Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Peti plano estratégico de tecnologia da informação

Apresentação elaborada para o curso de MBA em Engenharia de Redes e Telecomunicações, módulo Governaça Corporativa e Governaça de TI, da UNIP - Sorocaba.

A apresentação aborda os principais aspectos do documento "Plano Estratégico de Tecnologia da Informação", elaborado para uma empresa fictícia.

  • Login to see the comments

Peti plano estratégico de tecnologia da informação

  1. 1. Elaboração: Bruno Cesar Silveira Emilio Cristiano Scatena dos Santos Edvar Edilson Lima PETI Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
  2. 2. Sorocaba - SP MBA Engenharia de Redes eTelecomunicações Prof. Me. Fábio Roque Bruno César Silveira Emilio Cristiano Scatena dos Santos Edjan de Jesus Luz
  3. 3. “O planejamento não diz respeito as decisões futuras, mas às implicações futuras das decisões presentes. ” Peter Drucker
  4. 4. • Organizações empresariais Almejam o constante crescimento, seja em épocas prósperas ou em meio à crise, precisa ter definido suas metas e objetivos claramente. E esses objetivos só serão alcançados através de meticulosos processos internos que construirão a base para a prosperidade da organização, provendo suporte, segurança, confiança e estabilidade ao negócio. • A elaboração de um plano estratégico Engloba todos esses fatores que ajudarão e apoiarão a organização a honrar sua visão, missão e valores • O plano estratégico Irá traçar os melhores caminhos que o Departamento de Tecnologia da Informação precisa trilhar para elevar sua importância dentro da organização, elevando também o nível de integração e essencialidade do negócio, partindo do princípio de planejamento, pensando em ações que possam ser controladas e medidas.
  5. 5. Departamento de Tecnologia da Informação
  6. 6. • Diretor de Tecnologia da Informação Cargo mais alto com as maiores responsabilidades e a comunicação do departamento com a Diretoria da Empresa, Apresenta os projetos desenvolvidos, com a principal função de conseguir viabiliza-los adquirir os equipamentos de informática. • Coordenador de Sistemas Responsável pela equipe de suporte ao sistema ERP e HelpDesk, através dos analistas, dentro do SLA e projetos de sua área • Coordenador de infra-estrutura Responsável pela equipe de suporte a hardware/infraestrutura e redes e projetos de implantação de servidores e novas redes coordenando projetos de sua área e pré-aprovando pedidos de aquisição de equipamentos, sugerindo melhores soluções • Analista de Suporte ERP/Sistemas • Analista de Suporte/Hardware • Analista de Infra-estrutura/Redes
  7. 7. Escopo e objetivo Seguir um plano de atualização e otimização dos equipamentos defasados Melhorar o atendimento do Help Desk através de técnicas e disseminação do conhecimento Prover mais segurança ao ambiente de rede Conscientizar a organização quanto a importância e uso do ambiente de TI Otimizar processos que atualmente são lentos e ineficazes Levantar requisitos e sugerir as melhores soluções • Exclusão do Escopo Não compreende áreas que não façam parte do organograma do Departamento de Tecnologia da Informação • Critérios de aceitação O projeto será considerado entregue e encerrado quando todas as fases estiverem validadas e as fases dos projetos encerrados com a Diretoria da organização. • Fatores de Risco Preliminares Mercado e paralisação do projeto por falta de capital, Falta de conhecimento da equipe envolvida e Baixa de algum colaborador envolvido diretamente com o projeto
  8. 8. Metodologia Aplicada Tem como base as estratégias da empresa: visão, missão e valores. Onde a organização defini quais são suas metas e objetivos no mercado. • BSC Tecnologia da Informação
  9. 9. • Visão, Missão e Valores: Objetivos definidos no Plano Estratégico da organização. • Orientação ao futuro: Definir objetivos e metas para a TI e seus processos, agir proativamente de forma preventiva e adquirir conhecimento para implantar novas soluções. • Excelência profissional: Otimizar os processos de TI, aumentando a agilidade e efetividades das soluções entregues. • Orientação ao usuário: Orientar e instruir os usuários para que possam utilizar o ambiente tecnológico e suas ferramentas, da melhor forma possível, aumentando a produtividade. • Contribuição ao negócio: Fornecer suporte ao que diz respeito ao ambiente tecnológico e processos informatizados da organização.
  10. 10. • BSC Departamento da TI
  11. 11. • Postura Estratégica A postura estratégica foi analisada com base na técnica SWOT (abreviação das palavras Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats), o que resumidamente, é a análise dos pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças. • AMBIENTE INTERNO • PONTOS FORTES • PONTOS FRACOS • AMBIENTE EXTERNO • OPORTUNIDADES • AMEAÇAS
  12. 12. Análise SWOT
  13. 13. • Análise do Cenário Interno A elaboração da postura estratégica e análise SWOT, compreendem um detalhamento do cenário interno da organização, na busca de definir os pontos fortes e fracos. • Fatores • Realidade Interna
  14. 14. • Análise do Cenário Externo Da mesma forma que a análise interna, também foi realizada uma análise que compreende um detalhamento dos fatores externos • Fatores • Realidade Externa
  15. 15. Fator Realidade Interna Engajamento da equipe na solução de problemas. Ponto Forte Capacitação e motivação da equipe e dos usuários. Oportunidade de melhoria Estratégias corporativas alinhadas às estratégias do departamento de TI. Ponto Forte Alinhamento de toda força de trabalho com as principais decisões estratégicas. Oportunidade de melhoria Os valores e missão da empresa são constantemente disseminados entre todos os colaboradores. Ponto Forte Infraestrutura pronta para expansão e alinhada ao plano estratégico. Ponto Forte Gestão financeira e orçamentária alinhada à utilização eficaz dos recursos. Ponto Forte Disponibilidade da alta direção em entender as necessidades dos colaboradores que integram a equipe. Oportunidade de melhoria Integração da equipe com os recursos tecnológicos disponíveis. Oportunidade de melhoria Estrutura organizacional bem definida. Ponto Forte Análise do Cenário Interno
  16. 16. Análise do Cenário Externo Fator Realidade Externa Disponibilidade de novas tecnologias. Oportunidade Alterações governamentais e legislação. Ameaça Crise econômica Ameaça Oferta de mão de obra especializada. Oportunidade Participação da comunidade. Oportunidade Movimentos sindicais e sociais Ameaça Demanda dos produtos e serviços da empresa Oportunidade Nova concorrência. Ameaça
  17. 17. • Declarações Estratégicas Maggo Motors
  18. 18. • Declarações Estratégicas Departamento de TI
  19. 19. Objetivos Estratégicos Implantação de Política de Segurança (Documento) Descrição Área Depto. Relacionado Elaboração de Documento de Política de Segurança da Informação, o qual deve conter um conjunto de normas, métodos e procedimentos, que devem ser comunicados a todos os funcionários, visando garantir a Confidencialidade, Integridade e Disponibilidade da informação. Atualmente a empresa não possui esse documento, não sendo possível exigir do usuário um uso consciente dos sistemas de informação ou cobrá-lo por erros causados por mau uso. Tecnologia da Informação Segurança TI Recursos Humanos Objetivos Estratégicos Implantação da Política de Segurança da Informação Objetivos Funcionais 1. – Levantamento do perfil da empresa e dos usuários dos Sistemas de Informação. 2. – Análise interna e externa dos recursos que necessitam serem protegidos. 3. – Elaboração das normas e proibições no âmbito físico, lógico e humano. 4. – Aprovação da Política de Segurança pela Diretoria. 5. – Aprovação pelo Departamento de Recursos Humanos. 6. – Definição do cronograma de implantação. 7. – Aplicação e treinamento da equipe. 8. – Avaliação periódica. 9. – Atenção às novas tecnologias.
  20. 20. Metas *Tempo em dias úteis Tempo Início Previsto Entrega 3.1.1 – Levantar perfil da empresa e usuários 5 22/02 26/02 3.1.2 – Analisar os recursos a serem protegidos 7 29/02 08/03 3.1.3 – Criar as normas e proibições 15 09/03 29/03 3.1.4 – Definir documento contendo a Política de Segurança 7 30/03 08/04 3.1.5 – Treinamento e Implantação 20 11/04 10/05 3.1.6 – Avaliação Pós-Implantação 15 11/05 31/05 Ações Estratégicas 3.2.1 – Realizar levantamento e relacionar perfil da empresa e usuários dos Sistemas de Informação. 3.2.2 – Realizar levantamento e relacionar os recursos que devem ser alvos de proteção. 3.2.3 – Elaborar normas e definir limitações no uso dos recursos tecnológicos, visando sua proteção. 3.2.4 – Elaborar documento contendo de forma clara e objetiva as normas e proibições a serem cumpridas durante a utilização dos recursos tecnológicos da empresa. 3.2.5 – Realizar a divulgação da Política de Segurança da Informação para todos os colaboradores. 3.2.6 – Realizar treinamento para que todos os colaboradores tenham condições de cumprir as normas estabelecidas. 3.2.7 – Aplicação das normas e proibições, conforme determina a documentação. 3.2.8 – Avaliação dos impactos e efeitos das normas recém-implantadas. 3.2.9 – Acompanhamento das inovações tecnológicas que possam vir a alterar a forma de utilização de recursos. 3.2.10 – Avaliação periódica a fim de contemplar alterações ou novas medidas à Política de Segurança vigente, motivadas por inovações ou alteração dos recursos existentes.
  21. 21. 10 – Planejamento Estratégico 10. 1 - Implantação de Servidor Firewall
  22. 22. 10.2 – Implantação da Base de Conhecimento
  23. 23. 10.3 – Implantação do Documento Política de Segurança
  24. 24. Vigência PETI Elaboração: 2015 Execução: 2016/2017

×