Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Livro Seara Pai Matheus de Aruanda

12,379 views

Published on

Coletânea com os principais cantos da Seara Familiar de Pai Matheus de Aruanda.

  • DOWNLOAD THAT BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book that can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer that is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money That the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths that Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • DOWNLOAD THAT BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book that can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer that is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money That the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths that Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Livro Seara Pai Matheus de Aruanda

  1. 1. Agradecimentos Aqui deixamos registrado neste humilde livro, o nosso agradecimento a Deus, por todo seu amor e proteção durante todo o tempo de nossas vidas. Agradecemos a todas as entidades que já passaram por este terreiro, todas as que estão presentes hoje, e todas que virão. Agradecemos ao nosso bondoso Pai Matheus de Aruanda, que com sua imensa luz e conhecimento têm nos guiado e acompanhado nessa jornada dentro de sua casa, hoje chefiada pela Mãe de Santo: Marli Campos. A quem devemos respeito e também agradecimento, por manter aberta essa seara tão maravilhosa e cheia de amor, que começou lá traz, nos tempos de Vera Fernandes Campos (sua mãe). Agradecemos a todos os irmãos de fé que já fizeram parte e que fazem parte hoje deste terreiro de Umbanda, a todos que de alguma forma contribuíram com a formação e estabilidade da seara. Dedicando amor e caridade ao próximo. Estes que estão sempre dispostos a socorrer um irmão aflito, um irmão que precise de intercessão da luz divina. Sem olhar quando e a quem prestam a caridade. Exercendo o verdadeiro papel da fraternidade. Quando reunidos, somos um. Com um propósito maior, fazer a caridade. Sentimos a vibração que vem do som dos atabaques na chamada de cada linha. O som que envolve e vai de encontro aos nossos corações. O som da nossa amada e respeitada Umbanda. Agradecemos também a colaboração de nossa Ogan, Cirlene Campos de Medeiros, que auxiliou junto a Bruno Campos de Medeiros (filho) e também Ogan, Elizabeth de Fátima Campos (irmã), Marli Campos (irmã), Ana Caroline Campos Pinheiro (sobrinha), Camila Gonçalves Melo dos Santos (sobrinha), Catarina Andrade Melo (mãe de Camila) para reunir todos os pontos de todas as giras do terreiro. Neste livro estão reunidos os principais pontos/cantos da Seara Familiar de Pai Matheus de Aruanda. Um projeto humilde, mas feito com o coração. Que este material possa servir de auxílio e ajude no aprendizado dos cantos de nossa querida seara. Projeto idealizado pelos médiuns Camila Gonçalves Melo dos Santos e Bruno Campos de Medeiros.
  2. 2. Oração de Pai Matheus de Aruanda Meu querido e estimado preto velho Pai Mateus de Aruanda. Suplico a vós, que abra os meus caminhos para que eu possa encontrar a paz que necessito neste momento de aflição (medite no problema). Vós que tem um coração bondoso, que jamais deixe de vir em socorro de um filho aflito. Cuja as mãos e seus sábios concelhos não param nunca de servir seus amados filhos. Pois são movidos pelo amor divino de Zambi, e pela presença radiosa dos Orixás. Pai Mateus cubra-me com vossa luz celestial. Afaste as negatividades que por ventura estejam querendo me atingir e me levara a erros. Desmanche toda a feitiçaria posta em prol de me prejudicar. Concedei que eu receba o que for merecido, pois sei que nada no mundo se passa sem que haja uma causa, e a cada ação corresponde uma reação. Assim peço a vós meu preto velho Pai Mateus de Aruanda, faça com que eu tenha consciência de meus erros e melhore meus atos, para alcançar a paz e a elevação espiritual. Suplico a vós Pai Mateus de Aruanda, que me envolva em tua paz, alegria e sorte. Envolva-me em tua luz, hora a hora, instante a instante, após cada trabalho, que a tua presença seja minha companheira em todo os momentos. Ninguém melhor do que vós, para com toda a vossa imensa falange de preto velho ajudar-me a conseguir (o que deseja). Salve Zambi. Salve o rosário de Nossa Senhora. Saravá meu preto velho Pai Mateus. E toda as falanges de pretos velhos e pretas velhas. Adorei as almas. E para as almas. Zelador... Amém!
  3. 3. Hino da Umbanda Refletiu a Luz Divina Com todo seu esplendor Vem do reino de Oxalá Onde há paz e amor Luz que refletiu na terra Luz que refletiu no mar Luz que veio de Aruanda Para tudo iluminar A Umbanda é paz e amor É um mundo cheio de luz É força que nos dá vida E à grandeza nos conduz Avante filhos de fé Como a nossa lei não há Levando ao mundo inteiro A bandeira de Oxalá
  4. 4. Abertura dos Trabalhos Eu vou pedir licença a Deus, pros meus trabalhos começar, Salve o sol e salve a lua, salve meu Pai Oxalá, Salve o sol e salve a lua, salve meu Pai Oxalá. (2X) __ * __ Pedimos licença a Zambi, a Oxum e Iemanjá, Para abrir nossos trabalhos com a bandeira de Oxalá. (2X) Sarava Ogum, Sarava Gongar. (2X) Sarava seu 7 ondas ele é rei é orixá. Sarava as almas, sarava gongar. (2X) Pisa na linha de Umbanda que eu quero ver, Ogum 7 ondas, pisa na linha de Umbanda que eu quero ver Ogum Beira-Mar, Pisa na linha de Umbanda que eu quero ver, Ogum Iara, Ogum Megê. Seu cangira de Umbanda auê. (2X) Ora pisa no reino o cangira, ora pisa no reino o cangira, ora pisa no reino o cangira, Tatá de Umbanda o cangira. (2X) Fechando Gira Eu fecho a nossa gira, Com Deus e Nossa Senhora, Eu fecho a nossa gira sambolê pemba de Angola. __ * __
  5. 5. Saudação ao Tempo Quando o tempo mudar, quando o tempo mudar, Quando o tempo mudar meu Deus do céu, o que será? (2X) Tempo macula de lei, tempo macula de lei, Eu venho de manhã só, tempo macula de lei. (2X) __ * __ Saudação a Pemba Oi salve a Pemba, também salve a toalha. (2x) Salve a coroa é de nossa Mãe Iemanjá. (2X) Oi vamos sarava Ogum, oi vamos sarava Oxum, Iansã, Oxóssi e Iemanjá. Vamos sarava Xangô, Oi vamos sarava Nanã, Ogum de Lei, Seu Beira-Mar. __ * __ Bater a Cabeça Mas quem manda no mundo, bate a cabeça, vai trabalhar, É meu Pai Oxalá ê, é meu Pai Oxalá. Minha mãe Iemanjá, me leva, me leva para as ondas do mar, Eu sou filho de fé, eu sou filho de fé, eu quero trabalhar. (2X) __ * __ Cachoeira da mata virgem, onde mora meu pai Xangô. (2X) Sarava ô Nanã Buquê, sarava o meu pai Xangô. (2X) Auê ê ê, auê ê a, eu sou filho de Umbanda, bato a cabeça vou trabalhar. (2X)
  6. 6. Descarrego Oi descarrega, descarrega, meu Santo Antônio. Oi descarrega, oi descarrego em nome de Ogum. Oi descarrega, descarrega, meu Santo Antônio. Oi descarrega, oi descarrego em nome de Ogum. __ * __ Defumação Oi corre a gira meu São Jorge, Filhos quer se defumar, Umbanda tem fundamento, É preciso preparar, Cheira incenso e alecrim, Cheira arruda e guiné, Umbanda tem fundamento Defumai filhos de fé. __ * __ Defuma com as ervas da Jurema, Defuma com arruda e guiné. (2x) Benjoim, alecrim e alfazema. Vamos defumar filhos de fé, defuma. __ * __ Tô defumando estou incensando. (2X) A casa de bom Jesus da Lapa. (2X) Nossa Senhora incensou seus bentos filhos, mas incensou para cheirar. Mas eu defumo essa casa santa, para o mal sair, e a felicidade entrar. Incensa, incensador, a casa do meu Senhor. (2X) __ * __
  7. 7. Defumada de caboclo, cheira a guiné, Olha vamos defumar, nossos filhos de fé. (2X) Defuma eu Nanã, defuma eu Nanã. (2X) __ * __ Na minha aldeia, tem 3 caboclos, E todos 3, tem seu valor. Tem um que toca, outro que dança, o outro faz defumador. (2X) Como cheira Umbanda, cheirou a guiné, vamos defumar nossos filhos de fé. Como cheira Umbanda, cheirou alfazema, vamos defumar o povo da Jurema. Incensa, incensador, a casa do meu Senhor. (2X) Oxalá Oxalá meu Pai tem pena de nós, tem dó. (2X) A volta do mundo é grande e o teu poder é maior. __ * __ Oxalá ê, Oxalá â. (2X) Pelo amor de Deus Oxalá. (2X) __ * __ Ajoelha povo, lá em vem Jesus. (2X) Ele vem cansado, com o peso da cruz. (2X) Vem de rua em rua, vem de porta em porta, Oh Jesus me ajuda, a carregar a cruz. __ * __ A nós descei, Divina Luz. (2X) Em nossas almas acendei, o amor, o amor de Jesus. E no mais triste, desatino. No mais profundo abismo, sem fim, sem fim.
  8. 8. 0 Iemanjá Mãe d'água, rainha das ondas sereia do mar. Mãe d'água, seu canto é bonito quando tem luar. Como é lindo o canto de Iemanjá Faz até o pescador chorar Quem escuta a Mãe d'água cantar, Vai com ela pro fundo do mar. Iêê, Iemanjá, rainha das ondas sereia do mar. Rainha das ondas sereia do mar. (2X) __ * __ Zum, zum, zum, lá no meio do mar. (2X) É o mar que nos atrai, para nos abençoar, É o mar que nos atrai, para todo mal levar. Zum, zum, zum, lá no meio do mar. (2X) Valei-me rainha do mar, valei-me rainha do mar, Que manda na terra, que manda no mar, Valei-me rainha do mar. (2X) __ * __ Iemanjá e a rainha do mar! (4X) Salve povo de Aruanda Salve meu pai Oxalá! Salve Oxóssi, salve o guia, Salve Ogum Beira Mar! Iemanjá! Iemanjá e a rainha do mar! (4X) Hoje tem festa na estrada, Salve meu pai Oxalá! Joga flores, traz perfumes , Pra nossa mãe Iemanjá! Iemanjá! Iemanjá e a rainha do mar! (4X) __ * __ Sarava estrela do mar, clareia, clareia os nossos caminhos. Sarava estrela do mar, ê ê estrela do mar.
  9. 9. 1 Mamãe Oxum Mamãe Oxum, seus filhos choram, Seus filhos choram, mamãe Oxum, Mamãe Oxum. (2X) __ * __ Olha eu, olha eu mamãe Oxum. (2X) Olha eu mamãe Oxum, olha eu Oxum Maré. (2X) Oxum Oquí Maré, Oquí Maré Oxum (2X) Oxum Oquí Maré, Maré, Maré Oxum. (2X) __ * __ Eu vi mamãe Oxum na cachoeira Sentada na beira do rio (2X) Colhendo lírio, lírio, lírio Colhendo lírio, lírio, lá Colhendo lírio pra enfeitar nosso Congá (2x) __ * __ Nuvem de poeira d’água que sai da cascata da deusa Oxum. (2X) Beleza pura, linda e cristalina, essa deusa menina, com perfume da flor, Encanto doce da natureza, inspira riqueza, vaidade e amor. Nuvem de poeira d’água que sai da cascata da deusa Oxum. (2X) Quando se banha na beira do rio, o solo irradia energia e calor, Dona do ouro, deusa poderosa, pedra preciosa cheia de esplendor. Nuvem de poeira d’água que sai da cascata da deusa Oxum. (2X)
  10. 10. 2 Nanã Buruquê Atraca atraca que ai vem Nanã ê ê. Atraca atraca que ai vem Nanã ê a. É Nanã, é Oxum, é quem vem saravar. É Nanã é Oxum é a rainha do mar, ê a. __ * __ Oh Nanã eu não sei ler, Nanã. Venha me valer, Nanã. Oh Nanã vem me socorrer, Nanã. Eu não sei ler Nanã. __ * __ São flores Nanã, são flores. São flores Nanã Buruquê. São flores Nanã são flores, de seu filho Abaluaê. E nas horas de agonia, ele é quem nos valer. É seu filho Nanã é meu pai, ele é Abaluaê. __ * __ Saluba eu, saluba eu Nanã. Saluba eu Nanã, oh Nanã Buruquê. __ * __ Oi nas ondas do mar eu vi Nanã! Oi Nanã Buruquê... Oi nas ondas do mar eu vi Nanã! __ * __
  11. 11. 3 Na lagoa de Nanã, saluba Nanã Buruquê. (2X) Encanta os seus filhos, saluba Nanã Buruquê. Com seu manto iluminado, saluba Nanã Burequê Água e terra é seu poder, saluba Nanã Buruquê. __ * __ Oh Nanã Buruquê, seus filhos lhe pedem Seus filhos lhe imploram Venha ver o terreiro, e levar todo mal na sua marola. (2X) Sarava Nanã auê, sarava Nanã auá Sarava Nanã na beira do rio e nas ondas do mar. (2X) __ * __ Oxumarê me deu dois barajás Pra festa de Nanã A velha deusa das águas Quer mugunzá Seu ibiri enfeitado com fitas e búzios O ponto pra assentar Mandou cantar Ê, Salubá! Ela vem no som da chuva Dançando devagar seu ijexá Senhora da Candelária, abá Pra toda a sua nação ioruba __ * __
  12. 12. 4 Iansã Iansã tem um leque de pena, Para abanar em dia de calor. Iansã mora na pedreira, Eu quero ver o meu pai Xangô. __ * __ Santa Bárbara Virgem, têm cabelos loiros. (2X) E a morada dela, é na terra do ouro. (2X) __ * __ Eram duas ventarolas, Duas ventarolas, que ventam no mar. (2X) Uma era Iansã, oh Eparêy. A outra era Iemanjá, Odoyá. __ * __ Iansã cadê Ogum? Foi pro mar, Mas Iansã cadê Ogum? Foi pro mar. Na terra dos Orixás, o amor se dividia, Entre um deus que era de paz e o outro que combatia. Ogum sonhava com a filha de Nanã. E pensava que as estrelas fossem os olhos de Iansã. Mas Iansã cadê Ogum? Foi pro mar. __ * __ Oh sinhá avanjú Oh sinhá avanjuê Auê bunburecema Orocy avanju ê. (2X) A pele negra brilhante da guerreira que desperta, O fogo que que nos clareia, A espada que liberta, Eparrêy oyá guerreira, Eparrêy oyá menina, Minha Santa padroeira, É mãe de Santa Catarina. __ * __
  13. 13. 5 Xangô Pedra rolou pai Xangô, lá na pedreira, Afirma ponto meu filho na cachoeira. (2X) Tenho meu corpo fechado, Xangô é meu protetor, afirma ponto meu filho, pai de cabeça chegou. (2X) __ * __ Meu São João Batista é Xangô. É Xangô até o fim. (2X) Mas se me faltar a fé, o senhor desaba essa pedreira sobre mim. (2X) __ * __ Por detrás daquela serra, tem uma linda cachoeira. (2X) É do meu pai Xangô, que arrebentou 7 pedreiras. (2X) __ * __ Iluminou, iluminou, iluminou. Iluminou a Aruanda iluminou. Toda florida com flores coloridas, todos cantam a chegada de Xangô. Iluminou.
  14. 14. 6 Obaluaê/Abaluaê Obaluaê toma conta do terreiro. (2X) Não deixe os contrários entrar. (2X) __ * __ Obaluaê totó, baluaê totó. Baluaê olha me casuê, totó. Olha me casuê, totó. __ * __ Andei, andei papai, não sei por quê? A minha sina é só padecer, oi abre a porta venha receber. É Obaluaê papai que eu quero ver. Omulu Meu pai Oxalá, é o rei, venha me valer. (2X) E o velho Omulu, atotô baluaê. (2X) Atotô baluaê, atotô baba, Atotô baluaê, atotô é orixá.
  15. 15. 7 Reprimenda O céu é alto meu filho o mar é fundo Pisa no chão com jeito e aprende a andar no mundo. Eu fui no mato meu filho tirar cipó, voltar calado meu filho é bem melhor. __ * __ Corta língua, conta mironga, corta língua de falador. Preto velho é quem chegou pra cortar a língua do falador. __ * __ Lá na Angola tem, Lá na Angola está. (2X) Filho de Umbanda não pode errar, Mas se errar tem que pagar, Mas quando pedir melei-me, o povo de Angola não dá. (2X) Boiadeiro Não toque nesse boi Este boi é cruzado Ele é de boiadeiro Caboclo valente De quem sou afilhado Se você precisar Boiadeiro está aqui Mas não toque no boi Que a ponta da chibata Pode te ferir.
  16. 16. 8 Marinheiro Oh marinheiro, marinheiro, marinheiro só Quem te ensinou a nadar, marinheiro só Foi o tombo do navio, marinheiro só Foi o balanço do mar, marinheiro só Lá vem, lá vem marinheiro só Ele vem faceiro, marinheiro só Todo de branco, marinheiro só Com seu bonezinho, marinheiro só Eu não sou daqui, marinheiro só Eu não tenho amor, marinheiro só Eu sou da Bahia, marinheiro só De São Salvador, marinheiro só. Baiano Bahia, ou África, vem cá vem me ajudar. (2X) Força baiana, força africana, Força Divina vem me ajudar. (2X) __ * __ Na Bahia têm eu vou mandar buscar. (2X) Azeite de dendê o baiana, coco de Indaiá. (2X) __ * __ Mas eu mandei chamar. (2X) Todo povo baiano pra trabalhar neste gongar. __ * __
  17. 17. 9 Cadê a minha pemba, cadê a minha guia. (2X) Minha terra é muito longe, meu gongar é na Bahia. (2X) Na Bahia têm um coco, nesse coco têm dendê. (2X) Se tiver um coco duro, vou quebrar pra você ver. (2X) Auê Bahia, terra de nosso senhor. (2X) Eu sou filho de baiano, neto de São Salvador. (2X) Chorou Bahia, a Bahia em mim chorou. (2X) Não se brinca com baiano, baiano nunca brincou. (2X) Auê Bahia, terra de nosso senhor. (2X) Eu sou filho de baiano, neto de São Salvador. (2X) __ * __ Alegria de Zé Baiano, é de ver tamborim pinicar. (4X) Oi quebra coco, arrebenta a sapucaia, Quero ver Zé Baiano trabalhar. Quebra coco, arrebenta a sapucaia, Quero ver Zé Baiano trabalhar. São Jorge São Jorge era guerreiro, eu também sei guerrear. Se ele venceu demandas, eu também sei demandar. Oi entra meu São Jorge, por essa casa a dentro. Ilumina os 4 cantos com o santíssimo sacramento. (2X) __ * __ Oh Jorge, Jorge guerreiro, você mesmo foi quem disse. Olha seus filhos primeiro Jorge. (2X) Jorge é guerreiro. (3X) Guerreiro venceu demanda. __ * __
  18. 18. 0 Ogum Saudando os 3 irmãos Oguns Oi salve Ogum Megê, Ogum Rompe-Mato e Ogum Beira-Mar (2X) Eles trabalham na areia meus pais, eles trabalham no mar (2X) Oi salve Ogum Megê, Ogum Rompe-Mato e Ogum Beira-Mar (2X) __ * __ Quem beira rio, beira rio, beira mar, O que se ganha de ogum, só ogum pode tirar. (2X) Seu Ogum de ronda é quem vem girar, E vem trazendo folha pra descarregar. (2X) __ * __ Ogum já venceu, já venceu, já venceu, Ogum vem de Aruanda que lhe manda é Deus. (2X) E ele vem beirando o rio, ele vem beirando o mar. (2X) Oi salve santo Antônio da Calunga, Benedito e Beira-mar. (2X) __ * __ Eu tenho 7 espadas para me defender, Eu tenho Ogum em minha companhia. (2X) Se o Ogum é meu pai, se Ogum é meu guia, Se ogum é meu pai, venha com Zambi e a Virgem Maria. __ * __ Mas quem me der Ogum, Para ser meu guia, Ogum é soldado de cavalaria. (2X) __ * __ Ogum não devia beber, Ogum não devia fumar, A fumaça representa as nuvens, e a cerveja a espuma do mar. __ * __
  19. 19. Se meu Pai é Ogum, Ogum Vencedor de demanda, Ele vem de Aruanda pra salvar filhos de Umbanda. (2X) Ogum, Ogum Iara. (2X) Salve os campos de batalha, salve a sereia do mar. Ogum, ogum Iara. __ * __ Filho de pemba bebe água no rochedo, Filho de Ogum corre campo e não tem medo. (2X) Vou pedir ao criador, Que derrame o seu amor, Aos nossos guias e ao nosso Babalaô. (2X) __ * __ Eu sou General Guerreiro, Eu só trabalho para vencer, Eu tenho o peito na lança, Essa batalha eu tenho que vencer. Sou eu, guerreiro, cheguei da guerra, Venci muitas batalhas, quando eu trabalhei em terra. Oh fala guerreiro. Fala guerreiro. (2X) Guerreiro fala guerreiro. __ * __ Ogum Beira Mar O que trouxe do mar? (2x) Quando ele vem, vem beirando a areia E na mão direita ele traz a guia da mamãe Sereia. (2X) __ * __ Ogum em seu cavalo corre A vossa espada reluz. (2x) Ogum, meu pai. Mostre a bandeira para os filhos de Jesus, Ogum! (2X) __ * __ Bandeira linda de Ogum, que foi firmada lá no Maitá. (2X) Mas ele é o general da banda, Ogum venceu demanda nos campos do Maitá. (2X) __ * __ 1
  20. 20. A umbanda clareou Clareou, clareou Esse grande Orixá Clareou, clareou Sobre a luz da lua cheia Lá no alto das pedreiras Olhando a cachoeira Quem é o cavaleiro? Quem é o cavaleiro? Que veio cavalgar Montado em seu cavalo branco Com sua espada a empunhar É Ogum meu Pai Ogunhê meu Pai Cavaleiro de Oxalá Com sua espada suprema Ele é o senhor dos caminhos Ele é o Rei do Humaitá Sarava Pai Ogum Ogunhê, ogunhê Ele é o Tatá Ele é o Tatá Ele é o Tatá no Arerê __ * __ Ogum de Lei, pelo mundo andei, Ogum de Lei pelo mundo vou andar. Mas olha eu, senhor Ogum, Pelo mundo já andei, pelo mundo vou andar. Ogum de Lei passou em Roma, Ogum de Lei em Roma passou. Mas olha eu, senhor Ogum, Pelo mundo já andei, pelo mundo vou andar. Olho pra cima eu vejo o céu, olho pra baixo vejo terra pra girar, vamos pisar com esses pés no chão. O nosso mundo é areia do mar. __ * __ 2
  21. 21. 3 Oxóssi Oh! Senhor das matas Nesta sua paz eu vou me abrigar Neste chão de igualdade vou sentir liberdade com o senhor vou caçar! Vou parar nesse verde de Oxóssi esperança pra mim entre folhas caindo, Pé no chão vou seguindo eu vou viver! Acordar quando o sol no horizonte nascer me banhar nos seus rios, Liberto a correr folhas verdes no frio irão me guardar santa paz de Oxóssi vai me agasalhar. __ * __ Oxóssi quando vem, a ele vem aos pés da cruz, Vem pedindo proteção para os filhos de jesus. (2X) A terra tremeu, a terra tremeu, tremeu a cruz, mas não tremeu Jesus. A terra tremeu, a terra tremeu, tremeu a cruz, mas não tremeu Jesus. __ * __ Quem manda na mata é Oxóssi, Oxóssi é caçador, Oxóssi é caçador. Eu vi meu pai assobiar, ele mandou chamar. Vem de Aruanda ê, vem de Aruanda â, eu vi meu pai assobiar, ele mandou chamar. (2X) __ * __ Oxóssi quando vem, a ele vem aos pés da cruz. Vem pedindo a proteção, para os filhos de Jesus. (2X) A terra tremeu, a terra tremeu. Tremeu a cruz, mas não tremeu Jesus. (2X) __ * __ Oxóssi é rei da Tatarucaía, firma ponto na macaia, dono do seu jacuntá. Eu saravei, todos os caboclos, todos os caboclos sua banda sarava. __ * __ Quem é o cavaleiro quem vem lá de Aruanda, É Oxóssi, e seu cavalo com seu chapéu de banda. Ele é filho do verde, ele é filho das matas. Sarava Nossa Senhora, com a sua flecha mata. Vem de Aruanda auê, vem de Aruanda auâ. (2X) __ * __
  22. 22. 4 Caboclos Foi numa tarde serena, Lá nas matas da Jurema que eu vi meu caboclo cantar. Quiô quiô quiô quiô que era, toda mata está em festa, sarava seu Cachoeiras que ele é, rei da floresta. Quiô quiô quiô quiô que era, toda mata está em festa, sarava seu 7 Flechas que ele é, rei da floresta. Quiô quiô quiô quiô que era, toda mata está em festa, sarava seu Mata Virgem que ele é, rei da floresta. __ * __ Caboclo vai, vai, vai, vai. Caboclo vai pelas matas vai. Os passarinhos já estão cantando, lá na mata virgem, Onde tá o meu pai. (2X) __ * __ Caboclo, selvagem, tu és a nação do Brasil, Tu és a nação brasileira, no alto daquela serra caboclo, As cores da nossa bandeira. __ * __ Caboclo gira por aqui girou, Os maus dos filhos ele já levou. (2X) Levou, jogou, para as ondas do mar, ele já levou. __ * __ O vento soprou lá nas matas, Jogando as folhas da Jurema no chão. (2X) O vento vai soprando, as folhas vão caindo, Caboclo vai apanhar folha do chão. (2X) __ * __
  23. 23. 5 Curimbembê, curimbembá, 7 Flechas um grande Orixá. (2X) Com 7 dias de nascido a Jurema o encontrou, Deitado na folha seca, o caboclo ela criou. Curimbembê, curimbembá, 7 Flechas um grande Orixá. (2X) Nasceu na mata de Oxóssi, na aldeia de Juremá O caboclo 7 flechas iluminado por Oxalá. Curimbembê, curimbembá, 7 Flechas um grande Orixá. (2X) __ * __ Caboclo roxo da pele morena, Se ele é caçador, é caçador lá da Jurema. (2X) Ele jurou, ele jurará, pelos conselhos que a Jurema vai dar. (2X). __ * __ Ele é Anda-Lua, que veio trabalhar, Com o poder de Deus, todo mal ele vai levar. __ * __ Vestimenta de caboclo é samambaia É samambaia, é samambaia Saia caboclo Não se atrapalhe Saia do meio Da samambaia __ * __ Eu vi chover, eu vi relampear. Mas mesmo assim o céu estava azul. Firma seu ponto, Na folha da Jurema, Oxóssi reina, de norte a sul. Firma seu ponto, Na folha da Jurema, Oxóssi reina, de norte a sul. __ * __
  24. 24. Corto língua, corto mironga. Corto língua de falador. Quando chego não há embaraço. Chegou Ubirajara, do peito de aço. (2X) __ * __ A coral é sua sinta, a jiboia é sua laça. (2X) Quizôa, quizôa, quizôa ê, caboclo mora nas matas. (2X) __ * __ Chamei, chamei, chamei meus três irmãos. (2X) Chamei Flecha Dourada, Treme-Terra, Furacão. (2X) __ * __ Treme-Terra, Treme-Terra, quero ver terra tremer. Treme-Terra, Treme-Terra, quero ver terra gemer. __ * __ Eu moro no meu lajedo. (2X) Lá no meio da samambaia. (2X) Em cima do monte verde, olê lê, Aonde os caboclos moram. (2X) Comida de caboclo, é abobora Juá. Vestimenta de caboclo, é a samambaia. (2X) __ * __ Oh Juremê, oh Jurema, As folhas caiu sereno o Jurema, dentro deste gongar. (2X) Salve São Jorge guerreiro, Salve São Sebastião, Salve todos os caboclos que me dão a proteção, da Jurema. __ * __ Oh lua nova, quarta crescente. Oh lua cheia, oh quarta minguante. Oh lua nova clareou o dia, Oh lua nova clareou o sol, Oh lua nova clareou as estrelas, Oh lua nova meus caboclos é hora. __ * __ 6
  25. 25. Tava nas matas, tava trabalhando. (2X) Senhor Pena-Branca mandou me chamar. (2X) Eu vou, eu vou, onde é que mora, Eu moro nas matas de Nossa Senhora. (2X). __ * __ Eh, rê rê Eh rê, rê, rê, rê, rê. Caboclo Sete Flechas no gongar. (2X) Sarava Seu Sete Flechas, Ele é o rei das matas, A sua bodoque atira o paranga, A sua flecha mata. __ * __ Auê, auê, meus caboclos auê. (4X) Caboclo mora nas matas, na beira da sapucaía, Caboclo come folha, se veste de samambaia. Auê, auê, meus caboclos auê. (4X) Salve cabocla Jupira, Salve cabocla Jurema, Sarava seu 7 Flechas, sarava seu Tira-Teima. Auê, auê, meus caboclos auê. (4X) __ * __ No centro da mata virgem, uma linda cabocla eu vi. (2X) Com seu saiote, feito de penas, era a Jurema filha de Tupi. (2X) Jurema, Jurema, Jurema, Linda cabocla filha de Tupi, Ela vem lá da Juremá, Vai firmar seu ponto neste gongar. (2X) __ * __ 7
  26. 26. 8 Subida dos Caboclos Caboclo vai embora, pra cidade da Jurema, Oxalá tá te chamando, na cidade da Jurema, Ele vai ser coroado, na cidade da Jurema, Com a coroa de Ariré, na cidade da Jurema. (2X) __ * __ A despedida de caboclo, faz chorar, faz chorar, faz soluçar, faz chorar. Caboclo vai pra Aruanda, trabalhar, e se despede da Umbanda, sarava. São Cosme e Damião São Cosme e Damião, cadê Doum? Doum foi passear, e não voltou. (2X) Sentada na pedreira de Xangô, Vai buscar Mamãe Nagô, Para procurar Doum. (2X) Cadê Doum? __ * __ Cosme e Damião ilumina meus caminhos, Com a sua força e proteção pra nossa banda. (2X) Dê proteção pra nossa banda. Dê proteção pro nosso irmão. Dê proteção com fé em Zambi. Dê proteção em oração. __ * __
  27. 27. 9 Crianças de Angola Brinca menino brinca, Vamos brincar na areia, Pra ver se você descobre, O brinco da mamãe sereia, __ * __ Ó menino ó menina Olha lá coisa linda. __ * __ No jardim do céu, Estão as crianças, quando elas vem pra terra, Trazem amor e esperança. Venha criança, vem me ajudar, a criança é uma flor, Que merece o nosso amor. Pai Oxalá, que as abençoes, sempre resta uma esperança, Quando chega uma criança. Venha criança, venha brincar, sai da roda Mariazinha, Vamos todos brincar. (2X) __ * __ Zum, zum, zum, zum, zum, zum Chupa chupeta Doum. (2X) Mas veja que belezinha a saia da Mariazinha. __ * __ Oh menino vadio, Dois Dois. Ele quer vadiar, Dois Dois. Ele brinca no mar, Dois Dois. E na areia da praia, Dois Dois. __ * __ Erê está te chamando, Dois Dois erê quer te ver. Dois Dois está esperando erê brincar com você. __ * __
  28. 28. Tambor vai buscar criança, Com a ordem do vovô. Tambor vai buscar criança, Oxalá foi quem mandou. __ * __ Crispim Crispiniano. (2X) Vá buscar tambor Crispim, que Oxalá está chamando. Crispim Crispiniano. (2X) Com licença vem salvar todos os filhos dessa banda. __ * __ Erê quem vem de Aruanda brincar na beira do rio. (2X) Vem erê brincar na beira do rio. (2X) Erê quem vem de Aruanda brincar na beira do rio. (2X) Vem erê tomar a benção ao titio. (2X) __ * __ E menininho d’Angola como brinca, vem brincar. (2X) Ele brinca de bola, ele brinca de pique. E menininho d’Angola como brinca, vem brincar. (2X) Ele brinca de corda, ele brinca de roda. __ * __ Ibeijada, e quando vem brinca na beira da praia. (2X) Tô quase, tô quase, tô quase erê. Que Zambi te dê o melhor. __ * __ Doum Doum, vai buscar os seus maninhos. Doum Doum, vem brincando no caminho Doum Doum, vem buscar os seus docinhos Doum Doum, toma benção o padrinho. __ * __ 0
  29. 29. 1 Criança vem de muito longe, trazer seus maninhos para brincar. (2X) Vem Dois Dois, brincar na beira do rio. Vem Dois Dois, pra salvar a nossa banda. Vem Dois Dois, salve a sua estrela guia. __ * __ Crianças quando chegam de Aruanda, Criança demanda. (2X) Eles vêm gritando auê auê, ao romper da aurora. (2X) Disquindin, insquindim, as crianças chegam assim. (2X) __ * __ Papai me mande um balão, para todas as crianças que vem lá do céu. (2X) Tem doce mamãe, tem doce mamãe, tem doce lá jardim. (2X) __ * __ Criança vem Aruanda, criança vamos brincar. (2X) Criança vem no Gongar para alegrar nossa banda. (2X) Subida das Crianças Andorinha que voa, voa, andorinha. Leva as crianças pro céu andorinha. (2X) Voa, voa, voa, andorinha Leva as crianças pro céu andorinha. (2X) __ * __
  30. 30. 2 Para dança dos Pretos e Pretas Velhas Tô na matanba ê catendê. Tô na matanba ê catendê. (2X) Olha o catendê, olha o catendê, Catendê de lá de cima, olha o catendê. (2X) __ * __ Cateretê de preto velho, como sai fumaça. Cateretê de preto velho como sai fumaça, Cateretê de preto velho como sai fumaça. Pretos Velhos Se a pedra é dura é dura de quebrar, Coração que não bambeia, hoje tem que bambear. (2X) Eu pisei na pedra e a pedra balanceou, O mundo estava torto e Pai João endireitou. (2X) É Pai João que abre os caminhos, Pai João é quem abre o gongar, Segura sua cangira meu Pai João, não deixa esse conga virar. Segura sua cangira meu Pai João, não deixa esse conga virar. __ * __ Na fazendo do lajedo, tem quatro campo quadrado, Cada canto tem um negro capinando seu roçado. Senhor, Senhor, deixa negro trabalhar. __ * __ Ele trabalha sentado Ele trabalha em pé (2X) Mandinga de Pai Manoel, É galho de arruda e folha de guiné. (2X) __ * __
  31. 31. Com o seu cachimbo, seu rosário na mão. (2X) Ele é um preto velho lá das matas, de bom coração. (2X) Sentado em seu trono, ninguém sabe a força que ele têm. Ele é Pai Manuel lá das Matas, E aqui na terra nunca temeu a ninguém. (2X) 3 __ * __ Eu sou Carreiro, eu vim pra carrear. (2X) A minha boiada é boa, sobe morro devagar. (2X) __ * __ Ele é Pai Serafim de Nagô, ele veio foi trabalhar. (2X) Todo mal desses seus filhos, Pai Serafim é quem vai levar. (2X) __ * __ Vovó Catarina que tem poder, Tem na Umbanda muito a ver. (2X) Ela vem da Aruanda Com a fé de Oxalá Traz arruda e guiné Pra rezar filhos de fé __ * __ Ecoou um canto vindo de longe ecoou (2x) Um lindo dia, uma luz no céu brilhou, com a estrela guia, iluminada chegou. A preta-velha de Aruanda luz divina, recebeu de oxalá o nome de Catarina (2x) É lua cheia é lua nova louvada seja vovó Catarina de Angola. (2x) __ * __ Subida de Vovó Catarina Eu vou me embora, vou me embora, Eu vou me embora pra Bahia (2X) Bumbala ti bumbala ti bumbala Catarina Bumbala ti bumbala ti bumbala Catarina. __ * __
  32. 32. Pai Cipriano quando baixa na aldeia, Baixa junto com seus orixás. Louvando a Deus. Louvando a Deus e pedindo perdão. (2X) Ele é Pai Cipriano, porém é arrependido, Ele é Pai Cipriano, porém é arrependido. __ * __ Ele não tem pai, ele não tem mãe, foi jogado na rua, na rua se criou. (2X) Seu pai é o sol, a sua mãe é a lua, ele é Cipriano, no Tranca Ruas. (2X) __ * __ Adorei as almas, as almas me atenderam. (2X) As santas almas, lá do cruzeiro. __ * __ Preto velho quando fuma cachimbo, oh sinhá, Fumaça vai longe o sinhá. (2X) Fumaça vai longe o sinhá, vai pra defumar, oh sinhá. Fumaça vai longe o sinhá, vai pra saravar, oh sinhá. __ * __ Fui no mato rancatumba vou tombar quem é? Vou tombar meus inimigos, Salve Pai Guiné. (2X) Vem de Aruanda, vem de Aruanda, é Pai Guiné é quem vai vencer demanda. (2X) __ * __ Lá em vem vovó descendo a serra com sua sacola. É com seu Patuá, é com seu rosário, ela vem de Angola. (2X) Eu quero ver vovó eu quero ver! Eu quero ver se filho de Umbanda tem querer. __ * __ Caminhou, caminhou, preto velho, caminhou. (2X) Lá na Aruanda maior, preto velho caminhou. (2X) __ * __ 4
  33. 33. Desceu a escada azul, Maria nossa mãe estimada. (2X) Oh venha ver vossos filhos de Aruanda, Trabalhar neste gongar Vovó Tereza de Aruanda. (2X) __ * __ Cantou meu galinho cantou, Foi na hora em que Jesus nasceu. (2X) Quem baixa nesta seara oi meus irmãos, É o nosso bom Pai Matheus. (2X) Não vejo mais o meu galinho cantar. (2X) Cantou, cantou, foi na Aruanda, É Pai Matheus é quem vai vencer demandas. (2X) __ * __ Pai Joaquim de Aruanda Vem, vem, vem, Pai Joaquim de Aruanda, Ele chegou com Deus e Nossa Senhora, No terreiro de Umbanda, Pai Joaquim chegou agora. Pra quê buliu, pra quê chamou? (2X) Pra quê buliu com a linha de Nagô. (2X) __ * __ Eu vi a maré levantando, Eu vi a sereia do mar. (2X) Eu vi Pai Joaquim de Aruanda, tirando areia do fundo do mar. (2X) __ * __ Pai Joaquim de Angola Pai Joaquim ê ê, Pai Joaquim ê a. Pai Joaquim é o rei de Umbanda, Pai Joaquim é de Angola golá. __ * __ 5
  34. 34. Maria Conga mora na beira do rio, Maria Conga mora na beira do mar. Também sou Congo, eu também quero morar, Na beira do rio verde, lá tem cobra coral. (2X) 6 __ * __ Maria Conga, é quem vence demanda. (2X) E na sua cachimba, ela diz que tem mironga. (2X) __ * __ Navio negreiro no meio do mar, Navio negreiro no meio do mar. Correntes pesadas na areia a arrastar. A velha escrava tristonha a cantar, A velha escrava tristonha a cantar, Sarava! A nossa mãe Iemanjá, Sarava! A nossa mãe Iemanjá. Preto tá orando, preto tá pedindo, Preto tá orando, preto tá pedindo, Proteção! A nossa mãe Iemanjá, Proteção! A nossa mãe Iemanjá. __ * __ Cambinda mamanhê, Cambinda mamanhá. (2X) Segura Cambinda que eu quero ver, se filho de pemba tem querer, segura Cambinda que eu quero ver, se filho de pemba tem querer. __ * __ Preta Cambinda, que fala Nagô (2X) Preta velha feiticeira, filha de Babalaô (2X). É na macumba ê, é na macumba á, preta velha feiticeira filha de Babalaô, preta velha feiticeira, filha de Babalaô. __ * __
  35. 35. Rodou pilão de Moçambique Rodou pilão de Moçambique Moçambique auê, auâ. O sol vai e a lua vem para com Deus te alumiar (2X). __ * __ Preto Velho senta no toco, Ele faz o sinal da cruz. Pede proteção pra Zambi e para os filhos de Jesus. (2X) Cada qual no seu lugar, é os velhos que aqui está, Se não fosse os pretos velhos eu não sabia caminhar. (2X) __ * __ Vovó não quer casca de coco no terreiro. (2X) É pra não lembrar do tempo do cativeiro (2X) __ * __ Se os preto véi soubesse da força que eles têm. (2X) Não mais seriam cativeiro de ninguém. (2X) Eu tô na linha de Angolê, ê ê ê, Eu tô na linha de Angola, ê ê á. (2X) __ * __ Olha eu, olha eu, olha eu Pai João de Aruanda, Olha eu, olha eu, olha eu Pai João de Aruanda, Olha eu, olha eu, Pai João que desmancha demanda, Olha eu, olha eu, Pai João que desmancha demanda, Se a demanda é dura, Pai João pisa nela, Se a demanda é dura, Pai João desmancha ela, Se a demanda é dura, Pai João pisa nela, Se a demanda é dura, Pai João desmancha ela, Taí taí taí taí, eu nunca vi rolar pau grosso, nem fi de Pai João cair. (2X) Machadinha que corta Aroeira, meu pé de umbaúba ela nunca cortou Machadinha que corta Aroeira, meu pé de umbaúba ela nunca cortou É na Aruanda de Pai João, Senhora da Conceição Vem confortar (2X). Taí taí, taí taí, eu nunca vi rolar pau grosso, nem fi de Pai João cair. __ * __ 7
  36. 36. Chamada de Preto Velho Quem vem de lá de tão longe, é os Pretos Velhos que vem trabalhar. (2X) Oh dai-me forças pelo amor de Deus, óh meu pai, Oi dai-me forças pros trabalhos meus. __ * __ Salve Deus e os pretos velhos de Aruanda. (2X) Pai João quem chegou no terreiro de Umbanda. Ele veio de Aruanda. De Aruanda ele veio. Pai João seus filhos te chama no terreiro e no gongar. __ * __ Olêlê balainho de ‘fulôr’. (2X) Plantei semente nasceu flor. (2X) O palácio da rainha é bonito que alumeia. (2X) Todo cheio de babado desde o teto até na telha. __ * __ Iluminou, iluminou, iluminou. Iluminou a Umbanda iluminou. Todos contentes tem flores coloridas, Todos cantam que a Mãe Joana já chegou. (2X) __ * __ Pai João de Aruanda, vem do reino de Zambi. O gira na cangira, todo mal pai João vai levar. __ * __ Oh valei-me meu São Gabriel, Oh valei-me meu São Serafim, Pois todos que zombam da fé, em vossos pés têm que vir. (Nome do preto velho) já chegou, com seu cajarro de flor, Espalhando pétalas com fé, aos pés de nosso Senhor. (Repete) __ * __ Bate o tambor na Angola, bate o tambor. (2X) Pai Joaquim, bate o tambor, Maria Conga, bate o tambor... 8
  37. 37. 9 Subida dos Pretos Velhos Vovó já vai, já vai pra Aruanda. (2X) A benção minha mãe, proteção pra nossa banda. (2X) Zambi te trouxe, Zambi vai te levar. (2X) Adeus a tolha de chita ou de renda, de Pai Oxalá. (2X) __ * __ A Aruanda é longe, e ninguém vai lá. (2X) É só os Pretos Velhos que vai lá e torna voltar. (2X) Homenagem aos Pretos Velhos – 13 de Maio 13 de maio, quando acabava o cativeiro. (2X) Preto velho sorria, preto velho chorava, e a princesa Isabel, já libertava os escravos. (2X) Salve os pretos velhos, Salve as pretas velhas, Salve Vovó Tereza, Salve Vovó Catarina, Salve Pai Jerônimo. __ * __ No dia 13 de maio, negro deixou, de ter senhor, Foi graças, a princesa Isabel, Que abolindo com a lei Aurea o cativeiro tão cruel. Liberdade, liberdade a final. Teodora acenou, está chegando a hora. E assim quando a aurora raiou, Como um refrão na república, o povo aclamou. (2X) __ * __
  38. 38. 0 Malandro Desempregado malandro não come sem trabalhar, Lá na chefia já mandaram me chamar. Eu tenho sentimento profundo, Se a polícia me prender como um vagabundo. __ * __ Exú Exu afirma seu ponto, aqui neste terreiro. (2X) Deu meia noite na lua, deu meio dia no sol. (2X) __ * __ Exú, que tem duas cabeças, vem saravar, a sua banda de fé. Uma é satanás do inferno, a outra é de Tupã Nazaré. (2X) Deu um clarão na encruzilhada, E do clarão surgiu uma gargalhada, eu disse que deu. (2X) Não era o sol, nem era a lua, o que brilhava era o mestre Tranca-Rua. (2X) __ * __ Deu meia noite, a hora essa. Seu Tranca Rua é quem chegou, agora é festa. __ * __ O sino da igrejinha faz belém blem-blom O sino da igrejinha faz belém blem-blom Deu meia-noite o galo já cantou, Seu Tranca-Rua é dono da gira. Oi corre gira que Ogum mandou. __ * __
  39. 39. Tava dormindo, na beira do mar. (2X) Quando as almas me chamou, pra trabalhar. (2X) Levanta Tranca-Rua! Vem guerrear! (2X) O inimigo tá invadindo a porteira do curral. (2X) __ * __ Seu Tranca Ruas é uma beleza. Eu nunca vi um exu bom assim, Seu Tranca Ruas é uma beleza, Ele é madeira que não dá cupim. __ * __ Boa noite lua cheia, lua nova do meu lado. Tranca Rua é quem chegou, vai comandar o seu reinado. __ * __ Exú ganhou um gato, mas não quis comer sozinho. (2X) Ele chamou seus camaradas, pedaço por pedacinho. (2X) Ai chegou seu Tranca Ruas, as pombo-giras não é homem ela é mulher. (2X) __ * __ No meio da calunga você vai encontrar De capa e cartola João Caveira mora lá Ele é exu, é um grande guerreiro, Com ele do meu lado não temo mandingueiro! __ * __ Vem de lá do cemitério, este homem caminhando. (2X) Na ordenança de Atotô, João Caveira vem chegando. (2X) É puerê, é puêra. (2X) Olha a mosca varejeira, salve João Caveira. (2X) __ * __ Portão de ferro, cadeado de madeira. (2X) Lá no cemitério quem manda é seu João caveira. (2X) __ * __ 1
  40. 40. Eu vi um homem sentado, debaixo da amendoeira. Era osso só, é João Caveira. __ * __ O meu senhor das almas de mim não faça pouco. (2X) Olha lá que ele é exu, é exu Arranca-Toco. (2X) __ * __ Oi Marabô iê. Marabô ia. (2X) Mas cadê Marabô? Cadê Marabô? Cadê Marabô? Marabô ia. __ * __ Pássaro Preto na gaiola, ele canta ele chora. (2X) Eu não sei o que eu tenho, quando eu canto as moça chora. (2X) __ * __ Seu Tiriri é, meu amigo leal. (2X) Oi toma conta do meu terreiro, toma conta do meu quintal. (2X) __ * __ Exú é ganga, queré, queré. É nessa banda que eu quero ver. Exú vem no romper da aurora, Sarava esse exú que tá chegando agora. __ * __ Lua cheia iluminou, a coroa de Oxalá. Vem chegando a madrugada, o seu 7 Encruzilhadas. (2X) Oh corimá, oh corimá, exú Seu 7, na coroa de Oxalá. (2X) __ * __ Portão de ferro, cadeado de madeira. (2X) Exú toma conta, exú desta porta. Seu exú, fecha nossa porteira. __ * __ 2
  41. 41. Boa noite Zé Pelintra, oh que noite enluarada, Tudo está se acertando, Zé Pelintra é camarada. __ * __ Quebra, quebra Gabiroba, Quero ver quebrar. Quebra lá que eu quebro cá, Quero ver quebrar. __ * __ Soltaram bode preto, meia noite na calunga. (2X) Ele correu os quatro cantos, foi parar lá na porteira. Bebeu marafo com Tatá Caveira. (2X) __ * __ Esse boi vermelho oh calunga! Mora na mangueira oh calunga! Vou tirar o couro oh calunga! Pra fazer pandeiro oh calunga! __ * __ Exú cainana… Quem te matou cainana? Exú cainana… Quem te matou cainana? Na beira do rio… CAINANA!!! Alma já minou… CAINANA!!! (Nome do exú) CAINANA!!! Ele não bambeia! __ * __ Deu meia noite, a lua se escondeu. La na encruzilhada, dando a sua gargalhada, Tranca Rua apareceu. (2X) É laroyê é laroyê é laroyê É mojuba é mojuba é mojuba Ele é odara quem tem fé em Tranca Rua é só pedir que ele dá. __ * __ 3
  42. 42. Exú Tiriri Lonan, exú Tiriri Lonan Tiriri, Tiriri Lonan. Tiriri, Tiriri Lonan. Tiriri, Tiriri Lonan. Tiriri, Tiriri Lonan. Tiriri, Tiriri Lonan. __ * __ Eu vi na rua um exu pequenininho. Gira e gira noite e dia. Gira sem parar. Ele é exú, Tiriri Lonan. (2X) A meia noite, ao sair a lua cheia, Ele vai lançar poeira, ordenansa de Oxalá. Ele é exú, Tiriri Lonan. (2X) Mas ele mora lá na 7 encruzilhadas, onde mora exú Seu 7, pai Ogum e exú Bará. Ele é exú, Tiriri Lonan. (2X) __ * __ A sua casa não tem parede, Não tem janela, e não tem nada. (2X) Aonde é, aonde é que exú mora? Exú mora na encruzilhada. __ * __ Pisa no toco, pisa no galho, Galho balança o exú não cai. Oh ganga é exu, que pisa no toco de um galho só. __ * __ Subida de Exú Cambone, cambone, meu, meu cambone, Olha que exu vai ao ló. (2X) Segura a sua gira, ele vai numa gira só. (2X) __ * __ 4
  43. 43. 5 Pomba-Gira Umbanda sua rainha chegou, Umbanda mais uma estrela brilhou. (2X) Oi salve, salve as Pomba-Giras, Que veio da encruzilhada para alegrar nossa gira. Oi salve seu ponteiro de aço, Salve a sua tesoura, que corta todo embaraço. __ * __ De vermelho e negro, vestido á noite os mistérios traz, de colar de cor, brinco dourado, A promessa faz. Se é preciso ir, você pode ir, peça o que quiser. Mas cuidado amigo, ela é bonita, ela é mulher. E no canto da rua, zombando, zombando, zombando está. Ela é moça bonita, Girando, girando, girando lá. Oi girando lá laroiyê oi girando lá laroiyá oi girando lá laroiyê oi girando lá laroiyá __ * __ Ela é uma cigana faceira, ela é. Ela é das 7 linhas é não é de Candomblé. Ela vem de muito longe os seus filhos ajudar, Ela vem de muito longe saravar este gongar. __ * __ Quem neste mundo nunca ouviu dizer? E neste mundo nunca ouviu falar? (2X) De uma cigana, que mora naquela estrada, ela têm sua morada sobre o clarão do luar. (2X) Siga nessa estrada, força poderosa, me dê proteção e a chance da linha formosa. (2X)
  44. 44. 6 Aniversário Hoje tem alegria, hoje tem alegria. No casuá da Umbanda hoje tem alegria. (2X) Um abraço dado De bom coração É sempre um abraço Uma bênção, uma atenção. __ * __

×