Administração de
          Operações

Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Resumo




                                          X

                           X                    X

               ...
Planejamento de Aulas




      Março/Abril         Abril / Maio            Maio / Junho             junho

              ...
Projeto



                           Desenvolvimento de Produto e Serviço

                           Capítulos 4 e 5 – S...
Projeto




              “Break-even”
              Ponto de equilíbrio
              sem lucro e sem prejuízos

Bruno Go...
Viabilidade




        Análise Econômica para escolha de
         um sistema de processamento de
                    prod...
Projeto x Lote

     Custo Anual de Produção
                                                                   Job Shop

...
Projeto



    Análise do Break-Even




Bruno Gomes      FGV-RJ – Curso de Administração
Projeto



    Análise do Break-Even

                                Exercício
                      ANO              UNI...
Introdução




               Projeto de Rede de
              Operações Produtivas



Bruno Gomes        FGV-RJ – Curso d...
Introdução




                 Conceito de
              NÍVEL DE SERVIÇO


Bruno Gomes       FGV-RJ – Curso de Administr...
Introdução




            Conceito de
       CAPACIDADE INSTALADA
        NOMINAL ou NORMAL


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curs...
Exemplo


    “Em apenas um ano, a Petrobras dobrou a exportação média
    de petróleo. A empresa embarca diariamente cerc...
Exemplo




                                                Fonte:
                                                http://...
Introdução




                      MEDIDA DA CAPACIDADE EM EMPRESAS INDUSTRIAIS E DE SERVIÇOS
                          ...
Redes de Operações




              FORNECEDORES                                CLIENTES




     Relacionamento com os O...
Introdução




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Introdução




     Por que é importante
      considerar toda a
   REDE DE OPERAÇÕES?


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de A...
Introdução




1 – Compreensão do mercado
competitivo;
2 – Identifica pontos ou ligações
relevantes na rede;
3 – Focaliza ...
Introdução




As 3 perguntas que definem
 a implementação de uma
    Rede de Operações


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de ...
ESCOLHAS




                   1 – QUAL
              terceirizar ou operar

   INTEGRAÇÃO VERTICAL

Bruno Gomes         ...
ESCOLHAS




               2 – ONDE
         visa otimizar produção


Loja de Varejo, Academia, Fábrica, etc.

Bruno Gome...
ESCOLHAS




           3 – QUANTO
      capacidade de produção


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Introdução




      Texto Leonardo Lacerda



Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Introdução

Onde as fábricas devem ser localizadas?

Quais fornecedores deverão ser utilizados?

Quantos centros de distri...
Redes




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
ESCOLHAS




      A escolha da localização
         (país) influencia na
       distribuição dos custos
            opera...
Redes




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




              Trade-off´s


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Introdução




              POR QUE SE MUDA:

    1 – QUANTIDADE PRODUZIDA?
 2 – NÚMERO DE PONTOS NA REDE?
     3 – SISTE...
Introdução




                                    EURODISNEY




                         É uma das atrações turísticas m...
Redes




          Nível Ótimo de
           Capacidade
              CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL

Bruno Gomes          F...
Redes




                       X
       1 fábrica para 800 itens por dia
                       x
       2 fábricas para...
Redes




ECONOMIA DE ESCALA
         x
  DESECONOMIA DE
      ESCALA

Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
OPÇÃO A




                                                1200 UNIDADES POR DIA




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Admi...
OPÇÃO B




                                                400 UNIDADES POR DIA




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Admin...
CAPACIDADE DE ATENDIMENTO




      CAPACIDADE ANTECIPADA À
              DEMANDA
                 X
      CAPACIDADE ACOM...
Redes




              CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL
Bruno Gomes          FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




          Vantagens e
        Desvantagens dos
          dois modelos
Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administra...
Redes




              CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL
Bruno Gomes          FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




  Localização da
 Empresa Industrial

Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




              Métodos

Bruno Gomes    FGV-RJ – Curso de Administração
Redes




Método do Centro de Gravidade
Método dos Momentos
Método do Ponto de Equilíbrio
Método de Fatores Qualitativos

...
Redes



       Método do Centro de Gravidade

 Visa avaliar o local de menor custo para instalação
do ponto, considerando...
EXEMPLO




       Método do Centro de Gravidade
                                DISTRIBUIÇÃO DOS LOCAIS


              5...
EXEMPLO




        Método do Centro de Gravidade
                               CUSTOS/QUANTIDADES


                    ...
Redes


              Método dos Momentos

 Semelhante ao método do Centro de Gravidade,
mas adiciona a comparação de pote...
EXEMPLO




                    Método dos Momentos
              M= (custo unitário transporte x quantidade x distância)
...
Redes




         Método do Ponto de Equilíbrio

 Comparação dos diferentes pontos com base nos
   custos totais de opera...
EXEMPLO




           Método do Ponto de Equilíbrio
                PONTO DE EQUILÍBRIO                                  ...
EXEMPLO




         Método do Ponto de Equilíbrio
                                 PONTO DE EQUILÍBRIO


              LO...
Redes


       Método da Avaliação de Fatores
                Qualitativos
       1 – Disponibilidade de Pessoal;
       2...
Redes




              LOCALIZAÇÃO DE LOJAS




Bruno Gomes        FGV-RJ – Curso de Administração
Variáveis Envolvidas




              LOCALIZAÇÃO DE LOJAS
       1 – Número de Clientes da região;
       2 – Probabilid...
Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
TECNOLOGIAS APLICADAS
         AO PROCESSO DE
           OPERAÇÕES


Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Tecnologia de
                Processo

Bruno Gomes       FGV-RJ – Curso de Administração
São máquinas, equipamentos,
            sistemas que ajudam a
        transformar matéria prima em
                produto...
Tecnologia explícita
                 X
         Tecnologia implícita

Bruno Gomes    FGV-RJ – Curso de Administração
Tecnologia explícita
       Existe enquanto conhecimento ou
      habilidade e se expressa através de
      projetos, pate...
Tecnologia implícita
        Existe incorporada em bens ou
      serviços. Fio de Cobre de uma rede
          de telefonia...
Tecnologia
       Se apresenta através de aspectos
        físicos e concretos (hardware) ou
       através de aspectos co...
TIPOS DE
              TECNOLOGIAS


Bruno Gomes      FGV-RJ – Curso de Administração
TIPOS DE TECNOLOGIAS

1 – Tipologia de Elos em seqüência
2 – Tipologia Mediadora
3 – Tipologia Intensiva



Bruno Gomes   ...
Tipologia de Elos em Seqüência




   Características:
   1 – interdependência;
   2 – ênfase no produto;
   3 – repetitiv...
TECNOLOGIAS
                FLEXÍVEIS
                    X
                  FIXAS
Bruno Gomes      FGV-RJ – Curso de Adm...
Alguns exemplos...



Bruno Gomes       FGV-RJ – Curso de Administração
CAD


    Computer-Aided Design (CAD) (em inglês), ou desenho assistido
    por computador, é o nome genérico de sistemas ...
CNC


CNC são as iniciais de Computer Numeric Control ou em Português Controle
Numérico Computadorizado. É um controlador ...
ROBÓTICA


Robótica é um ramo da tecnologia que engloba mecânica, eletrônica e
computação, que atualmente trata de sistema...
AGV


AGVs – Veículos Automáticos :são pequenos veículos autônomos que movem
materiais de e para operações agregadoras de ...
FMS


              Sistemas Flexíveis de Manufatura




Bruno Gomes     FGV-RJ – Curso de Administração
FMS


              Sistemas Flexíveis de Manufatura




Bruno Gomes     FGV-RJ – Curso de Administração
IHM


               Interface Homem Máquina




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
Sistemas Supervisórios




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
MES




Bruno Gomes   FGV-RJ – Curso de Administração
OTIMIZANDO A CAPACIDADE
                                                      DE ATENDIMENTO


              CENTRAL DE SE...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Administração de Operações - Projeto Redes E InstalaçõEs + Tecnologias de Processos

4,536 views

Published on

Unidade Curricular do Curso de Administração de Empresas da FGV-RJ EBAPE - Bruno Gomes, Administração de Operações - Tema: Localização e Tecnologias de Processo

Published in: Education, Business, Technology
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
4,536
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
33
Actions
Shares
0
Downloads
211
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Administração de Operações - Projeto Redes E InstalaçõEs + Tecnologias de Processos

  1. 1. Administração de Operações Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  2. 2. Resumo X X X X Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  3. 3. Planejamento de Aulas Março/Abril Abril / Maio Maio / Junho junho Projeto de Planejamento Visão Geral Produtos e Serviços & Controle Melhorias Estratégias Projeto de Redes em Processo Tecnologias de Produção de Instalações (Automação) Fontes de Consulta Textos Slack Gaither Slides e Exercícios Complementares Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  4. 4. Projeto Desenvolvimento de Produto e Serviço Capítulos 4 e 5 – SLACK Capítulo 4 - GAITHER Projeto de Redes e Arranjos Físicos Capítulos 6 e 7 – SLACK Capítulo 2 – LAUGENI & MARTINS Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  5. 5. Projeto “Break-even” Ponto de equilíbrio sem lucro e sem prejuízos Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  6. 6. Viabilidade Análise Econômica para escolha de um sistema de processamento de produtos Job Shop, Manufatura Celular e Linha de Montagem Automatizada Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  7. 7. Projeto x Lote Custo Anual de Produção Job Shop Manufatura Celular Linha de Montagem Automatizada 2.250.000 1.110.000 RELAÇÃO ENTRE CUSTOS FIXOS E CUSTOS VARIÁVEIS 500.000 100.000 180.000 Número de Unidades Produzidas (ano) Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  8. 8. Projeto Análise do Break-Even Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  9. 9. Projeto Análise do Break-Even Exercício ANO UNIDADE 10.000 Unidades? Processo Custo Fixo Custo Variável Quais quantidades são melhores para cada A 110.000 2 processo? C 80.000 4 J 75.000 5 A – Automatizado, C – Manufatura Celular e J – Job Shop Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  10. 10. Introdução Projeto de Rede de Operações Produtivas Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  11. 11. Introdução Conceito de NÍVEL DE SERVIÇO Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  12. 12. Introdução Conceito de CAPACIDADE INSTALADA NOMINAL ou NORMAL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  13. 13. Exemplo “Em apenas um ano, a Petrobras dobrou a exportação média de petróleo. A empresa embarca diariamente cerca de 200 mil barris de petróleo do campo de Marlim, em Campos. Em 2001, a média diária chegou a 100 mil barris. [...] A estatal produz hoje mais de 1,5 milhões de barris/dia. A idéia é produzir 1,9 milhões de barris dia em 2005. Com esse volume, a Petrobras não conseguirá refinar no País toda sua produção por falta de capacidade instalada, necessitando de um investimento de cerca de U$ 4 bilhões em refino.” Fonte: Gazeta Mercantil 22 maio 2002 Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  14. 14. Exemplo Fonte: http://www.portalabpg.org.br/ Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  15. 15. Introdução MEDIDA DA CAPACIDADE EM EMPRESAS INDUSTRIAIS E DE SERVIÇOS MEDIDA DE CAPACIDADE EMPRESA INSUMOS DE VOLUME DE PRODUÇÃO Fábrica de Refrigeradores Horas máquinas disponíveis Número de Unidades/Ano Hotel Leitos Disponíveis Número de Hospedes/Dia Cinema Número de Assentos Número de Espectadores/Senama Escola Número de Alunos Número de Formados/ano Fábrica de Cimento Volume do Forno Toneladas/dia Emrpesa de Transportes Número de Poltronas Número de passageiros/ano Usina Hidroelétrica Tamanho da Turbina Potência Gerada Loja Área da Loja Vendas/Mês Fonte: Laugeni & Martins Administração Produção Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  16. 16. Redes de Operações FORNECEDORES CLIENTES Relacionamento com os Objetivos de Desempenho Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  17. 17. Introdução Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  18. 18. Introdução Por que é importante considerar toda a REDE DE OPERAÇÕES? Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  19. 19. Introdução 1 – Compreensão do mercado competitivo; 2 – Identifica pontos ou ligações relevantes na rede; 3 – Focaliza a empresa no longo prazo. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  20. 20. Introdução As 3 perguntas que definem a implementação de uma Rede de Operações Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  21. 21. ESCOLHAS 1 – QUAL terceirizar ou operar INTEGRAÇÃO VERTICAL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  22. 22. ESCOLHAS 2 – ONDE visa otimizar produção Loja de Varejo, Academia, Fábrica, etc. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  23. 23. ESCOLHAS 3 – QUANTO capacidade de produção Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  24. 24. Introdução Texto Leonardo Lacerda Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  25. 25. Introdução Onde as fábricas devem ser localizadas? Quais fornecedores deverão ser utilizados? Quantos centros de distribuição a empresa deve operar? Onde eles devem estar localizados? Que clientes ou zonas de mercado devem ser supridos de cada centro de distribuição? Que linhas de produto devem ser produzidas ou estocadas em cada fábrica ou centro de distribuição? Que modalidades de transporte devem ser usados para suprimento e para distribuição? Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  26. 26. Redes Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  27. 27. ESCOLHAS A escolha da localização (país) influencia na distribuição dos custos operacionais? Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  28. 28. Redes Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  29. 29. Redes Trade-off´s Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  30. 30. Redes Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  31. 31. Introdução POR QUE SE MUDA: 1 – QUANTIDADE PRODUZIDA? 2 – NÚMERO DE PONTOS NA REDE? 3 – SISTEMA DE PRODUÇÃO? Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  32. 32. Introdução EURODISNEY É uma das atrações turísticas mais visitada da Europa atraindo 12.8 milhões de visitantes só em 2006 Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  33. 33. Redes Nível Ótimo de Capacidade CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  34. 34. Redes X 1 fábrica para 800 itens por dia x 2 fábricas para 400 itens por dia Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  35. 35. Redes ECONOMIA DE ESCALA x DESECONOMIA DE ESCALA Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  36. 36. OPÇÃO A 1200 UNIDADES POR DIA Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  37. 37. OPÇÃO B 400 UNIDADES POR DIA Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  38. 38. CAPACIDADE DE ATENDIMENTO CAPACIDADE ANTECIPADA À DEMANDA X CAPACIDADE ACOMPANHADA A DEMANDA Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  39. 39. Redes CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  40. 40. Redes Vantagens e Desvantagens dos dois modelos Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  41. 41. Redes CUSTO FIXO x CUSTO VARIÁVEL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  42. 42. Redes Localização da Empresa Industrial Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  43. 43. Redes Métodos Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  44. 44. Redes Método do Centro de Gravidade Método dos Momentos Método do Ponto de Equilíbrio Método de Fatores Qualitativos Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  45. 45. Redes Método do Centro de Gravidade Visa avaliar o local de menor custo para instalação do ponto, considerando o fornecimento de matérias- primas e os mercados consumidores Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  46. 46. EXEMPLO Método do Centro de Gravidade DISTRIBUIÇÃO DOS LOCAIS 500 MP1 PA1 PA2 MP = MATÉRIA PRIMA 400 MP2 PA3 PA = PONTO DE CONSUMO LH = LOCALIZAÇÃO HORIZONTAL 300 PA4 LV = LOCALIZAÇÃO VERTICAL 200 100 PA5 MP3 KM0 100 200 300 400 500 Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  47. 47. EXEMPLO Método do Centro de Gravidade CUSTOS/QUANTIDADES LOCALIZAÇÃO CUSTO DE TRANSPORTE (HORIZONTAL E LOCAL QUANTIDADE (T) ($ POR T POR KM) VERTICAL) MP1 200 3 100 500 MP2 400 2 200 400 MP3 300 2 500 100 PA1 150 4 400 500 PA2 300 3 500 500 PA3 50 5 300 400 PA4 250 4 100 300 PA5 50 3 100 100 LH = (200x3x100+400x2x200+...+250x4x100+50x3x100) / (200x3+400x2+300x2+...+250x4+50x3) = 285,7 LV = (200x3x500+400x2x400+...+250x4x300+50x3x100) / (200x3+400x2+300x2+...+250x4+50x3) = 376,5 MP = MATÉRIA PRIMA PA = PONTO DE CONSUMO LH = LOCALIZAÇÃO HORIZONTAL Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração LV = LOCALIZAÇÃO VERTICAL
  48. 48. Redes Método dos Momentos Semelhante ao método do Centro de Gravidade, mas adiciona a comparação de potenciais centros. Para cada centro calcula-se o Momento (M). O Centro que tiver a menor soma dos momentos será escolhido. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  49. 49. EXEMPLO Método dos Momentos M= (custo unitário transporte x quantidade x distância) 10 toneladas A B 3 toneladas MA= AB+AD+AC MB =BA+BC+BD MC=CA+CB+CD MD=DA+DB+DC 5 toneladas D C 5 toneladas Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  50. 50. Redes Método do Ponto de Equilíbrio Comparação dos diferentes pontos com base nos custos totais de operação (fixos + variáveis) Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  51. 51. EXEMPLO Método do Ponto de Equilíbrio PONTO DE EQUILÍBRIO A CUSTO FIXO POR CUSTO VARIÁVEL Custo LOCALIDADE ANO UNITÁRIO total (mil) R$ R$ A 120.000,00 64,00 1400 R$ R$ 1200 B 300.000,00 25,00 B 1000 R$ R$ C 400.000,00 15,00 800 600 C 400 AB = 120+(64xQ)=300+(25xQ) = 4.615 unidades 200 BC= 300+(25xQ)=400+(15xQ)=10.000 unidades 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 Mil unidades Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  52. 52. EXEMPLO Método do Ponto de Equilíbrio PONTO DE EQUILÍBRIO LOCALIDADE CUSTO FIXO POR ANO CUSTO VARIÁVEL UNITÁRIO A R$ 120.000,00 R$ 64,00 B R$ 300.000,00 R$ 25,00 C R$ 400.000,00 R$ 15,00 Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  53. 53. Redes Método da Avaliação de Fatores Qualitativos 1 – Disponibilidade de Pessoal; 2 – Aspectos relacionados ao Sindicato; 3 – Restrições Ambientais; 4 – Qualidade de Vida; 5 – Suprimento de Materiais; 6 – Isenção de Impostos; 7 – Desenvolvimento Regional Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  54. 54. Redes LOCALIZAÇÃO DE LOJAS Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  55. 55. Variáveis Envolvidas LOCALIZAÇÃO DE LOJAS 1 – Número de Clientes da região; 2 – Probabilidade de um cliente ir a loja; 3 – Área da Loja; 4 – Tempo que o cliente leva para ir a loja; 5 – Fatores diversos; 6 – Concorrência (variável externa) ... Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  56. 56. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  57. 57. TECNOLOGIAS APLICADAS AO PROCESSO DE OPERAÇÕES Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  58. 58. Tecnologia de Processo Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  59. 59. São máquinas, equipamentos, sistemas que ajudam a transformar matéria prima em produto acabado Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  60. 60. Tecnologia explícita X Tecnologia implícita Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  61. 61. Tecnologia explícita Existe enquanto conhecimento ou habilidade e se expressa através de projetos, patentes e em documentos Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  62. 62. Tecnologia implícita Existe incorporada em bens ou serviços. Fio de Cobre de uma rede de telefonia, mineração, etc. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  63. 63. Tecnologia Se apresenta através de aspectos físicos e concretos (hardware) ou através de aspectos conceituais ou abstratos (software). Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  64. 64. TIPOS DE TECNOLOGIAS Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  65. 65. TIPOS DE TECNOLOGIAS 1 – Tipologia de Elos em seqüência 2 – Tipologia Mediadora 3 – Tipologia Intensiva Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  66. 66. Tipologia de Elos em Seqüência Características: 1 – interdependência; 2 – ênfase no produto; 3 – repetitividade / padronização do processo. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  67. 67. TECNOLOGIAS FLEXÍVEIS X FIXAS Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  68. 68. Alguns exemplos... Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  69. 69. CAD Computer-Aided Design (CAD) (em inglês), ou desenho assistido por computador, é o nome genérico de sistemas computacionais (software) utilizados pela engenharia, geologia, arquitetura, e design para facilitar o projeto e desenho técnicos. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  70. 70. CNC CNC são as iniciais de Computer Numeric Control ou em Português Controle Numérico Computadorizado. É um controlador numérico que permite o controle de máquinas e é utilizado principalmente em centros de usinagem. Permite o controle simultâneo de vários eixos, através de uma lista de movimentos escrita num código específico Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  71. 71. ROBÓTICA Robótica é um ramo da tecnologia que engloba mecânica, eletrônica e computação, que atualmente trata de sistemas compostos por máquinas e partes mecânicas automáticas e controladas por circuitos integrados, tornando sistemas mecânicos motorizados, controlados manualmente ou automaticamente por circuitos elétricos. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  72. 72. AGV AGVs – Veículos Automáticos :são pequenos veículos autônomos que movem materiais de e para operações agregadoras de valor. Possuem um menor custo e maior eficiência operacional. Substituem esteiras transportadoras Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  73. 73. FMS Sistemas Flexíveis de Manufatura Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  74. 74. FMS Sistemas Flexíveis de Manufatura Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  75. 75. IHM Interface Homem Máquina Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  76. 76. Sistemas Supervisórios Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  77. 77. MES Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração
  78. 78. OTIMIZANDO A CAPACIDADE DE ATENDIMENTO CENTRAL DE SERVIÇOS COMPARTILHADOS (SHARED SERVICES CENTER) Trabalho 7 (Entrega na A2 - impresso) Escreva 5 página sobre CSC Dizendo: O que é, para que serve, Como funciona e apresente exemplos de empresas que se utilizam de CSC – Fonte Arial 10 com Bibliografia 2 alunos por trabalho. Bruno Gomes FGV-RJ – Curso de Administração

×