12 formação do império romano

8,707 views

Published on

Apresentação sobre:
Fundação de Roma,
Expansão
Factores de unificação/integração
Romanização da Península Ibérica

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,707
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
192
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

12 formação do império romano

  1. 1. Lenda da Fundação de Roma • 753ª.C. - Rómulo torna-se primeiro rei de Roma História • 1º milénio - criação de aldeias no Lácio por povos indo europeus (latinos e sabinos) • Século VIII – Reino de Roma • Século VI a.C. – Monarquia etrusca • 509 a.C. – República • Do séc. V a.C. ao séc. III a.C. –
  2. 2. Séc. III a.C. e II a.C - Conflitos entre Roma e Cartago →1ª Guerra Púnica – 264 a 241 a.C. • Sicilia, Sardenha e Marselha →2ª Guerra Púnica – 218 a 201 a.C. • Hispânia →3ª Guerra Púnica – 149 a 146 a.C. • Norte de África (região de influência cartaginesa)
  3. 3. Período Republicano é a fase de maior expansão • Séc. III a.C. e II a.C – Vitória sobre Cartago • Séc. II a.C. controlo do Mediterrâneo • Séc. I a.C. Egito e Gália Período imperial • Norte da Península Ibérica • Sul da Germânia • Britânia • Dácia Mare Nostrum O Mediterrâneo, rodeado
  4. 4.  Motivos da expansão • Segurança • Prestigio político e militar • Vantagens económicas
  5. 5.  Romanização (introdução e imposição da cultura romana) dos povos conquistados fica a dever-se a vários fatores: →Exército eficaz e disciplinado • Conquista dos territórios • Defesa e ocupação dos mesmos • Contactos comerciais e culturais Legião romana - 6 mil legionários 10 coortes –600 homens; 30 manípulos –200 homens; 60 centúrias –100 homens;
  6. 6. →Rede de estradas • Facilitava a deslocação de pessoas, ideias e mercadorias →Organização do território • Divisão do território em províncias, munícipios, conventus e criação de cidades • Idêntica em todo o império facilitava a
  7. 7. →Língua (Latim) • Facilitava a comunicação →Direito • Garantia de obediência e igualdade →Cidadania • Édito de Caracala, 212 d. C. , garante cidadania (direitos iguais a todos os habitantes livres do império) Lei das Doze Tábuas Imperador CaracalaEpígrafe em Latim
  8. 8. Sestércio de Adriano →Poder forte e central • Imperador como garantia de união (imagem difundida por todo o império em estátuas e na moeda) • Culto imperial obrigatório →Cultura • Arte • Religião Lucernas romanas Templo romano de ÉvoraPonte romana de Negrelos
  9. 9.  Ocupada por povos diversificados • Habitavam em castros e citânias • Existência de conflitos entre os diferentes povos  Sul da península sob a influência cartaginesa • Ocupação durante a 2ª Guerra Púnica, para diminuir apoio a Cartago
  10. 10. Conquista longa e demorada • Do século III a.C. ao final do século I a.C. Oposição dos Lusitanos • Liderança de Viriato • Guerrilha • Vitória romana - traição de companheiros de Viriato, comprados por Roma
  11. 11. Divisão em três províncias • Lusitânia, Bética e Tarraconense Construção de vias que ligavam as principais cidades • Estradas e pontes Criação de inúmeras cidades Mérida – Vista Gera Braga - Termas Arredores de Chaves - Termas Gaia – Restos de porto fluvial na praia de Favaios Coimbra – Criptopórtico Conímbriga – Vista geral Santarém – Vista geral das escavações na Alcáçova Lisboa – Galerias Romanas Évora - Termas Beja – Arco Romano Miróbriga – Santiago doArredores de Faro – Vila de Milreu Alcácer do Sal (Salacia) – Fórum Romano
  12. 12. Minas de Aljustrel Garum ou liquamen Condimento feito de sangue, vísceras e de outras partes seleccionadas do atum ou da cavala misturadas com peixes pequenos, crustáceos e moluscos esmagados; depois era deixado em salmoura e ao sol durante cerca de dois meses. Tanques de Salga Desenvolvimento económico • Agricultura (cereias vinho e azeite) • Pecuária • Exploração mineira e de pedra (cobre, ouro e mármore) • Artesanato (cerâmica) • Pesca e fabrico do Garum • Comércio e circulação Monetária
  13. 13. Vestígios romanos em Portugal • Latim (deu origem ao galaico- português e mais tarde ao português) • Aquedutos • Pontes • Termas • Templos • Objetos de uso comum • Estátuas • Mosaicos • Etc. Alandroal Carenque Negrelos Miróbriga Évora Rio MaiorConímbriga C astro Verde
  14. 14. Romanização profunda • Dois imperadores provenientes da Península Ibérica Trajano Adriano
  15. 15.  República – Economia em que se utiliza a moeda.  Império – Conjunto de territórios abrangendo regões e povos diferentes subordinados a uma autoridade única.  Romanização – Influência exercida pela civilização romana sobre as populações do Império, levando-os, progressivamente, a absorver a língua, religiãos, cultura e costumes romanos.  Pax Romana – Expressão romana a paz armada que os romanos impunham aos povos conquistados. Revoltas ou desobediências eram duramente punidas.  Província – Nome aplicado aos territórios conquistados situados fora da Península Itálica. Tinham um governador escolhido por Roma, pagavam impostos e contribuiam com soldados para o exército.  Município – Cidade do Inpério que tinha o privilégio de se administrar a si própria, dispondo de magistrados locais.  Culto Imperial – Adoração do imperador que era considerado um deus.  Hispânia – Antiga designação da Península Ibérica, palavra de origem fenícia que se pensa significar “terra de coelhos”.
  16. 16. 1. Localizar o aparecimento de Roma no espaço e no tempo. 2. Descrever a lenda da fundação de Roma. 3. Descrever a evolução de Roma, de cidade a Império. 4. Enumerar os fatores que permitiram a romanização dos povos conquistados. 5. Justificar a união do Império. 6. Justificar a conquista da Península Ibérica palos romanos. 7. Caracterizar a conquista da Península Ibérica pelos romanos.

×