Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

cada vez mais menos (bruno nobru)

349 views

Published on

o livreto "cada vez mais menos" é uma coleção de pequenezas, escrito por bruno nobru durante o período de 2012, com ilustrações de artistas convidados

em suas páginas, sintetiza de maneira sutil em poucas palavras reflexões sobre a existência, experiências e mutações no processo de ser, as diferentes percepções sobre as coisas e a possibilidade de ir além de si

a capa foi feita por lara marx, e as ilustrações internas por diego nogueira, bruno nobru, luis augusto nunes, rogério olivieri, tiago spina, débora lemos, laís de andrade, gustavo daher, roney lacerda, sérgio macedo, rafael brandão.

mais informações:
www.brunonobru.net

facebook:
www.facebook.com/cadavezmaismenos

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

cada vez mais menos (bruno nobru)

  1. 1. cada vez maismenosuma coleção de pequenezasbruno nobru2012alguns direitos reservadostodo conteúdo está livre para citar, divulgar,adaptar, recriar, musicar, traduzir, etc...é proibido o uso para fins comerciaisquando divulgar, favor citar a autoria
  2. 2. basta um navio e uma estrelapara viajar..
  3. 3. sócaminho neste solocomigo (eu)não toco qualquer coisamas coisa raraseguindoencontro andarilhosum pouco distantesdo chão
  4. 4. cada casca é um casocada casa é uma cena eu ovo
  5. 5. fluindo no mar da vidaem linhas que se cruzamaproximam e distanciamestabelecendo pontos de interseçãoe pontos de fugaseja onde for
  6. 6. nem tudo o que faz se digere..
  7. 7. entre idas e voltas o que nos restaé o que permanece
  8. 8. todos dias me perco, me encontroe me faço novo denovo
  9. 9. [me persigo sempre]
  10. 10. não tenha medo de ser ridículo,mais ridículo é não ser
  11. 11. que incrível é o chá de erva doce!
  12. 12. qualquer coisapode ser outrapode ser tanto quanto nada
  13. 13. vou seguiraté onde resistir voar bem longe além daqui
  14. 14. o que tiver de ser serácada coisatem seu tempo própriode acontecernão quer dizer quetem de ficar paradoesperando
  15. 15. a escrita após imersão torna-seexpansão do ser
  16. 16. arte é risco –então risque e arrisque,que é pra já!
  17. 17. me enchi de rabiscos inacabados poesia alguma
  18. 18. tenho de re-interpretaras coisas que vejopara que se tornemmais belas
  19. 19. invento ventos que sopram aresde coisas que estavam dentro de mim
  20. 20. hoje estou sem palavras,só porque o silêncio é mais belo
  21. 21. gosto tanto dos errostanto quanto dos acertos
  22. 22. disseramque estava escrito nas estrelas ...um cometa passou e rabiscou tudo
  23. 23. entre dúvidas e acertos eu confuso!
  24. 24. [ o tempo tempeia.. ]
  25. 25. ser nadame faz sentir melhor que ser algo aprendo mais no silêncio
  26. 26. a noite choveo tempo para
  27. 27. a palavra estava me sufocando larguei dela e o silêncio me abraçou
  28. 28. nos encontramosnos desencontros
  29. 29. (...)
  30. 30. texto: bruno nobrucapa: lara marxilustrações: diego nogueira, bruno nobru, luis augusto nunes, rogério olivieri, tiago spina, débora lemos, laís de andrade, gustavo daher, roney lacerda, sérgio macedo, rafael brandão. www.brunonobru.net trocarletras@gmail.com facebook.com/brunonobrunet

×