Comentario Relatorios Av Externa

343 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Comentario Relatorios Av Externa

  1. 1. MARIA BONIFÁCIA FERREIRA VIEIRA REFERÊNCIAS À BE NOS R E L A T Ó R I O S D E AVA L I A Ç Ã O E X T E R N A DA S E S C O L A S ( I G E ) PRÁTICAS E MODELOS DE AUTO- AVA L I A Ç Ã O DA S B I B L I O T E C A S E S C O L A R E S DREN 7
  2. 2. REFERÊNCIAS À BE NOS RELATÓRIOS DE AVA L I A Ç Ã O E X T E R N A D A S E S C O L A S ( I G E ) Após a análise de alguns relatórios de avaliação externa das escolas, posso concluir que, contrariamente ao que esperava, as referências à BE são muito reduzidas. Seleccionei, analisei e passo a comentar essas referências à biblioteca escolar, que constam nos relatórios de avaliação externa das seguintes escolas: Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa, de 2007; Escola Secundária Poeta António Aleixo, Portimão, de 2007; Agrupamento de Escolas de Tourais, Paranhos, Seia, de 2008; Agrupamento Vertical Afonso Betote, Vila do Conde, 2008; Escola Secundária com 3º ciclo de Sá da Bandeira, Santarém, de 2008; Agrupamento de Escolas de Sobreira, Paredes, de 2008. Na secção referente à "Caracterização do agrupamento", a BE aparece como mais um espaço disponível: Vila Viçosa "A escola sede é composta por três blocos (…), da Sala de Professores, da Biblioteca, (…)"; Vila do Conde "(…) contemplando os seguintes espaços: conselho executivo (…), biblioteca (…)"; Portimão "(…) existem outros espaços de apoio: auditório, Biblioteca Escolar (…)"; 2
  3. 3. Santarém "No piso superior existem, 13 salas de aula (…) e uma Biblioteca." Nos relatórios de Sobreira e Seia não se faz referência à BE, aquando da apresentação e descrição física do agrupamento. Nos relatórios das escolas de Seia e Santarém, a BE surge ainda como um espaço, onde os alunos cumprem castigos, como se pode ler no ponto "Comportamento e disciplina": Seia "Nos casos em que o aluno é mandado sair da sala de aula, este é encaminhado para a sala de estudo ou para a biblioteca, para realizar uma tarefa prevista pelo professor."; "Também no intuito de minimizar problemas na sala de aula, sobretudo a nível do EB, Santarém criou-se o Gabinete de Gestão de Conflitos, que no entanto, não dispõe de um espaço próprio, funcionando na Biblioteca." Quanto ao ponto "Equidade e justiça", no relatório da escola de Vila Viçosa pode ler-se: "A toda a população escolar são garantidas as mesmas oportunidades na inserção das Vila Viçosa turmas, no acesso a actividades experimentais e extra-curriculares, aos recursos informáticos e às Bibliotecas, pautando-se os responsáveis do Agrupamento por princípios de equidade e de justiça."; Em três relatórios faz-se alusão à BE, no ponto relativo a "Parcerias, protocolos e projectos", salientando-se a importância da RBE. "O Programa da Rede Nacional das Bibliotecas Escolares permite que a Vila Viçosa professora responsável por este programa dinamize várias actividades nos diferentes pólos do Agrupamento, quer possuam ou não Biblioteca."; "(…) mostra capacidade para captar verbas significativas, através da candidatura Vila do Conde /apresentação de projectos (Rede Nacional de Bibliotecas Escolares e TIC)"; 3
  4. 4. Seia "Merecem destaque, nomeadamente, os seguintes projectos: Rede de Bibliotecas Escolares, Plano de Acção para a Matemática, Plano Nacional de Leitura e Educação para a Saúde."; "Abertura à inovação" é outro ponto importante em que se faz referência à BE, como se pode ver nos seguintes exemplos: "A abertura à inovação é, em particular, ancorada em projectos nacionais, “Plano Vila do Conde de Acção da Matemática”, “Plano Nacional da Leitura”, Ciência Viva, Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, TIC e plataforma Moodle "; Seia "Todos os Jardins de Infância e escolas do 1º ciclo usufruem dos materiais e dos livros que compõem o acervo da biblioteca da escola sede (…)."; Na dimensão "Gestão dos recursos materiais e financeiros", quase todos os relatórios aludem à BE: "Numa política de descentralização e de rentabilização de espaços, na escola mãe e nas Vila Viçosa escolas do 1º ciclo (…) funcionam Bibliotecas, no âmbito da Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, o que constitui um pólo dinamizador da população escolar e da comunidade onde se inserem."; "A biblioteca /centro de recursos da escola sede e das escolas associadas, com Vila do Conde ligação à Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, responde às múltiplas e distintas necessidades dos alunos e professores, sendo considerada pelos alunos como o espaço de eleição "; Seia "Estas verbas têm permitido adquirir equipamento diverso, designadamente, para as bibliotecas e no âmbito das novas tecnologias da informação e da comunicação."; Sobreira "A biblioteca / centro de recursos para além de ocupar um espaço agradável, oferece um acervo bibliográfico razoável e diversificado."; "A Biblioteca funciona num espaço exíguo para o acervo considerável de que Santarém dispõe, sendo de sublinhar que inclui no seu espólio obras únicas, algumas, mesmo, primeiras edições." 4
  5. 5. Apenas no relatório da escola de Seia se faz referência à BE na dimensão "Gestão dos recursos humanos", aludindo-se ao horário contínuo da BE: "A gestão dos recursos humanos garante um bom funcionamento dos diversos serviços de apoio Seia escolar e responde às necessidades dos utentes, sendo de realçar o funcionamento contínuo da biblioteca (das8,30 horas às 17,00) (…) ."; No ponto da "Auto-avaliação", é nomeada a BE no relatório da escola de Vila Viçosa, onde pode ler-se: "Paralelamente, outros procedimentos mais formais foram encetados: análise e Vila Viçosa tratamento das actas dos vários órgãos e estruturas de orientação educativa e dos relatórios do funcionamento dos Clubes e da Biblioteca;"; Naquela que considero ser uma das dimensões mais importantes para a escola e para a BE, a "Abrangência do currículo e valorização dos saberes e da aprendizagem", apenas em três destes relatórios se refere a BE: Seia "(…) destaca-se a adesão ao Plano Nacional de Leitura (…) e a integração das bibliotecas (…) na Rede de Bibliotecas Escolares ."; "As dimensões culturais e sociais constituem uma das principais preocupações do órgão de gestão, evidenciadas em diversas acções assentes numa política de descentralização, Vila Viçosa de que são exemplos, a deslocação de livros e de animadores pelas diferentes escolas e a instalação de uma Biblioteca e de uma sala de informática em estabelecimentos de freguesias rurais;"; "(…) e as actividades desenvolvidas com a comunidade, no âmbito da Rede Nacional de Portimão Bibliotecas (…) são também contributos para tornar a Escola um verdadeiro espaço cultural e formativo." A BE aparece referida nos constrangimentos do relatório da escola de Santarém, onde se diz: Santarém "Constrangimento: conservação e adaptação do edifício às exigências actuais, nomeadamente o espaço destinado ao funcionamento da Biblioteca". 5
  6. 6. Finalmente, apenas num destes casos se refere a BE como um ponto forte: Vila do Conde "Ponto forte: a dinâmica das Bibliotecas Escolares do agrupamento; "; Concluindo, considero que nenhum destes relatórios reflecte o trabalho que é (ou deve ser) realizado pela BE, nomeadamente a sua missão em apoiar o currículo, incentivar o trabalho colaborativo, promover a leitura e as literacias, dinamizar culturalmente o agrupamento. Na minha opinião, esta débil referência à BE nos relatórios de avaliação externa das escolas pode revelar: A pouca valorização que lhe é dada pelos órgãos de gestão e de decisão pedagógica; A ausência de práticas de auto-avaliação da BE; A não inclusão dos dados do relatório anual da BE no relatório de avaliação interna do agrupamento. Pessoalmente, o desafio para a BE que coordeno subiu exponencialmente após ter verificado que, no último relatório de avaliação externa, se faz referência à BE apenas uma vez: "A biblioteca / centro de recursos para além de ocupar um espaço agradável, oferece um acervo bibliográfico razoável e diversificado." Embora considere que o trabalho da BE de Sobreira precise de ser reestruturado e melhorado, o seu desempenho não é tão insignificante e invisível, como o que este relatório faz transparecer. A partir desta análise torna-se ainda mais premente quer a aplicação da auto-avaliação da BE, quer a sua ligação com os domínios da avaliação externa. Bonifácia Vieira 6

×