Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

PROCESSO MECANIZADO NO PREPARO DO CAFÉ PÓS COLHEITA Carlos Tomás 12º agrocafé

7,963 views

Published on

Avanços tecnológicos no Agronegócio Café, Palestrantes: Carlos Herique Paini- Gerente de Vendas- Palini Alves
Reymar C.de Andrade- Gerente Comercial -Pinhalense

Published in: Technology

PROCESSO MECANIZADO NO PREPARO DO CAFÉ PÓS COLHEITA Carlos Tomás 12º agrocafé

  1. 1. PROCESSO MECANIZADO NO PREPARO DO CAFÉ “PÓS COLHEITA”
  2. 2. FábricaRua: Rachid Elias Sobrinho, 100 – Distrito Industrial IIEspírito Santo do Pinhal – SP.CEP: 13.990-000Fone: (19) 3661 9600 Fax: (19) 3661 9601
  3. 3. Fábrica I
  4. 4. Fábrica I
  5. 5. Fabrica I
  6. 6. Fábrica II
  7. 7. Fábrica II
  8. 8. Fábrica II
  9. 9. Fábrica II
  10. 10. Colheita Manual
  11. 11. Pós Colheita Manejo Mecanizado
  12. 12. Equipamentos para ProcessarCafé – Via Úmida Moega Metálicas ou Alvenarias Pré-Limpeza (Abanador e Bica de Jogo) Lavador Despolpador de Café Cereja Rosca para Casca do Cereja Separador de Bóias Desmucilador Vertical Regenerador Aerador em Cascata
  13. 13. Equipamentos para processamento Via Úmida
  14. 14. Moega de Recepção - Alvenaria
  15. 15. Moega Metálica
  16. 16. Moega
  17. 17. AbanadorBica de JogoLavador
  18. 18. DespolpadorDesmucilador
  19. 19. Rosca para Casca
  20. 20. Aerador
  21. 21. Reciclagem de Água
  22. 22. Projeto de Máquinas Levantamento de Campo Croqui da Área Confecção de Projeto - Provisório Avaliação do Projeto com Cliente Confecção do Projeto – Definitivo Plantas de Fundações e Base Acompanhamento Técnico na Obra Acompanhamento Técnico na Montagem
  23. 23. Projeto
  24. 24. Platô de Alvenaria
  25. 25. Proj. Aterros
  26. 26. Projeto em Cascata
  27. 27. Proj. Subterrâneos
  28. 28. Projetos Executados
  29. 29. Lavador
  30. 30. Via Úmida
  31. 31. Abanador
  32. 32. Bica de Jogo
  33. 33. Lavador
  34. 34. Lavador
  35. 35. Lavador
  36. 36. Processo
  37. 37. Despolpador e Desmucilador
  38. 38. Despolpador
  39. 39. Desmucilador
  40. 40. Repasse de Bóia
  41. 41. Moega Coletora de Água
  42. 42. Escoamento
  43. 43. Terreiro
  44. 44. Aerador
  45. 45. Aerador
  46. 46. Via Úmida
  47. 47. Lavador, Elevador e Despolpador
  48. 48. Subterrâneo
  49. 49. Abanador e Moega
  50. 50. Via Úmida em Platô
  51. 51. Projeto em Aterro
  52. 52. Via Úmida com Repasse de Bóia
  53. 53. Estrutura Metálica
  54. 54. Estrutura Metálica
  55. 55. Equipamentos para ProcessarCafé – Via Seca Moegas Secadores Rotativos Máquina de Benefício Transportadores Tulhas
  56. 56. Projetos de Via Seca
  57. 57. Secador
  58. 58. Secador com Tulha
  59. 59. Proj. Linha
  60. 60. Moega de Entrada
  61. 61. Moega de Entrada
  62. 62. Secador
  63. 63. Secador
  64. 64. Secador Conj.
  65. 65. Tulhas de Espera
  66. 66. Secador em Linha
  67. 67. Secador em Linha
  68. 68. Secagem Mecânica•Para evitar o cheiro de fumaça, use secadorescom fornalha de fogo indireto.•Coloque no secador cafés que tenham o mesmoteor de umidade.•Trabalhe com carga completa no secador.•A temperatura máxima na massa de café deve serde 45°C.•Para porcentagens elevadas de frutos verdes, usetemperaturas abaixo de 30°C.
  69. 69. No Secador Mecânico•Seque separadamente o bóia, o cereja descascado(pergaminho) e o verde.•Somente carregue o secador com o cereja descascadodepois que a mucilagem tiver secado ao sol ou noaerador. E trabalhe com carga máxima.•Não deixe a temperatura na massa do café ultrapassar45°C para o bóia, 40°C para cereja descascado(pergaminho) e 30°C para o verde.•Prefira os secadores horizontais para secar o CD (acima).•O cereja descascado, quando seco, deve estar com 11%de umidade.•Descarregue o café quando estiver com umidade entre1% a 2% acima de 12%, porque o café armazenadoquente continua secando.
  70. 70. ArmazenamentoARMAZENAMENTO - O armazém(ou tulha) deve ser construído deacordo com as normas ideais delocalização, materiais e dimensões,pois só assim haverá um perfeitoarejamento do café.
  71. 71. BeneficiamentoBENEFICIAMENTO - Antes de ser beneficiado,o café deve descansar em tulhas para haver maioruniformidade da secagem. Tempo mínimo: 10dias.Umidade ideal para o beneficiamento: 11% a 12%.Bem regulada, a máquina de beneficiamento evitaquebra de grãos, bem como a mistura de grãos epalhas na saída.
  72. 72. Transportadora
  73. 73. Tulha
  74. 74. Tulha
  75. 75. Transportadora
  76. 76. Bica de Jogo - Tulha
  77. 77. Tulhas
  78. 78. Máquina de Benefício
  79. 79. Maquina e Tulha
  80. 80. Equipamentos para processamento Via Seca
  81. 81. Secadores
  82. 82. Secador PA 5/7,6
  83. 83. Secador PA 10/15
  84. 84. Conj. Benefício
  85. 85. Conj. 1.200@
  86. 86. Fornalha e Alimentador
  87. 87. Benefício
  88. 88. Equipamentos paraRebenefício
  89. 89. Rebenefício
  90. 90. Projetos Executados
  91. 91. Classificador
  92. 92. Mesas Densimétricas
  93. 93. Balão de Liga
  94. 94. Processo de Rebenefício
  95. 95. www.palinialves.com.br Obrigado!Tomas Eduardo MiguelTelefone: (19)3661-9600vendastomas@palinialves.com.br
  96. 96. Supervisor de vendas Tomás Eduardo Miguel Fone – 19 – 8114-8832 E-mail – vendastomas@palinialves.com.br

×