova forma de impressão disponível no mercado.
Estes são alguns dos temas abordados nesta troca de experiências com diversos focos do desenvolvimento de um novo design cerâmico resultando uma perfeita harmonia.

Published in: Design, Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Design Como Arte

  1. 1. DESIGN COMO ARTE Semana de Tecnologia em Cerâmica - STEC
  2. 2. Design como Arte Camila Márcia Contato Lamberti Especializada Design Gráfico Formada Comunicação Social Técnica Design de Interiores e Química Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  3. 3. GRUPO INCEFRA TECNOLOGIAS TÉCNICAS DE SERIGRAFIAS Massa seca Roll print – alta camada Massa atomizada Rotocollor – alta definição Porcelanato Vertical Dry – relevos profundos Monoporosa Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  4. 4. UNIDADES GRUPO INCEFRA Camaçari - BA Cordeirópolis - SP Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  5. 5. MARCAS DO GRUPO Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  6. 6. INFRA ESTRUTURA Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  7. 7. TECNOLOGIAS Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  8. 8. SHOW ROOM Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  9. 9. INFLUÊNCIAS E TENDÊNCIAS Cevisama – Espanha Cersaie - Itália Coverings – Estados Unidos Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  10. 10. DESIGN COMO ARTE Pisos e revestimentos... Deixou de ser, única e exclusivamente, para a necessidade, passou ser por arte. ER R ZI LV U R D I A VO O R EN PR C ES RE D Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  11. 11. DESIGNER GRÁFICO Inspiração em mármores, pedras, madeiras... Criatividade... Surge a idéia. Interno – CRIA Externo – COMPRA Trabalha junto com o designer de produto definindo cores, texturas... Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  12. 12. DESIGNER DE PRODUTO TRANSFORMA, DESENVOLVE... Realiza o projeto com a maior riqueza nos detalhes, cores, formas, texturas... Viabiliza a produção com as condições fabris. Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  13. 13. ELABORAÇÃO DO DESIGN Brilho x Mate Relevo x Liso Interno x Externo Rústico x Clean Moderno x Contemporâneo x Pop Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  14. 14. APARÊNCIA DO PRODUTO Desenhos Texturas Cores Formatos Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  15. 15. FORMATO x PROCESSO FABRIL Tendência formato Rendimento produtivo Investimento Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  16. 16. QUALIDADE Peso Embalagem Aparência do produto (defeitos) Variação dimencional Características Fisicas / Químicas Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  17. 17. ESTRATÉGIA DE MERCADO Exportação Moderno Interno Clean Porcelanato Classe social Monoporosa Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  18. 18. CUSTO x PREÇO Previsão de custo Rendimento qualidade Estabilidade produtiva Definição de preço Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  19. 19. ASPECTOS HUMANOS, CULTURAIS E SOCIAIS Conhecer nosso consumidor Conhecer nosso mercado Conhecer os hábitos culturais Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  20. 20. ETAPAS DO DESENVOLVIMENTO Necessidade ou sugestão de produto Imagem e / ou relevo Protótipo Semi-industrial Apresentação do produto Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  21. 21. CRIAÇÃO / DESIGN Verificar as necessidades Planejar as atividades Condições de fabricação Escolher Imagem / Relevos Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  22. 22. ETAPAS PARA O DESENVOLVIMENTO Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  23. 23. IMAGEM / ESTAMPO Equipamento disponível Tipologia Quantidade de cores Encaixe do desenho no relevo Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  24. 24. PROPOSTA CRONOGRAMA Fase 01-07 08-15 15-20 16-21 21-28 29-31 Definição gráfica Criação protótipo Definição cores Aprovação com. Semi-industrial Análise Final Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  25. 25. DEFINIÇÃO GRÁFICA TRATAMENTO DE IMAGEM Saída de fotolitos Digitalizar Separação de cores Conferência Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  26. 26. DEFINIÇÃO GRÁFICA REVELAÇÃO DAS TELAS Tensionamento Revelação e lavagem Acabamento e controle Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  27. 27. A CRIAÇÃO DO PROTÓTIPO Visualizar uma proposta realizada. Pode encurtar caminhos, ganhar tempo e dinheiro. Cria históricos e aprendizado aos membros da equipe. Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  28. 28. FICHAS TÉCNICAS Deve ser clara, comunicativa, simples, mas que reflita as informações necessárias para reprodução industrial do protótipo. A importância dos dados: densidade, viscosidade, peso, cores, nome do produto, entre outros. Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  29. 29. SEMI-INDUSTRIAL Bandas e/ou telas rotativas Condições do protótipo para a Linha Verificação dos paramêtros Encaixe com relevo Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  30. 30. SEMI-INDUSTRIAL LIBERAÇÃO DE BANDAS Peças preto no branco Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  31. 31. SEMI-INDUSTRIAL REVELAÇÃO DOS CILINDROS E/OU TELAS ROTATIVAS Telas Cilindros Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  32. 32. APRESENTAÇÃO Explorar as técnicas do produto para uma melhor performace do mesmo. Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  33. 33. COMPLEMENTOS Por que usar acessórios cerâmicos, se o foco principal é pisos e revestimentos? Camila Lamberti Design como Arte STEC 2008 - SENAI
  34. 34. Este é o fim... ... De um novo começo!!!! Muito obrigado a todos e um grande abraço...

×