Higiene e Segurança do Trabalho- Choque Elétrico

1,145 views

Published on

Published in: Education

Higiene e Segurança do Trabalho- Choque Elétrico

  1. 1. Proteção Contra Choque Elétrico Alunos:  Breno Araújo  Marcos Paulo
  2. 2. Definição de choque elétrico  “É a perturbação de natureza e efeitos diversos que se manifesta no organismo humano ou animal quando este é percorrido por uma corrente elétrica”.
  3. 3. Choques elétricos  A proteção contra choques elétricos é regulamentada nas normas: – NBR 5410-2004 da ABNT – Normas regulamentadoras 10 e 18 do Ministério do Trabalho
  4. 4. Classificação do Choque Elétrico  Contato direto – Contato de pessoas e animais diretamente com partes energizadas de uma instalação elétrica.  Contato indireto – Contato de pessoas ou animais com estruturas metálicas ou condutores que, acidentalmente, tornaram-se energizadas.
  5. 5. Efeito da Corrente Elétrica  O efeito da corrente depende: – Intensidade da corrente; – Tempo de exposição; – Percurso através do corpo humano; – Condições orgânicas do indivíduo.
  6. 6. Passagem da corrente pelo corpo
  7. 7. Efeitos da passagem de corrente
  8. 8. Efeitos da passagem de corrente
  9. 9. Proteção Contra Choque-Elétrico  Medida prioritária Interrupção do fornecimento de energia.
  10. 10. Proteção contra contato direto  A proteção deve ser assegurada por: – Isolação das partes vivas; – Barreiras ou invólucros; – Obstáculos – Colocação fora de alcance.
  11. 11.  Isolação das partes vivas: – Deve impedir o contato com as partes vivas da instalação através de uma isolação que somente possa ser removida com a sua destruição. Proteção contra contato direto
  12. 12.  Barreiras ou invólucros – Visa impedir todo contato com as partes vivas da instalação elétrica. Proteção contra contato direto
  13. 13.  Obstáculos – Partes vivas são confinadas em compartimentos onde só permitido acesso a pessoas autorizadas. Proteção contra contato direto
  14. 14.  Colocação fora de alcance – Consiste em instalar os condutores energizados a uma altura/distância fora de alcance das pessoas e animais. Proteção contra contato direto
  15. 15. Como socorrer um acidentado? •Chamar socorro; •Avaliar a ocorrência; •Garantir sua integridade; •Desligar alimentação elétrica; •Isolar a vítima com material não condutor.
  16. 16.  Os dispositivos à corrente diferencial-residual (DR) constituem-se no meio mais eficaz de proteção das pessoas e animais contra choques elétricos.  Não dispensam o uso de disjuntores e fusíveis.  DRs também diminuem consumo de energia. Proteção contra contato indireto
  17. 17. Dispositivo DR  Princípio de funcionamento Atuam quando há uma corrente residual (de fuga) circulando na instalação. Fonte: Mamede
  18. 18.  Dispositivos a DR podem ser: – Interruptores DR – Disjuntores de proteção – Tomadas com interruptores DR incorporadas – Blocos avulsos Dispositivos DRs
  19. 19. Especificação de DRs  Deve-se observar as características técnicas: – Corrente nominal – Corrente diferencial residual nominal – Tensão nominal – Capacidade de interrupção – Frequência – Número de pólos
  20. 20. DRs e a NBR 5410  A norma exige DRs em: – Tomadas em todo local molhado ou sujeito a lavagem; – Tomadas em áreas externas; – Tomadas internas que alimentam equipamentos na área externa da instalação;  Nesta aplicações a NBR 5410 obriga o uso de DRs de alta sensibilidade (If >= 30 mA).
  21. 21. Resumo sobre utilização das DRs  Devem ser utilizados para proteção: – De pessoas e animais contra contatos acidentais com partes vivas da instalação elétrica; – Contra perigos de incêndio devido a faltas à terra; – Contra presença de faltas à terra por equipamentos em más condições; – Em locais de grande concentração de umidade.
  22. 22. Medidas de controle - Equipamento de Proteção Individual - EPI O que é um EPI? É todo dispositivo de uso individual, destinado a preservar a integridade física do trabalhador no exercício da atividade profissional Quando se adota um EPI? •Quando esgotadas as possibilidades de adoção de solução técnica e de proteção coletiva; • Enquanto estas medidas estiverem em fase de implantação; • Quando da existência de risco inerente à atividade ou ambiente.
  23. 23. Equipamento de Proteção Individual - EPI Para o tronco: -Cinturão de segurança
  24. 24. Equipamento de Proteção Individual - EPI Para a cabeça: -Capacete de segurança
  25. 25. Equipamento de Proteção Individual - EPI Para os olhos: -Óculos de Proteção
  26. 26. Equipamento de Proteção Individual - EPI Para os membros superiores: -Luvas de couro
  27. 27. Equipamento de Proteção Individual - EPI Para os membros inferiores

×