Desenvolvimento e Design

2,423 views

Published on

O desenvolvimento de um produto é uma atividade extremamente complexa e multidisciplinar que envolve conceitos de marketing, arte, economia, informática, tecnologia cerâmica, etc.

Durante muitos anos as empresas do Pólo de Santa Gertrudes, de um modo geral, não deram o devido valor a essa importante atividade. Nos últimos anos, com o acirramento da competição entre as empresas, o desenvolvimento de produtos tem ganhado cada vez mais espaço nas indústrias de revestimentos cerâmicos e, com o apoio das empresas fornecedoras de insumos, é hoje uma das atividades que mais tem crescido nesse setor. Este mini-curso abordará todas as etapas envolvidas no desenvolvimento de produtos, desde a identificação de uma oportunidade de mercado até a concretização do produto em provas semi-industriais.

A importância de fazer a devida identificação da necessidade do mercado e das tendências, seguido da escolha de uma boa gráfica conciliada com a realidade e condições que ela será produzida.

Published in: Design, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,423
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
468
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Desenvolvimento e Design

  1. 1. Design e Desenvolvimento
  2. 2. Integrantes Alexandre Moreira Camila Lamberti Donizete Mondini Júlio Napoli Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  3. 3. Etapas Necessidade ou sugestão de produto Imagem e / ou relevo Protótipo Semi-industrial Comercialização Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  4. 4. Desenvolvimento Interação da área Comercial e Industrial. O que falta? Para que mercado / público alvo? Novo conceito ou reciclagem da linha? Condições da Fábrica: equipamentos, esmaltes, tipologia, etc… Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  5. 5. Oportunidade Necessidade do mercado Tendência Estrátegia Feiras Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  6. 6. Criação / Design Verificar as necessidades Se planejar Condições de fabricação Escolher Imagem / Relevos Sigilo Informatizar / Registrar Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  7. 7. Imagem / Relevo
  8. 8. Etapa Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  9. 9. Escolha do projeto Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  10. 10. Imagem / Estampo Equipamento disponível Tipologia Quantidade de cores Encaixe do desenho no relevo Informatizar / Registrar Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  11. 11. Imagem Digitalizar Separação de cores Saída de fotolitos Conferência Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  12. 12. Revelação das telas Tensionamento Revelação e lavagem Acabamento e controle Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  13. 13. Exercício Teremos 5 fábricas e 5 produtos descritos em sequência.
  14. 14. 5 fábricas Fabrica A: 2 tot + 1 roll print; Fábrica B: 4 cabeça de rotocolor; Fábrica C: 3 roll print unidas + 1 roll print e esfumato; Fábrica D: 3 roll print separadas; Fábrica E: 4 roll print unidas + esfumato e escova. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  15. 15. Produto A Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  16. 16. Produto B Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  17. 17. Produto C Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  18. 18. Produto D Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  19. 19. Produto E Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  20. 20. Ligue a fábrica correspondente ao produto. Fábrica A Produto A Fábrica B Produto B Fábrica C Produto C Fábrica D Produto D Fábrica E Produto E Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  21. 21. Criação de Protótipos
  22. 22. Etapa Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  23. 23. A criação do protótipo Visualizar uma proposta realizada. Pode encurtar caminhos e ganhar tempo e dinheiro. Cria históricos e aprendizado aos membros da equipe. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  24. 24. Desenvolvimento de Protótipo Análise do ponto de partida: 1. De onde vem o protótipo? 2. Que cores terão o protótipo? 3. Que textura terá o protótipo? 4. Que formatos? 5. Qual linha será produzido? 6. Limitante custo? 7. Que fornecedores serão utilizados? Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  25. 25. 1. De onde vem o protótipo Pedras naturais; madeiras; cimentos; etc. Produtos já existentes no mercado. Novas tecnologias a serem desenvolvidas. Redesenvolvimento de produtos. Adaptação de produtos de linha. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  26. 26. 2. Que cores? Importância da criação de uma paleta de cores tanto de serigrafias quanto de esmaltes, bem como de um banco de dados dos produtos já desenvolvidos. Estudo da gama de cores para efetuar combinações e tornar a coleção mais homogênea. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  27. 27. 3. Texturas A importância do kit de esmaltes da fábrica e dos fornecedores. Criar um banco de texturas. Entender a diferença nas texturas. Existem diversos tipos de brilhos e mates. O uso das granilhas. O uso das serigrafias protetivas. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  28. 28. 4. Formatos Que formatos teremos? Serão combinados? Modulados? Produzidos em linhas diferentes? Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  29. 29. 5. Onde será produzido Condições da linha de esmaltação. Quantidade e tipo de equipamentos. Decoradoras: planas, rotativas, silicone, digital. Aplicações de campana e disco. Uso de aerógrafos. Sfumatturas. Destonalização e raspado. Granilhas. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  30. 30. 6. Limitante Custo Devemos atingir faixa de custo por metro quadrado? Deixar claro desde o início. Custo por quilo x custo por metro quadrado. Os custos invisíveis! A importância da criação de um centro de custo para o desenvolvimento de produtos. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  31. 31. 7. Fornecedores Definir antecipadamente quais os fornecedores para cada projeto. Ter claro quais as principais qualidades e defeitos de cada fornecedor. Relação qualidade x preço x serviço. Quantos fornecedores? Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  32. 32. Fichas técnicas Deve ser clara, comunicativa, simples, mas que reflita as informações necessárias para reprodução industrial do protótipo. A importância dos dados: densidade, viscosidade, peso, cores, nome do produto, entre outros. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  33. 33. Planilhas de organização São importantes para determinar todos os pontos descritos no desenvolvimento de protótipos. Permitem uma visualização mais ampla de todo o trabalho em andamento. Criam sinergia e comprometimento. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  34. 34. Cronogramas Estipular fases e datas. E cumpri-las! O mais claro e simples possível. Não pormenorizar muito, se necessitar fazer por projeto e não global. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  35. 35. Correios eletrônicos Deixa todos informados e comprometidos. Extinguem papéis. Criam responsabilidades. Importante organizá-los. Clareza e objetividade nas informações, mas sempre de forma educada. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  36. 36. Proposta de planilha Projeto Cores Text. Linha Form. Custo Fornec. Data Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  37. 37. Proposta Cronograma Fase 01-07 08-15 15-20 16-21 21-28 29-31 Definição gráfica Criação protótipo Definição cores Aprovação com. Semi-industrial Análise Final Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  38. 38. Lay-out fábrica Recursos escassos x sonhos infinitos. Estudo por equipe de melhorias no processo. Entender muito bem o lay-out de cada fábrica, de cada linha. Podemos modificar o lay-out? Use a criatividade!! Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  39. 39. Semi Industrial
  40. 40. Etapa Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  41. 41. Bandas e/ou telas rotativas Condições do protótipo para a Linha Verificação dos parametros Encaixe com relevo Informatizar / registrar Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  42. 42. Liberação de bandas Peças preto no branco Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  43. 43. Ficha Técnica Peça padrão Preparação das tintas e esmaltes Relevos e serigrafias Informatizar / registrar Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  44. 44. Revelação dos cilindros e/ou telas rotativas Telas Cilindros Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  45. 45. Concretização da semi Ajustar a ficha Tirar padrões Ensaios técnicos Cadastro da referência Informatizar / registrar Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  46. 46. Comercialização
  47. 47. Etapa Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  48. 48. Conceito Divulgar a Idéia; Instruir os envolvidos; Distribuir as amostras; Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  49. 49. Apresentação Explorar as técnicas do produto para uma melhor performace do mesmo. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  50. 50. Complementos Por que usar acessórios cerâmicos, se o foco principal é pisos e revestimentos? Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  51. 51. Exercício Definição de layout dos produtos.
  52. 52. Layout da linha Campana + campana + 4 cabeça de rotocolor + 1 roll print. Obs. Pode sofrer alterações. Alexandre - Camila - Donizete - Júlio
  53. 53. Este é o fim... ... De um novo começo!!!! Muito obrigado a todos e um grande abraço...

×