Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Informativo Nelore Jandaia - 2015

565 views

Published on

Informativo do Nelore Jandaia, edição de maio de 2015.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Informativo Nelore Jandaia - 2015

  1. 1. I N F O R M A T I V O ANO 09 | MAIO 2015 EMBRAPA COMPROVA QUE TOURO GENETICAMENTE SUPERIOR É LUCRO GARANTIDO USP PESQUISA A FÓRMULA 1 DA RENTABILIDADE NA PECUÁRIA DE CORTE
  2. 2. 2 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 3 Í N D I C EE D I T O R I A L E X P E D I E N T E w w w . n e l o r e j a n d a i a . c o m . b r REALIZAÇÃO: NELORE JANDAIA COLABORAÇÃO: ANTÔNIO N. F. ROSA, BRUNO G. FREITAS, CLAUDINEY MARTINS, FAEZA REZENDE, PIETRO BARUSELLI E WILLIAM KOURY FILHO PROJETO GRÁFICO: NATIVA PROPAGANDA FOTOS: JM MATOS, WILLIAM KOURY FILHO EARQUIVO NELORE JANDAIA O Leilão Nelore Jandaia 2015 está mais do que especial, é simplesmente a melhor sa- fra que a marca já colocou no mercado, só não é melhor do que irá a venda em 2016 que por sua vez também será superada pela safra a venda em 2017. Esta é uma grande certeza, já que o re- banho pratica o melhoramento genético com ava- liações, acasalamentos dirigidos e seleção com base em critérios técnicos sérios e bem definidos. Seleção a pasto, preparo sadio para venda e oferta de reprodutores em torno de 30 meses de idade prontos para trabalhar na estação de monta, tem propiciado segurança nos resultados e conse- quentemente satisfação dos clientes que utilizam a genética Jandaia. Neste ano, completando 51 anos de criação, o Nelore Jandaia disponibiliza para venda 236 ani- mais filhos dos touros de melhor desempenho para quem busca lucro com a pecuária, tais como Bi- telo DS, Backup, Mandarin da MAT, REM USP, 7308 Perdizes, Berloque, Jamanta, Cachimbo e Bacana da MN, além dos reprodutores Jandaia de ponta, provados ou em teste de progênie nos principais programas de melhoramento genético do país. Você é nosso convidado a compare- cer no dia 27 de junho, a partir das 10h da manhã para vistoriar os animais e conversar sobre genética. A partir das 13 horas começa o leilão no recinto do Parque de Exposições de Barra do Garças-MT, com transmissão pelo Canal do Boi. Até lá! ■ TOURO NELORE JANDAIA, A PRECOCIDADE ACELERADA. NELORE JANDAIA E AS PROVAS DE GANHO DE PESO A PASTO EMBRAPA COMPROVA QUE TOURO GENETICAMENTE SUPERIOR É LUCRO GARANTIDO MILHO DE PAIOL OU TOURO MELHORADOR? PRÉ-CATÁLOGO COM OS ANIMAIS À VENDA NO LEILÃO USP PESQUISA A FÓRMULA 1 DA RENTABILIDADE NA PECUÁRIA DE CORTE LINHA DO TEMPO DO NELORE JANDAIA 04 06 08 10 12 16 I N F O R M A T I V O ANO 09 | MAIO 2015
  3. 3. 4 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 5 P A L A V R A D O G E N E T I C I S T AP A L A V R A D O G E N E T I C I S T A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 05 H á 51 anos, a Seleção Jandaia conquista o res- peito do mercado nacional pelos resultados registrados no rebanho extremamente funcio- nal, com qualidade de carcaça, velocidade de ganho de peso, habilidade materna, temperamento dócil e padrão racial. Para o desempenho, o pecuarista William Koury apostou em ferramentas revolucionárias como precoci- dade a pasto e avaliação visual, apoiadas por um dos papas do melhoramento genético: Luiz Alberto Fries. “Fries contribuiu muito para o melhoramento ge- nético mundial. Ele traçou alguns parâmetros que, ao meu ver, auxiliam os criadores brasileiros a tomar de- cisões com base em dados de pesquisas importantes para a pecuária brasileira a pasto”, comenta William Koury, destacando que uma delas é a contribuição na formatação das provas de ganho de peso a pasto para a seleção dos animais. NELORE JANDAIA E AS PROVAS DE GANHO DE PESO A PASTO FRIES APOIOU A IDEIA E DESENVOLVEU A PARTE TÉCNICA/CIENTÍFICA Luiz Alberto Fries formou-se como zootecnista, em 1972, atuou na área demelhoramentogenéticoanimalcomoconsultor,pesquisadoreprofessor emdiversasinstituiçõesdeensinosuperiordopaís.Alémdacarreiraacadê- mica,pelaqualpublicou10livros,foisóciofundadordaSociedadeBrasileira deMelhoramentoAnimal–SBMA(1996),daGenSysConsultoresAssocia- dose,entreoutroscargos,atuoucomoCoordenadorTécnicodoProgra- madeMelhoramentodeBovinosdeCarne(PROMEBO)ecomoconsul- tordoPAINT,programademelhoramentogenéticodaLagoa.Faleceuem novembro de 2007. (...) E O WILLIAM TEVE UMA CONTRIBUIÇÃO ENORME AO PERCEBER QUE ERA POSSÍVEL REALIZAR ESSAS PROVAS DE UMA MANEIRA MUITO MAIS SIMPLES, MAIS ECONÔMICA, DE MANEIRA DESCOMPLICADA E MAIS RACIONAL, O QUE POSSIBILITOU UMA EXPANSÃO DAS PROVAS E DO NÚMERO DE ANIMAIS TESTADOS. É MÉRITO DO SENHOR WILLIAM KOURY. Luiz Alberto Fries O pesquisador Luiz Alberto Fries, que faleceu em 2007, foi um dos mais reconhecidos incentivadores e es- tudiosos da história do melhoramento genético no Bra- sil. O zootecnista era doutor pela Iowa State University (Ames, Iowa, USA), professor universitário e defensor do trabalho desenvolvido pela Seleção Jandaia através de provas de ganho de peso a pasto. “O Brasil inovou. En- quanto o mundo inteiro faz prova de ganho de peso em confinamento, a gente se deu conta de que não existe razão para se fazer prova em confinamento aqui. E o William teve uma contribuição enorme ao perceber que era possível realizar essas provas de uma maneira muito mais simples, mais econômica, de maneira descompli- cada e mais racional, o que possibilitou uma expansão das provas e do número de animais testados. É mérito do senhor William Koury”, avaliava. Em depoimento, o professor justificou que em provas de ganho de peso em confinamento - a grãos – são selecionados os animais por apetite, por consumo voluntário de alimentos. “Grande parte desse maior ganho de peso, na verdade, é porque o animal con- sumiu mais”, explicava, acrescentando que, por isso, vários países, como a Austrália, os Estados Unidos e o Canadá começaram a pesquisar e, para compensar essa deficiência das provas em confinamento, implan- taram um componente para medir consumo e assim poder estimar DEPs para eficiência alimentar. Por outro lado, Fries definia a medição do ganho de peso a pasto como a maneira segura e barata de obter animais mais eficientes. “Como esse alimento é muito diluído, o animal que produz mais, não é porque con- some mais. Não tem como consumir uma quantidade muito maior de forrageira de baixa densidade. O animal que vai ganhar mais peso é porque está melhor adapta- do àquela situação, àquele ambiente e é mais eficiente metabolicamente para utilizar aquele alimento”, concluía. As provas a pasto oferecem ainda a oportunidade de medição da capacidade de adaptação do gado, se- gundo o estudioso brasileiro. Tese também defendida pelo pesquisador australiano Jonh Fisher. “Ele possui uma frase lapidada que é: não existe medida melhor para adaptabilidade dos animais do que selecioná-los a pasto, sem qualquer proteção de ambiente, sem sombra, sem nada”, descrevia, ressaltando que os tes- tes deveriam ser realizados durante um ano – entre a desmama e o sobreano – para que o gado passasse por estações boas e ruins. “Assim vamos conseguir identificar os animais que, realmente, são adaptados para aquela condição. O ganho de peso é melhor do que qualquer outra medida direta, como aumento de temperatura”, garantia Fries. ■ Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110 - Uberaba MG (Dentro do Parque Fernando Costa) (34) 3336-4691 VENHA EXPERIMENTAR NA PRÁTICA O RESULTADO FINAL DE UMA GENÉTICA SUCULENTA. Faeza Rezende Jornalista
  4. 4. 6 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 7 L U C R A T I V I D A D E A C E L E R A D AL U C R A T I V I D A D E A C E L E R A D A C onsiderando-se um único acasalamento, re- produtor e matriz têm o mesmo valor, uma vez que cada um contribui com a metade do seu genoma para a formação de um novo indivíduo. No entanto, ao longo da vida reprodutiva, enquanto a vaca pode deixar até oito-dez filhos, o touro pode ser pai de dezenas, centenas ou até de milhares. Além disto, por demandar menor número de animais para reposição, a pressão de seleção de touros é muito maior do que a de fêmeas. Por estas razões, pode-se demonstrar que o touro representa de 84% a 88% da genética de todo o rebanho, para relações touro:vaca de 1:20 e 1:40, respectivamente. O valor de um touro melhorador pode ser com- preendido, de uma maneira simples e prática, pela análise da variável peso a desmama, que além de apresentar parâmetros genéticos acurados, pela ampla aplicação de programas de melhoramento, dispõe de um valor econômico bem estabelecido pelo mercado. A partir dos dados da avaliação genética da raça nelore lançada pelo Programa Geneplus-Embrapa em novembro de 2014 (www.geneplus.com.br), estimou- -se em 3,9 kg a DEP (Diferença Esperada na Progê- nie) média para o efeito direto a desmama, conside- rando-se 157.493 machos superiores de cinco safras (2007 a 2011) possivelmente ativos, reprodutivamente, em 2014. Por outro lado, a partir de dados de cerca de 100 mil animais comercializados pela Correa da Costa Leilões Rurais de janeiro a dezembro deste ano, es- timou-se em R$ 5,00 o valor médio do kg de bezerro desmamado (www.correadacosta.com.br). Assim, com base na definição de DEP, o retorno econômico de cada filho de um touro superior pode ser estimado em R$ 19,50 (3,9 kg x R$ 5,00), quando comparado aos filhos dos demais touros deste Progra- EMBRAPA COMPROVA QUE TOURO GENETICAMENTE SUPERIOR É LUCRO GARANTIDO VACAS TOUROS PRODUTOS RECEITA EXTRA - R$ TOUROS / ANO SALDO - R$ 100 4 75 9.525,00 1 1.025,00 500 20 375 47.625,00 4 13.625,00 1.000 40 750 95.250,00 8 27.250,00 ma. Observa-se, no entanto, que a média do peso a desmama nos plantéis de seleção é 198 kg, enquanto que nos rebanhos comerciais é estimada em 155 kg, quando se corrigem os dados para a idade padrão de 240 dias. Portanto, o impacto total de um touro se- lecionado, quando usado nos rebanhos comerciais, deve levar em conta esta “defasagem genética”, de modo que a “DEP realizada” seria: DEP + ½ (defasa- gem genética), ou seja: 3,9 + ½ (198 – 155) = 25,4 kg. Desta forma, o valor de um único produto de um touro superior seria, nestas condições, R$ 127,00 acima da média geral (25,4 kg x R$ 5,00). Pode-se verificar, portanto, que a renda extra pro- porcionada pelo uso de touros melhoradores, advin- da da comercialização de bezerros de fazendas co- merciais de 100, 500 e 1.000 vacas (quadro abaixo), com taxa de desmama de 75% e relação touro:vaca de 1:25, seria suficiente para cobrir toda a reposição anualdetourosnestasfazendas(valormédiounitáriode R$ 8.500,00) e ainda deixar saldo positivo! Antônio N. F. Rosa, pesquisador da Embrapa No âmbito do Programa Geneplus, com produ- ção de 157.493 machos positivos em cinco safras e assumindo-se que estejam ativos, reprodutivamente, com taxa de reposição de 20%, relação touro:vaca de 1:25 e taxa de desmama de 75%, estima-se um re- torno extra de 375 milhões de reais ao ano apenas pelo incremento no peso a desmama. No entanto, o Programa Geneplus não é o único no Brasil. Conside- rando-se um total de aproximadamente 450 mil matri- zes Nelore em reprodução nos principais programas de melhoramento desta raça e confrontando-se estes dados com os registros genealógicos realizados pela ABCZ em 2013 (Josahkian, L.A., comunicação pesso- al), estima-se uma produção total anual de cerca de 180 mil machos a desmama, candidatos a reproduto- res. Admitindo-se uma vida útil de cinco anos e que a metade destes animais sejam superiores, com DEP semelhante à do Programa Geneplus, o retorno extra pelo uso destes touros em rebanhos comerciais pode ser estimado em cerca de um bilhão de reais ao ano. Obviamente, o retorno econômico baseado apenas no peso a desmama está muito longe de representar o real impacto de um touro melhorador no rebanho. Uma avaliação mais precisa deveria incluir os reflexos até o abate e os ganhos adicionais em qualidade das fêmeas de reposição. Considera-se, portanto, que o investimento em touros geneticamente superiores apresenta elevado potencial de retorno econômico, podendo contribuir decisivamente para a melhoria da produtividade e da renda das fazendas de pecuária de O VALOR DE UM TOURO MELHORADOR PODE SER COMPREENDIDO, DE UMA MANEIRA SIMPLES E PRÁTICA, PELA ANÁLISE DA VARIÁVEL PESO A DESMAMA, QUE ALÉM DE APRESENTAR PARÂMETROS GENÉTICOS ACURADOS, PELA AMPLA APLICAÇÃO DE PROGRAMAS DE MELHORAMENTO, DISPÕE DE UM VALOR ECONÔMICO BEM ESTABELECIDO PELO MERCADO. corte, com seu efeito multiplicador no âmbito de toda a cadeia produtiva e dos demais setores da economia a ela interligados. Não basta, no entanto, que o touro seja gene- ticamente superior. Para ser melhorador, o touro precisa, antes de tudo, ser um bom reprodutor.Assim, além do valor genético, os touros precisam apresen- tar boa integridade genital, libido e funcionalidade, de forma que possam, eficientemente, identificar, cobrir e fecundar as matrizes. Desta forma, a superioridade genética dos pais será repassada aos descendentes que vão completar o ciclo produtivo quer na indústria frigorífica, para a produção de carne, quer na reposi- ção de touros e matrizes dos rebanhos de cria, base do sistema de produção. ■ * Antônio N. F. Rosa1; Luiz O. C. Silva1; Paulo R. C. Nobre2; Elias N. Martins3; Fernando P. Costa1; Roberto A. A. Torres Jr1.; Gilberto R. O. Menezes1; Carlos E. S. Fernandes4; 1Embrapa Gado de Corte; 2 Programa Geneplus-Embrapa; 3UTFPR; 4UFMS.
  5. 5. 8 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 9 M E R C A D OM E R C A D O A migos agropecuaristas, o artigo a seguir apre- senta um título no mínimo curioso, e se trata de um assunto sério e preocupante com relação ao profissionalismo e eficiência da pecuária bovina na- cional. Nascido numa família que vive da venda de repro- dutores, sou zootecnista há 20 anos, e faz 12 anos que me dedico a uma empresa de consultoria em melhoramento, que atua na gestão genética e solu- ções técnico-comerciais em bovinos, chamada Brasil- comZ® - Zootecnia Tropical. Além das janelas da fazenda da família, tenho anda- do muito pelo Brasil, e me deparado com diversos cená- rios na pecuária, desde exemplos fantásticos, até casos em que a atividade é conduzida de forma lastimável, sem qualquer indicador de resultados, situação em que o fracasso parece ser só uma questão de tempo. Nas andanças pelo Brasil, assistimos a grande re- MILHO DE PAIOL OU TOURO MELHORADOR? volução da agricultura nas últimas décadas. Impres- sionante a evolução de técnicas de cultura, equipa- mentos e melhoramento genético dos cultivares de grãos e cereais - por exemplo. Como a agricultura envolve grande investimento de dinheiro para o cus- teio da safra e grandes riscos em qualquer falha no trato cultural, a atividade exige gestão! Caso contrário o produtor pode quebrar, e rápido. Na pecuária também evoluímos muito, com o maior rebanho comercial do mundo, cerca de 200 mi- lhões de cabeças com taxa de lotação atual próxima a 1,13 animais por hectare, superior a média mundial. Com isso, somos o segundo maior produtor de carne do mundo, mesmo diminuindo 10 milhões de hectares de pasto desde 1985, cedendo espaço para agricultu- ra e minimizando a pressão sobre as matas nativas. As perspectivas para o agronegócio são ótimas, a população mundial em 2050 deverá chegar em 9,5 bilhões de habitantes. Esse povo precisa comer! Nes- se cenário, se focarmos na pecuária, o consumo de AS PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO SÃO ÓTIMAS, A POPULAÇÃO MUNDIAL EM 2050 DEVERÁ CHEGAR EM 9,5 BILHÕES DE HABITANTES. ESSE POVO PRECISA COMER! NESSE CENÁRIO, SE FOCARMOS NA PECUÁRIA, O CONSUMO DE CARNE DEVERÁ AUMENTAR EM 58% carne deverá aumentar em 58%, e o Brasil “tá com a faca e o queijo na mão”, para atender essa demanda com qualidade e baixos custos de produção, isso tudo com responsabilidade sócio ambiental. A pecuária do país realmente apresenta números impressionantes, são algo em torno de 7 milhões de empregos diretos, e, mesmo com um mercado inter- no fortíssimo, em que cada cidadão consome cerca de 40 Kg de carne bovina/ano, somos os maiores ex- portadores do mundo. Em 2014 foram gerados apro- ximadamente 8 bilhões de dólares em exportações. O país passou a produzir mais, em menos espaço, graças a evolução das pastagens, suplementos, saú- de, estratégias reprodutivas, melhoramento genético e por conta da competência de boa parte dos pecua- ristas brasileiros. Porém a pecuária apresenta ciclo de produção mais longo, é mais difícil controlar os cus- tos/receitas, e o próprio pecuarista, em média, ainda tem muito o que melhorar em gestão. Impressionante como nesse cenário, com tantas ferramentas disponí- veis, muita gente toca o negócio do mesmo jeitão que se tocava antigamente. No melhoramento genético, área em que mais atuo na pecuária, mesmo com o cenário tão próspe- ro, em que encontramos programas estruturados e bancos de dados com números inimagináveis para muitos pesquisadores estrangeiros, em que temos touros jovens com provas fenotípicas, ge- néticas e genômicas, muita gente utiliza machos sem nenhuma garantia como reprodutores, os chamados “bois de boiada”. Caracterizada como uma ponta da boiada destinada ao abate, aparta- da para reprodução. Para se ter uma ideia em números, no rebanho atual temos cerca de 59 milhões de matrizes de cor- te, sendo inseminadas cerca de 7%, com isso esti- ma-se uma demanda anual de aproximadamente 350 mil touros (1 touro para 30 vacas), se os programas de melhoramento genético produzem menos de 100 mil touros melhoradores/ano, muita semente utilizada não possui garantia alguma. O que muitos se esque- cem, é que genética é cumulativa, e que o touro não pode ser considerado como custo, e sim investimento, já que deixa aumento de produtividade nos machos para abate e nas fêmeas de reposição. Para fechar a prosa, cabe uma analogia pertinen- te, ao comparar a capacidade da agricultura de pre- cisão, que só usa semente certificada, com garantias de qualidade, com o que ainda se pode evoluir na pecuária brasileira, em que boa parte dos rebanhos ainda usam “semente de milho do paiol”, sem garantia alguma de uma boa colheita de bezerros. Como diz o velho ditado: colhemos aquilo que plantamos! ■ William Koury Filho Zootecnista - Diretor da BrasilcomZ® - Zootecnia Tropical www.brasilcomz.com - william@brasilcomz.com
  6. 6. 10 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 11 M E L H O R A M E N T OM E L H O R A M E N T O USP PESQUISA A FÓRMULA 1 DA RENTABILIDADE NA PECUÁRIA DE CORTE O investimento no melhoramento genético faz parte dos mais de 50 anos de história do Ne- lore Jandaia. A seleção para precocidade se- xual e produção de carne à pasto é marca registrada de seus animais, e a aplicação de inovações e tecno- logias também sempre figurou entre as prioridades do grupo. Para auxiliar no aprimoramento da precocidade sexual, o Nelore Jandaia conta com o apoio do Dr. William Koury Filho (BrasilcomZ) e do Dr. Claudiney Martins (FERTILIZA) e dos grupos de pesquisa do professor Pietro Baruselli (FMVZ-USP), do professor José Bento Sterman Ferraz (FZEA-USP), e do profes- sor Raysildo Barbosa Lôbo (ANCP). O melhoramento levando em consideração a sele- ção de fêmeas precoces influencia diretamente a ida- de ao primeiro parto.A redução desse índice zootécni- co é de extrema importância para a pecuária de corte, visto que diminui o intervalo entre gerações e acelera o ganho genético. Além disso, a diminuição da idade ao primeiro parto possibilita a redução do período de recria das futuras matrizes, liberando área útil das pro- priedades, aumentando a produtividade por hectare, resultando em ganho de eficiência da atividade. No intuito de se acelerar a seleção por precocida- de sexual, o Nelore Jandaia, juntamente com a equipe do Dr. Claudiney Martins (FERTILIZA) e em parceria com o professor Pietro Baruselli, desenvolveu uma série de experimentos em busca da relação entre a avaliação de parâmetros reprodutivos (como o status uterino/ovariano) e de desenvolvimento corporal das fêmeas (como peso) e os resultados de prenhez. As novilhas foram submetidas a uma estação de monta de outono (março a maio) com 90 dias de duração e relação 50 novilhas por touro. Previamente à estação de monta, o Dr. Claudiney avaliou o peso e o desen- volvimento dos ovários (diâmetro do maior folículo e TABELA 1. Taxa de prenhez de novilhas Nelore de acordo com os parâmetros estudados na fazenda Nelore Jandaia. PARÂMETRO NOTA DE CORTE N % PRENHEZ PESO Leve (≤ 333 kg) 114 8,0% Pesada (> 333 kg) 60 46,7% CORNOS UTERINOS Imaturos (≤ 13 mm) 103 10,8% Desenvolvidos (> 13 mm) 75 34,7% MAIOR FOLÍCULO Pequeno (≤ 8,9 mm) 74 14,9% Grande (> 8,9 mm) 104 25,2% IDADE Mais jovem (≤ 16,4 meses) 121 7,4% Menos jovem (> 16,4 meses) 57 50,0% Corroborando com os resultados da influência do desenvolvimento corporal das novilhas na taxa de pre- nhez ao final da estação de monta, o desenvolvimento do trato reprodutivo também se mostrou importante na determinação da precocidade sexual. Fêmeas com úte- ro e ovários mais desenvolvidos apresentaram maior taxa de prenhez (Gráfico 1) no início da estação de monta (Gráfico 2). Esses dados são indicativos da im- portância de se avaliar reprodutivamente as futuras matrizes antes de submetê-las aos touros. presença de corpo lúteo) e do útero (diâmetro dos cor- nos uterinos) por ultrassonografia. Os resultados obtidos confirmam a importância da seleção genética para precocidade sexual, que resul- tará em fêmeas com maior desenvolvimento corporal e reprodutivo no início de sua vida produtiva. Novilhas com maior peso e desenvolvimento uterino obtiveram maior taxa de prenhez em comparação às menos de- senvolvidas. Outro ponto que deve ser ressaltado é que novilhas mais velhas obtiveram melhores índices, evidenciando que a precocidade sexual se inicia com o período de estabelecimento da gestação na estação de monta das vacas. O raciocínio é simples: novilhas filhas de vacas que emprenham cedo na estação de monta possuem mais idade quando submetidas aos touros.
  7. 7. 12 I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A I N F O R M A T I V O N E L O R E J A N D A I A 13 Semelhante resultado foi observado em experimento realizado pelo aluno Dr. Bruno G. Freitas, do grupo de pesquisa do Dr. Pietro Baruselli. Ao submeter novilhas nelore de 14 meses de idade à IATF, observou-se que aquelas que possuíam maior desenvolvimento (maior idade, peso, gordura subcutânea, condição corporal, profundidade de costela) obtiveram melhores índices de prenhez em relação àquelas com desenvolvimento com- prometido. A busca pela redução da idade ao primeiro parto, ou seja, a seleção de fêmeas com capacidade de iniciar sua vida produtiva precocemente, faz parte dos requisi- tos para o gado nelore tornar-se cada dia mais produtivo, incrementando o retorno financeiro das propriedades de corte brasileiras. Por meio desses experimentos condu- zidos, torna-se evidente a necessidade de um bom GRÁFICO 2. Taxa de prenhez nos primeiros 30 dias (início), entre 30 e 60 dias (meio) e entre 60 e 90 dias (fim) da es- tação de monta, de acordo com o escore do trato reprodutivo (A = ciclando; B++ = útero maduro; B+ = útero imaturo com folículos grandes; C = útero imaturo e folículos pequenos) 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 27,8% 10,5% 7,7% 3,9% 50,0% 21,1% 13,5% 3,9% 61,1% 26,3% 17,3% 3,9% A Início da estação Meio da estação Fim da estação A AB++ B++ B++B+ B+ B+C C C M E L H O R A M E N T OM E L H O R A M E N T O GRÁFICO 1. Taxa de prenhez de acordo com o escore reprodutivo (A = ciclando; B++ = útero maduro; B+ = útero ima- turo com folículos grandes; C = útero imaturo e folículos pequenos). 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 61,1% A 18 B++ 26,3% 57 B+ 17,6% 52 C 3,9% 51 desenvolvimento corporal das novilhas submetidas à estação reprodutiva, o que só pode ser atingido com boa nutrição aliada à genética de qualidade. Estas iniciativas demonstram a preocupação do Ne- lore Jandaia com a evolução da pecuária nacional, buscando sempre o aprimoramento da precocidade sexual. ■ Pietro Baruselli, Bruno G. Freitas e Claudiney Martins Pesquisadores da Universidade de São Paulo - USP O Selo de Qualidade Boi com Bula é apresentado oficialmente no catálogo durante o Leilão Jandaia 2012. Evento comemora 50 anos e comercializa mais de 500 animais. MOMENTO DE DESCOBERTAS Coordenação do 1° Simpósio de Carcaças da raça Nelore, realizado na Associação Paulista de Criadores de Nelore, com a participação de Fausto Pereira Lima e Pedro Felício. AGORA É CARCAÇA Como diretor técnico da ABCZ, promoveu o 2° Simpósio de Carcaças da Raça Nelore. Resultados norteariam reformulação das pistas e provas funcionais. FOCO NA PRECOCIDADE Luiz Josahkian e Carlos Henrique Cavallari Machado, ambos da ABCZ, visitam a Fazenda Kuluene e discutem a metodologia que modificaria a composição dos índices nas PGPs a pasto da ABCZ. IDENTIFICADOS A PASTO O Nelore Jandaia passou a ter como principal critério a iden- tificação dos melhores animais, sendo os seus futuros touros mantidos no mesmo grupo de manejo até os 18 a 20 meses. LEILÃO NELORE JANDAIA INOVAÇÃO década de 70 década de 80 década de 90 século XXI O INÍCIO Aquisição de 74 bezerras e 2 bezerros PO, em seguida nova compra no rebanho VR trouxe Dumu. Destaque nas avaliações genéticas da ANCP, conquistando os selos G1, G2 e G3. Qualidade da Informação Melhoramento Genético Sustentabilidade Genética MUDANÇAS William Koury, como diretor da ABCZ, propõe abrir para Provas de Ganho de Peso a Pasto, cuja parte técnica ficou a cargo do especialista Luiz Alberto Fries. PGP A PASTO CIÊNCIA Início dos estudos de mestrado e doutorado de William Koury Filho, que resultaram na criação do EPMURAS. AVALIAÇÃO GENÉTICA E FENOTÍPICA Entrada na ANCP, passando a usar informação genética como ferramenta de seleção. BARU DA JANDAIA SELO DE QUALIDADE Touro Baru da Jandaia é contratado pela central de inseminação Alta Genetics. Rebanho Nelore Jandaia expande inicialmente para o MS, em seguida sendo transferido totalmente para a Faz. Kuluene, no MT. DAS PISTAS PARA O MELHORAMENTO Participação nas pistas de julgamento e início da conscientização da importância do melhoramento da carcaça do Nelore.Aproximação com a Estação Experimental (IZ) de Sertãozinho. 1965 1976 1998 2000 20072002 2010 2013 2014 2015201219961994 Linha do Tempo Nelore Jandaia Começa a consultoria da BrasilcomZ no rebanho, através do uso das avaliações visuais SAM e acasalamentos dirigidos. CONSULTORIA
  8. 8. L E I L Ã O 300 touros com avaliação positiva
  9. 9. IND 1 AIAB1822 33 REM USP ANEXO DA JANDAIA 744 40 Excelente 10,42 11  IND 2 AIAB1882 33 REM USP TIMBRE DA JANDAIA 766 37 Excelente 10,68 10  IND 3 AIAB1865 33 REM USP JERU FIV BRUMADO 734 41 Excelente 16,61 2  IND 4 AIAB2091 32 REM USP JUPITER TE MRA 775 39 Excelente 16,55 2  IND 5 AIAB1886 33 REM USP ESPLENDOR DA JANDAIA 769 43 Excelente 19,34 0,5  IND 6 AIAB1947 33 REM USP ILUSTRE 721 38 Muito Bom 11,77 7 - BATERIA1 7 AIAB1794 33 BITELO DS BITELO SS 764 39 Excelente 5,96 30 - 8 AIAB2105 32 BERLOQUE DA BONS. JAMANTA DA MN 699 37 Bom 10,62 10 - 8 AIAB2410 30 BITELO DS IMPERIO WA 716 39 Muito Bom 14,65 3  9 AIAB1908 33 JAMANTA DA MN B8369 DA MN 723 35 Bom 8,86 16 - 9 AIAB2494 29 CHUMBO DA JANDAIA TRADICAO JANDAIA 727 36 Muito Bom 8,55 17 - 10 AIAB1795 33 BITELO DS GODHAR DA FAZ 682 35 Muito Bom 6,64 30 - 10 AIAB1990 33 JAMANTA DA MN QUARK COL 701 39 Bom 10,4 11 - 11 AIAB1761 33 BACANA DA MN ACARA DA JANDAIA 715 38 Excelente 7,66 25 - 11 AIAB1773 33 BACANA DA MN ESTATUTO DE NAVIRAI 687 37 Bom 9,86 13 - 11 AIAB2192 31 BACANA DA MN ATMA DE NAV 707 38 Muito Bom 7,72 25 - 11 AIAB2246 31 BACANA DA MN ILUSTRE 694 35 Muito Bom 8,75 17 - 11 AIAB2389 30 BACANA DA MN GODHAR DA FAZ 698 39 Bom 19,97 0,5 - IND 12 AIAB1747 33 REM USP PRESTY DA JANDAIA 690 41 Excelente 11,87 7  IND 13 AIAB1824 33 BACANA DA MN ILUSTRE 726 40 Excelente 5,13 35 - IND 14 AIAB1784 33 BACKUP E.S. OXICATRO 730 41 Muito Bom 11,08 9 - IND 15 AIAB1869 33 REM USP NATAL DA JANDAIA 717 42 Excelente 13,54 4 - IND 16 AIAB1884 33 REM USP ACARI DA S. JOSE 682 38 Excelente 10,48 11  IND 17 AIAB1926 33 JAMANTA DA MN QUARK COL 716 39 Excelente 14,38 3  IND 18 AIAB2081 32 BITELO DS JUPITER TE MRA 742 36 Excelente 10,58 10  IND 19 AIAB2128 32 7308 PERDIZES CREPE DA JANDAIA 761 37 Muito Bom 17,41 1  BATERIA2 20 AIAB1901 33 JAMANTA DA MN BITELO SS 692 37 Muito Bom 12,42 6  20 AIAB2359 30 JAMANTA DA MN VERMUT DA FORT VR 752 38 Excelente 13,92 4  21 AIAB1743 33 JAMANTA DA MN ESPLENDOR DA JANDAIA 709 37 Muito Bom 5,05 35 - 21 AIAB2007 33 JAMANTA DA MN GODHAR DA FAZ 712 35 Muito Bom 9,82 13  22 AIAB1725 33 CACHIMBO DA MN JAMANTA DA MN 694 38 Muito Bom 5,06 35 - 22 AIAB1847 33 BITELO DS NADÃ DA BONSUCESSO 702 44 Muito Bom 9,99 12  23 AIAB2171 31 JAMANTA DA MN ENLEVO 671 38 Muito Bom 10,11 12  23 AIAB2260 31 JAMANTA DA MN QUARK COL 682 35 Muito Bom 10,11 12  23 AIAB2315 31 JAMANTA DA MN IMPERIO WA 664 41 Muito Bom 10,24 11  24 AIAB2132 32 JAMANTA DA MN ENLEVO 674 36 Excelente 7,05 25 - 24 AIAB2210 31 JAMANTA DA MN OITAVO DA JANDAIA 675 34 Muito Bom 6,06 30 - 25 AIAB2096 32 BITELO DS MEANDRO JANDAIA 660 35 Muito Bom 7,58 25 - 25 AIAB2243 31 CACHIMBO DA MN QUARK COL 640 35 Bom 9,79 13 - 26 AIAB2059 32 BERLOQUE DA BONS HANUMAN DA MAT. 699 40 Muito Bom 5,38 35 - 26 AIAB2285 31 BERLOQUE DA BONS MACUNI DO SALTO 691 39 Muito Bom 9,77 13 - IND 27 AIAB2193 31 REM USP PAREDAO DA JANDAIA 677 41 Excelente 14,87 3  IND 28 AIAB2328 31 JAMANTA DA MN ABANO DA JANDAIA 723 39 Excelente 11,06 9  BATERIA3 29 AIAB1845 33 BERLOQUE DA BONS JUPITER TE MRA 726 39 Excelente 7,67 25 - 30 AIAB2002 33 GAROTO DE NAVIRAI GALANTHE DO PARANA 739 40 Excelente 8,3 18 - 30 AIAB2302 31 BACKUP MACUNI DO SALTO 697 37 Muito Bom 7,7 25 - 31 AIAB2294 31 REM USP NADÃ DA BONSUCESSO 695 36 Muito Bom 14,92 3 - 32 AIAB2089 32 MANDARIN MAT. HANUMAN DA MAT. 677 39 Muito Bom 7,42 25 - 32 AIAB2368 30 TITANIO DA JANDAIA PACARA DO IZ 698 38 Muito Bom 4,78 40 - 33 AIAB2333 31 BACANA DA MN S.DUMU 6365 RC 684 35 Bom 7,12 25 - 33 AIAB2394 30 BACANA DA MN SQUASCH JANDAIA 716 37 Muito Bom 14,99 3  34 AIAB2244 31 BERLOQUE DA BONS JERU FIV BRUMADO 678 36 Bom 7,12 25 - 34 AIAB2256 31 BERLOQUE DA BONS MACUNI DO SALTO 680 37 Bom 10,4 11 - 35 AIAB1930 33 BERLOQUE DA BONS MACUNI DO SALTO 672 40 Muito Bom 8,16 19 - 35 AIAB1965 33 BERLOQUE DA BONS JAMANTA DA MN 688 37 Muito Bom 9,07 15 - 35 AIAB2117 32 BERLOQUE DA BONS MACUNI DO SALTO 665 36 Bom 11,02 9 - BATERIA LOTE SÉRIE/RGN IDADE MESES PAI AVÔ MATERNO PESO PE EPMURAS MGT TOP L E I L Ã O Lotes apresentados na ordem de entrada que será utilizada no leilão, com o peso ajustado para a data do evento e idade em meses. Avaliação Genética de abril de 2015 pela ANCP. IND 36 AIAB2454 30 BITELO DS IMPERIO WA 718 38 Excelente 13,44 4  IND 37 AIAB1962 33 NAVIRAI HANOVER RAMBO DA MN 732 39 Muito Bom 9,97 12 - IND 38 AIAB1974 33 BERLOQUE DA BONS CINTURAO DE NAV 725 37 Excelente 10,81 10  IND 39 AIAB1836 33 CACHIMBO DA MN BACKUP 757 38 Muito Bom 11,49 8 - IND 40 AIAB1858 33 BITELO DS PROVADOR 752 41 Excelente 12 7  IND 41 AIAB2295 31 BACKUP NADÃ DA BONSUCESSO 717 41 Muito Bom 18,3 0,5 - BATERIA4 42 AIAB1878 33 BACKUP PACARA DO IZ 688 38 Excelente 11,27 9  42 AIAB2029 32 BACKUP HANUMAN DA MAT. 704 39 Excelente 11,01 9  43 AIAB1916 33 BACKUP TECELAO DA SM 701 40 Muito Bom 13,71 4 - 43 AIAB2129 32 BACKUP ARTISTA TE DE NAV 728 39 Excelente 12,78 5 - 44 AIAB1762 33 BACKUP AGAPE DA JANDAIA 705 39 Muito Bom 12,59 6 - 44 AIAB1728 33 BACKUP TECELAO DA SM 707 38 Muito Bom 9,75 13 - 45 AIAB1873 33 BACANA DA MN QUEPE DA SALETTE 715 39 Muito Bom 3,01 50 - 45 AIAB1995 33 7308 PERDIZES REM QUADRIMESTRE 717 36 Muito Bom 13,2 5 - 46 AIAB1736 33 JAMANTA DA MN BACKUP 736 40 Muito Bom 12,42 6 - 46 AIAB1923 33 CACHIMBO DA MN MACUNI DO SALTO 745 40 Muito Bom 14,67 3 - IND 47 AIAB1782 33 REM USP VERMUT DA FORT VR 771 40 Excelente 14,67 3  IND 48 AIAB1849 33 BITELO DS ENLEVO 761 42 Muito Bom 13,25 5  IND 49 AIAB2044 32 JAMANTA DA MN ENLEVO 717 38 Excelente 10,83 10  IND 50 AIAB2035 32 JAMANTA DA MN IMPERIO WA 767 39 Excelente 11,69 8  IND 51 AIAB2052 32 REM USP SAFADO DA JANDAIA 760 41 Muito Bom 14,22 3 - BATERIA5 52 AIAB1944 33 BITELO DS IPE DA JANDAIA 700 36 Muito Bom 10,58 10  53 AIAB1806 33 BITELO DS MEANDRO JANDAIA 744 40 Excelente 9,38 14  54 AIAB1970 33 BITELO DS RAMAK DA JANDAIA 723 36 Excelente 7,44 25 - 54 AIAB2254 31 BITELO DS MACUNI DO SALTO 701 36 Muito Bom 9,97 12  54 AIAB1853 33 CACHIMBO DA MN REM QUADRIMESTRE 710 37 Muito Bom 12,68 6 - 54 AIAB1880 33 REM USP SOLETROL JANDAIA 681 39 Muito Bom 9,04 15  55 AIAB2139 32 BITELO DS FOMENTO JANDAIA 715 38 Muito Bom 8,43 18 - 55 AIAB2241 31 BITELO DS IMPERIO WA 693 37 Muito Bom 7,37 25 - 55 AIAB2334 31 BITELO DS SANSAY DA JANDAIA 730 38 Bom 15,36 2 - 56 AIAB1740 33 REM USP ENLEVO 737 37 Muito Bom 13 5 - 56 AIAB1859 33 BERLOQUE DA BONS MACUNI DO SALTO 734 41 Bom 10,45 11 - 57 AIAB1952 33 BACKUP 797 39 Bom 12,85 5 - 57 AIAB2076 32 REM USP TIMBRE DA JANDAIA 724 36 Muito Bom 12,32 6  IND 58 AIAB2165 31 BACANA DA MN SQUASCH JANDAIA 739 38 Excelente 9,94 12  IND 59 AIAB2364 30 BACANA DA MN TECELAO DA SM 774 40 Muito Bom 16,46 2 - IND 60 AIAB2497 29 BACANA DA MN CACHIMBO DA MN 713 37 Excelente 19,28 0,5  IND 61 AIAB1993 33 MANDARIN MAT. MACUNI DO SALTO 717 40 Excelente 16,47 2  BATERIA6 62 AIAB1712 34 BACANA DA MN BECO DA JANDAIA 725 40 Muito Bom 11,74 7 - 62 AIAB1899 33 BACANA DA MN RAMAK DA JANDAIA 696 40 Bom 7,51 25 - 62 AIAB1975 33 7308 PERDIZES MASTAREU DA JANDAIA 718 37 Excelente 11,93 7  63 AIAB1936 33 BACKUP TECELAO DA SM 723 38 Muito Bom 11,24 9 - 63 AIAB2377 30 BACKUP ESPLENDOR DA JANDAIA 680 34 Bom 13,23 5 - 64 AIAB1754 33 7308 PERDIZES CREPE DA JANDAIA 688 38 Muito Bom 13,96 4 - 64 AIAB2395 30 CROMO DA JANDAIA IMPERIO WA 675 36 Muito Bom 8,81 16 - 65 AIAB2357 30 BACANA DA MN SACCHARON JANDAIA 668 35 Bom 7,69 25 - 65 AIAB2457 30 BACANA DA MN TECELAO DA SM 637 39 Bom 14,75 3 - 65 AIAB2498 29 BACANA DA MN CACHIMBO DA MN 669 34 Bom 18,63 0,5 - 66 AIAB2136 32 BACKUP TOROXO DA JANDAIA 669 36 Bom 8,97 16 - 66 AIAB2512 29 BACKUP MACUNI DO SALTO 644 39 Bom 15,3 2 - 67 AIAB1752 33 BITELO DS REPTIL DA JANDAIA 718 37 Muito Bom 4,8 40 - 67 AIAB2299 31 BITELO DS PRESTY DA JANDAIA 661 34 Bom 4,99 40 - 67 AIAB2430 30 BITELO DS SAZHEN DA JANDAIA 651 36 Bom 6,7 30 - IND 68 AIAB2355 30 MANDARIN MAT. GALANTHE DO PARANA 753 36 Muito Bom 16,61 2  IND 69 AIAB2057 32 BACKUP JAMANTA DA MN 686 37 Muito Bom 12,67 6  BATERIA7 70 AIAB1777 33 CACHIMBO DA MN MACUNI DO SALTO 724 38 Muito Bom 7,35 25 - 70 AIAB2083 32 BITELO DS TOROXO DA JANDAIA 701 38 Muito Bom 5,86 30 - 71 AIAB1718 34 REM USP TOROXO DA JANDAIA 680 39 Muito Bom 9,43 14  71 AIAB1958 33 JAMANTA DA MN IMPERIO WA 606 40 Bom 9,61 13 - 71 AIAB2051 32 NAVIRAI TE 10706-09 NUMERO DA JANDAIA 690 35 Bom 5,46 35 - 72 AIAB1745 33 JAMANTA DA MN ENLEVO 735 37 Bom 7,54 25 - 72 AIAB2371 30 OURO DA JANDAIA PROVADOR 700 38 Bom 9,54 14 - 73 AIAB2149 32 BERLOQUE DA BONS PROVADOR 609 35 Muito Bom 12,15 7 - 73 AIAB2442 30 BACANA DA MN LUFO TE DA CARPA 697 37 Muito Bom 16,28 2 - 73 AIAB2533 29 ANGICO DA JANDAIA VERMUT DA FORT VR 623 35 Bom 12,04 7 - 74 AIAB2055 32 REM USP PROVADOR 662 41 Muito Bom 13,45 4  74 AIAB2289 31 REM USP GOLD MRA 629 40 Muito Bom 10,82 10  74 AIAB2555 27 TIGRE DA JANDAIA ERUG DE NAVIRAI 640 36 Bom 18,45 0,5 - BATERIA LOTE SÉRIE/RGN IDADE MESES PAI AVÔ MATERNO PESO PE EPMURAS MGT TOP
  10. 10. IND 75 AIAB2439 30 BACKUP JAMANTA DA MN 694 36 Muito Bom 15,53 2  IND 76 AIAB2449 30 MANDARIN MAT. MACUNI DO SALTO 672 36 Excelente 10,74 10 - BATERIA8 77 AIAB1934 33 CACHIMBO DA MN QUARK COL 636 37 Bom 11,82 7 - 77 AIAB2239 31 REM USP PACARA DO IZ 664 35 Muito Bom 10,29 11  77 AIAB2519 29 TITANIO DA JANDAIA QUEPE DA SALETTE 652 39 Muito Bom 12,08 7  77 AIAB2530 29 CROMO DA JANDAIA TECELAO DA SM 646 36 Muito Bom 11,06 9  78 AIAB1922 33 CACHIMBO DA MN REM QUADRIMESTRE 670 35 Bom 5,84 35 - 78 AIAB2178 31 GAROTO DE NAVIRAI VERMUT DA FORT VR 659 37 Bom 4,4 40 - 78 AIAB2506 29 CONDOR DA JANDAIA VERMUT DA FORT VR 678 37 Muito Bom 7,58 25 - 78 AIAB2528 29 CURIO DA JANDAIA JERU FIV BRUMADO 670 32 Bom 12,11 7 - 79 AIAB1987 33 BACANA DA MN ILUSTRE 685 39 Bom 7,41 25 - 79 AIAB2305 31 ANGICO DA JANDAIA IMPERIO WA 657 38 Bom 10,07 12 - 79 AIAB2381 30 FERRO DA JANDAIA ILUSTRE 655 35 Bom 8,73 17 - 79 AIAB2518 29 NHAMBU DA JANDAIA XANGO COL 646 33 Bom 9,88 12 - IND 80 AIAB1760 33 MANDARIN MAT. MACUNI DO SALTO 744 37 Muito Bom 12,61 6  IND 81 AIAB2190 31 CACHIMBO DA MN IMPERIO WA 709 35 Muito Bom 14,34 3 - BATERIA9 82 AIAB2402 30 BACKUP FUNCIONARIO NAVIRAI 659 37 Bom 9,25 15 - 82 AIAB2279 31 CACHIMBO DA MN BACKUP 640 34 Regular 11,55 8 - 82 AIAB2297 31 CACHIMBO DA MN MAXIMO DA JANDAIA 672 34 Bom 12,07 7 - 83 AIAB2253 31 NHAMBU DA JANDAIA HANUMAN DA MAT. 657 36 Muito Bom 5,79 35 - 83 AIAB2269 31 COBRE DA JANDAIA QUARK COL 655 38 Muito Bom 7,76 25 - 83 AIAB2476 30 MUTUM DA JANDAIA ILUSTRE 665 35 Bom 7,59 25 - 84 AIAB1894 33 GAROTO DE NAVIRAI TECELAO DA SM 626 37 Bom 3,41 50 - 84 AIAB2350 30 CROMO DA JANDAIA VERMUT DA FORT VR 658 34 Bom 10,54 10 - 84 AIAB2366 30 CROMO DA JANDAIA BACKUP 650 36 Bom 10,69 10 - IND 85 AIAB2077 32 BITELO DS BITELO SS 651 40 Muito Bom 9,7 13  IND 86 AIAB2078 32 REM USP NEGREIRO DA JANDAIA 758 39 Excelente 13,49 4  BATERIA10 87 AIAB1920 33 MANDARIN MAT. MANDI 736 36 Bom 12,68 6 - 87 AIAB2012 32 BITELO DS ENLEVO 698 42 Bom 13,31 5 - 88 AIAB1964 33 BACANA DA MN FUNCIONARIO NAVIRAI 723 39 Muito Bom 12 7 - 88 AIAB2045 32 BACANA DA MN RANGER DA JANDAIA 719 38 Muito Bom 9,11 15 - 89 AIAB1807 33 BACANA DA MN RANCKOR JANDAIA 675 38 Bom 5,32 35 - 89 AIAB2259 31 BACKUP COSTUME DE NAVIRAI 658 33 Bom 9,02 15 - 89 AIAB2373 30 BACANA DA MN ILUSTRE 699 36 Bom 7,88 20 - 89 AIAB2455 30 BACKUP FUNCIONARIO NAVIRAI 650 36 Bom 15,48 2 - 89 AIAB2195 31 7308 PERDIZES XANGO COL 675 34 Bom 13,6 4 - 90 AIAB1914 33 7308 PERDIZES TECELAO DA SM 694 35 Muito Bom 7,81 20 - 90 AIAB1941 33 NAVIRAI HANOVER QUEPE DA SALETTE 708 35 Bom 3,04 50 - 90 AIAB2141 32 REM USP BOMBA DA JANDAIA 665 40 Bom 11,45 8 - 90 AIAB2370 30 NAVIRAI HANOVER NAMORADO JANDAIA 689 39 Bom 11,18 9 - BATERIA11 91 AIAB2114 32 BITELO DS NATAL DA JANDAIA 688 38 Muito Bom 12,78 5  91 AIAB2170 31 7308 PERDIZES HANUMAN DA MAT. 626 35 Muito Bom 8,96 16 - 91 AIAB2230 31 MANDARIN MAT. RAMBO DA MN 608 40 Muito Bom 12,32 6  92 AIAB2101 32 REM USP VERMUT DA FORT VR 685 37 Bom 10,38 11 - 92 AIAB2258 31 BERLOQUE DA BONS CINTURAO DE NAV 679 38 Bom 9,58 13 - 92 AIAB2265 31 NAVIRAI HANOVER SANSAY DA JANDAIA 635 38 Bom 0,72 70 - 92 AIAB2537 29 BACANA DA MN FUNCIONARIO NAVIRAI 664 37 Muito Bom 14,41 3 - 93 AIAB1832 33 GAROTO DE NAVIRAI ILUSTRE 650 38 Bom 8,13 19 - 93 AIAB2396 30 ZINCO DA JANDAIA RAMBO DA MN 586 34 Bom 4,54 40 - 93 AIAB2422 30 BACANA DA MN MENESTREL DA JANDAIA 619 36 Bom 10,24 11 - 93 AIAB2504 29 COBRE DA JANDAIA NODAL DA JANDAIA 601 31 2,21 60 - 93 AIAB2507 29 TUCANO DA JANDAIA REM QUADRIMESTRE 611 33 Bom 5,58 35 - BATERIA12 94 AIAB2005 33 CACHIMBO DA MN NURMAHAL COL 648 36 Bom 9,17 15 - 94 AIAB2281 31 BITELO DS CINTURAO DE NAV 642 35 Muito Bom 7,59 25 - 94 AIAB2372 30 BACANA DA MN PALIDO DA JANDAIA 700 37 Muito Bom 10,15 12  94 AIAB2403 30 NHAMBU DA JANDAIA CEN 3120 INSOLUTO 645 33 Bom 8,23 19 - 94 AIAB2526 29 TUCANO DA JANDAIA BASCO DA SM 633 36 Muito Bom 7,37 25 - 95 AIAB2240 31 NAVIRAI HANOVER TIMBRE DA JANDAIA 642 36 Bom 5,44 35 - 95 AIAB2405 30 BITELO DS TECELAO DA SM 607 35 Bom 9,15 15 - 95 AIAB2433 30 GAROTO DE NAVIRAI CABARE DA SAMELIA 635 36 Bom 3,22 50 - 95 AIAB2481 29 COBRE DA JANDAIA QUARK COL 618 35 Bom 3,94 45 - 95 AIAB2501 29 CROMO DA JANDAIA COSMOS DA JANDAIA 620 33 Bom 11,98 7 - 96 AIAB2312 31 BACANA DA MN IMPERIO WA 604 34 Regular 3,43 50 - 96 AIAB2425 30 CURIO DA JANDAIA JAMANTA DA MN 601 34 Bom 2,82 50 - 96 AIAB2484 29 A5981 DA JANDAIA CEN 3120 INSOLUTO 573 36 Regular 7,02 25 - 96 AIAB2492 29 MUTUM DA JANDAIA PRESTY DA JANDAIA 607 35 Regular 7,99 20 - 96 AIAB2495 29 NHAMBU DA JANDAIA PACARA DO IZ 593 32 Regular 5,58 35 - BATERIA13 97 AIAB1978 33 7308 PERDIZES BRONZE DA JANDAIA 742 37 Bom 12,12 7 - 97 AIAB2106 32 CACHIMBO DA MN QUARK COL 712 38 Muito Bom 9,67 13 - 97 AIAB2217 31 BACKUP TECELAO DA SM 735 33 Bom 13,31 5 - 97 AIAB2320 31 BACKUP GUDY DA LAGOA 720 38 Bom 12,16 7 - 97 AIAB2391 30 BACANA DA MN S.DUMU 6365 RC 674 39 Bom 11,35 8 - 98 AIAB1802 33 CACHIMBO DA MN QUARK COL 680 38 Bom 9,45 14 - 98 AIAB1956 33 BITELO DS ILUSTRE 721 39 Bom 6,99 25 - 98 AIAB2238 31 BACKUP ESTATUTO DE NAVIRAI 680 38 Muito Bom 12,04 7 - 98 AIAB2276 31 7308 PERDIZES RAMBO DA MN 654 38 Bom 12,24 6 - 98 AIAB2362 30 CACHIMBO DA MN RAMBO DA MN 696 36 Bom 7,7 25 - 99 AIAB2036 32 BACKUP PACARA DO IZ 672 36 Regular 13,48 4 - 99 AIAB2162 31 BACKUP SANSAY DA JANDAIA 684 36 Regular 9,55 14 - 99 AIAB2453 30 BACANA DA MN ESPLENDOR DA JANDAIA 633 37 Bom 12,64 6 - 99 AIAB2491 29 TUCANO DA JANDAIA DOM DA JANDAIA 651 36 Bom 6,71 30 - 99 AIAB2532 29 TITANIO DA JANDAIA CHIVA DA NELORE 640 37 Regular 9,83 13 - BATERIA14 100 AIAB1827 33 BACKUP PETEKO DA JANDAIA 746 38 Bom 11,03 9 - 100 AIAB2017 32 BACKUP SONORO DA JANDAIA 697 37 Bom 10,02 12 - 100 AIAB2205 31 BACKUP CINTURAO DE NAV 710 35 Bom 8,29 18 - 100 AIAB2218 31 BACKUP RAMAK DA JANDAIA 662 36 Bom 9,61 13 - 101 AIAB1829 33 BACKUP MACUNI DO SALTO 691 39 Bom 14,09 4 - 101 AIAB1844 33 BACKUP TERBIO DA JANDAIA 678 38 Bom 6,96 25 - 101 AIAB2113 32 BACKUP RAMAK DA JANDAIA 686 37 Muito Bom 10,35 11 - 101 AIAB2219 31 BACKUP BASCO DA SM 685 38 Muito Bom 8,15 19 - 102 AIAB1904 33 BACANA DA MN CEN 3120 INSOLUTO 730 36 Muito Bom 12,82 5  102 AIAB2386 30 BACANA DA MN BRONZE DA JANDAIA 695 37 Bom 13,71 4 - 102 AIAB2419 30 BITELO DS TECELAO DA SM 697 39 Bom 12,84 5 - 102 AIAB2521 29 COBRE DA JANDAIA MENESTREL DA JANDAIA 683 38 Bom 13,46 4 - 103 AIAB1924 33 BERLOQUE DA BONS IPE DA JANDAIA 653 36 Regular 9,3 14 - 103 AIAB2380 30 GAROTO DE NAVIRAI TECELAO DA SM 604 33 Regular 3,27 50 - 103 AIAB2432 30 BITELO DS BITELO SS 594 31 Regular 3,84 45 - 103 AIAB2482 29 NHAMBU DA JANDAIA JAMANTA DA MN 622 33 Bom 10,95 9 - BATERIA15 104 AIAB1939 33 BITELO DS IMPERIO WA 695 35 Bom 10,88 10 - 104 AIAB2463 30 BACANA DA MN JERU FIV BRUMADO 685 34 Bom 11,26 9 - 105 AIAB2006 33 GAROTO DE NAVIRAI IMPERIO WA 698 36 Bom 6,11 30 - 105 AIAB2318 31 MANDARIN MAT. REM QUILANO 682 38 Bom 9,76 13 - 105 AIAB2336 31 JAMANTA DA MN JUPITER TE MRA 672 35 Bom 1,26 70 - 106 AIAB1984 33 CACHIMBO DA MN OZONE DA JANDAIA 670 37 Bom 10,5 11 - 106 AIAB2168 31 BITELO DS MACUNI DO SALTO 661 41 Bom 10,61 10 - 106 AIAB2184 31 REM USP GOVERNADOR TE 692 39 Muito Bom 11,02 9  106 AIAB2415 30 CROMO DA JANDAIA ACARI DA S. JOSE 638 35 Bom 12,93 5 - 106 AIAB2479 29 MUTUM DA JANDAIA CINICO DA JANDAIA 613 34 Bom 8,81 16 - 107 AIAB1957 33 7308 PERDIZES RAMBO DA MN 697 36 Bom 9,7 13 - 107 AIAB2293 31 BACKUP CINTURAO DE NAV 677 36 Muito Bom 8,7 17 - 107 AIAB2306 31 BITELO DS TECELAO DA SM 653 33 Bom 9,45 14 - 107 AIAB2523 29 TITANIO DA JANDAIA RANUK DA JANDAIA 669 33 Bom 10,61 10 - BATERIA LOTE SÉRIE/RGN IDADE MESES PAI AVÔ MATERNO PESO PE EPMURAS MGT TOPBATERIA LOTE SÉRIE/RGN IDADE MESES PAI AVÔ MATERNO PESO PE EPMURAS MGT TOP CONSULTORIA GRATUITA PARA ANIMAIS DO LEILÃO NELORE JANDAIA 2015 Conte com a consultoria gratuita da brasilcomz antes, durante e depois do Leilão Nelore Jandaia 2015 para os animais deste remate. Assim, você vai adquirir sempre os raçadores que melhor se encaixam no seu criatório. Central de Atendimento: (16) 3203 8815 William Koury Filho: (16) 98122 2255 Nicole Tramonte: (16) 98220 0086 william@brasilcomz.com | www.brasilcomz.com
  11. 11. L E I L Ã O Genética Jandaia, precocidade acelerada. 27 DE JUNHO 2015 | SÁBADO . 13H BARRA DO GARÇAS - MT | TRANSMISSÃO CANAL DO BOI Leiloeira: Transmissão: Avaliação: A T É O L U C R O É P R E C O C E Realização: Assessoria: Patrocínio: Apoio: www.nelorejandaia.com.br Informações: (34) 3322-4647 | (66) 3408-1082 | (18) 3608-0999 DESCONTO PROGRESSIVO NA COMPRA DE BATERIAS + FRETE FACILITADO + DESCONTO FIDELIDADE 300 touros com avaliação positiva

×