Jornal dos Comerciários - Nº 136

486 views

Published on

Jornal do Sindicato dos Comerciários de Nova Iguaçu e Região - Setembro de 2012

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
486
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal dos Comerciários - Nº 136

  1. 1. Publicação do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Ano 16 Nº 135 Agosto / 2012 Japeri e Seropédica.Muita animação na festade posse da nova diretoriaMuita animação na festa de posseda nova diretoria do sindicato.Depois de ser referendada, por Jornal dosmais de 80% dos sócios aptos à vo-tar, para estar à frente do Sindicato, Comerciáriosno dia 3 de agosto foi realizada uma de cara nova!grande festa com a presença da PÁGINA 3categoria e seus familiares para acomissão eleitoral diplomar osnovos diretores. A nova diretoria já começa com o Inscriçõesdesafio de organizar a luta contra o abertas para otrabalho nos feriados nesse se-gundo semestre e organizar a luta campeonatoda campanha de abono salarial de de futebolfinal de ano! Todos à luta! 2012! PÁGINA 2 Mensalão: O que você acha que vai dar? PÁGINA 3 7 DE SETEMBRO É FERIADO! ASSEMBLEIA! Dia 20/09 - 19h E DIA 21 DE AGOSTO É FERIADO EM NILÓPOLIS! Na Quinta Feira, dia 20 de É PROIBIDO O TRABALHO NESTES DIAS setembro, o Sindicato realizará a próxima A nova diretoria já tem seu primeiro desafio nesse segundo semestre do ano, assembleia da categoria, que é continuar a luta contra o trabalho nos feriados. Se você for intimidado para no estacionamento ao comparecer ao trabalho no dia 7 de setembro, e, caso trabalhe em Nilópolis, no lado do Sindicato. próximo dia 21, denuncie ao sindicato! É proibido o trabalho nestes dias.
  2. 2. CATEGORIA DENÚNCIAS Mercado Santa Cruz é vendido e Hortifruti - Itaguaí trabalhadores pagam o pato O Hortifruti da Reta 42, na Piranema parece que parou no tempo antes de Vargas... Não O Mercado Santa Cruz, em Ita- os únicos penalizados. Mesmo assina a CTPS dos trabalhado- guaí, após ser vendido, demitiu com uma parcela sendo absor- res! Já pedimos a fiscalização no seus trabalhadores. O Sindicato vida pelo novo mercado, e Ministério de Trabalho. aproveita este espaço para se mesmo com a transição solidarizar com esses pais e mães sendo legal, grande parte de família que, de uma hora para a está vivendo a incerteza Ponto Frio - Nova outra, ficaram desempregados. do desemprego. Desejamos que os demitidos Iguaçu Infelizmente no mundo capita- lista é assim: Os trabalhadores, se reintegrem o quanto antes O Ponto Frio do Calçadão de que não tiveram nada haver com a ao mercado de trabalho. Nova Iguaçu, além de praticar negociação, acabaram por serem assédio moral, agora distribui advertências aos seus funcioná- rio por furtos na loja. Quer di- zer que além de vender os traba- lhadores também têm que ser SINDICATO segurança na loja? E o salário, a loja vai dobrar também?Abertas inscrições paracampeonato de futebol 2012 Supermarket - Estrada do Iguaçu Que essa empresa, como váriasDia 10 de agosto foram abertas as As equipes, que são por loja ou em- dia 30 de agosto. outras da nossa base, desres-inscrições para o já tradicional presa, de no mínimo 6 e máximo de No dia 6 de setembro ocorrerá o peita a legislação e abre todos oscampeonato de futebol da cate- 15 jogadores, podem se inscrever sorteio dos grupos às 19h, também domingos não é novidade, masgoria. Jogam as 16 primeiras equi- das 8:30h às 17:30h, na sede do na sede. Não perca tempo! Garanta até no dia dos Pais? Assimpes que pagarem a taxa de R$150. Sindicato, em Nova Iguaçu até o já o seu time! ninguém aguenta! Sapataria Ponto do Pé, SAÚDE E SEGURANÇA Campeões de 2011. Você sabe o que é Assédio Moral? Se você não encontrou nenhu- ma explicação para a persegui- ção constante que vem sofren- do no trabalho, sente que está sendo forçado a desistir do em- prego e vem passando por situações humilhantes e cons- trangedoras, repetitivas e pro- longadas durante a jornada de trabalho, fique atento e reaja, FILIADO À CSP-CONLUTAS SUBSEDES: Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 ITAGUAÍ: Avenida Paulo de Frontin, 72/202; BELFORD ROXO: Praça Getulio Vargas, 112 Ap 201 - você pode estar sofrendo Centro - Nova Iguaçu - RJ TELs./FAX: 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 Tel. (21) 2687-7729 Centro; Tel. 2663-1904 assédio moral no trabalho! www.sindconir.org.br NILÓPOLIS: Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras, 18, Sala QUEIMADOS: Avenida Irmãos Guinle, 901/214; comunicacao@sindconir.org.br 407-A; Tel. 2791-9271 Tel. 2665-3093 Jornal de responsabilidade da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita. Conselho Editorial: Gabriel Silva, Zé Roberto, Marcelo Baena; Diagramação e projeto gráfico: Raphael Botelho; Fotos: Paulo Santos; Jornal dos Comerciários Julho 2012
  3. 3. COMBATE ÀS OPRESSÕES SINDICATO29 de Agosto, dia da visibilidade lésbica: Festa dos Lutar contra o machismo Comerciários e a homofobiaMarcelo Baena Fique atento! Em breve começará a venda de ingressos para a grande festa anual da categoria que aconteceSecretaria de Combate às Opressões no dia do comerciário, na terceira Segunda feira do mês de outubro. Esse dia nasceu da revolta contra todos os dias e que a classe traba- que define homofobia como crime. Este ano, cai no dia 15.as agressões, o assédio moral, sexual lhadora deve tomar para sí a tarefa O Sindicato, em seu ultimo con- de combater todas as formas dee os estupros corretivos (aquelesque visam mudar a orientação sexu- opressão e exploração. O Brasil é gresso, aprovou a construção da Secretaria de Combate às Opres- Jornal dosal de mulheres lésbicas), nasceu daresistência e da luta pela construção recordista de assassinatos de ho- mossexuais e a presidenta Dilma se sões, com o objetivo de criar polít- icas específicas de combate ao Comerciáriosde uma sociedade justa e igualitária,que respeite essas mulheres . finge de surda, muda e cega, diante dessa violência absurda. Racismo, ao machismo e à homo- fobia. Acreditamos que enquanto de cara Entendemos que a luta contra o Exigimos a imediata aprovação do Projeto de Lei 122 (PLC 122), houver um explorado ou um opri- mido, não haverá paz. nova!machismo e a homofobia se faz 2 de setembro tem a 9ª Parada Gay de Nova Iguaçu A partir desta edição o Jornal ganha uma nova cara. As matérias Nova Iguaçu vai ser palco da 9° promisso com todos os setores estão mais objetivas, e com mais Parada LGBT. Apesar de ser um oprimidos e explorados da socie- fotos e imagens. Além disso ganha dia de festa, é também um mo- dade. Convidamos todos e todas um novo projeto gráfico que mento de luta e resistência contra à participarem da coluna do valoriza os títulos e facilita a a homofobia. Sindicato e da CSP-Conlutas na leitura. Fale o que achou, e, se O nosso Sindicato participa desde Parada. Participe! quiser, mande suas sugestões para: a primeira edição, pois tem com- comunicacao@sindconir.org.br NA PONTA DA LÍNGUA Mensalão: Vai dar em alguma coisa? Nesta edição o Jornal do Comerciário retoma uma velha coluna o ‘Na Ponta da Língua’, onde vamos às ruas perguntar o que a categoria está pensando sobre determinado tema. A primeira pergunta é sobre o julgamento do caso do Mensalão pelo STF, que está circulando constantemente na grande mídia. Você, comerciário, acha que o julgamento do mensalão, vai dar em alguma coisa? Não, não acho por que todo Não. Porque, no Brasil, Na realidade, (até agora) só Não. Porque eles nunca vão mundo sabe que no Brasil os esses julgamentos de políticos, deu pizza nesse Brasil. Mas fazer nada pelos pobres, vão políticos não são penalizados. envolvendo gente grande, muito agente vai ver... De repente, querer puxar sempre para o Tudo como sempre acaba em dinheiro,... Eu acho que no final acontece diferente. (lado) deles. pizza porque um ajuda o outro, não vai dar em nada. Vai dar em essa é a realidade. pizza mesmo. Jefferson Martins, Carla Regina, Assis, Sarah Ribeiro, Montador, Casas Bahia. Caixa, Di Santinni. Locutor, Shopping Vida. Vendedora, Casas Franklin. Julho 2012 Jornal dos Comerciários
  4. 4. NACIONAL Trabalhadores em greve em defesa dos salários, e da saúde da populaçãoOs jornais estão em uma campa-nha contra a onda de greves queabala o serviço público federal. Porisso o jornal do comerciário nestaedição abre espaço para que os tra-balhadores em greve expliquem osmotivos de sua luta, coisa que ospatrões e governos recusam-se afazer, para poder atacar e desmora-lizar a luta. Entrevistamos Ales-sandra Camargo, trabalhadora emgreve do Instituto Nacional deTraumatologia e Ortopedia (IN-TO), militante da CSP-Conlutas .Jornal dos Comerciários: Por que os privatização e em defesa do Plano orçamentário do setor, 5 bilhões. A Jornal dos Comerciários: O governo játrabalhadores da saúde federal do população embora se sinta prejudi- acenou com alguma proposta?RJ entraram em greve? de Cargos Carreiras e Salários que até hoje não existe. cada pela greve, compreende que aAlessandra:Essa mobilização é parte saúde precisa parar para funcionar Alessandra: A resposta do governoda resposta unificada do conjunto melhor, e que apenas com o apoio da Dilma foi atacar o movimento: corte Jornal dos Comerciários: Como está o população será possível conquistar- de ponto, desconto nos salários efuncionalismo federal à política de apoio da população, ou de organiza-reajuste zero e cortes de direitos im- mos uma saúde pú- decretos de substituição de grevistas. ções como os sindi-plementadas pelo governo Dilma, catos? blica, 100% estatal, Apesar da truculência do governo, ascomo o avanço das privatizações gratuita e com quali- medidas repressoras não conseguem(dos hospitais) e a Fundação de Alessandra:A popula- dade. dobrar o movimento, que continuaPrevidência Complementar do Ser- ção sofre todos os forte e consegue ainda mais adesões, Com relação ao sin-vidor Público Federal (Funpresp). dias com o sucatea- que já é o maior desde 2003. dicato, seu empenho mento e a falta de in- está aquém do neces- vestimentos na saúde sário. A greve vem Jornal dos Comerciários: Qual a pers-Jornal dos Comerciários: Qual a principal pública. O governo sendo construindo pectiva do movimento daqui prareivindicação do movimento? frente? usa o dinheiro públi- na base, por umaAlessandra: A saúde federal atual- co que não gasta na jovem vanguarda,mente possui os mais baixos salários saúde para assegurar recém-chegada no Alessandra: No setor de saúde já temosdo executivo federal. Nesse sentido, o lucro dos empresá- serviço público que uma vitória política. O funcionalismoa pauta prioritária, é a equiparação rios, e para enrique- vê nessa luta a possi- se levanta para lutar após mais de umade nossa tabela salarial a do seguro cer os banqueiros bilidade de melhorar década de imobilismo. Contudosocial. Além disso, estão na pauta de com os juros de uma suas condições salarias e de trabalho, queremos também uma vitóriareivindicação, as 30 horas semanais dívida contraída sem autorização do ou seja, é a possibilidade de um econômica que se expressará pelapara todos os profissionais em saú- povo brasileiro. Enquanto isso, no futuro melhor. equiparação de nossa tabela salarial ade, sem redução salarial, contra a inicio do ano, fez o maior corte do seguro social. Queremos a valorização do serviço público. Jornal dos Comerciários Julho 2012

×