Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

As memórias

4,954 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

As memórias

  1. 1. Tipos de Memórias 1
  2. 2. Sumário Memórias RAM  SRAM e DRAM  Estrutura interna de uma memória RAM  Organização da memória RAM  Ciclos de escrita e leitura Memórias ROM  ROM  PROM  EPROM  EEPROM  FLASH EEPROM 2
  3. 3. Tipos de Memórias Memórias RAM (Random-acess memory)  Permitem leitura e escrita da informação  Memória volátil – a informação perde-se quando se deixa de fornecer energia eléctrica Memórias ROM (Read-only memory)  Memórias programadas para serem utilizadas apenas para leitura (em princípio...)  Memória não-volátil – a informação continua armazenada quando se deixa de fornecer energia eléctrica 3
  4. 4. Memórias RAM Estáticas – SRAM  Células de memória constituídas por latches ou flip-flops  Utilizadas como memórias cache (associadas ao processador) Dinâmicas – DRAM  Células de memória constituídas por elementos capacitativos, que conseguem manter o nível lógico durante um curto espaço de tempo – necessitam de refrescamento para repor os níveis lógicos.  Com maior capacidade e com custos mais baixos do que as memórias estáticas, mas mais lentas  Utilizadas como a memória principal de um computador 4
  5. 5. Memórias ROM ROM Read-only memory  Não permite alteração da informação armazenada;  Construídas pelo fabricante, mediante especificação fornecida pelo cliente;  Não perde a informação quando a alimentação é retirada;  Utilizada para conter informação necessária ao arranque de sistemas digitais; Vantagem: custo de produção muito baixo quando produzida em grandes quantidades Desvantagem: sem flexibilidade para alteração do conteúdo. 5
  6. 6. Memórias ROM PROM Programmable read-only memory  Semelhante a uma ROM, mas permite uma única programação por parte do utilizador; Vantagem: redução de custos na produção de circuitos em pequenas quantidades Desvantagem: pouca flexibilidade – uma única programação 6
  7. 7. Memórias ROM EPROM Erasable programmable read-only memory  podem ser apagadas e reprogramadas várias vezes, Permite múltiplas programações.  Para que seja possível reprogramar o dispositivo, este deve ser previamente submetido a radiação ultra-violeta durante algumas dezenas de minutos – esta operação apaga o conteúdo armazenado. Vantagem: permite a utilização de ROM durante a fase de desenvolvimento de um sistema digital; Desvantagem: para produções em grandes quantidades possui um custo significativamente mais elevado que uma ROM. 7
  8. 8. Memórias ROM EEPROM Electrically erasable programmable read-only memory  Utilização idêntica à EPROM, mas com reprogramação através de impulsos eléctricos; Vantagem: grande flexibilidade por reunir a funcionalidade da RAM e da ROM Desvantagem: operações de escrita muito mais lentas que numa RAM, apesar das operações de leitura serem da mesma ordem de grandeza. 8
  9. 9. Memórias ROM FLASH EEPROM  Variantes de memórias EEPROM, habitualmente utilizadas em fotografia digital; Vantagem: reprogramação muito mais rápida do que numa EEPROM convencional, maior capacidade Desvantagem: número limitado de reprogramações (na ordem das dezenas de milhar). 9
  10. 10. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) Disquetes (floppy discs). Discos rígidos (hard discs). Discos compactos (CDs). Bandas magnéticas (tapes). 10
  11. 11. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO Suporte de armazenamento: disquete, disco rígido, disco compacto, bandas magnéticas. Drives: Permitem a comunicação entre o suporte de armazenamento e a C.P.U. (os dados não vão directamente para o C.P.U). Sequencial: para se aceder a uma determinada informação tem de se percorrer toda a que está antes da informação pedida (bandas magnéticas). Directo: o acesso aos dados é feito directamente sem necessidade de se seguir uma sequência (disquete, disco rígido). 11
  12. 12. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa)SUPORTES MAGNÉTICOS (Disquetes, discos rígidos e bandas magnéticas) Disquete pistas concêntricas / sectores Disco pratos / pistas / sectores SUPORTES ÓPTICOS (CDs - Tecnologia Laser) CD pistas espiral / sectores Voltar
  13. 13. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa)ESTRUTURA DE UMA DISQUETE OU DISCO RÍGIDO 13
  14. 14. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) ESTRUTURA DE UM CD-ROM 14

×