Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Casos ClíNicos Em Dermatologia

16,319 views

Published on

Published in: Education, Spiritual, Technology
  • DOWNLOAD THAT BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book that can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer that is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money That the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths that Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Casos ClíNicos Em Dermatologia

  1. 1. Universidade Severino Sombra Caso Clínico Liga de Dermatologia Bruna Pimentel de Jesus
  2. 2. Caso Clínico Id: M. J. H. R., s. feminino, 58 anos, casada, do lar, natural de Umuarama - PR, procedente de Curitiba – PR QP : “Ferida no corpo” HMA: Há 2 dias com lesões tipo vesículas em hemitórax esquerdo, de início súbito, extremamente dolorosas e que “vazam ao estourar”. Refere temperatura, medida há 20 horas, de 37,4 ºC. Em uso de Aspirina para dor. Sem outras queixas. Nega quadro semelhante previamente. HMP: HAS, dislipidemia, não soube referir sobre doenças próprias da infância, mas acha que teve “todas”. Apendicectomia há aproximadamente 20 anos.
  3. 3. Caso Clínico HMF : Irmão faleceu por câncer de cólon, filho com hepatite. Alimenta -se adequadamente qualitativa e quantitativamente, usa: Captopril 25 mg (1 + 1 + 1) e Hidroclorotiazida 25 mg/dia + Sinvastatina 20 mg/dia. Mora com marido, refere boa relação. Não tem queixas quanto a qualidade de vida. “Ciático”: refere lombalgia há mais de 10 anos com crises de agudização.
  4. 4. Caso Clínico EXAME FÍSICO - Paciente BEG, LOTE, normocorada, hidratada. - PA: 142 x 90 mmHg, pulso: 84 bpm , FR: 20 ipm, T: 36,8 ºC. - Exame segmentar sem alterações. - Exame Dermatológico: Agrupamento de vesículas de vários tamanhos e diferentes estágios de evolução, que extendem -se da borda medial da escápula esquerda posteriormente, até RCE anteriormente. Observa-se, também, intensa hiperemia circundando as lesões e extrema sensibilidade ao toque.
  5. 7. <ul><li>Principais DX diferenciais em doenças vesico - bolhosas </li></ul><ul><li>Pênfigo Vulgar </li></ul><ul><li>Pênfigo Foliáceo </li></ul><ul><li>Penfigóide Bolhoso </li></ul><ul><li>Herpes Simples </li></ul><ul><li>Herpes Zoster </li></ul><ul><li>Varicela </li></ul>
  6. 8. Pênfigo Vulgar - Etiologia: Doença auto-imune que forma bolhas intra-epidérmicas e envolve a pele e as membranas mucosas. As moléculas desmossômicas dos queratinócitos são o alvo dos autoanticorpos ( IgG ), as Desmogleínas 3. - Epidemiologia : 4 a 6 década de vida. - Lesões cutâneas: vesicobolhosas que se rompem, deixando áreas exulceradas.
  7. 9. - Lesões Orais: desenvolvimento simultâneo de múltiplas bolhas que tendem a romper e deixar erosões. As bolhas tendem a recorrer no mesmo local e posteriormente disseminar para outras áreas da boca. - Lesões múltiplas e disseminadas que duram semanas e regridem com hiperpigmentação, sem formação de cicatrizes. - O tratamento se dá com Prednisona 40-120mg/dia , imunossupressor ( Ciclofosfamida 1,5 a 2,5 mg/kg/dia ou Azatioprina 1,5 – 2,5 mg/kg/dia ) ou sulfona. - Curso e prognóstico: Controlado com medicamentos.
  8. 10. Pênfigo Vulgar - Localização
  9. 11. Pênfigo Vulgar
  10. 12. Pênfigo Vulgar
  11. 13. Pênfigo Vulgar
  12. 14. Pênfigo Foliáceo - Doença intra-epidérmica, auto imune, formadora de bolhas, caracterizada por lesões com crostas. - Dor e ardência são os principais sintomas. - As lesões surgem em uma “distribuição seborréica” na face ou surgem primeiramente no couro cabeludo, no tórax ou na parte superior do dorso. - Bolhas intactas dificilmente são observadas. - Tratamento: a doença localizada pode ser manejada com esteróides tópicos, a doença ativa disseminada é tratada como Pênfigo Vulgar.
  13. 15. Pênfigo Foliáceo - Localização
  14. 16. Pênfigo Foliáceo
  15. 17. Pênfigo Foliáceo
  16. 18. Penfigóide Bolhoso - Epidemiologia: idosos e em ambos sexos. - Etiologia: Doença auto imune, alguns casos relacionados com neoplasia. Doença subepidérmica que apresenta-se tipicamente nas superfícies extensoras. - O prurido é de moderado a intenso. - Inicia com uma área localizada de eritema ou com placas pruriginosas de urticária. - Lesões Cutâneas: bolhas tensas e fundo claro ou hemorrágico.
  17. 19. <ul><li>Lesões Orais: O teto da bolha é formado por epitélio normal, as bolhas permanecem vários dias intactas. Após estourar todo epitélio é removido resultando em lesões mucosas profundas que são recobertas por fibrina. </li></ul><ul><li>Tratamento: </li></ul><ul><li>Esteróides tópicos de potência média a alta na doença limitada. </li></ul><ul><li>Usado sistemicamente Tetraciclina, Eritromicina ou Dapsona. Se não responder a nenhuma dessas medicações usa - se Prednisona 1,0 a 1,5 mg/kg/dia. Usa - se Ciclofosfamida ou Azatrioprina se todas anteriores falharem. </li></ul>
  18. 20. Penfigóide Bolhoso - Localização
  19. 21. Penfigóide Bolhoso
  20. 22. Penfigóide Bolhoso
  21. 23. Herpes Simples - São lesões tipo vesículas, agrupadas em uma base eritematosa, localizadas e dolorosas. - A lesão é causada pela infecção pelo vírus herpes simples ( HSV-1 ) ( HSV-2 )
  22. 24. Infecção Primária - A Transmissão se dá pelo contato direto com a lesão ou por perdigotos contendo vírus. - Gengivoestomatite e faringite são as manifestações mais freqüentes do primeiro episódio. - Surgem vesículas na pele sã, duram de 2 a 6 semanas e desaparecem sem cicatrizes. - O vírus penetra nas terminações nervosas que suprem a área da lesão e sobe até o gânglio da raiz dorsal, onde permanece latente.
  23. 25. Infecção Recorrente - O trauma local à pele ( exposição à luz ultravioleta, cortes, abrasões) ou alterações sistêmicas ( menstruação, fadiga, Febre, infecções respiratórias ) reativam o vírus, que então retorna aos nervos periféricos até o local da infecção inicial. - Sensibilidade, dor, parestesia leve ocorrem antes do início das lesões. - Em cerca de 12 horas as lesões em vesículas agrupadas “em cachos de uva” surgem sobre uma base eritematosa, em seguida tornam-se pústulas e se rompem formando sobre si uma crosta sero-hemática. As lesões cicatrizam completamente em cerca de 8 dias.
  24. 26. Tratamento: - Creme de Tetracaína 1,8% pode melhorar a sintomatologia e reduz a duração da lesão. - Antivirais orais: Aciclovir nas infecções primárias ( 200mg 4/4h por 10 dias) ou várias recidivas/ano (400mg 12/12 h por até 12 meses)
  25. 27. Herpes Zoster - Vesículas surgem em grupos, de tamanhos variados, sobre uma base eritematosa. - Limitado à área de um dermátomo ou dois subjacentes, o herpes resulta da reativação do vírus da varicela que penetrou nos nervos cutâneos durante a doença. A replicação do vírus no gânglio da raiz dorsal gera ganglionite ( dor ), neuralgia grave ( inflamação e necrose neuronal). - A idade, as drogas imunossupressivas, o linfoma, a fadiga, as perturbações emocionais e a radioterapia foram implicados como fator facilitador da reativação do vírus. A duração é de cerca de 15 dias.
  26. 28. - Dor é o principal sintoma. - A principal causa de morbidade no zoster é a nevralgia pós herpética ( NPH ). A incidência aumenta com a idade, sendo maior de 70% nos pacientes com mais de 70 anos. Caracteriza-se por dor na região do dermátomo, crônica, após o desaparecimento das lesões.
  27. 29. Herpes Zoster
  28. 30. Herpes Zoster Tratamento: - Sintomáticos - Pacientes imunodeprimidos : Aciclovir 30mg/kg/dia E.V., dividido em 5 doses por 5 dias. - Pacientes imunocompetentes: Aciclovir oral: 800mg- 5x ao dia (7dias). Valaciclovir 1g. 3 vezes ao dia por 7 dias.
  29. 31. - Nevralgia pós-herpética: Amitriptilina 75 mg/dia pode ser usada na tentativa de alívio da dor, assim como a Nortriptilina (25 – 75 mg/dia), Carbamazepina ( 400 – 1200 mg/dia ) e Fenitoína (300 – 400 mg/dia). Alguns autores defendem um curso breve de esteróides (Prednisona 40 – 60 mg/dia por 5 dias).
  30. 32. Herpes Zoster
  31. 33. Herpes Zoster
  32. 34. Varicela - Exantema que inicia pelo tronco e dissemina-se para a face e extremidades. Existe uma presença simultânea de lesões (manchas eritematosas, pápulas, vesículas, pústulas e crostas) em todos os estágios. “ Gota de orvalho numa pétala de rosa “ - É causado pelo vírus varicela zoster que é transmitido por perdigotos ou pelo líquido vesicular. - Na época do aparecimento das vesículas, o paciente apresenta febre. A temperatura volta ao normal quando as vesículas desaparecem. - A infecção secundária ou escoriações estende o processo à derme e pode cursar com cicatrizes.
  33. 35. <ul><li>Varicela </li></ul><ul><li>Tratamento: </li></ul><ul><li>Sintomáticos: </li></ul><ul><li>Febre ou dor: Paracetamol 1g/kg/dose, 6/6 h. </li></ul><ul><li>Prurido: Polaramine: 2-5 anos: 0,5 mg 6/6h, 6-11 anos: 1mg 6/6h, adultos 2 mg 6/6h. Suspensão 2mg/5mL. </li></ul><ul><li>OBS: Cuidados locais para as lesões com água boricada e antibacterianos. </li></ul>
  34. 36. Varicela
  35. 37. Varicela
  36. 38. Qual é o diagnóstico? Pênfigo Vulgar Pênfigo Foliáceo Penfigóide Bolhoso Herpes Simples Herpes Zoster Varicela
  37. 39. Caso Clínico – Diagnóstico Herpes Zoster
  38. 40. Obrigada!

×