George Bueno - Aula - Maloclusões de Classe I de Angle

1,283 views

Published on

Aula - Maloclusão de Classe I de Angle

Prof. George Bueno

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,283
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • História da Ortodontia – 1850 – Norman Kingsley Para que se fizesse uma reposição protética dos dentes, era necessário desenvolver um conceito de oclusão – final do século XIX – Angle foi o responsável por grande parte do desenvolvimento do conceito de oclusão natural – “Pai da Ortodontia Moderna”
  • História da Ortodontia – 1850 – Norman Kingsley Para que se fizesse uma reposição protética dos dentes, era necessário desenvolver um conceito de oclusão – final do século XIX – Angle foi o responsável por grande parte do desenvolvimento do conceito de oclusão natural – “Pai da Ortodontia Moderna”
  • História da Ortodontia – 1850 – Norman Kingsley – Escreveu um dos primeiros tratados que descreveram a ortodontia de maneira sistemática / Para que se fizesse uma reposição protética dos dentes, era necessário desenvolver um conceito de oclusão – final do século XIX – Angle foi o responsável por grande parte do desenvolvimento do conceito de oclusão natural – “Pai da Ortodontia Moderna”
  • Angle afirmava que a oclusão normal deveria ter os molares em Classe I – Com os molares superiores (CMV) ocluindo nos molares inferiores (SV) Aproximadamente – 50 a 55% estão incluídos na maloclusão de Classe I / 30% em oclusão normal / 15% em Classe II / menos de 1% em Classe III
  • Na maloclusão de Classe I, temos os primeiros molares em Classe I, mas com a linha de oclusão incorreta, por mau posicionamento dentário, por rotações ou outras causas. Questão 1 – Caracterize, descritivamente, as classes da classificação de Angle.
  • A medida que o tempo passava, ficou claro que mesmo uma oclusão excelente não era satisfatória se obtida em detrimento de proporções faciais corretas.
  • A medida que o tempo passava, ficou claro que mesmo uma oclusão excelente não era satisfatória se obtida em detrimento de proporções faciais corretas.
  • A medida que o tempo passava, ficou claro que mesmo uma oclusão excelente não era satisfatória se obtida em detrimento de proporções faciais corretas.
  • Approach = abordagem
  • Um mínimo de 5 características devem ser consideradas para uma avaliação diagnóstica completa. Uma classificação até simples. LEMBRAR QUE OS 5 PASSOS ESTÃO RELACIONADOS ENTRE SI.
  • Uma abordagem moderna de classificação e diagnóstico
  • Uma abordagem moderna de classificação e diagnóstico
  • Em pacientes Classe I de Angle
  • O tratamento para mordidas cruzadas é diferente, se for dentária ou esquelética...
  • O tratamento para mordidas cruzadas é diferente
  • Sobremordida por extrusão incisivos
  • Falar sobre a relação ideal dos incisivos com os lábios e da possível extrusão dos molares posteriores. Assim, o tratamento da mordida aberta será com intrusão posterior e não extrusão anterior.
  • História da Ortodontia – 1850 – Norman Kingsley Para que se fizesse uma reposição protética dos dentes, era necessário desenvolver um conceito de oclusão – final do século XIX – Angle foi o responsável por grande parte do desenvolvimento do conceito de oclusão natural – “Pai da Ortodontia Moderna”
  • George Bueno - Aula - Maloclusões de Classe I de Angle

    1. 1. Prof. George Bueno
    2. 2. Prof. George Bueno
    3. 3. Prof. George Bueno• Diagnosticar – maloclusão Classe I
    4. 4. Prof. George Bueno
    5. 5. Prof. George Bueno• Norman Kingsley (1850)• Edward H. Angle (1899)- Oclusão Normal
    6. 6. Prof. George Bueno
    7. 7. Prof. George Bueno
    8. 8. Prof. George Bueno Linha de Oclusão Classificação de Lischer (1915) Direção do movimento + sufixo “versão”
    9. 9. Prof. George BuenoLimitações: Classificação meramente dentária Padrão esquelético não é avaliado Não inclui informações nos planos vertical etransverso
    10. 10. Prof. George Bueno• Oclusão Normal STRANG (1950)“Complexo estrutural formado fundamentalmentepor dentes e maxilares, caracterizado por umarelação normal dos planos inclinados oclusaisdos dentes...”
    11. 11. Prof. George Bueno“...,que se encontram situados individualmente, e oconjunto em harmonia arquitetônica com os ossosbasais e anatomia craniana, e os dentes devemapresentar corretos contatos proximais e posiçõesaxiais...”
    12. 12. Prof. George Bueno“...e estarem associados com o crescimento,desenvolvimento, correlação e posição normais detodos os tecidos e estruturas circundantes.”Classe I Classe II Classe III
    13. 13. Prof. George Bueno
    14. 14. Prof. George Bueno
    15. 15. Prof. George Bueno
    16. 16. Prof. George Bueno
    17. 17. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções facial e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    18. 18. Prof. George Bueno
    19. 19. Prof. George BuenoPlano de Tratamentoindividualizado
    20. 20. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:Ackerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    21. 21. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções facial e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    22. 22. Prof. George Bueno Simetria facial Proporções faciais vertical e ântero-posterior Proeminência labial Protrusão dos incisivos
    23. 23. Prof. George Bueno
    24. 24. Prof. George Bueno
    25. 25. Prof. George Bueno
    26. 26. Prof. George Bueno
    27. 27. Prof. George Bueno
    28. 28. Prof. George Bueno
    29. 29. Prof. George Bueno
    30. 30. Prof. George Bueno
    31. 31. Prof. George Bueno
    32. 32. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções facial e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    33. 33. Prof. George Bueno Mordida cruzada posterior Funcional Dentária Esquelética
    34. 34. Prof. George BuenoFuncional Comumente relacionada a contatos prematuros Tratamento: desgaste e/ou expansão dento alveolar(Quadri-helix, Aparelho de Porter, Placa acrílicaexpansora)
    35. 35. Prof. George Bueno
    36. 36. Prof. George Bueno
    37. 37. Prof. George BuenoDentária
    38. 38. Prof. George BuenoDentária Tratamento: Elásticos intermaxilares
    39. 39. Prof. George BuenoDentária Tratamento: placa expansora em acrílico
    40. 40. Prof. George BuenoDentária Tratamento: quadri-hélice
    41. 41. Prof. George BuenoDentária Tratamento: Porter
    42. 42. Prof. George BuenoEsquelética
    43. 43. Prof. George BuenoEsquelética Tratamento: aparelhos disjuntores - Haas
    44. 44. Prof. George BuenoEsquelética Tratamento: aparelhos disjuntores - Hyrax
    45. 45. Prof. George Bueno
    46. 46. Prof. George BuenoR Dental Press Ortodon Ortop Facial 34 Maringá, v. 10, n. 4, p. 34-46, jul./ago. 2005
    47. 47. Prof. George Bueno
    48. 48. Prof. George Bueno
    49. 49. Prof. George Bueno
    50. 50. Prof. George Bueno
    51. 51. Prof. George BuenoR Dental Press Ortodon Ortop Facial Maringá, v. 14, n. 5, p. 43-52, set./out. 2009
    52. 52. Prof. George Bueno
    53. 53. Prof. George Bueno
    54. 54. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções facial e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no planoântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    55. 55. Prof. George Bueno
    56. 56. Prof. George BuenoR Dental Press Ortodon Ortop Facial 137 Maringá, v. 14, n. 4, p. 137-148, jul./ago. 2009
    57. 57. Prof. George Bueno
    58. 58. Prof. George Bueno
    59. 59. Prof. George Bueno
    60. 60. Prof. George Bueno
    61. 61. Prof. George Bueno
    62. 62. Prof. George Bueno
    63. 63. Prof. George Bueno
    64. 64. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no planovertical do espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    65. 65. Prof. George Bueno Modelos em oclusão Mordida aberta anterior Mordida aberta posterior Sobremordida exagerada
    66. 66. Prof. George Bueno
    67. 67. Prof. George BuenoR Dental Press Ortodon Ortop Facial 129 Maringá, v. 14, n. 3, p. 128-157, maio/jun. 2009
    68. 68. Prof. George Bueno
    69. 69. Prof. George Bueno
    70. 70. Prof. George Bueno
    71. 71. Prof. George Bueno
    72. 72. Prof. George Bueno
    73. 73. Prof. George Bueno
    74. 74. Prof. George Bueno
    75. 75. Prof. George BuenoR Dental Press Ortodon Ortop Facial 144 Maringá, v. 13, n. 5, p. 144-157, set./out. 2008
    76. 76. Prof. George Bueno
    77. 77. Prof. George Bueno
    78. 78. Prof. George Bueno
    79. 79. Prof. George Bueno
    80. 80. Prof. George Bueno
    81. 81. Prof. George Bueno
    82. 82. Prof. George Bueno
    83. 83. Prof. George Bueno• Diagnosticar – maloclusão Classe I
    84. 84. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    85. 85. Prof. George Bueno
    86. 86. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    87. 87. Prof. George Bueno
    88. 88. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    89. 89. Prof. George Bueno
    90. 90. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    91. 91. Prof. George Bueno
    92. 92. Prof. George Bueno5 passos para avaliação:1. Proporções faciais e estética2. Alinhamento e simetria dos arcos3. Relações esqueléticas e dentais no planotransverso do espaço4. Relações esqueléticas e dentais no plano ântero-posterior do espaço5. Relações esqueléticas e dentais no plano verticaldo espaçoAckerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modern approach toclassification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-454
    93. 93. Prof. George Bueno
    94. 94. Prof. George BuenoPlano de Tratamentoindividualizado
    95. 95. Prof. George Bueno1. Ackerman JL, Proffit WR. The characteristics of maloclusion: A modernapproach to classification and diagnosis. Am J Orthod 1969; 56: 443-4542. Proffit, W.R.; Fields Jr., H.M. Ortodontia Contemporânea., 3ª ed. Rio deJaneiro Guanabara Koogan, 2002.3. Strang , R.H.W.; A text book of orthodontia., third edition. Lea &Febiger, 1950.4. Almeida, M.A.O.; Quintão, C.C.A.; Capelli Jr., J. Ortodontia:Fundamentos e Aplicações Clínicas. – Guanabara Koogan, 2008.5. English, J.D.; Peltomäki, T.; Pham-Litschel, K.; Orthodontic Review.Mosby, 2009.
    96. 96. Prof. George Bueno

    ×